Digital Drops Blog de Brinquedo

Videos on-line com sotaque lusitano

Por em 4 de janeiro de 2007

Um provedor de banda larga de Portugal, chamado SAPO, lançou um serviço de vídeo sob-demanda nos moldes do consagrado Youtube. Os usuários podem registrar-se e efetuar uploads, como no serviço do Google. Existe também a opção de classificar o vídeo, com estrelas, e de incluir visualizações externas, como estamos acostumados a fazer.

O serviço chama Video Sapo e têm apresentado (talvez pelo menor número de usuários) um desempenho na carga dos vídeos bem melhor que o do Youtube.

emÁudio Vídeo Fotografia

Fim da briga entre Blu-Ray e HD-DVD?

Por em 4 de janeiro de 2007

Como previsto por muitos (diferentemente da guerra entre Betamax e VHS, o Blu-Ray e o HD-DVD possuem o mesmo formato de mídia), finalmente alguém anuncia um aparelho capaz de ler ambas as tecnologias. Segundo a PCWorld, a responsável pelo anúncio feito nesta quinta (04/01/2007) foi a LG, mas a apresentação do leitor será apenas na próxima CES que ocorre em Los Angeles na próxima semana.

Ainda segundo a reportagem, a Samsung também deve lançar um aparelho capaz de ler ambos os formatos (e muitas outras fabricantes também deve estar preparando surpresas).

Será que agora vamos ver o fim das discussões intermináveis em fóruns de tecnologia sobre qual é o melhor formato?

emIndústria

Colabore, recomende e seja remunerado.

Por em 4 de janeiro de 2007

Lançado no último dia 3 de janeiro o site uSuggest, mais um para a lista de projetos de redes sociais focados em e-commerce. O conceito principal do site é tornar fácil o ganho financeiro a partir de programas de recomendações de compras.

Após realizar o cadastro e criar uma conta, o usuário pode procurar por mais de 2 milhões de produtos em mais de 600 lojas virtuais. Encontrando produtos de interesse é possível adiciona-los ao perfil do usuário e, assim, sugeri-los para a sua rede social.

Quando alguém clicar no seu link de sugestão e comprar algum produto você recebe 50% dos ganhos de afiliados. Quando o usuário acessar alguma loja através do seu perfil do uSuggest e comprar algum produto diferente do indicado você recebe 25% dos ganhos de afiliados.O pagamento mínimo mensal, para afiliados, é de $15 dólares.

Infelizmente, o site – ainda na versão alpha – não é muito intuitivo, após algumas horas de navegação através da interface do uSuggest certamente o usuário ficará um pouco confuso. Suas constantes mensagens de erro também são bastante desmotivadoras. Isso torna o uSuggest um concorrente de baixo peso. O Kaboodle, StyleHive e o Crowndstorm ainda são concorrentes mais promissores nesse mercado de e-commerce 2.0.

Enquanto sites como o ThisNext e o MyPickList focam em disponibilizar atrativos widgets para agregar ao seu blog ou rede social expandindo a experiência do usuário para fora do site.

Caso você ainda deseje ser pago por reviews de produtos no seu blog existe o PayPerPost que remunera o usuário por postar comentários de produtos, empresas e serviços disponíveis no seu portal.

por: Diego Cox

emArtigo Indústria Internet

Power6 e Cell devem ultrapassar os 5GHz

Por em 4 de janeiro de 2007

Mal o Cell chegou ao mercado e a IBM já fala a respeito da segunda geração do processador. E pelo jeito não deve estar longe, já que a Big Blue afirma que ele será primo do Power6, processador da empresa para grandes servidores, que será lançado oficialmente em Fevereiro. O Power6 deve conter 700 milhões de transistores e operar abaixo dos 100W para ser uma boa alternativa ao Opteron (95W) e Xeon (80W). Fabricado com tecnologia de 65 nanômetros o Power6 será o carro chefe da empresa para computadores de grande capacidade.

A segunda geração do Cell, que analistas esperam que seja anunciada ainda no primeiro trimestre de 2007, deve compartilhar as tecnologias construtivas do Power6 e usar uma versão “leve” desse núcleo como seu core principal. Ambos os processadores devem ser capazes de atingir clocks superiores a 5GHz com o Cell chegando a 6GHz em sua versão high-end, afirmaram os representantes da IBM.

