Digital Drops Blog de Brinquedo

Como transformar o Windows no Linux

Por em 19 de outubro de 2007 - 187 Comentários

A animação abaixo foi feita basicamente para implicar, mas tem um fundo de verdade, seja na parte onde critica as fontes no Linux (coisa que o próprio Shuttleworth considera frustrante) seja na parte onde o Registro do Windows, que é uma excelente forma de centralizar todas as informações de configuração dos programas é trocado por uma estrutura descentralizada e basicamente zoneada, com arquivos .conf espalhados pela estrutura inteira.

De qualquer jeito, um aviso: Só cllique na imagem para reproduzir o vídeo se souber rir de si mesmo.

Ah, sim, a musiquinha é extremamente irritante, recomenda-se zerar o volume.

meiobit-windowslinux.jpg

Fonte: UneasySilence

emAndroid e Linux

Estudante de Direito (que não entende nada de informática) processa a Apple

Por em 19 de outubro de 2007 - 24 Comentários

meiobit-dennycrane.jpg

Lembram a eterna briga dos usuários que entendem a notação binária com os fabricantes de HDs, que redefiniram a matemática, tratando 1MegaByte como 1 milhão de bytes, e com isso comendo parte da capacidade divulgada dos discos?

Lembram dos usuários que não entendem o conceito de formatação, e assumem que a capacidade formatada de um disco deve ser a mesma do disco sem formatação?

Junte tudo e você tem David Bitton, um estudante de direito canadense que processou a Apple, pois seu iPod de 8GB só reporta 7.45GB de espaço livre.

Em sua ação ele quer que a Apple restitua integralmente o valor pago pelos iPods, a todos os usuários de Quebec, ou pelo menos uma restituição de 7,5% do valor, que seria o percentual de espaço “faltante”.

Em sua defesa a Apple tem, na documentação dos iPods, a explicação:

“1GB = 1 billion bytes; actual formatted capacity less.”

É um caso clássico de falta do que fazer, essas ações nunca deram em nada. Os iPods variam inclusive se são formatados para Mac ou para Windows. HDs reportam tamanhos diferentes de acordo com o Sistema de Arquivos, e o pior é o pessoal que reclama do NTFS, EXT2, Reiser, dizendo que “em FAT eu ganho muito mais espaço”. Esse estudante deve ser um desses.

Via: The Mac Observer


emApple e Mac

Fim dos consoles?

Por em 19 de outubro de 2007 - 39 Comentários

fmdosconsoles_19102007.jpg

Gerhard Florin, executivo da Eletronic Arts, prevê fim da guerra de consoles e início de uma nova fase onde games serão comercializados e consumidos através de outros canais como a própria web e set-up-boxes. Não é uma mudança imediata (talvez mais 15 anos!), mas sem dúvida alguma facilitará a vida de consumidores e, sobretudo, desenvolvedores.

Por outro lado é também um grande alento para a indústria que mais cresce hoje (previsões apontam para crescimento de 50% nos próximos quatro anos). Desenvolver apenas conteúdo, independente de adaptações para consoles e plataformas diversas com certeza tornará a engrenagem de produção ao redor dos títulos mais ágil. Esta mudança pode marcar,também, reorientações estratégicas importantes como maior apelo a inserções publicitárias, por exemplo.

Quem sabe não estaremos daqui há alguns anos consumindo o Canal PS3, o Canal Wii, o Canal Xbox 360?

Fonte: BBC


emGames Indústria

Robô militar mata nove em caso de fogo amigo

Por em 19 de outubro de 2007 - 34 Comentários
  • 1ª lei: um robô não pode fazer mal a um ser humano e nem, por inação, permitir que algum mal lhe aconteça.
  • 2ª lei: um robô deve obedecer às ordens dos seres humanos, exceto quando estas contrariarem a primeira lei.
  • 3ª lei: um robô deve proteger a sua integridade física, desde que com isto não contrarie as duas primeiras leis.

3 Leis da Robótica – Isaac Asimov

skyguard_oerlikon2.jpg



Obviamente o pessoal da África do Sul não está gravando as 3 Leis em seus robôs.

O Oerlikon 35mm é um canhão antiaéreo de 35mm (d´oh) e está entre os mais populares do mundo. Fabricado pela Suiça, tem versões desde as completamente manuais até modelos automáticos, como os usados pela Força de Defesa Sulafricana. O problema é que o canhão NÃO foi projetado para uso 100% automático, no modelo onde o próprio canhão cuida de selecionar os alvos, escolher quando e onde disparar, e até -olha o perigo- remuniciar a si mesmo.

Durante um exercício com munição real, um desses canhões entrou no modo “matar, esmagar, destruir”, e depois de uma explosão, começou a atirar para todos os lados, e uma bala de 35mm é algo que pode acabar com seu dia. Imagine o bicho atirando até esgotar os 250 cartuchos do magazine. Pois é. A cota ficou em nove mortos e 11 feridos.

