Mobile
Mobile
Digital Drops Blog de Brinquedo

Apple Music no Brasil: além de “barato”, agora também poderemos pedir música na rádio Beats 1

Por em 1 de julho de 2015 - 58 Comentários

Laguna_iTunes_12-2_about

Ainda ontem (30/06), junto ao iOS 8.4 e Apple Music, chegou a versão 12.2 do iTunes. Tanto para o OS X quanto para o Windows.

Se você já detesta o iTunes no Windows, vai continuar odiando ainda mais: graças ao novo serviço de streaming, agora temos mais duas opções na aba Música. No caso, temos a Rádio Beats 1 e o Apple Music Connect.
continue lendo

emApple e Mac Música Software

Van do Street View da Apple é vista nos Estados Unidos

Por em 30 de junho de 2015 - 34 Comentários

apple-street-view

Me recordo como se fosse hoje quando a Apple anunciou que o Google Maps deixaria de vir embarcado nativamente do iOS, seu sistema operacional móvel. Nas redes sociais, o que mais se via era fanboy da empresa da maçã gritando aos quatro cantos um uníssono “Chupa, Google!”. O resultado, todos nós sabemos: o aplicativo foi um desastre monumental e o Cozinheiro chegou a sugerir que os usuários utilizassem apps de terceiros até que as coisas ficassem menos ruins.

continue lendo

emApple e Mac Software

iTunes Match terá limite aumentado para 100 mil músicas no iOS 9 graças ao Apple Music?

Por em 29 de junho de 2015 - 20 Comentários
Laguna_iPhone_Steve_Jobs

In Memorian (crédito: People and Places)

Exatos 8 anos atrás era lançado no mercado o smartphone mais revolucionário da indústria, o iPhone. Mesmo tendo apenas conectividade 2G e Wi-Fi, era uma espécie de iPod com telefone que permitia acesso à internet em qualquer lugar. O iPhone original popularizou a interface com tela de toque capacitiva, característica que virou padrão na indústria mobile.

Aquele dispositivo pioneiro deixou de ser atualizado no iPhone OS 3.1.3, sendo basicamente considerado morto pela Apple em 2010. Muitos dos donos desse clássico aparelho compraram um novo e talvez tenham se desfeito dele, como mostra o tocante vídeo abaixo.
continue lendo

emApple e Mac Música Software

Apple agora só vende iPad com tela retina e processador 64 bits

Por em 19 de junho de 2015 - 32 Comentários

Laguna_iPad_mini_1_peq

Era inevitável. Um dia ela teria que fazer isso. E o momento foi hoje: a Apple retirou de suas lojas online o primeiro iPad mini, o mais recente tablet da empresa com o velho Apple A5, um SoC ARM de 32 bits lançado em 2011 com o iPad 2.

Depois de também aposentar o iPhone 4S (e sem contar os atuais Apple TV e Apple Watch), agora só temos um único aparelho com o velho processador de 32 bits: o iPod Touch 5, um iGadget de 2012. E este talvez esteja no bico do corvo: desde o lançamento do Apple Music que os iPods deixaram de ser anunciados na página principal da loja online da Apple.
continue lendo

emApple e Mac Mercado

Agora vai: Nokia diz que retornará ao mercado de smartphones

Por em 18 de junho de 2015 - 35 Comentários
1.jpg1b817044-9b94-4fcd-86cc-e2a0a9b36b08large

Nokia 6600. Symbian. O primeiro celular com botulismo E hidrocefalia, mas era valente, tenho o meu até hoje.

A Nokia fez parte da vida de muita gente. Foi triste a Microsoft matar a marca, mas a compra da divisão mobile foi necessária para manter de portas abertas a mais conhecida empresa japonesa da Finlândia.

Imaginava-se que a compra pela Microsoft seria o fim da Nokia no mundo mobile, mas segundo os termos de venda a cláusula de não-competição expira em 2016, e agora Rajeev Suri, o CEO revelou parte de seus planos.
continue lendo

emCelular Mercado

No dos outros é refresco. AdBlock Plus chilicando com plano da Apple para bloquear anúncios

Por em 18 de junho de 2015 - 78 Comentários
3486576_orig

Adoro o cheiro de ironia pela manhã.

