Games
Games
Digital Drops Blog de Brinquedo

The Legend of Zelda, Apple e PSY

Por em 7 de dezembro de 2012

Se você quer saber o que acontece quando juntamos um grupo de pessoas talentosas com total domínio sobre a ferramenta que possuem e uma das franquias mais adoradas da indústria de games, precisa dar uma olhada no vídeo abaixo.

Nele vemos a grande aventura que Link encara só para ver seu desenho sendo impresso, utilizando diversos aparelhos da Apple como caminho e até esbarrando com o coreano PSY.

O mais legal do vídeo criado pelo pessoal do FinalCutKing é mistura entre a filmagem real com as animação mostrada na tela, que por sinal é bastante natural. Repare por exemplo no trecho onde o garoto está nadando e se você se perguntar como eles fizeram tudo isso, recomendo dar uma olhada no making of.

Sem dúvida uma das homenagens mais legais feitas à criação de Shigeru Miyamoto e acho que já perdi as contas de quantas vezes assisti o vídeo.

continue lendo

emNintendo Vídeos

Amazon chegou ao Brasil trazendo Kindle a R$299! E não foi só ela: isso é demais!

Por em 6 de dezembro de 2012

Stella_AmazonBRlogo_06dez2012
E não é que as previsões de novembro de 2011 estavam certas?

A Amazon realmente aportou em solo tupiniquim no final de 2012, como eu tinha escrito. Com tantos boatos e com tanto vai ou não vai, achei que só veríamos isso em 2013, lá pelo meio do primeiro semestre. Entretanto, a chegada de outros concorrentes fez a gigante de Jeff Bezos acelerar seus planos e parar de mimimi.

A sua chegada, na madrugada de ontem para hoje, 6 de dezembro, não foi a única: há mais de dois anos bato na tecla da Kobo, empresa canadense concorrente da Amazon, e que podemos dizer que ocupa o terceiro lugar nos Estados Unidos, após a própria Amazon e a Barnes & Noble. A discreta vinda da Kobo não significa pouca coisa. Apesar de achar que a Kobo não será líder no Brasil, acredito que ela venha a adotar o estilo Google “Don’t be evil”, como já faz em outros países. A Kobo é o equilíbrio entre tantas gigantes, e foi fechar contrato justamente com a Livraria Cultura, que é um ícone de prazer na leitura.

Há algumas semanas, já tínhamos acompanhado a chegada da iBookstore no Brasil, na surdina. De repente, lá estava ela, vendendo eBooks. Quem também chegou de forma discreta foi a Google: se você entrar na Play Store brasileira, já verá por lá os links para a compra de livros e filmes. Ou seja, de repente, de novembro para cá, temos simplesmente as quatro maiores empresas do mundo na venda de e-Books, todas vendendo exemplares em português (falta só a B&N).

Essa notícia me empolga e, creiam, é muito importante. Depois de muito blábláblá, de muita promessa, ameaças, choro por parte das editoras, agora é definitivo. O Brasil entrou na era dos livros digitais. E eles vieram para ficar e vão mudar tudo. Isso não vai acontecer do dia para a noite, pois as editoras brasileiras são extremamente tradicionais, e vão ficar agarradas ao que têm o quanto puderem. Mas que vai mudar, ah, isso vai. continue lendo

emAcessórios Destaques Indústria Internet

iPhone 5 será lançado no Brasil (e na Rússia) daqui a 10 dias: ele será mais popular que o Bada?

Por em 4 de dezembro de 2012

Nós usuários e donos de iPhones somos uma elite aqui no Brasil: enquanto os celulares Apple, incluindo o recém-lançado iPhone 5, estão dando bons tapas nos Androids* lá nos Estados Unidos, as vendas dos iPhones representam somente 0,4% do mercado brasileiro de smartphones.

Isso de acordo com o levantamento da Kantar Worldpanel ComTech, que aponta declínio nas vendas de telefones celulares com outros sistemas operativos que não o Android: smartphones com Symbian, Blackberry OS, Windows Mobile, Bada ou iOS não têm tido boas vendas nas lojas brasileiras.

Laguna_FolhaSmartBR_03dez2012

iOS perde para o Bada nas lojas brasileiras!

Analistas brasileiros dizem que a suposta culpa, de os smartphones Apple serem pouco procurados nas lojas brasileiras, seria da famosa estratégia da empresa em possuir um único produto top e poucos modelos derivados dele enquanto há zilhões de telefones celulares Galaxy, Xperia e RAZR. Sério que ninguém levou em conta que boa parte dos iPhones no Brasil são de origem estrangeira (o iPhone 4S do tio Laguna é alemão) e tais importações não entram nos dados de vendas das lojas?
continue lendo

emApple e Mac Destaque Indústria Mercado Mundo Estranho

Microsoft é a nova Apple, segundo Steve Wozniak

Por em 28 de novembro de 2012

Steve Wozniak, co-fundador da Apple e celebridade do Vale do Silício, falou sobre como era a “vida antes da Apple” no TEDx Brussels (Bélgica): lá ele discursou sobre seu pequeno clube de entusiastas dos computadores antes de a Apple existir e criticou duramente a atual natureza fechada do iTunes.

