Digital Drops Blog de Brinquedo

TVA usa Windows XP e AVG – E com foto para provar

Por em 22 de fevereiro de 2007

Essa foi engraçada. Estava “zapeando” dia desses os canais da TVA quando do nada um deles saiu do ar. No lugar, o que aparece?

Windows XP com AVG, sendo transmitido pela rede. Nada contra, é claro. É apenas interessante notar que eles resolveram fazer um “screencast” do processo.

emMiscelâneas

Novos chips AMD

Por em 21 de fevereiro de 2007

[img_assist|nid=10218|title=|desc=|link=none|align=right|width=400|height=381] A AMD anunciou novos processadores. Seria empolgante, se houvesse algo realmente novo em algum deles… a maior novidade, fica por conta dos Athlon 64 3500+ e 3800+, fabricados com a tecnologia de 65nm e consumindo 45W.

O carro-chefe entre os lançamentos foi o Athlon 64 X2 6000+, rodando a 3 GHz e ainda fabricado no processo de 90nm.

A título de comparação, vejam os preços dos processadores AMD e os dos concorrentes da INTEL:

AMD Athlon 64 X2 6000+ 3.0GHz $459
AMD Athlon 64 X2 5600+ 2.8GHz $326
AMD Athlon 64 X2 5400+ 2.8GHz $267

Intel Core 2 Extreme X6800 2.93GHz $999
Intel Core 2 Duo E6700 2.66GHz $530
Intel Core 2 Duo E6600 2.40GHz $316
Intel Core 2 Duo E6400 2.13GHz $224

Segundo os testes da Extremetech, o X2 6000+ ainda é mais lento que Core2 Duo E6700, de forma que a AMD parece ter feito a opção certa de preço. Enquanto a nova arquitetura não chega, essa pode não ser a opção mais rentável, mas é a única que resta.

[via Extremetech e Anandtech]

emHardware Indústria

Ajude a melhorar o Meio Bit. Ganhe um link. Ou um pendrive.

Por em 21 de fevereiro de 2007

Acabou o Carnaval. Nós do Meio Bit continuamos trabalhando para melhorar o site. Nada mais justo do que pedir ajuda aos nossos leitores.

A idéia é a segunte: escreva uma resenha em seu blog com sugestões para melhorar o Meio Bit, e iremos colocar um link para cada blog que ajudou neste post. Lembre-se, um link no Meio Bit pode trazer muitas visitas e tornar seu blog conhecido.

Algumas regras para deixar tudo claro:
- Assim que o post for criado, envie um e-mail para garantir que nós fiquemos cientes, usando o formulário de contato.
- O post deve conter um link para a homepage do Meio Bit e para este post.
- A cada 10 posts que recebermos, o melhor receberá um pendrive de 512 Mb (avisarei quando não houver mais pendrives disponíveis)
- Blogs de conteúdo inapropriado não são aceitos.
- Somente um link por blog.

emAnúncios

Mais uma com o suporte da Apple no Brasil

Por em 21 de fevereiro de 2007

Já tive 2 encontros com o suporte da Apple, um nos EUA e um no Brasil. Não satisfeito com o atendimento dado pela Pixel em Curitiba, onde fui informado que “a fonte não existe no Brasil, vai demorar pelo menos 30 dias para importar”, fui a Blumenau visitar minha família e resolvi entrar em contato com a Queen, uma outra revenda e assistência técnica autorizada. Fui atendido pelo Marcos, que prontamente recebeu minha fonte queimada, checou no estoque na matriz e disse que estaria com a fonte em mãos em poucos dias. Isso foi na segunda-feira, dia 12/02. Hoje (em pleno feriado de Carnaval) recebo um email do Marcos dizendo que recebeu a fonte e está disponível imediatamente, sem custo.

