Digital Drops Blog de Brinquedo

Escreve que eu te leio!

Por em 6 de maio de 2007

Esta semana, estamos inaugurando uma nova “sessão” no Meio Bit. Todo sábado tentaremos responder às dúvidas que vocês nos enviarem através do formulário de contato. Claro, nada de consultorias técnicas gratuitas, mas uma ajuda sempre cai bem, não é mesmo? Mesmo que eu não tenha a mesma graça da Mango Parfait

Vamos lá. Menos papo e mais ação…

Notebooks

Julio Canaris: “Sou corretor de imóveis e preciso comprar um notebook para o trabalho: um banco de dados dos imóveis com fotos, email, navegação em sites que fornecem imagens via satélite para localização do imóvel. É isso.

Bom, Julio, suas necessidades são muito simples, mesmo. Como é um laptop exclusivo para o trabalho, nada de placas aceleradoras 3D ou HDs de 7200 rpm. Um sistema básico, com 512MB de RAM, processador de 1.5GHz ou maior e uma tela de, no mínimo, 15 polegadas, deve dar conta do recado. Aliás, a tela deve ser a maior preocupação, já que você vai mostrar fotos de imóveis a clientes.

No quesito “Sistema Operacional”, um Windows XP Home Edition está de ótimo tamanho.

Vejamos as opções: a Mirax ( Techsul ) tem uma opção que deve te servir. Uso há cinco meses e, tirando uma descoloração do botão do mouse, achei um bom produto.

A Dell oferece um Latitude com processador AMD Sempron de 1.8GHz, XP Home Edition em português, tela de 15.4 polegadas, 512MB de RAM, 40GB de HD, gravador de CD e leitor de DVD ( Combo ) e rede WiFi por R$ 2.121,93.

A HP tem o modelo dv6120BR, com configuração similar, mas um HD maior: 60GB, por R$ 2.599,00.

Lembre-se: se for se aventurar pelo mercado da Santa Efigênia, por exemplo, sempre verifique se há algum problema na tela ( os famosos dead pixels ) e leve o equipamento que testar. Nada de deixar para pegar depois, ou você pode levar gato por lebre.

Webcam XPC

Marcio Marcus: “Marcellos venho por meio desta pedir encarecidamente que me ajudes em minha empreitada.Possuo uma Web Cam XPC,que no qual fiquei impossibilitado de usa-la pois o cd de instalação se perdeu fato esse que só me dei conta quando precisei formatar o pc.Já é sabido e atenciosamente lido o seu parecer sobre o link onde continha o Driver,uma vez lá em uma das opções que vc repassou,percebi que já tinha expirado e fui testar aquela outra opção.Ele carregou e pediu pra salvar um Arquivo de nome TECO,fiz o procedimento normal,mas quando fui descompactar o arquivo,me dava uma mensagem de arquivo corrompido.”

Marcio: o driver continua no mesmo link e já testei em três máquinas diferentes. Resultado: em todas o download correu normalmente e o arquivo não veio corrompido. Tente baixar em outra máquina que deve funcionar. Aliás, ninguém acerta meu nome!

É isso aí, pessoal. Até sábado que vem.

emHardware Indústria Miscelâneas

Resultados da pesquisa OpenSUSE: Só dá cueca

Por em 5 de maio de 2007

Sério. 98% dos usuários são homens, só 2% são mulheres, mesmo assim muito provavelmente cantoras de MPB ou jogadoras de futebol.

Mas não foi só esse o resultado. A pesquisa traz muitos outros dados interessantes. Dos mais de 27000 consultados, somente 31% trabalham na área de TI, e 25% são estudantes.

35,7% dos usuários se definiu como experiente, mas sem conhecimentos técnicos, embora façam instalações e atualizações por conta própria. Palmas pra facilidade de uso do OpenSUSE.

Que entretanto não ficou muito bem na fita, pois dos consultados somente 50,9% disseram usá-lo como seu principal sistema operacional. Levando-se em conta que foi uma pesquisa do OpenSUSE, no site do mesmo, esperava-se uma proporção maior. Até a concorrência ficou com 5%, quando em teoria deveria dar traço no IBOPE ;)

O Windows, para falar na concorrência de verdade, aparece como dual-boot em 69,5% dos casos.

Na parte de ambientes gráficos, o KDE ganha disparado. 71,8% contra 22,4% do Gnome. Os luditas que ainda vivem em 1978 aparecem também, são os 1,9% que usam o console como interface.

Mantendo a Regra do 1%, 84.7% dos entrevistados não estão envolvidos com o projeto OpenSUSE. Dos que estão envolvidos, menos de 3% atuam em programação, mas 7,5% participam de listas de discussão por email e IRC. Talk is cheap, como dizem os gringos.

Parte ruim: Só 2,7% usam o OpenSUSE em ambiente comercial.

