Digital Drops Blog de Brinquedo

Campus Party Recife 2013 começa com destaque para empreendedorismo e muitas oficinas

Por em 19 de julho de 2013

Panorâmica da arena da Campus Party Recife 2

A segunda edição da Campus Party Recife acontece em dois espaços na capital de Pernambuco, com a arena principal montada no Chevrolet Hall e a área livre no Centro de Convenções da cidade. Cheguei no segundo dia, e infelizmente perdi a cerimônia de abertura, mas a palestra de Silvio Meira (cientista-chefe do C.E.S.A.R) mostrou que um dos focos desta Campus Party é o empreendedorismo. Silvio defendeu a proposta de que as pessoas não devem ser apenas ativistas de redes sociais, mas sim fazer um esforço para tirar suas idéias do abstrato e transformá-las em algo concreto, para conseguirem sucesso. Para Silvio, mais importante do que ter idéias fantásticas é como você irá executá-las.

No palco principal, o produtor de games Martin Hollis, responsável pelo clássico GoldenEye 007 (Nintendo 64) chamou a atenção da plateia para a necessidade de uma “democratização dos games”, com as oportunidades que estão se abrindo para desenvolvedores independentes. Hollis também falou muito bem sobre o Oculus Rift, criado por uma empresa independente e financiado por uma campanha no Kickstarter, sem nenhum apoio externo.

continue lendo

emDestaques Meio Bit

Kingston amplia linha de SSDs no Brasil

Por em 6 de junho de 2013

kingston

Como já foi dito várias vezes, SSD é vida. Discos em estado sólido são muito melhores do que discos em estado líquido, discos gasosos ou mesmo discos de plasma. Meu único erro foi ter sido modesto, o meu de 64 GB está pela hora da morte, atuchado até os zoinho de dados.

Felizmente o Mercado está correndo atrás e produzindo SSDs cada vez maiores e mais rápidos, como essa linha SSDNow KC300. Vem em 5 opções: 60 GB, 120 GB, 180 GB, 240 GB e 480 GB. Note que abandonaram de vez a contagem binária.

As características dos discos são respeitáveis:

  • Interface: SATA Rev. 3.0 (6 Gb/s) – compatibilidade com versões SATA Rev. 2.0;
  • Leituras sequenciais: SATA Rev. 3.0 — até 525 MB/s;
  • Gravações sequenciais: SATA Rev. 3.0 — até 500 MB/s;
  • Temperatura de Armazenamento: -40 a 85°C;
  • Temperatura de operação: 0 a 70°C;
  • Dimensões: 69,8 × 100,1 × 7,0 mm;
  • Vibração quando em operação: 2,17 G Pico (7 – 800 Hz);
  • Vibração quando não está em operação: 20 G Pico (10 – 2000 Hz);
  • Expectativa de vida útil: 1 milhão de horas MTTF.

OK. Se um dia tem 24 horas, um ano tem 365 dias que se traduzem em 8.760 horas, essa expectativa de vida equivale a 1.000.000/8.760, o que dá CENTO E QUATORZE ANOS. Otimismo é isso aí.

O lado ruim, talvez o único dos SSDs, é o preço. Mesmo já existindo dentro de uma faixa aceitável, SSDs ainda são uma bela facada no orçamento. Esses Kingston não são exceção, então…

continue lendo

emDestaques Hardware

Japão confirma que vive no Futuro e mostra câmera de vídeo 8KUHD de 2016

Por em 3 de junho de 2013

japaosemanapassada

Sabe aquela TV FullHD que você não aproveita direito, que a Globo ainda não entendeu como funciona e transmite parte da programação em SD, parte em 720p e parte esticada distorcendo pro povo não aporrinhar o call centre por causa de barras verticais?

Já era, obsoleta.

Sabe aquelas TVs 4K, capazes de mostrar imagens dignas de MacBooks Retina Display, que parecem janelas, nítidas, lindas, caras feio o diabo e que a Sony anunciou no Brasil não tem duas semanas? COISA VELHA. Passado.

O Japão já está trabalhando em equipamentos 8K Ultra High Definition. Funciona assim: Se sua TV linda maravilhosa é FullHD, a 1920×1080, a 8K tem resolução de 7680×4320. Colocando em perspectiva, imagine uma matrix de 4 telas FullHD de largura e 4 de altura. Sim, são 16 vezes mais pixels. Ah sim, o framerate sobe pra 120 fps.

Isso tudo tem um custo tecnológico. A NHK e a Mitsubish estão desenvolvendo equipamentos capazes de lidar com essa quantidade boçal de dados, o que inclui um sensor de imagem de 33 megapixels funcionando a 120 Hz, e encoders em tempo real no formato H.265. Essa compressão transforma o sinal original 8KUHD de uma trosoba de 30 Gb/s para gerenciáveis (no Japão) 85 Mb/s.

Aqui um vídeo mostrando as câmeras e o encoder. Note que eles pedem desculpas por só conseguir trabalhar a 60 fps, mas garantem que em 3 anos estarão dentro dos 120 fps que o padrão exige.

Enquanto isso aqui vendem TV Digital 1Seg como se fosse a grande novidade do momento…

Fonte: AN.

emÁudio Vídeo Fotografia Hardware

Samsung anuncia 5G e torna todos os celulares obsoletos. Inclusive os dela.

Por em 14 de maio de 2013

celularGGG

Em um quadrinho clássico do Dilbert o vendedor da empresa chega todo animado pois conseguiu convencer o cliente a não comprar a versão atual do produto, e sim a nova, pagando o dobro. Em seguida ele pergunta aos engenheiros quando a versão sairá. A resposta: Em dois anos.

Isso já aconteceu comigo de verdade, não foi tão divertido, mas é pior quando vem de gente grande como a Samsung.

O 4G ainda não é uma realidade na maior parte do mundo. Diabos, no Centro do Rio meu Vivo cai para Edge, 3G se torna luxo, que dirá 4. Ainda há briga de frequências, os pacotes são em sua maioria insanos e a latência da rede anula boa parte da vantagem da velocidade.

Mesmo assim 4G É o grande ponto de venda do momento, os heavy users querem aparelhos de última geração inclusive para servir como uma parada segura, as compras de smartphones top estão diminuindo, muita gente deixou de trocar de celular a cada seis meses, dá para viver bem por um ou dois anos com um topo de linha.

Que não é mais topo de linha. A Samsung anunciou que está desenvolvendo tecnologia capaz de velocidades de 10 Gb/s, prontamente batizada como 5G. Pior: deram até data: em 2020 a tecnologia estará disponível.

Eu sei, vai demorar bastante, mas psicologicamente não funciona assim. Não é uma curiosidade de laboratório da Microsoft Research ou da IBM, que pode ou não virar um produto, como o Surface Surface. É a Samsung transformando uma pesquisa em algo comercializável, de forma absurdamente prematura, drenando valor de toda sua linha de produtos.

Agora sabemos que nossos aparelhos ESTÃO desatualizados. Os smartphones que você comprar, principalmente da Samsung, até 31/12/2019 serão comprados deixando na boca gosto ruim de coisa velha. A empresa será mal-vista por levar seis anos — uma eternidade em tecnologia — para desenvolver algo que anunciaram como favas contadas.

E mais: mesmo que eles lancem o tal 5G na data certa, mesmo que seja realmente possível baixar um filme em um segundo (DO VI DO) se a Samsung fizer isso não terá feito mais que a obrigação.

Inovação anunciada com antecedência não é inovação, é dever de casa.

Fonte: TNW

emCelular