Moral da história: existe uma variação grande na qualidade do suporte, para o que for. Uma revenda que preste assistência sofrível passa uma imagem muito ruim de toda uma marca.

emApple e Mac

Estudante perde trabalho acadêmico e pode ganhar mais de 10 mil

Por em 21 de fevereiro de 2007

No começo deste mês, uma estudante gaúcha entrou na justiça pois o computador estragou enquanto revisava um trabalho, resultando na reprovação naquela matéria. Resumindo a história: ela revisava o trabalho que faria passar na matéria e o computador apagou, foi levado a assistência, que constatou um erro no HD e não poderia recuperar os dados. Ela entrou na justiça alegando que o computador estava na garantia e ganhou. Foram quase 2 mil reais pelo custo da matéria reprovada, mais danos morais de mais de 8 mil reais.

Claro que a esta decisão cabe recurso e pode ser que o juiz perceba que os coitados da assistência de nada têm culpa se o HD queimou. Simplesmente, como qualquer aparelho eletrônico existe a possibilidade de falhas, inclusive dentro da garantia. Acho que esqueceram de avisar o juiz do caso deste pequeno detalhe.

PS. Tomara que o professor não tenha caido na risada quando disse que tinha quebrado o computador, senão já levaria um processo também :)

Fonte: Última Instância

emMiscelâneas

Celulares, operadoras, autorizadas e o jogo de empurra

Por em 21 de fevereiro de 2007

scream homer.jpgVejam o relato de Giovanni, um Pobre Consumidor™:

Meu celular Samsung SGH-D820 estragou sob garantia. Foi para assistência em 26/12/06. Até hoje, 12/2/07, não tenho posição. Tentei com a Samsung e não tenho resposta. Fui na loja Tim-Sul Blumenau, onde comprei aparelho, recusaram-se a trocá-lo por não ter voltado da assistência ainda e porque a placa original foi trocada pela assistência. Sem aparelho e pela confiança abalada, hoje adquiri outro aparelho e outra linha em outra operadora. Também hoje, quando fui cancelar a linha da Tim fui informado que teria de pagar R$ 200,00 de multa. Recusam-se em me dar novo aparelho ou reembolsar o valor e ainda querem multa para cancelar a linha. Sinto-me extremamente lesado como consumidor.

Isso é muito comum.

Nós, consumidores, temos uma imagem idealizada do que seria uma rede de assistência técnica, com bases de dados unificadas, co-responsabilidade e uma filosofia de atendimento única.

Não é assim que a banda toca. Como o Leo descobriu da pior forma, mesmo empresas como a Apple são sujeitas à “realidade” brasileira. Uma autorizada nada mais é do que um sujeito que se dignaa encaminhar seus produtos, e consertar quando é algo muito, muito simples. Se for algo completo, como trocar a fonte de um notebook, vão te dar um prazo de 30 dias.

Nos celulares temos a impressão de que são zilhões de lojas, bilhões de autorizadas e uma oficina para cada 2 aparelhos. É essa a impressão que passam. Na prática, você só resolve algo realmente por telefone ou nas 3 lojas “reais” que cada operadora tem em cidades do tamanho de SP ou maiores. São indistinguíveis das revendas, que nada mais são do que pontos de atravessamento, cuja responsabilidade acaba na hora que te entregam a batata quente o celular.

Algumas oficinas oferecem um celular substituto, mas é critério da própria loja.

No caso do Giovanni, a regra é clara. No Artigo XVIII do Código de Defesa do Consumidor, é dito com todas as letras: Dano não sanado em 30 dias implica em troca do aparelho por um novo, abatimento na compra de outro ou restituição do valor pago, com correção monetária. Caso claro para abrir uma queixa no PROCON. Giovanni, não se aporrinhe, processe. O consumidor nos EUA não é respeitado porque os comerciantes são bonzinhos, é respeitado porque é temido.


emCelular

Thermaltake Tide Water Review: upgrade de refrigeração na placa de vídeo com água

Por em 21 de fevereiro de 2007

A placa de vídeo ATI (agora AMD) Radeon 1950 XTX é quente. Ligado o computador, sem ela fazer nada de especial, como exibir a saída de vídeo, ela opera entre 58 e 62 graus, dependendo da temperatura ambiente.

Quando um jogo 3D é ligado, ela opera entre 80 e 85 graus. Placas de vídeo são criadas para tolerar mais o calor do que CPUs, podendo chegar com segurança até 100 graus Celsius.

O problema é que eu não considero isso seguro, mesmo com a palavra do fabricante dizendo o contrário. O motivo é que operar em temperaturas mais baixas preserva o equipamento e aumenta sua longevidade.


