Digital Drops Blog de Brinquedo

Novo telefone/mp3 player Samsung

Por em 6 de novembro de 2006

[img_assist|nid=9380|desc=|link=none|align=center|width=400|height=307]

Procurando presentes para o Natal? Se tiver um conhecido na Europa, essa pode ser uma boa pedida: o novo celular SGH-X830 GSM da Samsung tem 8,4 x 3,0 cm e menos de 2 cm de espessura. Vem com 1GB de memória, USB 2.0, Bluetooth, câmera de 1.3 MP e cores como verde limão e rosa.

Sem preço disponível, estará nas lojas antes do Natal.

Não sei se é o suficiente para tirar da lista o W810i

[via geek.com]

emCelular

Nunca subestime um site não-convencional

Por em 6 de novembro de 2006

adbrite

Por “não-convencional” leia-se sites com propostas menos sérias que uma CNN ou um Cancer Forums. Fora do Brasil os sites “alternativos”, se bem-sucedidos, atraem capital suficiente para se tornarem fontes de investimento em novos projetos, muitos deles realmente úteis.

O AdBrite está entre as 11 maiores redes de publicidade online, com 61.5 milhões de unique visitors em setembro, são uma força a ser respeitada.

Sua origem? Em 2002 o site FuckedCompany.com, especializados em fofocas e vazamentos de informações, listas de demissões e congêneres entre empresas .com estava com uma visitação absurda, e seu criador, Philip Kaplan, precisava de um serviço para agenciar as propostas de publicidade que recebia. Na falta de um que o agradasse, criou o AdBrite. Logo passou a fornecer o serviço para outros publishers. O FuckedCompany.com decaiu, o AdBrite se tornou o principal site, e hoje está aí.

Pena que no Brasil não temos massa crítica para viabilizar esses projetos de Internet, principalmente os “menos sérios”.

Via: TechCrunch

emIndústria Internet

Programa de monitoramento anuncia tradução IM-Inglês

Por em 6 de novembro de 2006

bart

Em uma tira antiga do Dilbert Dogbert perguntava se o Dilbert achava que iria conseguir alguma coisa com um software anti-pornografia, tendo como adversário todos os adolescentes do planeta. Programas de bloqueio, como NetNanny, CyberPatrol e outros são feitos para permitirem que pais sem nenhum conhecimento de computação tenham a ilusão de que seus filhos não conseguem acessar material questionável (leia-se sacanagem) na Internet.

Na prática esses programas só bloqueiam as crianças mais ineptas, as outras descobrem sozinhas, via Google ou via amigos do colégio como contornar a proteção.

Agora a empresa Safe Computer Kids está anunciando um produto com o pior que pode ser feito online: Espionar descaradamente o computador de seus filhos. Diálogo, confiança, educação é tudo coisa do passado. O programa deles é anunciado como indetectável, monitorando email, conversas de Instant Messenger e outras.

O melhor aqui, que demonstra a total incapacidade dos pais modernos em entender seus filhos, é que o o programa vem com um tradutor de Instant Messenger e gírias online. Afinal, não adianta os pais acessarem os emails, se não vão saber o que está sendo dito.

Testamos o tradutor, disponível em uma versão online. Ele reconheceu termos como “noob” e “B4″, mas não conseguiu traduzir “1337″ e “pwned”.

Seria interessante uma ferramenta dessas para o Orkut. Alguém conhece um projeto nesse estilo, Miguxês–português?

emInternet

Microsoft fecha parceria com Novell para suportar… o Linux?

Por em 6 de novembro de 2006

A Novell adquiriu algum tempo atrás a alemã Suse, uma das maiores empresas de Linux da Europa. Desde então a Novell tornou-se um dos maiores participantes do mercado de Linux no mundo. Essa semana a Novell e a Microsoft anunciaram uma parceria que prevê a integração de soluções das duas empresas e até mesmo a concessão de patentes dos dois lados. Tudo isso em prol do… Linux?

O BR-Linux tem uma cobertura completa dos acontecimentos, dos pronunciamentos oficiais e até da reação da Red Hat e do Linus Torvalds. Os pontos principais da história toda são:

-A Microsoft quer promover o Linux junto com a Novell e não vai processar desenvolvedores que desrespeitem suas patentes, em certas condições;
-O novo padrão XML do MS Office será entregue ao OpenOffice, para que haja total suporte à troca de documentos entre as suítes de escritório;
-Investimentos de Microsoft e da Novell no OpenOffice.org, no Projeto Mono e no SAMBA;
-Suporte completo à virtualização do Windows sobre Linux e do Linux sobre Windows.

