Digital Drops Blog de Brinquedo

Microsoft engrossa suas fileiras: Fecha acordo com a Linspire

Por em 14 de junho de 2007

meiobit-stormtroopers.jpg

Acaba de ser divulgado mais um acordo entre a Microsoft e uma empresa responsável por uma distribuição Linux. No caso a Linspire, que tem como ponto de venda a facilidade de uso e a enorme quantidade de drivers proprietários -leia-se hardware que funciona- nativos à distribuição.

O acordo envolve VOIP, Windows Media e fontes TrueType. Isso mesmo, finalmente uma distro com fontes decentes – não sou eu quem está dizendo, o homem disse que está frustrado com o estado das fontes no Linux.

A cláusula protegendo os usuários do Linspire de processos envolvendo patentes da Microsoft também está presente.

Está prevista a interoperabilidade entre os formatos ODF e OpenXML, das aplicações Office. Ah, aparentemente a Linspire irá configurar o Microsoft Live.com como buscador-padrão na distribuição.

Os valores do acordo não foram divulgados, mas a Microsoft já havia pago (dizem) US$20 milhões para tomar posse dos domínios e do nome “Lindows”, a alcunha original do Linspire.

Esse acordo foi mais significativo do que o do Xandros, pois explicita muito mais detalhes, até então desconhecidos. Já sabemos que parte das tais patentes envolvem tecnologia multimídia e fontes.

Fonte: Desktop Linux

emAndroid e Linux Indústria

Risco de Fork no Linux está menor, mas ainda existe

Por em 13 de junho de 2007

O último rascunho da GPLv3, pode diminuir as chances de um fork no GNU/Linux.

Esta versão está bem menos política do que a anterior, onde o teor do rascunho apontava mais para um manifesto anti-DRM do que para uma licença de software.

Mesmo não sendo mais tão contra a nova versão, Linus não vê motivos para adotá-la.

Mesmo com a “limpeza” a licença aponta, claramente, na direção contrária a acordos feitos com a Microsoft e ao que está sendo chamado de Tivoization.

Os acordos entre a Novell e a MS, não seriam contra a licença, uma vez que podem ser usados contra a MS em favor da comunidade e forma fechados antes da data do lançamento.

Com as mudanças no novo rascunho, a mesma passou a ser compatível com algumas licenças que não era, como utilizada pelo Apache 2, por exemplo.

Mas ela continua incompatível com a GPLv2.

Ou seja, softwares distribuídos sob a GPLv2 em diante, serão compatíveis com a GPLv3, porém, softwares distribuídos apenas sob a GPLv2, não serão.

Resta saber se o kernel do Linux ficará licenciado somente sob a GPLv2, ou se adotará a GPLv3.

Caso o Kernel passe a usara somente a GPLv2 (possibilidade cogitada na lista de desenvolvimento), o Kernel passa a ser incompatível com o resto do Linux.

Acontecendo isso algumas coisas são esperadas:

  • Necessidade da FSF criar um kernel.
  • Necessidade do Linux criar um fork de todos os pacotes GNU.
  • Diminuição da velocidade de desenvolvimento por causa dos itens acima.
  • Divisão dos esforços de desenvolvimento.
  • Divisão do mercado (muito maior do que a existente, hoje, por causa das diversas distribuições).

Quem deve estar adorando essa idéia do tio Stallman é o Tio Bill.

emAndroid e Linux

Microsoft liberada código-fonte de ferramentas científicas

Por em 13 de junho de 2007

meiobit-hiv.jpgA Microsoft disponibilizou hoje o código-fonte de 4 ferramentas do grupo Microsoft Computational Biology Tools, software especializados para pesquisa científica. Os programas, disponíveis no CodePlex, utilizam inteligência artificial e estatística aplicada para determinar o comportamento de cepas específicas do HIV, além de identificar genes afetados em grupos de pacientes.

Os programas começaram a ser desenvolvidos em 2005, envolvendo uma dúzia de pesquisadores do Microsoft Labs, mais médicos e cientistas.

Fonte: ZDNet

emIndústria

Nintendinho no celular

Por em 13 de junho de 2007

A Gionee é uma fabricante chinesa de celular desconhecida por estas bandas mas que possui alguns modelos simples, porém bonitos. Agora a empresa irá lançar o modelo S20 e o grande atrativo do celular é possuir a característica de rodar um emulador de Famicon, o popular Nintendinho aqui no Brasil.

