Digital Drops Blog de Brinquedo

x10hosting – webhosting bom e gratuito

Por em 7 de maio de 2006

Picture%201.png
(clique na figura para ampliar)

A x10hosting oferece planos generosos de webhosting com direito a PHP e MySQL de graça, porém há alguns fatores a considerar:

1) Você é submetido a um sorteio diário para ‘ganhar’ uma conta. Após minha inscrição, fui aprovado em 3 dias;

2) Você precisa colocar anúncios deles no seu site. Meu site lá – kioshi.x10hosting.com (não liguem para a bicheira, preciso transformar todo o PHP lá em cURL, só a busca à esquerda funciona por enquanto) ainda não têm anúncios deles porque eles me deram um link quebrado, já perguntei ao suporte o que fazer;3) Os termos de serviço deles dizem que o site deve ser em francês, espanhol ou inglês, mas acredito que se a gente fizer alguns (alguns vários, rs) pedidos no fórum deles, a gente consegue alguma coisa… Afinal a presença brasileira na net é enorme (e a de Portugal é razoável) e francês está longe de ser um idioma universal…

4) Você pode usar um domínio seu (para registrar domínios que não sejam .br, o leo gosta do Domainsite e eu gosto do iDotz) ou então usar seuusername.x10hosting.com;

5) O plano básico, se não me engano, não requer anúncios, e 100MB com 3 Giga de transferência mensal já está ótimo para um site simples (um blog, por exemplo).

6) Eles apagam sua conta se em uma semana se você não estiver com um site lá e com os tais anúncios após a aprovação de sua conta.

Bom, eu não vou usar a x10 ‘seriamente’ porque já tenho meu host, mas quem for usar, comente aqui ;)

emInternet

Macbook pode sair nesta terça

Por em 7 de maio de 2006

O esperado Macbook, o notebook da Apple que substituirá o iBook, pode sair nesta terça-feira, 9/5. Quem relata é o site ThinkSecret, famoso pelos rumores algumas vezes certos sobre produtos ainda não lançados da Apple.

O Macbook tem como publico-alvo usuários que querem um computador bom sem todos os recursos (sem falar no custo) do Macbook Pro. Mesmo assim, deve vir com o Intel Core Duo e com uma tela de 13.3 polegadas, sendo assim bastante portátil. O MacBook Pro vem em duas versões, uma com tela de 15 polegadas e mais recentemente o modelo de 17 polegadas. Com isto, há bastante diferença entre as duas linhas de notebook, o que evita canibalizar uma das linhas.

Com a possibilidade de se rodar Windows nestas máquinas, especula-se que muitos consumidores estejam aguardando ansiosamente para trocar seus notebooks Dell, Toshiba, Compaq e IBM por este modelo da Apple.

emApple e Mac

Perigo das Câmeras Digitais

Por em 5 de maio de 2006

A Bia Kunze foi usar a câmera do Irmão, uma Canon, para tirar umas fotos, pois não estava com sua Kodak por perto. Usou o cartão de memória de seu Smartphone. Quando tirou o cartão e colocou de volta, todos os dados haviam sido apagados. Isso mesmo, a câmera silenciosamente formatou o cartão!

Já li sobre máquinas que fazem isso, os fabricantes ainda dizem que é uma feature, não um defeito, pois evita que usuários leigos tenham que formatar o cartão caso insiram um com problemas.

Leia no post do blog da Bia os detalhes sobre essa sacanagem (há outro termo?) da Canon.

emÁudio Vídeo Fotografia

Biblioteca do Congresso vai preservar videogames

Por em 5 de maio de 2006

Informação digital, inclusive na forma de jogos eletrônicos, é considerado parte da Herança Cultural do país, e por isso deve ser preservada. Segundo o excelente blog Gamepolitics, o projetoDigital Preservation“, da Biblioteca do Congresso, faz justamente isso, adicionando à sua vasta coleção de obras “reais”, fotos digitais, softwares, arquivos de áudio digital, vídeos e muito mais.

É um esforço que custa caro, mas felizmente quem manda imprimir dinheiro é o Congresso.

A maior parte da informação digital está disponível para acesso online, gratuito. É imenso. De vídeos do Cardoso até obras completas de Machado de Assis. Há webcasts diários arquivados, tudo.

Claro, estamos falando da Biblioteca do Congresso dos EUA, aqui a Biblioteca Nacional mal consegue editar uma revista sem brigas internas e penúria generalizada. Quem falar em preservar a Cultura Digital nacional será considerado insano.

emGames

Spammers x Blue Frog: Guerra

Por em 5 de maio de 2006

Como nosso querido leitor Navegante apontou nos comentários de meu post anterior sobre a Blue Security / Frog, realmente estiveram invadindo e tirando do ar o site da Blue Security, incluindo os serviços MovablePad e Typepad (o Typepad é um serviço tipo Blogger mas é pago e mantém mais de 1 milhão e meio de blogs – imaginem quanta gente ficou brava com isso).

