Ciência
Ciência
Digital Drops Blog de Brinquedo

China planeja construir o maior acelerador de partículas do mundo

Por em 25 de julho de 2014

LHC

O LHC (Large Hadron Collider, ou Grande Colisor de Hadrons, em português) é o maior acelerador de partículas do mundo; ele tem grande até no nome. Localizado em um buraco em Genebra, na Suíça, seus dias de glória podem estar contados, já que a China está planejando construir um maior.
continue lendo

emCiência Hardware

O nome é Xiaomi, mas pode chamar de Chacal

Por em 25 de julho de 2014

spider-man-jackal

Antes de mais nada uma pequena aula de quadrinhos: o Chacal, um vilão do segundo escalão da Marvel foi o responsável pela maior dor de cabeça da vida do Homem-Aranha (e por tabela, por uma das piores sagas dos anos 90): alter-ego do doutor Miles Warren, cientista e professor de bioquímica de Peter Parker, ele é o criador de todos os clones que atazanaram o cabeça de teia por mais de duas décadas. Um deles, que assumiu o nome de Ben Reilly (o primeiro Aranha Escarlate; o atual é o primeiro clone imperfeito de Parker, conhecido antes como o serial killer Kaine) chegou a atuar como o Aranha por um tempo, depois do Chacal dar a entender que Parker era o clone e ele, o original. Isso sem contar que ele também clonou Gwen Stacy (duas vezes), o primeiro grande amor de Parker.

Dado esse background não é difícil fazer uma associação com a Xiaomi, fabricante chinesa de dispositivos mobile que quer se posicionar no mercado como uma concorrente grande e séria, mas se limita apenas a lançar cópias de seus adversários.

continue lendo

emArtigo Computação móvel Comunicação Digital Hardware Mercado Planeta Sem Fio Software

Samsung suspende negócios com fábrica chinesa após denúncias de trabalho infantil

Por em 15 de julho de 2014

Trabalho Infantil

A Samsung anunciou que suspendeu os negócios com um de seus fornecedores após a CLW (China Labor Watch) encontrar violações “sérias e persistentes” das leis trabalhistas em uma fábrica na China.
continue lendo

emHardware Indústria Mundo Estranho

ZTE Nubia Z7: um clone do LG G3 por um preço menor

Por em 9 de julho de 2014

zte-nubia-z7

O LG G3 é um senhor smartphone, seguramente o mais moderno disponível no mercado hoje. A fabricante coreana caprichou e dotou o dispositivo com os melhores recursos de hardware possíveis, como display QHD, câmera com estabilização de imagens e que filma em 4K e outras particularidades, entretanto como todo top de linha sua média de preço é um pouquinho alta: na Amazon a LG o comercializa por US$ 660, isso se você quiser o modelo branco.

Se você quiser um smartphone tão potente quanto mas por um preço menor, e não ligar para a marca uma opção é o Nubia Z7, que a chinesa ZTE anunciou em junho e chegou às lojas asiáticas nesta semana.

continue lendo

emComputação móvel Comunicação Digital Hardware Mercado Planeta Sem Fio

LG G3 Beat, a variação Mini de mentira de 5 polegadas

Por em 1 de julho de 2014

lg-g3-beat

Quando a LG anunciou há pouco tempo atrás o G3, seu mais novo smartphone Android top de linha, já era praticamente certo que a companhia coreana iria revelar uma variação de menor capacidade e dimensões reduzidas mais cedo ou mais tarde. É um padrão da indústria: lança-se um modelo mais modesto com o mesmo nome a fim de fazer uma mínima identificação, e no fim das contas isso atrai compradores mais incautos, cientes que estão levando algo próximo dos modelos top.

A Samsung é mestra em fazer isso, as versões Mini da linha Galaxy S possuem hardware pífio; já a Sony entendeu que não pode vilipendiar o consumidor, e o Z1 Compact é o outrora top em um tamanho reduzido. A LG caminha num um meio-termo com o G3 Beat, já que chamá-lo de “Mini” seria uma piada.

continue lendo

emComputação móvel Comunicação Digital Hardware Mercado Planeta Sem Fio

DEFCON 1 — visualização de um ataque DDOS

Por em 25 de junho de 2014

wargames4

Uma das cenas mais dramáticas do excelente Wargames mostrava os ICBMs soviéticos atingindo as cidades americanas. Não com lindos efeitos de CGI (que ainda não existia) mas com um simples mapa em gráficos vetoriais. Quando o WOPR começa a calcular ataques e contra-ataques cada vez mais rápido o efeito psicodélico é intenso. Essa semana vi uma cena parecida, mas real e bem assustadora.

Os ataques DDoS já são velhos conhecidos, mas estão ficando piores. Antigamente eram script kiddies brincando com o LOIC, hoje são redes de dezenas de milhares de PCs Zumbis, comandados por hackers russos e chineses em sua maioria, atrás de algo muito mais valioso do que LULZ: dinheiro.
continue lendo

emDestaques Internet Segurança

Governo chinês revela lista de patentes do Android possuídas pela Microsoft

Por em 16 de junho de 2014

android-microsoft

A gente sabe, patentes são uma dor de cabeça geral para todos os envolvidos. Elas servem essencialmente para duas coisas: um deles é proteger a empresa em caso de litígio, se ela for processada pelo uso da tecnologia ou como contra-ataque, caso uma briga entre um concorrente por tecnologia x o leve a contra-atacar com uma patente y. Isso causa uma verdadeira Guerra Fria entre companhias, Microsoft, Sony, Apple, todas possuem patentes umas voltadas contra as outras mas ninguém faz nada, a não ser darem as mãos e fecharem acordos de não-agressão e em muitas vezes, fecharem parcerias.

O segundo uso para as patentes é o mais óbvio: dinheiro. Clamar o direito sobre uma tecnologia rende gordos dividendos e a Microsoft é uma das maiores detentoras de patentes do mundo. Pior para o Google, que dormiu no ponto e desdenhou das patentes até ser tarde demais: já sabíamos que cada Android fabricado rende uns bons trocados à Redmond, e agora temos uma visualização mais precisa desse cenário.

continue lendo

emComputação móvel Comunicação Digital Google Hardware Mercado Microsoft Planeta Sem Fio Software