Parte estranha: 38,7% usam em jogos. Não sabia que o TuxRacer tinha tantos fãs. ;)

Parte perigosa:  42% marcaram o suporte do OpenSUSE como mediano. Levando-se em conta que essas pesquisas são preenchidas com MUITA boa vontade por parte dos usuários, esse numero indica um problema sério. Ainda mais com o suporte sendo “o” produto que a Novell vende.

Os resultados completos da pesquisa podem ser achados aqui (PDF).

Via Slashdot

emLinux

IBM: 150.000 demissões em vista

Por em 5 de maio de 2007

Rumores quase incontestáveis apontam para uma demissão em massa entre os funcionários da IBM ligados ao IBM Global Services, o principal braço da área de Serviços da Empresa.

Incrivelmente os motivos são os mesmos que levaram tantas outras empresas à falência: Ganância e falta de visão a longo prazo; aparentemente na gana de ganhar concorrências e contratos a todo custo, a IBM fez um monte de propostas a preços irreais, saindo no zero-a-zero ou mesmo no prejuízo. (parece até meus finais de semana)

Acabaram com uma estrutura inchada, para atender essas toneladas de clientes que rendem pouco ou nada, e se transformaram em uma ONG, o que não é bom para os acionistas.

Para reduzir os custos, a idéia é terceirizar esses empregos para paises como Índia e China (Patropi nada. Viva o Custo Brasil!) e recontratar parte dos demitidos como consultores externos, ganhando 75% do salário original, sem benefícios. Legal a IBM, hein?

O pior é que 150.000 profissionais de TI na rua (literalmente) é algo que vai afetar profunda e negativamente o mercado, jogando pro chão a media dos salários.

Fonte: PBS, Slashdot

emIndústria

OLPC esclarece: Nada de Windows no Laptop de US$175,00

Por em 5 de maio de 2007

Ao contrário do que foi noticiado no mundo inteiro, o OLPC, o Laptop de $100,00 $175,00 não rodará Windows, ao menos pelo que depender dos responsáveis pelo projeto.

A notícia é boa, pois a última coisa que um projeto precisa, em seu começo, é dispersar sua base de usuários com variações e opções desnecessárias. Um bom exemplo é a Apple. Imagine se no começo dos Macs eles surgissem com opção para rodar Linux, Windows, MacOS, Solaris, PalmOS, etc. Não haveria uma consistência entre aplicações, os desenvolvedores teriam que produzir uma dúzia de versões diferentes de cada programa, e a estabilidade da plataforma, que sempre foi seu maior ponto de venda entre os iniciados seria perdida.

Fonte: Ars Technica

emIndústria Open-Source

Beyond Good & Evil

Por em 4 de maio de 2007

De vez em quando surgem games que deveriam ter sido melhor aproveitados pelos jogadores, Beyond Good & Evil é um deles. Eis aqui minha opnião sobre um dos melhores jogos já produzidos.

 

Rebele-se

Em Beyond Good & Evil você será Jade, uma adolescente que perdeu os pais na guerra contra os Domz e agora possui um abrigo para órfãos da guerra. Ela tem a companhia de Pei’J, um mecânico que conheceu os pais de Jade e se tornou uma espécie de tutor da moça.

Ela trabalha como repórter freelancer para o jornal Hyllian News e após algumas fotos suas publicadas, ela é convidada a participar da IRIS, um grupo que visa mostrar a verdade por trás dos responsáveis pela segurança de Hillyan, os Alpha Section.
O planeta de Hillyan é formado em sua maioria por água e para se locomover entre as ilhas, Jade e Pei’J possuem um hovercraft, um tipo de barco capaz de andar tanto na terra como na água. Um dos objetivos principais do jogo é recolher pérolas, as quais serão trocadas por peças que melhorarão o hovercraft da dupla.

O game é ambientado em um mundo onde várias espécies coexistem com os humanos, na verdade eles são meio humanos, meio animais. Pei’J, por exemplo, é uma espécie de Porco Sapiens. É como se o game possuísse sua versão da mitologia de Dungeons & Dragons.

Pegue sua máquina e fotografe

Uma idéia dos produtores do game foi aproveitar a máquina fotográfica de Jade para inserir um sistema de busca no jogo. Você terá que fotografar todos os animais que encontrar. A cada foto tirada, você gastará uma pose no filme e quando completá-lo, você receberá uma pérola, além de dinheiro.

Descrevendo, não chega a ser nada muito interessante, mas acredite em mim. Após um tempo isso será uma obsessão. Cada animal que encontrar você irá querer tirar sua foto e o sentimento de satisfação de encontrar algumas espécies raras é fantástico.

Alguns seres possuem histórias por trás, como um monstro que só havia sido descrito em contos de pescador, ou outro que havia sido dado como extinto, sem falar que todos os animais possuem um nome científico e que alguns só aparecem em determinadas horas do dia.

Não é GTA, mas…

Os produtores de BG&E realmente tiveram o cuidado de não esquecer nenhum detalhe e você perceberá isso ao andar por Hillyan. Você verá navios cargueiros, pessoas andando pela cidade, acidentes de trânsito, os quais bombeiros aparecem para apagar o incêndio. Você verá, por exemplo, que após cumprir uma missão, algumas pessoas farão protestos na rua contra as ações dos DOMZ, graças às fotografias tiradas por você. Enfim, Hillyan estará em constante mudança. São pequenos detalhes, mas que servem para nos inserir completamente no jogo.