Até hoje o único modelo de monetização que realmente funcionou na internet é montar uma startup, caprichar no hype, captar investimento até não conseguir mais esconder que o produto não tem um modelo de negócios, e então vender pro Facebook.

Outras formas são bem menos eficientes. Publieditoriais, banners e patrocínios repetem modelos dos primórdios do Rádio. Banners? Usam métrica CPM como anúncios de jornal, sendo que segundo Luli Radfaher a última vez que alguém clicou em um banner foi por volta de 1978.
continue lendo

emApple e Mac Destaque Destaques Publicidade Software

Apple Music não vai aniquilar a concorrência, mas deve conquistar seu espaço

Por em 9 de junho de 2015 - 16 Comentários

apple_music

A Apple anunciou ontem em seu keynote na WWDC o lançamento do serviço de música streaming Apple Music, disponível no final deste mês para iOS, OS X e PC e em breve para Android. O Apple Music está baseado em três pilares, o serviço de música streaming (incluindo playlists personalizadas para cada usuário), a rádio Beats 1 e o Connect, uma tentativa de aproximar os artistas de seus fãs, e também de abrir um canal de divulgação e interação para novos artistas.

O Apple Music traz a imensidão do catálogo de música da Apple, todo disponível para assinantes fazerem o que quiserem, inclusive baixar álbuns e músicas para ouvir offline, com cerca de 30 milhões de músicas disponíveis, mais ou menos a mesma coisa que o Spotify. Nem todo o catálogo do iTunes estará disponível no entanto, e segundo o The Verge, a discografia dos Beatles por exemplo, ainda não poderá ser escutada via streaming, pelo menos nesta primeira fase.

for_you_apple_music

Um dos maiores atrativos do Apple Music é a tradicional facilidade de uso dos apps da Apple, além da inclusão de playlists com curadoria de DJs e entusiastas de música que promete facilitar a vida de quem quer descobrir coisas novas para escutar. Quando você começa a usar o Apple Music, precisa escolher em bolas quais são os seus gêneros e artistas favoritos, e todas estas informações alimentam a seção For You, que mostra playlists e rádios das bandas pelas quais você se interessa mais.

beats_one

A grande aposta da Apple é mesmo a rádio Beats 1, inspirada na BBC 1 e focada em jovens adultos, e que se tudo sair conforme o plano deve funcionar para atrair as novas gerações para o Apple Music. O DJ Zane Lowe é o mentor do projeto, o responsável pelo sucesso da BBC Radio 1, tem a faca e o queijo na mão para fazer algo legal. Disponível para qualquer pessoa, mesmo quem não tem conta, ela é a porta de entrada do serviço, e também a sua cara. As rádios do Beats 1 terão sedes em Los Angeles, Nova York e Londres e terão programação inédita 24 horas, 7 dias por semana com entrevistas, especiais e etc.

connect_apple_music

E chegamos ao terceiro atrativo do Apple Music, o Connect. O grande medo da Apple é que o Connect acabe virando uma nova e chique versão do Ping, aquele famoso serviço da empresa que ninguém nunca usou. Em seu favor, o Connect funciona mesmo para quem não tem conta no Apple Music e pode ser compartilhado pelo Twitter e o Facebook. A decisão de levar o Apple Music para o Android também é uma boa ideia, afinal o mercado de smartphones e tablets da concorrência não pode ser ignorado.

Será que é o suficiente para deixar os concorrentes Spotify, Google Music e Pandora preocupados?

Acho que não, cada um tem o seu espaço e não devem ser muito afetados pela chegada do Apple Music. De uma forma geral, acredito que o serviço da Apple poderia fazer muito mais sucesso se tivesse uma versão gratuita, mas mesmo assim tem tudo para ocupar o seu lugar ao sol no mercado de música streaming, até mesmo pois já começa com uma excelente plataforma de lançamento, os milhões de iPhones e iPads que já estão por aí nas mãos dos seus usuários em potencial. Não, o Apple Music nada tem de revolucionário, mas pode sim fazer um bom sucesso e abrir o mercado de música streaming para milhões de novos consumidores.

Saiba mais sobre o Apple Music.

Clique abaixo para assistir aos vídeos de lançamento da Apple.

continue lendo

emApple e Mac Destaque Destaques Opinião Software