Muitos analistas diziam que a Microsoft estava arriscando alto demais em tentar ser a única grande empresa de TI a não investir no desenvolvimento de soluções Linux. Parece que agora a Microsoft concorda com essa visão. Se não pode vencê-lo, junte-se à ele, diz um velho ditado. O tempo dirá.

Via BR-Linux

emIndústria Linux Open-Source

Enterprise Architect para Linux

Por em 4 de novembro de 2006

Uma das minhas ferramentas prediletas de modelagem é o Sparx Systems Enterprise Architect. Já tentei vários outros, como Jude, ArgoUML, Rational Rose, Poseidon, Visio, Together e mais alguma outra que não me lembro.

O motivo é simples: um único programa para modelar a base de dados, classes, diagramas de seqüência, robustez, implantação e vários outros em uma única ferramenta.

No Suse, estou usando o ótimo ArgoUML, mas é ótimo saber que uma ferramenta com suporte nativo a 9 linguagens de programação e 9 bases de dados possui versão para Linux. E ele já possui configurações de modelagem para ICONIX e UML 2.1. E o melhor de tudo é que para sua categoria, é disparado o mais barato de todos.

emSoftware

Zune.net

Por em 4 de novembro de 2006

[img_assist|nid=9372|desc=|link=none|align=right|width=400|height=231] A Microsoft lançou o site zune.net, para usuários do “player” trocarem experiências e, claro, comprarem músicas.

O pessoal de Redmond também está dando 14 dias para os donos do tocador experimentarem o Zune Pass. O download de músicas está liberado neste período mas, como tudo que é bom dura pouco, elas se auto-destruirão depois desse tempo. A menos que você entre com o número do cartão de crédito, claro.

[via Dailytech]

emInternet

Microsoft fecha acordo com a Zend Technologies

Por em 3 de novembro de 2006

Investindo na interoperabilidade, a Microsoft fechou outro acordo com uma empresa de software livre. No dia 31 de Outubro, foi anunciada uma parceria entre a Microsoft e a Zend Technologies.

Para quem não sabe, a Zend é a empresa responsávelo pelo Zend Engine, uma máquina virtual na qual o PHP 4 e futuras versões está baseado.

O anúncio de cooperação visa facilitar a operação do PHP em servidores Internet Information Services rodando Windows 2003 Server, com melhorias de performance, APIs e suporte.

Segundo a Zend, apenas nos trabalhos preliminares, a melhoria de performance foi de 100%. Nada mal. Outro motivo alegado para a parceria é que a maior parte do desenvolvimento de PHP é feito usando Windows.

Os principais termos do acordo são(traduzido livremente do Press Release da Zend):

- Melhorias técnicas para a instalação do PHP na plataforma Windows Server serão enviadas sob a licença do PHP para a comunidade com intuito de receber feedback e contribuições.

- A Microsoft planeja desenvolver e lançar um componente add-on para o Internet Information Services (IIS), o FastCGI, que irá servir como a interface entre o PHP e o servidor IIS. A Microsoft espera que ele seja disponibilizado no website http://www.iis.net para usuários do Windows® XP, Windows Server 2003, Windows Vista™ e Windows Server “Longhorn.”

- A Zend irá estabelecer um laboratório para conduzir testes regulares e melhorias de performance para manter o alto desempenho do PHP na plataforma Windows Server, assim como nas futuras versões.

- A Microsoft e a Zend irão trabalhar juntas para garantir a qualidade de produção do ambiente de execução do PHP para o IIS 5.1 (Windows XP), IIS 6.0 (Windows Server 2003) e IIS 7.0 (Windows Vista e Windows Server “Longhorn”).

- A Zend e a Microsoft irão ativamente participar na comunidade do PHP, garantindo uma discussão aberta para ajudar desenvolvedores planejando a instalação de aplicativos na plataforma Windows Server.

O download do Zend Core (Windows Technology Preview) já está disponível também.

Esse último trimestre está cheio de notícias interessantes, com a Microsoft fazendo acordos com empresas de software livre, abrindo milhões de linhas de códigos-fonte e trabalhando mais com comunidades de desenvolvedores. Sinal dos tempos.

emIndústria