Sobre o Meio Bit

Linha Editorial

Há 12 anos no ar, o Meio Bit é um dos sites de tecnologia mais importantes e relevantes do Brasil. Nosso grande diferencial é sermos um site 100% autoral, assim nossos autores têm a liberdade para emitirem suas opiniões sobre tecnologia, ciência, games e entretenimento.  As opiniões dos autores são pessoais, e não refletem necessariamente as opiniões do site.

Também usamos e abusamos de sátira e sarcasmo, assim recomendamos que você sempre leia o texto todo (e também as tags e a categoria onde ele foi postado) antes de ficar chateado com algum tema abordado.

O MB é um verdadeiro sucesso de público, com média de 2 milhões de pageviews por mês. Para comentários, críticas ou sugestões, usem o formulário de contato.

Conheça os autores do Meio Bit:

 

Nick Ellis (editor-chefe) –  – Sergio Ellis (mais conhecido como Nick) trabalhou mais de 20 anos em agências de publicidade como designer, mas mudou de profissão em 2006 ao criar o blog Digital Drops, e atualmente se dedica ao que mais gosta, escrever. Em 2009, entrou na sociedade do MB, onde é o responsável até hoje. Ele é conhecido como Mr. Nice Guy do Nerdcast e também é co-fundador com seu irmão Dado Ellis do Blog de Brinquedo, um site que se tornou referência mundial em sua área.

Carlos Cardoso (editor MB Mobile/ MB Ciência) –  – Carioca, é ex-publicitário, analista de sistemas, autor de 11 livros na área de tecnologia e está online desde antes da Internet.

Claudio Emanuel de Brito Laguna (editor-assistente, revisor e gestor de redes sociais) –  – o “tio Laguna” nasceu no Siará em meio à Fortaleza de 1984. Sempre gostou de brincar de médico com os aparelhos eletrônicos e entender como um hardware dedicado a jogos funciona, mas pretende formar-se como Engenheiro Eletricista qualquer dia. Antes apaixonado pelos processadores gráficos desktop, vê nos smartphones, tablets e outras geringonças mobile o futuro da computação.

Dori Prata (editor do MB Games) –  – fez um ano de publicidade na PUC/PR, é apaixonado por design e artes visuais. Já trabalhou em algumas agências de publicidade na cidade onde mora e hoje atua como freelancer, além de ter sido dono de uma vídeo locadora, sua outra grande paixão, o cinema. Joga videogame desde os 4 anos de idade e passou por todas as gerações, já tendo sido dono até de um Sega CD. Hoje possui diversos consoles e ainda joga em seu PC, além de ser um apaixonado por RPGs, que infelizmente não joga muito por falta de tempo. É daquelas pessoas que acreditam que os videogames são objetos do bem e que podem ajudar a levar cultura e conhecimento às pessoas.

Gilson Lorenti (editor do MB Fotografia) –  – morador do interior de São Paulo. Geógrafo de formação e fotógrafo por paixão. Conheceu a fotografia no primeiro ano de faculdade ao comprar uma câmera Zenit de fabricação russa. Isso já faz mais de 12 anos. Atualmente divide seu tempo entre o trabalho no Centro Paula Souza de Presidente Prudente e o ensino de fotografia na Oficina Cultural da cidade.

Ronaldo Gogoni   – Paulista, estudante de Análise e Desenvolvimento de Sistemas (cujo curso ele espera concluir algum dia), mas trabalha desde os 15 anos na área de TI. Apaixonado por videogames desde os cinco anos, atribui a eles o despertar de sua curiosidade extrema na área de tecnologia (fato esse que o teria salvo do sacerdócio, segundo o próprio). Começou a escrever na internet meio tarde, em 2007. Adora retrogames e a “diversão” de montar um PC do zero. Prefere Androids a iPhones mas no assunto tablets o iPad ainda lhe chama mais a atenção, apesar de estar um tanto balançado pela linha Nexus. Além do Meio Bit escreve também para o site Nerd Pai e é colaborador ocasional do TechTudo.

Josh Noronha –  – Blogueiro, físico, ex-professor, programador amador especializado em POG e gaúcho, não necessariamente nessa ordem. Na internet desde os tempos do PC 486.

Fabiane Alves de Lima –  estudante de Design Gráfico, espera trabalhar com cinema, vídeo e computação gráfica. É apaixonada por qualquer coisa que contenha uma maçã estampada, mas também é usuária do sistema do pinguim desde 2005. Nerd assumida, bloga desde 2003.

 

Conheça a história do MB

O Meio Bit começou a sua bela história 10 anos atrás, em maio de 2004, por iniciativa do Leonardo Faoro e do Luiz Eduardo Nercolini, que começaram a escrever sobre tecnologia em um simplório blog que ainda rastejava. O tráfego era muito desanimador com pouquíssimos visitantes por dia, ficávamos felizes com cada comentário que chegava (eram raros), e, felizmente, aos poucos o movimento foi aumentando. Com a evolução do site, começamos a melhorar nosso design, que passou a ser totalmente em CSS, e as coisas foram ganhando formas aos poucos de acordo com nossas necessidades. Sempre na tentativa de oferecer um site melhor para nossos leitores, passamos por duas grandes mudanças de plataforma, trocando o MovableType pelo Drupal, e depois migrando todo o conteúdo para o WordPress, sem nunca deixar de postar o conteúdo de ótimo nível que os nossos leitores estão acostumados.

Por conta de nosso movimento diário que não parava de aumentar, tivemos a necessidade de chamar alguns colaboradores para nos ajudar. Em 2009 o designer e blogueiro Nick Ellis entrou na sociedade, ajudando a fechar contratos comerciais que permitiram ao MB crescer ainda mais. Nick é atualmente se tornou o responsável pela linha editorial do site, além de garimpar novos e talentosos autores para manter nossos leitores bem atualizados do mundo tecnológico.

Hoje o MB é uma referência para muita gente que gosta da área de internet/tecnologia, incluindo especialistas no assunto. Sabemos que todo este sucesso é fruto da dedicação e do empenho dos nossos autores e, estamos trabalhando arduamente nos bastidores para melhorar o Meio Bit a cada dia que passa.

 

Conheça nossos antigos sócios e autores:

Leonardo Faoro – mora em São Francisco, EUA, e é médico. Apaixonado por tecnologia desde que ganhou seu primeiro computador, um clone do Apple II com 64Kb de memória. Desde então, já operou BBSs em casa, e a partir de 1994 descobriu a Internet.

Luiz Eduardo Nercolini – mora em Curitiba e apesar de participar do site voltado para a área de informática e tecnologias, estuda medicina na Puc-PR. Sempre gostou e fez alguns cursos de informática, mas nada muito avançado. A maior parte do conhecimento que sabe é decorrente de leituras de blog e fóruns na internet que fazia como um hobby e passatempo, mas acabou virando algo muito mais sério: o Meio Bit.

Ricardo Bicalho – após 4 anos cursando medicina, decidiu mudar de carreira para tecnologia da informação. Usuário de Internet desde 1996 (sim… usou o Trumpet Winsock), gosta de praticamente tudo relacionado a tecnologia, tanto software quanto hardware. É um leitor voraz dos mais diferentes tipos de assuntos, que podem variar de biotecnologia usando vírus até física quântica, passando por economia, direito e filmes.