Digital Drops Blog de Brinquedo

Trilogia do Batman em promoção no iTunes

Por em 20 de dezembro de 2014

batman_trilogia

O iTunes está com uma promoção bem interessante para quem gosta do diretor Christopher Nolan, do excelente Interstellar: a trilogia Dark Knight do Batman com o ótimo Batman Begins, e os excepcionais The Dark Knight e The Dark Knight Rises, está com um excelente desconto, de US$ 44,97 por US$ 9,99.

A dupla 300 e 300: Ascenção de um Império também está na promoção, além da trilogia The Hangover, ou Se Beber Não Case, todos pelo mesmo preço, US$ 9,99. A promoção vai até 06/01.

emApple e Mac Entretenimento

Apple Brasil começa a vender os novos iPads por aquele precinho especial

Por em 2 de dezembro de 2014
Laguna_iPad_Air_2

Números grandes, preços idem (Crédito: Apple Brasil)

Novas ideias estão no ar. E novos preços, também. Após o comércio do país lucrar horrores com a Black Friday e a Cyber Monday, esta terça-feira sangrenta veio com uma Maçã querendo lucrar muito com os clientes brasileiros.

Após nos presentear com aqueles precinhos camaradas nos novos iPhone 6 e iPhone 6 Plus, chegou a vez dos tablets: os novos iPad Air 2 e iPad mini 3 já estão disponíveis na loja online brasileira para venda e os valores são altos, mas até simpáticos comparados aos preços tupiniquins dos smartphones da Maçã. Agradeçam aos incentivos fiscais concedidos aos aparelhos fabricados no Brasil, categoria na qual os iPhones 6 e 6 Plus ainda não se enquadram.
continue lendo

emApple e Mac Destaques Mercado

[Hands-on] Primeiras impressões do iPhone 6 e do iPhone 6 Plus

Por em 15 de novembro de 2014

iphone_6

A Apple lançou sexta passada no Brasil o iPhone 6 e o iPhone 6 Plus, seus novos smartphones. Estou testando os dois aparelhos desde quinta-feira, e este texto é para falar sobre as minhas primeiras impressões sobre cada um, mas vocês podem aguardar dois reviews completos, assim que tiver testado eles por mais tempo. A primeira que chama a atenção nos dois é como eles são redondos, e como o iPhone 6 se encaixa bem na mão. A segunda coisa é a espessura, os dois são realmente muito finos, o 6 com apenas 6,9 mm e o iPhone 6 Plus com 7,1 mm; contra 7,6 mm do iPhone 5s.

O iPhone 6 tem tela de 4,7 polegadas que é bem maior do que a do iPhone 5s, mas nada que se compare aos 5,5 do modelo maior, que realmente parece um pequeno tablet. Olhando os dois lado a lado, todas as atenções se voltam para a imensa tela do 6 Plus. A resolução da tela do iPhone 6 Plus é Full HD, e apesar da concorrência já ter telas com resolução Quad HD, na prática isto não faz diferença. Já testei o LG G3, e posso dizer que a tela do iPhone não faz feio na comparação.

Se levarmos em conta o tamanho das telas, os novos iPhones são relativamente leves, o iPhone 6 pesa 129 gramas, enquanto o iPhone 6 Plus, 172 gramas. Como o 6 Plus é maior e mais pesado, e tem uma superfície reta e lisa de alumínio, é preciso ter cuidado e atenção para (horror dos horrores) não derrubá-lo no chão. O uso de uma capa é altamente recomendável nos dois aparelhos, mas no maior é quase uma necessidade.

Indo direto ao ponto, se você está disposto a comprar um iPhone, qual dos dois deve escolher? Bem, isto depende do seu gosto pessoal. Eu gostei muito dos dois smartphones, mas ando numa fase de telas grandes, então realmente aprecio todo o potencial de espaço que o 6 Plus oferece, além da possibilidade de usar apps adaptados para o uso na horizontal, como acontece com os iPads. Também é impossível não pensar em como seria um iPhone intermediário, com digamos 5 ou até 5,2 polegadas; como o Moto X modelo 2014. Outra razão para a minha preferência pessoal é a câmera.

continue lendo

emAnálise Apple e Mac Celular Computação móvel Destaque Destaques Hardware Resenha

Começa a venda do iPhone 6 no Brasil e adivinha? Continua sendo o mais caro do mundo

Por em 14 de novembro de 2014

Laguna_iPhone_6_Brasil

O tio Laguna gostaria de pedir desculpas pela pauta óbvia: mais um gadget desejado por um nicho de consumidores brasileiros possui o preço mais elevado do mundo quando vendido pela representante oficial no Brasil. Isso ocorre por vários motivos, desde o Lucro Brasil até o fato de que certos aparelhos ainda não são fabricados e/ou montados por aqui. Inclua na conta a recente desvalorização do real no pacote: se você converter os US$ 35 de um Chromecast para um valor de venda aqui no Brasil, por exemplo, o resultado é de no mínimo uns 160 reais.

A mesma lógica de preço do Chromecast caiu como luva para os smartphones mais desejados pelos fãs da Maçã. Na loja brasileira da Apple um iPhone 6 sai por no mínimo R$ 3.199,00. Por mais 400 reais, você leva o iPhone 6 Plus. E estamos falando dos modelos mais básicos, com apenas 16 GB de armazenamento. Se formos comparar tais preços com os que são praticados no restante do mundo, o melhor a fazer é rir da própria desgraça: pagar quatro mil reais num PlayStation 4 já não parece mais tão absurdo.
continue lendo

emApple e Mac Destaques Mercado

Review: iPad Mini 2, será que ainda vale a pena comprar?