Woz falou sobre inovação, sobre o papel da tecnologia que é o de criar aparelhos que tornem a vida melhor. Também falou sobre o quanto procurou, como pessoa normal, pré-Apple, estudar para entender a tecnologia e futuramente desenvolver soluções tecnológicas que fossem mais importantes que aquelas trazidas pelas grandes “corporações controladoras de nossas vidas digitais”. Ele talvez estivesse se referindo à IBM de 1984, mas, em outra entrevista ao TechCrunch, Steve Wozniak revelou que o alvo era a Apple: continue lendo

emApple e Mac Destaque Indústria Meio Bit Microsoft Mobile

Ed Fries diz que consoles não podem ignorar modelo da Apple

Por em 27 de novembro de 2012

dori_app27.11.12

Tendo ocupado o cargo de vice-presidente da divisão de games da Microsoft durante quase todo o ciclo de vida do seu primeiro console, Ed Fries costuma ser chamado de “pai do Xbox” e se a marca conseguiu se firmar na indústria ou a companhia pôde adquirir estúdios respeitáveis como a Ensemble Studios e a Rare, grande parte do mérito deve ser dado ao executivo.

Atualmente ele comanda a Figure Prints, empresa dedicada a criar réplicas de personagens e objetos de games famosos, além de atuar como consultar na criação do Ouya, aquele videogame que usará o Android como sistema operacional e que poderá trazer algumas mudanças para a maneira como adquirimos jogos para um console.

Como Fries tem acompanhado a indústria tão de perto, durante uma entrevista ao site GameInformer ele foi questionado sobre o que mudou no lançamento de um console na última década e sua resposta mostra como as fabricantes deveriam agir daqui em diante.

continue lendo

emIndústria

Dança das cadeiras: responsável pelo Windows é demitido da Microsoft, pai do iOS fica até 2013

Por em 14 de novembro de 2012

Anteontem, a Microsoft anunciou que Steven Sinofsky deixou a empresa: ele era o executivo responsável pelo Windows e recentemente acusou o iPad mini de ser muito caro em relação aos computadores portáteis com Windows 8. Tal executivo ficou mundialmente conhecido pelo travamento do Surface RT na apresentação do tablet da Microsoft em junho.

Óbvio que a culpa era do péssimo hardware escolhido, o mesmo Tegra 3 da nVidia que acompanha todo tipo de quinquilharia barata como Nexus 7 e Ouya:

Enfim, Julie Larson-Green assumirá o cargo de Sinofsky para liderar as equipes de engenharia de hardware e software Windows, enquanto Tami Reller continuará como CFO do Windows e Steve Ballmer como CEO da Microsoft.

Nenhuma razão oficial foi dada para a partida de Sinofsky e Ballmer apenas agradeceu os vários anos de serviços prestados pelo travado Steven à Microsoft, esta em uma nova era de produtos: continue lendo

emDestaque Indústria Mercado Microsoft

Justiça Inglesa manda Apple reconhecer que Samsung não kibou o iPad. Apple (muhahahah) obedece.

Por em 26 de outubro de 2012

birdman

Em praticamente todos os tribunais onde a Apple está processando a Samsung por kibagem ensandecida de tablets, as decisões são favoráveis ao iPad, mas no Reino Unido a decisão caiu na mão de algum Juiz anti-newtoniano, e o resultado não foi muito bom.

A decisão final do tribunal foi que a Apple não só estava errada como o Galaxy Tab NÃO era cópia do iPad, e como o produto estava sendo prejudicado por essas acusações, a empresa deveria publicar em seu site e em jornais uma declaração desmentindo o kibe.

Well, eles fizeram. Neste link aqui temos a declaração inteira da Apple.

O primeiro parágrafo está em legalês mas basicamente diz que o tribunal determinou que os Galaxy Tabs não infringem o design da Apple.

Em seguida, complementam com trechos da súmula do julgamento, vindo direto da pena do juiz:

“A extrema simplicidade do design da Apple é impactante. Superfícies lisas, não decoradas, com uma placa de vidro na frente, com uma borda de metal bem fina e uma moldura preta. (…) O design parece um objeto que um usuário informado queira pegar e segurar. É um produto suave e simples, um design cool

Em seguida, continuam com outro trecho da mesma súmula:

“Para o usuário informado a impressão geral dos Galaxy Tabs é a seguinte: vistos de frente incorporam o design da Apple, mas os produtos da Samsung são membros etéreos, quase insubstanciais daquela família [Apple], com detalhes pouco usuais na traseira. Eles não tem o mesmo minimalismo e extrema simplicidade que possui o design da Apple. Não são tão cool

Taí o que a Samsung queria, não? Dura Lex Sed Lex.

Fonte: GAS

emApple e Mac