Link original: leia aqui – netcraft.

emInternet Segurança

Gartner Group comenta sobre o Win Vista

Por em 4 de maio de 2006

A agência Reuters noticiou que, de acordo com o grupo de pesquisas Gartner Inc, existe uma boa possibilidade de que o Windows Vista sofrerá seu terceiro atraso no lançamento. Inicialmente previsto para 2005 o lançamento foi adiado para 2006 e depois para Janeiro de 2007. Agora o Gartner afirma que acredita que a Microsoft não conseguirá lançar o produto no mercado antes de Abril a Junho de 2007. A Microsoft relatou a Reuters que o Vista não sofrerá outro atraso e que a empresa segue certa de que conseguirá cumprir o cronograma desta vez.

emIndústria Software

Jogos ‘complicados’… Só se você não procura direito.

Por em 4 de maio de 2006

Pessoalmente não acho que os jogos estão complicados demais hoje em dia, mas como sei que muita gente acha e eu gosto de games acima da média, é provável que eu esteja errado.

O meu ponto de vista pode ser exemplificado por uma amiga minha que não jogava desde a época do Super NES. Coloquei ela pra jogar Kingdom Hearts, do Play 2. Ok, é RPG da Disney misturado com Final Fantasy, mas esse é o jogo de Playstation 2 que tem o segundo esquema de controle mais complexo que já vi num jogo de PS2 (o primeiro é Splinter Cell: Chaos Theory, que se ficar 3 dias sem jogar você tem que assistir os videos de tutorial… Não aguentei jogar ele inteiro). E ela foi jogando KH numa boa, o jogo é tão imersivo e envolvente que depois os controles ‘complicados’ se tornam fáceis.Porém, pode ter muita gente que discorda e quer mesmo voltar à época do Super Mario e jogos do tipo. Minha recomendação quanto a console então é o Gameboy Advance SP.

Por que não o Gameboy Micro? Porque há muitas reclamações de sua tela ser muito pequena. Aí é caso de pegar um na mão e ver o que você acha.

A linha Gameboy Advance (desses modelos) pode estar ‘morrendo’, mas deixou uma biblioteca tão grande e com tantos jogos bons que é impossível dizer que esse console é um mau negócio.

E para saber quais os melhores jogos do GBA, é só ir nesta página, colocar Gameboy Advance em ‘Platform’ e ver os resultados. Esse site mostra as notas médias de todos os jogos considerando as maiores fontes de reviews do planeta, internéticas e impressas.

Por que não o Nintendo DS? Porque a maioria dos jogos do DS são tão complexos em controle quanto qualquer jogo de Playstation (6 botões de face contando start e select, 2 nas laterais e ainda uma stylus pra tela sensível ao toque). Acho Castlevania do DS o melhor jogo em 2D que já vi, mas não me envergonho em dizer que passei um bom tempo apanhando dos controles. E jogar o Super Mario DS é tão ou mais complicado que jogar o Super Mario 64 do Nintendo 64, jogo que eu acho que já passa do critério de simples para quem reclama dos ‘jogos de hoje em dia’.

E no PC (ou até mesmo no Mac)? Também há solução. Só comprar qualquer joypad de Super NES ou Playstation e usar um adaptador que tem uma imensa quantidade de jogos shareware (plataforma, aventura, ação, esporte, RPG) que lembram os tempos do Super NES e anteriores, muitos deles bem feitos.

Uma das companhias que faz esse tipo de jogo é a freeverse, com seu excelente Wingnuts. A Ambrosia faz excelentes jogos para Mac.

É só ver no download.com ou na softpedia. Essa indústria de jogos mais simples e casuais nunca parou de produzir, e produzir muito.

Ninguém é obrigado a jogar um jogo 3D ultracomplexo nem comprar um console que tem jogos que usam 8 botões pra cima. Mas também acho que quem reclama que os jogos de hoje são muito complicados só reclama porque não soube pesquisar e perceber que os jogos ‘casuais’ nunca deixaram de ser produzidos. Isso aqui ajuda ;)

Falando sério agora, acho que nunca tivemos tanta escolha entre quais tipos de jogos queremos jogar. Um jogo estilo Mario das antigas com gráficos mais bonitinhos, um jogo freeware de estratégia fantástico que lembra o fabuloso Final Fantasy Tactics (e freeware), como o Battle for Wesnoth. Sem falar nos milhares de jogos de puzzle (estilo Bejeweled e cia.), RPGs… E, claro, os jogos ‘complexos’, que em minha opinião deixam de ser complexos se conseguem te envolver a um ponto que você não o ache mais tão complexo (casos clássicos: Kingdom Hearts e Resident Evil 4) a ponto de não ter que ficar reaprendendo os controles se você fica uma semana sem jogá-los.

A indústria dos games está meio focalizada aqui e ali, mas dando uma procurada você acha de tudo, mesmo. E isso é muito legal ;)

emArtigo Destaque Games