Embora haja quase um consenso de que seja um problema de hardware, um analista de defesa está levantando a bola de que o problema pode ser software, dado o modelo de contratação das indústrias de defesa na África do Sul, onde os projetos são pagos por ano, o que leva as contratadas a correr e apressar projetos. Quem trabalha com TI sabe como é. Só que quando se lida com armamento, o buraco é mais embaixo. Ou deveria ser.

O que mais assusta é que esse é mais um caso onde a vida imita a arte, o aviso foi dado e ninguém prestou atenção.

ed-209.jpg

Qualquer semelhança não é mera coincidência.

Fonte: Wired, ITWeb, MountainRunner, OCP


emHardware Segurança Software

Elite Beat versão PC

Por em 19 de outubro de 2007 - 6 Comentários

Um dos jogos de maior sucesso no Nintendo DS é o Elite Beat Agents. Basicamente, se trata de um game musical onde o jogador deve usar a stylus para seguir o ritmo. Então alguém pensou: Este jogo não ficaria legal se não tivesse a tela sensível ao toque mas um mouse já quebraria o galho. Nasceu então Osu!, clone gratuito do game para pc. 

A jogabilidade é o mais simples possível, alguns números vão aparecendo na tela e basta voce clicar neles na ordem. Apesar de ainda estar em fase beta, o acabamento do game é muito bom e a jogabilidade funciona bem, embora seja difícil acompanhar algumas músicas devido a velocidade. Enfim, a tela sensível ainda faz falta, mas dá para perder alguns minutos no OSU!.

Para jogar, primeiro pegue o game clicando aqui, depois execute o software e após o update, basta fazer o download das músicas e jogar na pasta song. Lembrando que para baixar as músicas você precisa se cadastrar no fórum.

 [via Joystiq]

emGames

Um dia de fúria

Por em 19 de outubro de 2007 - 20 Comentários

O que você faz quando pede um serviço e a prestadora não o instala corretamente? Quebra o micro da loja da prestadora de serviços!

É… também não acho que seja a melhor solução… mas para uma senhora de 75 anos, chamada Mona Shaw, foi a mais prática… e efetiva. Ela adquiriu um pacote de serviços que incluia Internet, telefone e TV a cabo. Primeiro, ninguém chegou no prazo indicado; depois os instaladores apareceram, mas fizeram serviço de porco (sem alusão a palmeirenses). Na semana seguinte cortaram o serviço inteiro.

Aí a velhinha não aguentou, foi com o marido até a loja da Comcast (prestadora de serviços). Foram deixados em um banco do lado de fora da loja, no sol, esperando o gerente chegar. Passadas 2 horas, um funcionário disse que o gerente já havia ido embora e desejou bom dia para os velhinhos.

Uma semana se passou, a senhora Shaw ficou indignada, e, num acesso de fúria, pegou seu martelo e disse ao marido: "Querido, vamos à Comcast". Ao chegar lá, deu uma bela martelada no teclado da atendente. Não satisfeita, usou o monitor como alvo e, depois, se contentou em espalhar os pedaços do telefone.

Nossa amiga e heroína anciã foi presa no local, mas só foi levada depois do atendimento médico pela pressão alta (também pudera). "Os caras da Comcast são idiotas com retardo mental" foi o que ela disse sobre o pessoal da empresa.

Resultado? Uma bela multa de US$345 e a impossibilidade de se aproximar da loja por um ano… mas o serviço foi instalado corretamente depois da cena.

[via WashingtonPost]

emMiscelâneas

Eee PC: OLPC killer?

Por em 19 de outubro de 2007 - 30 Comentários

Dia 16 a Asus lançou oficialmente o seu UMPC ( Ultra Mobile PC ). O EeePC ( Easy to use, Easy to work, Easy to play ) é um Celeron M 900MHz, 256MB a 1GB de RAM DDR2, 2GB a 8GB de SSD ( Solid State Drive ), display de 7 polegadas ( 800×600 ), Ethernet, WiFi, alto-falantes, microfone, três portas USB e a bateria que dura de 2,8 a 3,5 horas, dependendo do modelo. Além disso, é um peso-pena: menos de 1kg! Claro que não há drives de CD ou DVD mas uma webcam não faria mal…está disponível nos dois modelos topo-de-linha.

O sistema operacional que vem pré-instalado, por enquanto, é o Linux ( Xandros ) mas a propaganda diz que é compatível com o Windows XP e dizem por aí que uma versão com este S.O. estará disponível antes do final do ano ( leia-se: Natal ).

701f

Colocado à venda em Taipei, todas as 98 unidades se esgotaram em minutos, o que pode indicar uma tendência. As informações falam do modelo mais básico ( 256MB de RAM e 2GB de SSD ) com preço oficial de US$ 299,00, enquanto o topo de linha ( 1GB de RAM e 8GB de SSD ) deve sair por US$ 399,00.

A interface parece ser muito limpa e agradável, com um tempo de resposta bem satisfatório, considerando o preço.

Se for mesmo verdade que o OLPC será produzido em lotes de, no máximo, 120 mil unidades por ano, talvez os governos olhem o Eee PC como alternativa…

emAndroid e Linux Computação móvel Hardware