Digital Drops Blog de Brinquedo

Linux Embarcado 101: de olho no céu

Por em 22 de agosto de 2007

skysearch.pngDepois da série sobre Sistemas Operacionais para dispositivos embarcados e dos artigos “Embarcando o Linux“, muita gente me escreveu, com a mesma dúvida: como começar?

Geralmente, quem se interessa mesmo pelo assunto, tem bom conhecimento de programação em computadores e quer um “hobby”. Por isso mesmo, não quer gastar com “kits” de desenvolvimento que podem chegar a US$ 6 mil.

Pois bem, dá pra começar sem colocar a mão no bolso, sim. É claro que ter uma placa de desenvolvimento é o ideal, mas para “sentir o gosto”, você pode baixar o Skyeye. Ele é um projeto livre, que emula várias arquiteturas ARM, além do DSP Blackfin, da Analog Devices. É tão bem feito que, nos chips que têm controlador de vídeo, dá para habilitar uma janela que mostra a parte gráfica. Realmente é um ótimo trabalho.

Infelizmente, a documentação é péssima… você precisará ler muitos emails na lista de desenvolvedores e baixar também o pacote skyeye-testsuite, que já tem versões pré-compiladas do kernel para todas as arquiteturas suportadas, além de exemplos do arquivo de configuração. Só lembrando: o software roda no Linux e no Windows ( com Cygwin ).

Agora você já não tem mais desculpa para não embarcar nessa.

emAndroid e Linux Hardware Internet

Pinball no Vista

Por em 22 de agosto de 2007

Algo extremamente importante, que a Microsoft deixou de fora do Windows Vista foi o Pinball. Felizmente, dá pra baixar deste link.

Post rápido… só para não esquecer o endereço.

emGames

SSDream – vídeos em seu desktop

Por em 21 de agosto de 2007

meiobit-ssdream.jpg

A idéia é emular uma feature do DreamScene, um dos extras do Windows Vista Ultimate, que permite colocar vídeos como fundo do desktop.

É uma daquelas propostas que geram um visual impressionante, daqueles de impressionar o Richard Stallman num dia que ele acordou de mau humor.

O problema é que só funciona(va) no Ultimate, como ficam os outros usuários?

Felizmente saiu um freeware que não só disponibiliza o recurso para todo mundo, como ainda acrescenta possibilidades como utilizar screensavers ao invés de vídeos. É o SSDream, e embora esteja em beta/preview já funciona direitinho, conforme o video abaixo demonstra.

Isso, claro, em teoria. Na prática a menos que você tenha um computador resfriado com Hélio líquido, processadores quãnticos e tecnologia que nem um engenheiro da Intel sob influência de cogumelos alucinógenos pensaria, vai ficar lento.

Via Cybernet TechNews

emSoftware

Zoho Writer com suporte ao Google Gears

Por em 21 de agosto de 2007



Hoje, o Zoho Writer, um processador de texto online concorrente do Google Docs and Spreedsheets, deu um importante passo ao anunciar que vai permitir o acesso a documentos offline. O mais interessante é que ela vai usar o Gears, tecnologia da própria Google que permite a criação de aplicações Web que funcionam mesmo sem conexão de rede (offline). Atualmente, o Gears só é usado pelo Google Reader, mas existe a expectativa que ele seja usado também no GMail e no Google Docs. Seguindo essa tendência, a Zoho saiu na frente da Google!

Por enquanto, o modo offine do Zoho Writer é limitado, só permitindo o acesso para leitura dos documentos, mas está prevista uma atualização nas próximas semanas que permitirá a edição no modo offline. Veja o vídeo que demonstra essas novas funcionalidades:



emGoogle Internet Software Web 2.0

O último suspiro?

Por em 21 de agosto de 2007

Retiro o que disse no post de ontem. O videogame imortal em questão é o saudoso Dreamcast. Mesmo após a Sega anunciar que parou a fabricação dos GD-Roms (formato de mídia usado pelo aparelho), a RedSpotGames irá lançar dois jogos para o finado console no ano de 2008.

Os títulos em questão sâo: Dalforce, um shooter vertical com 11 fases e possibilidade de 4 jogadores simultâneos e Wind and Water Puzzle Battles, como o nome sugere, se trata de um quebra-cabeça. Os títulos serão mostrados na Game Convention, em Leipzig.

