Digital Drops Blog de Brinquedo

Depois a Microsoft que é ruim

Por em 2 de outubro de 2007 - 173 Comentários

É impressionante a capacidade que algumas empresas apresentam de tomar atitudes burras. Curioso é que dentre eles sempre há as que parecem usar cobertura de Teflon. Quem está de fora sempre acha que são boazinhas.

Vejam por exemplo a gloriosa IBM, queridinha do pessoal do software livre.

Hoje um consultor foi trabalhar na IBM Brasil. Ligou seu notebook na rede. O cliente de auditoria do Tivoli varreu o computador do consultor.

Detectou software ilegal e bloqueou o acesso. O caso está sob investigação e o consultor sequer sabe se receberá o salário.

Qual o software ilegal?

Firefox.

Isso mesmo. A IBM alega que a licença do Firefox não permite que ele seja usado por consultores terceirizados na empresa, mas funcionários podem utilizá-lo.

O software também detectou outro programa ilegal: Java. No caso a JRE 1.6 da Sun.

Ele só pode ter instalado em seu notebook (notem o possessivo SEU notebook, que ELE comprou) a JRE 1.3, homologada pela IBM, uns 4 anos atrás.

Impressionante, não? Pelo visto a eficiência da IBM, que ajudou na identificação de judeus indesejáveis (na época, um pleonasmo) na Alemanha Nazista continua funcionando a serviço da exclusão e perseguição.

Enquanto isso em Redmond se o sujeito quiser um Macintosh, basta dar um telefonema pra área de TI.

Fonte: Garganta Profunda

emIndústria

Yahoo de volta aos sites de busca

Por em 2 de outubro de 2007 - 11 Comentários

Durante anos Yahoo era sinônimo de ferramenta de busca. Indexado manualmente, no início, era O site para ir quando se queria achar alguma coisa. Só que a Internet cresceu rápido demais, a indexação manual perdeu seu sentido, e alternativas automáticas de indexação começaram a pipocar, sendo o Altavista, da Digital, o Rei do Pedaço.

O Yahoo demorou a entrar na era dos robôs de busca, e quando viu já não tinha nem seu nome, sendo esquecido. Hoje mal conseguem 20% do mercado de buscas, e se isso parece muito, lembre-se que já tiveram 100%.

Agora resolveram dar a volta por cima. Lançaram um novo site de busca universal, concentrando resultados, de web, vídeos, Flickr e até do YouTube, do Google.

Também criaram um novo assistente, que tenta identificar usuários com dificuldade e, em estes, reduziu em até 60% o número de buscas até um resultado satisfatório.

Vão desbancar o Google? Duvido, mas quanto mais concorrência melhor.

Fonte: Wall Street Journal

emIndústria Internet

Contra tudo e contra todos

Por em 2 de outubro de 2007 - 15 Comentários

Depois eu digo que os japoneses gostam de bizarrices e fica parecendo que tenho algo contra a comunidade nipônica.

No video abaixo o autor usou o conceito do jogo Kung Fu Master para o NES e colocou o protagonista Keiji Thomas contra personagens de vários outros games clássicos para resgatar a sua namorada. O que parecia não poder ficar pior, acaba virando um jogo do Mega Man no mínimo estranho. Veja com seus próprios olhos e tire suas conclusões.

PS: a montagem é muito bem feita e o vídeo é engraçadíssimo, principalmente para quem é das antigas e irá identificar vários momentos clássicos de outros jogos.

[via Outerspace]

emGames

Comprando na Amazon MP3 Store

Por em 2 de outubro de 2007 - 15 Comentários

Com o lançamento da Amazon MP3, creio que a Apple deva estar preocupada. Não só apresenta preços melhores, mas vende todo seu acervo sem DRM e com maior qualidade (256 kb) e funciona integrada ao iTunes.

Demonstro no video abaixo a facilidade de usar a loja. Infelizmente não está disponível para compradores residentes no Brasil, o que é uma pena, mas já era esperado devido a obrigações contratuais.

emFotografia Indústria

Office Live

Por em 1 de outubro de 2007 - 10 Comentários

Há algum tempo, havia comentado sobre um possível pacote Microsoft Works gratuito, baseado em propagandas ( "adware" ). Pois ainda não é isso, mas ontem a gigante de Redmond anunciou que vai abrir para teste público o "Office Live", nas versões "Workspace" e "Small Business".

A idéia é concorrer com suites gratuitas e "on line", como o Google Docs.

Infelizmente, a coisa é um pouco mais complicada… o que parecia ser uma ótima idéia ( principalmente para o consumidor ), esbarra num empecilho: para utilizar a suite via internet, o usuário precisa ter o pacote Office instalado na máquina. Sem isso, apenas acesso de leitura aos documentos e edição de pequenas notas.

Para quem quiser testar, basta apontar seu Internet Explorer ( claro, só funciona nele ) para este link e solicitar uma senha.

[via Microsoft]

emComputação móvel Indústria Internet Produtividade

Os melhores shooters

Por em 1 de outubro de 2007 - 14 Comentários

Quem acompanha o Meio Bit já deve ter percebido o quanto gosto de listas. O pessoal do ScrewAttack elaborou mais um top 10, agora sobre os melhores Shoot´em Up, também conhecidos como “jogos de navinha”.

O estilo que se popularizou durante a década de 80 acabou ficando um pouco esquecido nos videogames mais novos, porém o PS2 ganhou uma versão turbinada para duas das maiores séries do gênero, trata-se dos ótimos Gradius V e R-Type Final. Se você se sente um orfão dos Shoot´em Up ou gostaria de saber mais sobre este estilo de game, dê uma olhada no site SHMUPS! ou no glossário disponível no Insomnia.

Achei a lista muito interessante, mas não concordo com a primeira posição, além de ter sentido a falta da já mencionada versão versão do R-Type para o segundo console da Sony. Cheguei também a conclusão que eu devo ser a única pessoa do mundo que nunca gostou do Asteroid. E você mudaria algo no top 10?

emGames

Novell: Vendas de Linux aumentaram em 243%

Por em 1 de outubro de 2007 - 42 Comentários

Os fanboys ladram, a caravana não passa. Ela pára, olha, compra e vai embora feliz.

Enquanto muita gente irrelevante previa a iminente morte da Novell, o acordo com a Microsoft pelo visto agradou quem decide.

O balanço divulgado recentemente demonstrou que as vendas do Linux subiram 243% nos últimos três trimestres. A empresa faturou US$100 milhões no período. A Red Hat, seu principal competidor, teve crescimento de 28% nas vendas, com faturamento de US$127 milhões.

A prosseguir essa tendência, 2008 será o Ano do Linux. Da Novell.

Claro, é bom lembrar que os números podem parecer grandes mas o Halo 3 vendeu em 24 horas US$170 milhões.

Fonte: Zdnet

emAndroid e Linux Indústria