Por em 3 de novembro de 2014

ipad-mini-2_1

O iPad Mini 3 já foi anunciado pela Apple, mas trouxe poucas diferenças em relação ao iPad Mini 2, modelo do ano passado e que ainda segue a venda no Brasil. Testei o iPad Mini 2 na versão preta por mais de um mês no dia a dia, deixando o iPad Air totalmente de lado, e este post vai mostrar as minhas impressões sobre o aparelho, e tentar responder a pergunta, vale a pena comprar o iPad Mini 2 agora, ou é melhor esperar pelo novo modelo com Touch ID ou até mesmo pelo novo iPhone 6 Plus, que já é praticamente um tablet?

A resposta é simples, mas depende do caso. Se você não aguenta esperar, vá em frente, mas é provável que ele baixe de preço com o lançamento do novo iPad Mini 3. O Mini 2 não tem Touch ID, mas fora isto é absolutamente idêntico ao novo modelo, a não ser por não ter uma versão com acabamento dourado e 128 GB de capacidade. Seu processador A7 dual-core (1,3 GHz) de 64 bits dá conta do recado e funciona muito bem inclusive com o novo iOS 8.1, lançado dia 20/10 pela Apple. Se você está acostumado com o Mini original, a diferença com processador A7 e o processador M7 é realmente bem grande.

ipad-mini-2_3

Desde a sua primeira versão, o iPad Mini é um ótimo companheiro para viagens, e também para andar na mochila ou até mesmo no bolso de trás, algo que não recomendamos para não causar acidentes. O Mini 2 tem exatamente com o mesmo formato da primeira versão, mas é um pouco mais pesado com 23 ou 29 gramas a mais nas versões Wi-Fi e 4G. Ele também é um pouco menos fino que o original, com 7,5 mm de espessura contra 7,2 mm; mas isto é compensado e muito pela tela Retina. Com a mesma resolução do iPad Air em 7,9 polegadas, a tela oferece a melhor taxa de densidade de toda a linha iPad, com 326 pixels por polegada, e é a grande vantagem do Mini 2 em relação ao modelo original, pois ela é perfeita para ler textos, ver fotos e navegar pela web. Quando você olha de longe, a tela Retina pode até não fazer muita diferença, mas de perto é outra história, além das cores serem mais nítidas e fiéis do que as do Mini original.

O grande trunfo da linha iPad é a App Store, e suas opções de aplicativos de alto nível criados especialmente para tablets. Eu poderia citar uma infinidade de aplicativos que uso no dia a dia, mas vou ficar com o mais importante deles, o app Notability, eu gravo palestras e apresentações fazendo anotações em palavras chave, e posso ouvir tudo depois, ou apenas as frases que realmente quero usar no texto. Qualquer dono de iPad certamente teria uma resposta diferente, mas garanto que seria algum aplicativo tão interessante ou útil quanto este. Outra razão para optar pela Apple são os programas iWork e que merecem aplausos, especialmente o iMovie, Garage Band e o Keynote.

Com o iPad Mini 2, jogar é uma diversão, já que a tela e o processador fazem bonito até com os jogos mais recentes, e ele é bem mais leve que o iPad Air. Para filmes e séries, o formato 4:3 não ajuda muito, mas como a tela tem resolução suficiente para ficar bem perto dos olhos, dá pra assistir muito bem.

continue lendo

emAnálise Apple e Mac Resenha

Sala da Justiça do Meio Bit #40 — Evento da Apple e lançamento do Zenfone no Brasil

Por em 20 de outubro de 2014

Sala-da-Justica-40

Na Sala da Justiça do MB #40, Nick Ellis, Sergio Vieira e Emanuel Laguna receberam a presença de Sérgio Miranda, editor da revista MacMais para uma conversa sobre os lançamentos do evento da Apple, como o iMac com tela Retina 5K, os novos iPad Air 2 e iPad Mini 3, além do Mac Mini.

No segundo bloco, conversamos sobre o lançamento do Zenfone no Brasil. Neste programa, excepcionalmente não temos o Top 7 e nem a Roleta Russa da semana. O SdJ volta ao seu dia e formato normais nesta terça-feira, dia 20 de outubro às 20:30.

Clique abaixo para assistir ao programa, ou escute a versão em áudio (editada pelo Silmar) no final do post.


continue lendo

emDestaque Destaques Podcast Sala da Justiça Sala da Justiça

Qual o melhor micro-console para jogos Android: o da Amazon ou o do Google?

Por em 19 de outubro de 2014
Laguna_Asus_Nexus_Player_FCC

Nexus Player, o console Android do Google é aprovado pelo FCC

Nos Estados Unidos, todos os aparelhos eletrônicos que façam transmissão sem fio usando padrões como Wi-Fi e Bluetooth devem ser aprovados pela FCC, a Anatel deles. É ilegal colocar à venda qualquer aparelho que ainda não tenha sido aprovado.

Esse foi o caso do console Android do Google, o Nexus Player. Alguém lá em Mountain View percebeu que não podia fazer a pré-venda do aparelho e o Google retirou tal console da Play Store sexta-feira (17/10).

Pois bem, ontem, sábado (18/10), a Federal Communications Commission finalmente aprovou o hardware fabricado pela Asus. Isso quer dizer que quem quiser comprar o micro-console Android oficial do Google só precisa esperar mais alguns dias e provavelmente o lançamento previsto para o dia 3 de novembro será mantido.

Quando o tio Laguna percebeu que a pré-venda do Nexus Player foi cancelada, fui atrás de outras lojas e me deparei com esta mensagem simpática do Jeff Bezos na Amazon:
continue lendo

emAcessórios Celulares Google Hardware Jogos Mercado