O interessante é que se a Sega não produz mais a mídia do console, como estes jogos serão distribuídos? Lembrando que para rodar cds de jogos o console precisa ser alterado usando um disco de boot. Porém, isto pode ser apenas uma jogada de marketing de uma produtora novata. É simples, como o Dreamcast possui um hardware robusto e a programação para ele é fácil, uma produtora independente pode fazer jogos para o console visando ganhar reconhecimento de outras empresas e quem sabe assim, abrir portas para futuros lançamentos.

[via Kotaku]

emGames

Mapas mentais na Web

Por em 20 de agosto de 2007



Um mapa mental é um diagrama desenvolvido para a organização rápida de informações. A estrutura gráfica do mapa mental favorece sua criação, compreensão e memorização. O método de diagramação foi criado por Tony Buzan para representar como as idéias se organizam em torno de um contexto. O princípio do mapa mental é baseado no comportamento do cérebro que organiza o conhecimento através de conexões entre as idéias. Na prática profissional, é uma ferramenta importante para conduzir reuniões ou para registrar sessões de brainstorming (vulgo “toró de palpites”). Na vida pessoal, pode ser usado para alinhar as idéias e planejar ações nos projetos do cotidiano.

Os mapas mentais podem ser elaborados usando papel e caneta (alguns especialistas defendem ferozmente essa abordagem) ou usando aplicativos especializados como o MindManager. Para os adeptos da filosofia “Web as a platform” aqui vai uma boa dica para criar seus mapas: MindMeister. O MindMeister é uma excelente aplicação Web 2.0 que, além de ter uma ótima usabilidade, oferece recursos importantes como importação/exportação e colaboração. A assinatura básica do serviço é gratuita, mas alguns recursos avançados só estão disponíveis para os usuários pagantes.

O MindMeister oferece uma API para facilitar a criação de mashups como esse, que se integra com o YouTube, e esse outro, que se integra com o NY Times.

emInternet Produtividade Web 2.0

Queda do Skype: Culpa da Microsoft. Caso encerrado?

Por em 20 de agosto de 2007

meiobit-defesachewbacca.jpg

Depois de dizer que a queda dos servidores foi causada por uma instabilidade gerada por um patch, o pessoal do Skype voltou atrás.

A explicação agora é que a culpa é da Microsoft.

“Eu sabia” – disse Galvão Bueno

Agora, mais detalhes. Segundo eles as atualizações do Windows Update disponibilizadas no dia 16 fizeram com que os computadores dos usuários, espalhados pelo mundo, reiniciassem, e quando o sistema voltou o Skype procedeu com o login. Milhões de tentativas simultâneas foram demais para os servidores, e um efeito-cascata inviabilizou mesmo a estrutura de redundância deles.

Perfeito. Explicado, todos ficamos felizes, não foi culpa da Skype.

Mas…

Essa defesa está se saindo melhor que a Defesa Chewbacca. Há algo MUITO errado na explicação.

Atualização da Microsoft pedindo reboot? Quando fui mudar o idioma do teclado no Windows 2000 ele pediu pra rebootar. TODA atualização razoável do Windows pede reboot. Isso está longe de ser raro, muito pelo contrário.

O Windows Update disponibiliza atualizações baseadas no horário local. Ele verifica de tempos em tempos com a “base”, usando a hora local como base. Em geral xx minutos após a inicialização do computador. É improvável que todos os usuários do mundo tenham ligado seus micros ao mesmo tempo.

A maior parte do planeta ainda usa linha discada. Usuários diferentes usam conexões diferentes e mesmo com banda larga, a diferença entre o tempo de download varia de computador para computador. O tempo de reboot também.

O Skype só vai entrar depois que você entrar com sua senha, no XP ou no Vista.

E finalmente, a Microsoft disponibiliza atualizações toda segunda terça-feira do mês, e não me recordo nos últimos meses de nenhuma que não tenha exigido um reboot.

Como nenhuma dessas até hoje afetou o Skype?

Penúltima pergunta: MSN, Google, Orkut, Facebook, eMule, BitTorrent, Flickr, AdSense, os provedores e outros tantos serviços caíram com essa atualização?

OK, agora a última e mais importante de todas: Como a Skype pode culpar a queda do dia 16 por uma atualização que, segundo o meu Windows Update foi baixada no dia 15?

meiobit-windowsupdate.jpg

Via: Cybernet TechNews, Skype


emInternet VoIP