Digital Drops Blog de Brinquedo

Mactardado esmaga Macbook em protesto

Por em 22 de junho de 2007

A história: O sujeito tinha um Macbook. Um dia o bicho parou de funcionar. Levou para a assistência. A Apple disse que não cobria pois havia sido derramado algum líquido dentro do computador.

Ficou o disse-me-disse. No final o sujeito entra em modo revolt e faz o vídeo acima, onde conta rapidamente a história e destrói o Macbook com uma marreta.

Pensou eu:

1 – Será que ele investigou realmente o que aconteceu com o Macbook? Será que algum colega de quarto / mãe / cunhado não derramou nada, limpou correndo e deixou no mesmo lugar? Alegações assim são simples de demonstrar, do ponto de vista técnico. Não acho que a Apple precise desse tipo de artimanha para ganhar dinheiro.

2 – Ele acha que vale mesmo à pena destruir a máquina, ficando com prejuízo total? Só a tela de cristal líquido vale uns $400 no mercado de peças usadas, sem falar no HD, processador, etc.

3 – Qual o motivo de fazer o filme em preto-e-branco?

Achado no Fake Steve Jobs

emApple e Mac

Camisetas sobre games

Por em 22 de junho de 2007

Quem tem vontade de usar camisetas sobre games no Brasil sabe da dificuldade de encontrar produtos de qualidade e mais uma vez umas boa saída pode ser a importação.

Algumas lojas americanas enviam para o Brasil, uma deles é a Penny Arcade Store, lá você não encontrará muita variedade, mas alguns modelos são muito legais, como o Viva Miyamoto ou a que simula um menu de RPG.

Outra loja virtual que também envia suas camisetas para o nosso país é Tee my Spot. Aqui as opções já são mais amplas e você encontra algumas homenagens ao Pac-man e até o famoso modelo verde que o Miyamoto usa em algumas apresentações. Se estiver disposto a gastar dinheiro, este site pode ser um verdadeiro paraíso.

Agora, se você acha todo este papo coisa de nerd, compre esta camiseta e seja feliz!

emGames

O bug mais irritante do Windows Vista

Por em 22 de junho de 2007

meiobit-bugvista.jpg

Existe aquela velha frase, “it’s not a but, it’s a feature”, que até se justifica, em alguns casos. Por exemplo: No Windows Vista em português a pasta Program Files existe, embora totalmente invisível. Com isso programas burros demais para perguntar ao sistema qual a pasta-padrão de instalação, programas que FORCEM uma gravação dentro da Program Files vão achá-la. Programas mais inteligentes usarão a “Arquivos de Programas”, que na verdade é um link disfarçado para a Program Files. ISSO é uma feature que parece um bug.

Já um bug que É um bug e dos mais chatos é o Windows Media Player. Desde o RC2 venho notado um comportamento muito ruim: Ele às vezes é comandado para se desligar, mas não o faz. Quer dizer; sai da tela, a janela some, não há ícones, mas ele está lá. No fundo. Comendo memória E processamento. Pior ainda: Imagine a cena: Você está assistindo um vídeo educativo sobre o idioma inglês; já aprendeu “oh yeah”, “more”, “deeper” e está até aprofundando sua educação religiosa, com tantos “oh God!”. Sua namorada/mãe/avó/senhoria testemunha de jeová, carola, conservadora e traumatizada desde que entrou no cinema para ver Último Tango em Paris achando que era um musical adentra ao recinto.

Você clica rapidamente no X, a janela se fecha. Morreu o Media Player? Não, ele fica lá, no fundo, mas o áudio continua.

E agora, Bial? (Ou melhor, Bill)


emÁudio Vídeo Fotografia Software

Padrões são ótimos, por isso temos tantos

Por em 22 de junho de 2007

Da Folha de S. Paulo: “Brasil pode ter dois padrões para o rádio digital

“O ministro das Comunicações, Hélio Costa, disse hoje que o país poderá adotar dois padrões: o norte-americano, reivindicado pelas emissoras de rádio, e o europeu, que permite melhor transmissão em ondas curtas. A idéia é usar esta última tecnologia para transmitir rádios educativas e públicas.”

Ou seja: Ele ENTERROU as rádios educativas e públicas. Primeiro, os consumidores terão que comprar DOIS aparelhos ou um aparelho híbrido, mais caro. Segundo, as rádios educativas e públicas já começarão em franca desvantagem, pois um terão o DOBRO de despesa, se quiserem atingir os dois públicos.

Ainda na reportagem da Folha, o ministro admite que a transmissão em ondas curtas está “praticamente abandonada”. Então, Sr Ministro, deixe-a morrer, vai. Não force as boas rádios educativas a investir em algo que ninguém vai ouvir, anyway.

Fonte: Folha

emIndústria

Microsoft surpreendendo de novo

Por em 21 de junho de 2007

A Microsoft está apostando alto e vai lançar um notebook com tecnologia multi-touch, a mesma usada no Surface. Agora só falta arranjar alguém mais carismático que o Ballmer – de preferência com um Campo de Distorção da Realidade bem desenvolvido – para fazer keynotes de lançamento tão boas quanto as da Apple.

Fonte: Gizmodo

emIndústria

Microsoft disponibilizando Ubuntu para download?

Por em 21 de junho de 2007

meiobit-marketplace.jpg

Pois é. O Microsoft Marketplace, loja online (entre outras coisas) da Microsoft (obviamente) concentra produtos de milhares de distribuidores, oferecendo um recurso muito interessante, o Digital Locker, que guarda todos os softwares que você comprou. É excelente para novas instalações, por exemplo.

Curiosamente o Marketplace está oferecendo um download que não seria esperado em um site ligado à Microsoft: O Ubuntu.

Isso mesmo. Escondido em downloads/ utility downloads/ system downloads/ drivers downloads/ bios and system update downloads temos… Ubuntu Desktop. E o link é quente, vai direto para o ISO.

Será ecumenismo ou algum engraçadinho conseguiu um acesso de vendedor e cadastrou o Ubuntu só por farra?

Achado no Digg

emAndroid e Linux

Sony Vaio, 11″, 1GB por R$1899,90?

Por em 21 de junho de 2007

meiobit-sonyvaio.jpg

Pois é, meninos e meninas. Folheando o encarte desta semana da Casa e Vídeo, dei de cara com essa belezinha. Com leitor biométrico de digitais e tudo. Da última vez que vi esse bichinho em um Shopping aqui do Rio, estava custando R$11.000 mas como não aceitaram receber metade em tíquete-refeição, tive que conter meus impulsos.

Alguém fez alguma besteira. Minha aposta é alguém na editoração, que deve ter achado absurdo um notebook custar R$10 mil, e imaginou que um zero a mais tenha entrado no preço. Bem, se alguém quiser arriscar, eu acho que a briga é boa. R$1899,90 é um preço bom mas não irreal para um notebook, e não se enquadra no caso de “preço absurdo e obviamente errado”, como carros a R$1,00 como já aconteceu antes.

Quem pesquisar no site da loja, verá que o preço lá está a R$10990,00 mas não digam que eu falei isso ;)

emHardware