Salve a princesa. Ops!

A jogabilidade de BG&E é muito boa, sendo que a combinação teclado+mouse funciona de forma perfeita embora a câmera atrapalhe de vez em quando, mas nada que chegue a incomodar muito. Vale mencionar que o jogo parece ter tido a série Zelda como inspiração, principalmente Ocarina of Time. O game não é chega a ser uma cópia do clássico de Shigeru Myamoto, mas é inegável que muito de sua jogabilidade bebeu da fonte da saga de Link. A heroína pula sozinha em certas partes do cenário, possui uma arma de curto alcance e outra de longo, a mira fica travada no inimigo mais próximo, você recolherá corações para aumentar sua energia, poderá comprar itens. Enfim, o que podia ser alvo de crítica, foi aproveitado com maestria, pois o game possui brilho próprio e não pode ser chamado de clone.

Tecnicamente quase perfeito.

A parte técnica de Beyond Good & Evil também merece destaque. Apesar de o game ser antigo, ainda hoje seus gráficos brilham, principalmente pela belíssima direção de arte. Desde os cenários até os personagens, tudo em BG&E está muito bonito. Você passará por locais variados, o tempo passa no game e você ficará encantando com o por do Sol em Hillyan e saberá reconhecer imediatamente um animal o qual ainda não havia encontrado.

A parte sonora é outro setor que merece destaque. Ao andar pelas cidades você ouvirá programas nas rádios, músicas, várias delas cantadas e todos os personagens tiveram boa parte de suas falas dubladas. Posso dizer que a trilha sonora do game é uma das melhores que já ouvi. E o destaque sem dúvida é o tema do jogo.

Veredicto

Beyond Good & Evil é com certeza um dos melhores games já criados. É realmente uma pena uma produção como esta ter sido jogada por pouquíssimas pessoas, mesmo tendo versões para Xbox, PS2, PC e Game Cube. Este é mais um caso de jogo que deveria ser obrigatório para qualquer pessoa, mas foi menosprezado pelos gamers. É seguro afirmar que BG&E vale cada centavo gasto e principalmente, cada segundo dedicado ao game.

Prós:

- Mundo rico em detalhes e espécies;

- Personagens super carismáticos;

- Tecnicamente impecável;

- Passar o jogo todo procurando por animais raros;

- A música tema é muito legal;

- Os rinocerontes rastafari do Mammago;

- História interessantíssima, prendendo até o último segundo.

Contras:

- De vez em quando a câmera atrapalha um pouco;

- Saber que dificilmente jogaremos uma continuação, já que o game vendeu pouco;

 

  

emGames

Microsoft quer a Yahoo!

Por em 4 de maio de 2007

A notícia do dia – rumor na verdade – é que a Microsoft quer comprar a Yahoo!.
Toda história começou com uma
matéria
do New York Post
e já se espalhou pela web, tão rápido quanto o
último
grande meme
. Segundo as fontes do jornal, o valor da negociação poderia
chegar a 50 bilhões de dólares, ou
30
YouTubes
pra ficar mais fácil de entender.

O motivo desta necessidade urgente do pessoal de Redmond seria o rápido
crescimento da Google, que está dominando a internet e jogando a era do
desktop, da qual a Microsoft era o Rei, no lixo. Outro dia, em um dos lances
desta batalha, a Google venceu a Microsoft no leilão para a
compra
da DoubleClick
.

Se este acordo realmente vingar, só espero que a Microsoft não renomeie os
ótimos serviços da Yahoo! da forma como dá nome aos seus produtos. Tentem
imaginar: Microsoft
Delicious Live for Windows
Explorer Mobile SE.

[via
Fortune]

emIndústria

Depois do COB é a vez do exército americano

Por em 4 de maio de 2007

Não é só o COB e os países comunistas que estão proibindo os blogs.

O exército americano, uma das maiores forças no país que se diz berço da liberdade de expressão acaba de fazer o mesmo.

Ao pé da letra, eles não proibiram, mas para que um militar americano possa publicar qualquer texto em um site ou blog, deve pedir autorização ao seu superior imediato.

Seguindo o padrão de funcionamento do exército, este superior, deve ter que pedir autorização para o superior dele e assim por diante até chegar em alguém que possa, realmente, autorizar.

Na prática os soldados estão proibidos de blogar, ou alguém acha que o soldado vai se dar a esse trabalho todo ou que o superior sequer lerá os textos?

Assim como a justificativa do COB, a do exército americano é tão absurda quanto, pois afirmam que a medida foi tomada para evitar que dados estratégicos fossem passados para os inimigos (que não são poucos).

Houveram alguns casos de divulgação de fotos que não deveriam ser divulgadas, mas afirmar que todos farão isso, só me lembra uma palavra: Censura.

Via TNow

emBlog