Digital Drops Blog de Brinquedo

Saiu o Thunderbird 2

Por em 19 de abril de 2007

Acaba de ser lançada a versão final do Thunderbird 2 (download aqui). O cliente de e-mail da fundação Mozilla não traz revoluções fantásticas no gerenciamento do e-mail. Mas as novidades apresentadas ajudam bastante a todos que precisam lidar com a quantidade crescente de mensagens eletrônicas do nosso dia-a-dia.

Agora é possível dar a cada mensagem múltiplas tags (marcadores) como já fazemos no Gmail. Isso facilita a procura pela informação, já que não nos limitamos a jogar uma mensagem dentro de um só tema se ela abrange várias
coisas. Por exemplo, você recebe um e-mail de um amigo chamando para uma viagem à praia. Você pode marcar com as tags amigos, viagem e praia. Quando quiser procurar tal mensagem ela estará disponível nesses três “lugares” ao
invés de perdido em uma única pasta, que é o modo tradicional de organizar a informação.

Outra novidade é a navegação pelas mensagens lidas mais recentemente. Facilita bastante a usabilidade do Thunderbird. Também novo é a busca otimizada que fornece os resultados imediatamente durante a digitação do termo procurado. Pra finalizar, o Thunderbird 2 já vem pré-configurado para quem usa Gmail ou .Mac. Mais informações sobre as novidades, veja o release oficial do Thunderbird 2.

O download para Windows tem pouco mais 6 MB, está disponível em português e pode ser feito no site GetThunderbird.com.

emSoftware

Dells saindo de fábrica com Ubuntu? Pode ser.

Por em 19 de abril de 2007

 Em uma entrevista para um site Austríaco, Mark Shuttleworth, o “dono” do Ubuntu falou muita coisa interessante, digna de um empresário de tecnologia de primeira linha. Dá pra ver que o cara poderia tranquilamente liderar uma Microsoft, Apple ou Sun.

Claro, ele não dá o braço a torcer. Em uma parte ele diz que não rodou o Vista ainda, só tentou um beta, via VMWARE. Cá pra nós fora a esnobada, sabemos que o cara é esperto demais pra fingir que a concorrência não existe. Mas que ficou bem na fita, ficou.

Ele também elogia o Computador de Cem Euros, como projeto educacional. Espera que os países que o adotem migrem para Ubuntu, e farão o possível para que ele (o Ubuntu) rode naquela plataforma.

Na parte de mercado, uma posição interessante: 70% dos negócios da Canonical são Servidores, o que não deixa de ser irônico, já que a imagem do Ubuntu é essencialmente desktop.

O Patropi é citado. Quando o repórter pergunta quando alguém poderá entrar em uma loja e sair com uma cópia do Ubuntu debaixo do braço, ele Mark Shuttleworth diz que você pode fazer isso, na China, Russia, Ucrânia e Brasil. Espero que ele não esteja falando do Stand Center.

Segundo ele, não há interesse em pressionar os fabricantes para distribuirem computadores com Linux, pois o custo do consumidor comprando uma máquina com Linux achando que comprou um Windows barato é muito caro, e o Linux não está ainda pronto para o desktop de varejo.

É verdade. Não por causa do Linux, mas do consumidor, que precisa saber o quê está comprando. Um desavisado que compra um Conectiva da vida e depois sai reclamando que não conseguiu rodar jogos que comprou no jornaleiro é uma realidade que ninguém quer associada a seu produto.

Na melhor parte, ele diz que acha que há mercado para o Linux, na área de workstations e mercados emergentes, são boas oportunidades e estão trabalhando com as empresas para aproveitar essas oportunidades.

“Então teremos Ubuntu pré-instalado em computadores Dell?”

“O tempo vai dizer”

“Há conversas acontecendo?”

“Não vou comentar sobre nenhuma conversa em andamento”

Desse diálogo só posso dizer uma coisa: Será muito ruim para o FreeDOS.

Confira a entrevista inteira (em inglês, afinal ninguém é de ferro, só o Kaiser) aqui.

emAndroid e Linux

Google cria concorrente para StumbleUpon

Por em 19 de abril de 2007

Stumble Upon é uma rede social onde você diz de quais páginas gostou e seus amigos são apresentados a estas páginas ou a páginas similares, baseado em seus interesses.

O Google acaba de anunciar um botão para sua barra de ferramentas que tem uma funcionalidade similar a barra do Stumble Upon, mas sem a rede social.

