Digital Drops Blog de Brinquedo

Tetsuya Nomura entrega direção de Final Fantasy XV

Por em 18 de setembro de 2014

final-fantasy-xv

Eu já disse várias vezes aqui o quanto eu tenho visto com maus olhos a insistência da matriz da Square-Enix em afirmar que para ela, a única coisa que merece ser considerada como produto de sucesso é a franquia Final Fantasy. Mesmo com os últimos títulos da série não tendo ido muito bem e as divisões ocidentais terem se virado bem com títulos como Deus Ex: Human Revolution, Hitman: Absolution, Sleeping Dogs e Tomb Raider, para ela o décimo-quinto título da série será o que vai definir o futuro dos consoles do Japão, ignorando que seus outros títulos vêm mantendo a empresa longe do buraco.

continue lendo

emGames Microsoft Sony

Panasonic Lumix DMC-CM1 — Smartphone com sensor fotográfico de 1 polegada

Por em 18 de setembro de 2014

Hoje não existe maneira de separar a fotografia de nossos smartphones. Já estamos extremamente acostumados a fazer fotos de todos as situações e de todos os lugares em que nos encontramos e, ao mesmo tempo, já compartilhar com nossos amigos via redes sociais. No começo de toda essa onda, as fotos feitas pelos pequenos aparelhos eram muito ruins. E quando digo ruins, não estou brincando. Tanto que por muito tempo não acreditei que isso pudesse melhorar. Mas, e já mordendo minha língua, o desenvolvimento da tecnologia nos apresentou aparelhos que entregam uma fotografia boa e possível de ser utilizada na maior parte das situações. Apostando nessa nova tendência, algumas empresas vem dedicando uma atenção toda especial ao quesito fotografia em seus smartphones e isso é muito positivo para o consumidor e para o fotógrafo que quer um equipamento leve e com qualidade razoável para seu registro do dia a dia.

Dentro destas características, nada mais justo do que destacar o Panasonic Lumix DMC-CM1 que a empresa japonesa apresentou durante essa semana na Photokina. De um lado ele parece um smartphone tradicional e do outro uma câmera fotográfica compacta. Do ponto de vista do telefone, ele apresenta as características básicas de um celular parrudo da atualidade. Tela com 4,7 polegadas e resolução de 1080 pixels. Ele roda o sistema Android versão 4.4 e tudo funciona com um processador quad-core Qualcomm Snapdragon S801 que tem clock de 2,3 GHz. O aparelho possui uma memória interna de 16 GB, mas é compatível com cartões de memória micro-SD de até 128 GB.

Porém, é na parte fotográfica que devemos nos ater mais. O CM1 possui um sensor fotográfico de 20 megapixels de resolução máxima com tamanho de 1 polegada. Pode parecer pouco para quem não entende das especificações da fotografia digital, mas estamos falando de um sensor compatível em tamanho com os das câmeras compactas premium da atualidade e nada mais do que 7 vezes maior do que o sensor dos celulares concorrentes. Só lembrando que em fotografia, quanto maior o sensor, melhor a captação de luz. Junto com o sensor temos uma lente Leica fixa equivalente a uma 28 mm com abertura de diafragma em f/2,8. O CM1 pode fotografar em RAW, grava vídeos em 4K e oferece um modo manual completo para o fotógrafo exigente. O único ponto negativo de toda essa tecnologia é que o telefone ficou com 21 mm de espessura, o que é um pouco mais do que apresenta a concorrência.

O Panasonic Lumix DMC-CM1 não possui data confirmada de lançamento, mas muitos estão apostando que as primeiras unidades devem chegar ao consumidor em alguns países da Europa em novembro por um preço sugerido de US$ 1.160,00.

panasonic_CM1

Fonte: Dpreview.

emÁudio Vídeo Fotografia Destaques Equipamentos Mercado

CORRÃO! TwitPic vai morrer!

Por em 18 de setembro de 2014

ay7uoq

Por anos o TwitPic foi a solução mais popular para troca de imagens no Twitter, mesmo com uma interface horrenda, falta de recursos, segurança precária e um modelo de negócios inexistente. Um belo dia o Twitter resolveu que queria abocanhar essa parte também, mudou API, começou a hospedar imagem e matou o modelo de negócios do TwitPic mais rápido do que a Playboy matou os pintores renascentistas, aqueles safadeenhos.

Agora o bicho pegou a sério, e o TwitPic vai fechar as portas, mas calma, não prie cânico. Eles criaram uma ferramenta onde você pode exportar as 5.000 fotos mais recentes da sua conta. É só logar no site, ir em Settings, descer até a opção Export My Data e fazer a requisição. Em alguns minutos você recebe um e-mail com um link. No meu caso foram 3.066 arquivos, 251 MB, nem doeu.