Você deve se perguntar: Ok, mas qual a grande vantagem? Muitos celulares conseguem rodar diversos emuladores. Porém, o S20 foi desenhado especialmente para este propósito e podemos notar isso na foto de divulgação do aparelho que mostra os botões A e B do clássico console.

Além disso o celular rodará Windows Mobile, o que possibilitará que outros emuladores sejam instalados, além de uma câmera de 2MP e saída para ligar o telefone na TV, permitindo assim que o usuário jogue seus games em uma tela maior. Infelizmente, será difícil ver um desses por aqui.

emCelular Games

Índios brasileiros no Google Earth

Por em 13 de junho de 2007

A tribo Suruí, de Rondônia, está prestes a assinar um acordo com o Google para
inclusão de informações sobre sua reserva indígena no Google Earth. O chefe da
tribo, Almir Suruí esteve em Montain View para fechar detalhes do acordo que
abrange a inclusão do tupi mundé, língua usada por eles, no Google.

Os índios fornecerão mapas da região que habitam – cerca de 248 mil hectares –
com informações úteis como desmatamento de floresta nativa. Um dos objetivos é
que a visibilidade alcançada ajude a evitar a derrubada de árvores. Além disso
o Google irá fornecer computadores e treinamento para que os índios possam
usufrui da grande rede. Almir diz que no futuro planeja eles mesmos incluírem
informações na internet.

Atento à missão do Google – organizar toda a informação do mundo – o chefe dos
Suruís diz que não irá compartilhar informações sobre como usar vegetais da
região para cura de doenças com o Google. Será que eles vão pedir a patente
antes?

[via
Estadão
e
Link]

emGoogle

YouTube prepara sistema de identificação de vídeos protegidos

Por em 13 de junho de 2007

O YouTube está para lançar seu próprio sistema de verificação de direitos
autorais dos vídeos postados no site. Os testes começarão em cerca de um mês
com a Time Warner e a Disney. O sistema chega após controvérsias que o serviço
vem sofrendo por causa do vasto conteúdo protegido disponível. Três meses
atrás a Viacom entrou com um
processo
de US$ 1 bi contra o YouTube
alegando que o Google estava enrolando para
criar um sistema anti-vídeos ilegais.

Quando o sistema identificar um vídeo que infrinja direitos autorais, avisará
o dono do conteúdo. Este poderá optar por retirar o vídeo do YouTube ou
receber parte da receita gerada com publicidade. Com o aperfeiçoamento do
algoritmo poderá impedir o upload de vídeos protegidos acabando com o problema
na raiz.

Azar de quem quer ficar de fora. A internet está mudando a TV. Ter um
vídeo ou programa encontrado via YouTube é um ótimo
negócio para quem quer divulgar conteúdo. Ficar escondido na grade fixa da
programação das emissoras de TV é que não está com nada.

[via
Reuters
e
Techcrunch]

emIndústria Internet

O poder dos pequenos (ou como amar a Nintendo)

Por em 12 de junho de 2007

Yoichi Wada, presidente da Square-Enix deu uma entrevista ao Finacial Times onde declarou toda sua admiriação pela forma com que a Nintendo vem tratando seus videogames. Segundo Wada, os consoles mais poderosos da nova geração são complicados demais para o público em geral. Segundo ele o jogador precisa de muitas coisas como conexão com a web, televisão de alta definição e entender muito de games para se dar bem com os consoles (os chamados gamers hardcore) e apenas daqui a uns dois anos o mercado estará melhor adaptado a esses videogames.

Na verdade, um pouco de sua crítica também respinga no Wii, mas é óbvio que de forma muito mais branda, visto que a própria Nintendo teve como intenção destinar o aparelho a um público mais diversificado.

Wada acredita também que os consoles portáteis continuarão liderando as vendas e não é difícil acreditar nisso, basta lembrar que a Sony pretende vender 11 milhões de PS3 este ano, enquanto a Nintendo espera uma venda de 22 milhôes de Nintendo DS. Este é o principal motivo pelo qual a Square-Enix esta desenvolvendo o nono episódio de sua famosa série Dragon Quest para o portátil da Big N.

[via Kotaku]

emGames