Já vimos isso acontecer com o You Tube, o Google achou algo interessante, mas ao invés de comprar fez o seu, com a falta de uma comunidade o serviço nunca deslanchou.

Mas esse tem uma chance de ter algum sucesso, pois se baseia nos hábitos do próprio usuário para sugerir os novos sites.

E desta vez tem que dar certo, pois mesmo se quiser comprar não vai poder, pois parece que o eBay vai comprar e duvido que venda para o Google.

Infelizmente, o botão não funciona no Firefox, portanto não pude testar seu funcionamento, fico com o Stumble Upon, que, aliais, é viciante ;).

emGoogle

Michael Dell usa Ubuntu

Por em 18 de abril de 2007

Recentemente a Dell resolveu que iria vender PCs com Linux instalado. Fez até uma pesquisa para saber qual distribuição era a favorita de seus usuários. Até onde sei o resultado ainda não saiu. Mas o fundador e CEO da empresa, Michael Dell, já fez a sua escolha e optou pelo Ubuntu. Pelo menos é o que mostra o seu perfil no site da fabricante de computadores (imagem abaixo).

Se você navegar pela página notará que o Michael Dell possui pelo menos outros 4 computadores, estes com Windows. A página é na verdade uma biografia de vários executivos da empresa e mostra entre outras curiosidades as máquinas que cada um deles usa. Também é uma forma de divulgação dos produtos da Dell.

[via Martin Varsavsky blog]

emIndústria

Google Spreadsheets agora com gráficos

Por em 18 de abril de 2007

O Google está em overdrive. Quase todos os dias uma novidade. A de hoje é a possibilidade de fazer gráficos dentro do Google Planilhas (ou Spreadsheets). O recurso é bastante simples mas é possível criar gráficos de colunas (exemplo abaixo), barras, linhas e pizza. Vale ressaltar a facilidade de se criar um gráfico com o Spreadsheets, todas as configurações são feitas em apenas uma tela.

Também é possível salvar o gráfico no formato PNG no seu desktop, o que facilita a exportação para outros documentos como os editados no Google Docs ou mesmo o Word. Por ser um software on-line as Planilhas do Google permitem colaboração em tempo real e também transformar todo o arquivo em XLS, compatível com o Excel.

Com a adição de gráficos às planilhas do Google e o anúncio de ontem que a gigante de Montain View está preparando seu Powerpoint, não há dúvidas que o alvo é o Office da Microsoft. Não atinge a mesma complexidade mas para a maioria dos usuários os recursos são mais do que suficientes.

emGoogle

Newsletter do Meio Bit: assine e concorra a um pendrive por semana

Por em 18 de abril de 2007

Talvez você já tenha notado um dos banners que aparece aí em cima. Talvez você
já tenha visto algum post falando sobre isso. Quem sabe você percebeu que
existe uma tal de Newsletter do Meio Bit na barra lateral… Pois é, há cerca
de dois meses enviamos toda segunda-feira, bem cedinho, um resumo do que
aconteceu na semana anterior.

Para assinar apenas digite seu e-mail no campo correspondente da
barra lateral (*) e clique no botão enviar. Se você é cadastrado no Meio Bit é
mais fácil, é só apertar um botão.
Mais
informações aqui
.

Assinando, além de ficar bem informado, você concorre a um pendrive semanal.
Esta semana a ganhadora foi a Marisa de Sousa, de São Paulo. Não perca tempo e
assine agora mesmo. Na próxima segunda o pendrive pode ser seu!

(*) Atenção: você quer a Newsletter e não as notícias por e-mail. São coisas
diferentes, o que NÃO o(a) impede, claro, de assinar os dois.

emAnúncios

Vendas do Vista na China

Por em 18 de abril de 2007

vistashanghai020407.jpgGanha uma doce quem descobrir o número mágico de cópias do Windows Vista vendidas na China. Lembrem-se: bilhões de habitantes… crescimento de 10% ao ano… e a afirmação de que o governo de lá faz de tudo para evitar a pirataria ( ao contrário do Canadá, lembram ? ).

Pois bem, o número mágico é 244. Exatamente: 244 cópias vendidas, depois de duas semanas do lançamento. Só para comparar: no primeiro mês após o lançamento, a Microsoft já anunciava 20 milhões de cópias vendidas.

Pirataria pouca é bobagem…

[via Slashdot]

emIndústria