Fonte: CNet.

emÁudio Vídeo Fotografia Destaques Internet Software Web 2.0

U2 e Apple preparam novo formato de música contra a pirataria

Por em 18 de setembro de 2014

u2

O U2, para quem não sabe (se é o seu caso, shame on you!) foi uma das maiores bandas de rock dos anos 1980, 1990 e início dos anos 2000, e embora andasse um pouco sumida na mídia especializada por conta de um último álbum não lá muito bem recebido, ainda é reconhecida com uma força gigantesca no cenário musical, principalmente pelo engajamento do vocalista Bono com causas sociais.

Corta para 2014. Embora muita gente tenha chiado à beça com a stunt que disponibilizou o novo álbum da banda Songs of Innocence de graça para todos os usuários do iTunes, a verdade é que a parceria do U2 com a Apple é de longa data, vide o iPod U2 Edition e os dispositivos e acessórios da marca (PRODUCT)RED. Agora a dupla planeja salvar a indústria da música como um todo.

continue lendo

emApple e Mac Áudio Vídeo Fotografia Computação móvel Comunicação Digital Entretenimento Planeta Sem Fio Software

Artista fala sobre jogo do Mario cancelado para o CD-i

Por em 18 de setembro de 2014

Mario-Takes-America

Hoje em dia a Nintendo costuma ser citada como uma empresa que defendem a todo custo suas franquias, usando seus jogos como o grande trunfo de seus videogames e mesmo a possibilidade de ganhar uns trocados liberando-os para dispositivos móveis de terceiros tem sido veementemente rechaçada.

Porém, houve uma época é que essa postura teve que ser um pouco diferente e depois de uma negociação fracassada para que a Philips criasse um leitor de CD para o Super Nintendo, ficou decidido que a empresa holandesa poderia explorar algumas marcas da BigN no seu novo console, o CD-i.

Dessa parceria surgiram alguns dos jogos mais bizarros e desconhecidos da indústria, como três baseados na série The Legend of Zelda, um Tetris e um Mario, mas o que poucos sabem é que outros dois tendo o encanador como protagonista deveriam ter sido feito, sendo que um deles se chamaria Mario Takes America. Nele o personagem viajaria pelos EUA, visitando lugares famosos e para isso ele poderia usar diversos meios de transporte, algo bastante diferente do que nos acostumamos a ver na franquia.

continue lendo

emGames Museu Nintendo

PTC Tech Day — Internet Das Coisas, muito além da geladeira-spammer

Por em 18 de setembro de 2014
ptc01

Hélio Samora, Diretor pra AL, abre o evento.

Semana passada rolou o PTC Tech Day, evento da Parametric Technology Corporation, empresa fundada em 1985 com foco na área de CAD, e que hoje tem faturamento anual na casa de US$ 1,8 bilhão; equiparando-se ao MeioBit (margem de erro, US$ 1,8 bilhão).

Apesar de contar com excelentes produtos, CAD não é mais foco isolado da empresa. Hoje a PTC definiu com estratégia a Internet Das Coisas. Mas como uma empresa que ninguém conhece, que nunca fez um SmartRelógio ou uma Pulseira de Marombeiro quer entrar nessa área? Principalmente, a internet das coisas não é aquele monte de inutilidade como geladeira que tuita, máquina de lavar que posta no Facebook quando acaba de enxaguar a roupa, ou aquele incrivelmente idiota copo que identifica o que você acabou de colocar dentro dele?
continue lendo

emComputação móvel Comunicação Digital Destaques Indústria Planeta Sem Fio Robótica Wireless e Redes

Google cancela programa Android Silver antes do lançamento

Por em 18 de setembro de 2014

android-silver

Há alguns meses circularam informações de que o Google estava preparando um novo plano para não só aumentar o controle da plataforma Android como promover novos e melhores dispositivos mobile, principalmente para quem desejava um smartphone com poucas customizações mas não queria um Nexus: o chamado Android Silver consistia num conjunto de diretrizes para os fabricantes em troca da divisão dos custos de desenvolvimento e marketing de novos aparelhos, a fim de deixar todos felizes.

Só que segundo novas informações apuradas pelo The Information, o plano foi cancelado antes mesmo de ver a luz do dia.

continue lendo

emComputação móvel Comunicação Digital Google Hardware Mercado Planeta Sem Fio Propaganda & Marketing Software