Via Slashdot

emHardware Indústria

SanDisk lança HDD de memória Flash

Por em 4 de janeiro de 2007

Voltado para o uso em notebooks o primeiro HDD de memória Flash da SanDisk apresenta 32GB de capacidade. Está sendo anunciado como uma evolução dos discos convencionais, por ser mais rápido, mais econômico em termos de consumo elétrico (especial para o Bicalho) e mais resistente à perda de dados por choques mecânicos. O problema é o preço: US$ 600,00 pela unidade. Antes que a moda pegue será que eles não tem um nome melhor para essas coisas? Hard Disk Drive não é um pouco inadequado para um dispositivo que não possui disco algum dentro dele?

Via Slashdot

emHardware

A estrada para o KDE 4

Por em 4 de janeiro de 2007

O site ComputerWorld entrevistou Hamish Rodda, representante do projeto KDE na Oceania sobre a aguardada versão 4 de um dos ambientes gráficos mais usados em plataforma UNIX. Além de pinceladas sobre as capacidades cross-plataform do novo ambiente, que rodará baseado na API Qt 4 da Trolltech o artigo fala de usabilidade e de um novo sistema livre para gerenciamento de informações pessoais de usuários em ambientes profissionais.

Batizado de Akonadi o novo framework será um serviço de armazenamento independente do desktop voltado para PIM (personal information management). Segundo Rodda, esse serviço deve criar um grande apelo no mundo corporativo (já muito receptivo ao Linux) e permitir que aplicações de terceiros possam, de forma paralela e concorrente, armazenar e buscar dados sensíveis. “O Akonadi vai permitir que possamos ser ainda mais competitivos em relação ao Microsoft Exchange Server, continuando o trabalho que efetuamos com o servidor Kolab.”

Entretanto o impacto do Akonadi deve ser sentido também pelos usuários do KDE no desktop doméstico já que qualquer aplicação poderá ser facilmente adaptada para usar o serviço para tratar dados do usuário que precisem ser armazenados. A idéia é retirar esse trabalho das costas dos programadores de pequenas e médias aplicações para que eles possam dedicar-se mais ao aprimoramento da interface com o usuário, ignorando as rotinas que tratam, armazenam e recuperam dados. Com uma API completamente agnóstica à linguagens ou interfaces o Akonadi deve estar disponível em qualquer lugar do SO.

Combinando isso com o sistema de gadgets em JavaScript implementado no KDE 4 o usuário terá uma experiência muito mais rica e íntima com os seus próprios dados podendo acessá-los literalmente de qualquer lugar do sistema. A idéia por trás desses conceitos é permitir que os programas troquem dados de forma muito mais livre e abrangente dando ao usuário uma nova perspectiva sobre como operar o desktop.

Para aqueles interessados no KDE 4 e nos conceitos sobre os quais baseia-se seu desenvolvimento o programador Troy Unrau criou a série The Road to KDE 4, disponível no blog oficial do projeto, o KDE News. Nessa série o também membro da equipe de desenvolvimento do ambiente livre planeja descrever as inovações e novidades que deverão revolucionar a história do KDE. Em seu primeiro artigo ele mostra algumas das melhorias gráficas do sistema com a implementação das engines de renderização de SVG. Vale acompanhar, pois não é todo dia que se pode ver e conhecer a fundo o processo de desenvolvimento de um ambiente gráfico complexo como o KDE. O KDE 4 ainda não tem dada definida para ser lançado oficialmente, mas todos os grandes desenvolvedores do projeto afirmam que isso ocorre em algum momento de 2007. Mas todo o trabalho já feito até agora pode ser baixado do SVN do KDE e inclui as versões 4 de toda a infra-estrutura do sistema para que desenvolvedores possam compilar e escrever código para a nova plataforma.

emAndroid e Linux Open-Source

Preso suposto autor do vídeo do enforcamento de Saddam

Por em 4 de janeiro de 2007

O nome não foi divulgado, mas, segundo o tgdaily, oficiais iraquianos prenderam aquele que é considerado o autor do vídeo da execução de Saddam Hussein.

Será que ninguém aprendeu ainda que a privacidade acabou? E não é um Big Brother espreitando por aí, é algo muito, muito pior: é o olhar do povo! Aquele mesmo que, segundo a canção, “… fala… fala mesmo!”. A tecnologia nos deu a capacidade de exibir o que há de melhor e de pior em nós. Comunidades no Orkut espalham o racismo e a intolerância, acobertadas por pseudônimos e cadastros falsos. Por outro lado, lá também é possível achar amigos de infância e desconhecidos dispostos a ajudar num problema de computação…

Eu sempre ouvi dizer que não é o mundo que está piorando, mas a cobertura da imprensa que melhora. Adaptando a idéia, acho que não é a humanidade que está piorando, mas a tecnologia que amplifica constantemente suas múltiplas facetas.

emCelular Internet