O primeiro passo foi desmontar a placa de vídeo e remover a solução atual, que consiste em um enorme dissipador de cobre com um heatpipe saindo do centro de contato com a GPU. Acredite quando eu digo: é possível fritar um ovo. Tenho um dedo queimado para provar isso (eu sei… burro e louco).

O modelo escolhido foi o Thermaltake Tide Water:

1. Sistema fechado, ou seja, ele contém o próprio reservatório, sem tubos entrando e saíndo do gabinete.
2. 10 mil horas para repor o fluido, mas farei uma verificação anual.
3. Vida útil de 40 mil horas, 4 anos e meio, initerruptos.
4. US$ 60,00 na Newegg.
5. Compatível com modelos da nVidia e ATI. Recomendo ler o website do fabricante.
6. É um radiador de carro em miniatura.

A primeira fase foi remover o bloco atual. O que chamou a atenção foi a enorme quantidade de pasta e o peso.

Detalhe do cobre polido, que fica em contato com a GPU.

A GPU no centro. Os dissipadores de cobre em torno dela são para a memória.

Toda vez que leio algum manual sobre como aplicar a pasta térmica, vem o aviso: uma fina camada. A ATI, pelo jeito, acha que não e usou uma quantidade enorme. Foram 20 minutos limpando.

O chip R580 (apesar de ser um 580+, por trabalhar com DDR4), totalmente limpo e pronto para receber uma outra aplicação de pasta térmica.

Eu não consegui encontrar Artic Silver 5 e acabei usando a Coolermaster Nanofusion mesmo. A instalação foi relativamente simples, mas não é algo trivial e deve ser feito por alguém acostumado a montar o próprio equipamento ou um profissional.

A performance, depois da instalação, foi muito satisfatória. A redução de temperatura foi entre 10 e 15 graus e agora, durante um jogo, varia entre 65 e 70 graus, com temperatura ambiente em 32 graus. Quando o refrigerador de ar é ligado, ela varia entre 61 e 67 graus.

A temperatura usando o Windows e escrevendo esse post, confira na imagem abaixo:

Conclusão

Prós:
1. Redução da temperatura em no mínimo 10 graus Celsius.
2. O fluido pode ser encontrado em qualquer posto de gasolina no Brasil, mas ele já vem com o suficiente para 10 mil horas de uso.
3. Garante a longevidade do seu equipamento.
4. Custo/benefício excelente.
5. Possui dissipadores para as memórias também.
6. Reduz a temperatura interna do gabinete, favorecendo o processador e chipset da placa-mãe.
7. Ajuste de velocidade do ventilador é simples: normal (1800 rpm) e alto (3000 rpm)

Contras
1. É enorme e ocupa 2 slots PCI. Tenha certeza que você terá espaço no gabinete, caso opte em adquirir um.
2. Instalação não é trivial como colocar um CD-ROM.
3. A pasta térmica que vem com o produto é de segunda categoria.
4. Custo/benefício do produto comprado em algumas lojas no Brasil é péssimo e inviável. Foi necessário recorrer ao amigo-que-mora-no-exterior.
5. Os dissipadores de calor para memória disponíveis são de alumínio, o que reduz seu poder de dissipação. Se os originais da placa são de cobre, não os remova.
6. Em caso de vazamento, pode causar um curto no PC.
7. O ventilador poderia ter um controle inteligente, ligado diretamente na placa de vídeo ou na placa-mãe, podendo variar sua velocidade de rotação de acordo com as necessidades, como o ventilador original de fábrica.

Update – Tide Water Instalado

Repare no detalhe, o indicador do nível de fluido e a válvula por onde ele pode ser “reabastecido”.

Detalhe da instalação do bloco de cobre. Ao invés de fazer a instalação no ângulo padrão, como no manual, ele foi girado 90 graus. O motivo é que os dissipadores de cobre são muito altos na parte superior da placa de vídeo. Os tubos não podem ser dobrados.

Visão geral da instalação.

Visão afastada da instalação. Repare que o Tide Water é praticamente do tamanho da placa-mãe.

emHardware Periféricos