Digital Drops Blog de Brinquedo

Podcast Meiobit / Blogbits #7 – Spam, Anúncios na Web, Feedburner, Acessibilidade e mais

Por em 18 de maio de 2006

Os participantes deste podcast foram: Diego Eis, Bruno Torres, Leo Faoro.

Este podcast foi muito diversificado. Não falamos exclusivamente sobre uma coisa só. Falamos sobre Spams. O que você faz com spams que recebe? Simplesmente joga fora? O Diego liga para o spammer! :-D
Falamos sobre o Feedburner que agora incluiu em sua ferramenta a possibilidade de colocar anúncios nos feeds. E tocando neste assunto, falamos sobre colocar ou não colocar anúncios nos blogs…

Demos nossa opinião sobre os lançamentos do Google: Google Trends e Google Notebook.
Falamos também sobre acessibilidade, e comportamento de pessoas com algum tipo de limitação perante a internet. Assunto muito interessante, que ficou pro próximo podcast.
E muito mais!

Tamanho: ~15Mb
Duração: ~1h
Formato: Mp3
Arquivo: Blogbits Podcast #7

Aconselhamos que você cadastre nosso Feed em seu agregador predileto. Mas se não estiver afim, pode baixar o arquivo direto.

emPodcast

Já somos 90 milhões de assinantes de celular

Por em 18 de maio de 2006

As prestadoras do Serviço Móvel Pessoal (SMP) fecharam o mês de abril com 1.175.468 novas habilitações de celulares, acumulando um total de 90.584.187 acessos em serviço no País, contra os 89.408.187 acumulados até março. Os pré-pagos somam 72.934.857 acessos (ou 80,52% do total) e os pós-pagos, 17.649.330 (19,48%). Dos quatro meses deste ano, somente fevereiro teve adesão ao serviço inferior à registrada em abril.

Esse número deve aumentar com dia das mães significavelmente. :-)
Já que as operadoras fazer muitas promoções e não só as mães usufruem delas.

Embora o acumulado em 12 meses, de maio de 2005 a abril de 2006, comprove um ainda significativo crescimento de 27,96% (ou 19.793.882 novos acessos) na base de assinantes da telefonia móvel, as vendas nominais do quarto mês de 2006 são 45,46% inferiores ao mesmo mês do ano passado, quando se registrou adesão de mais de 2,1 milhão de novos assinantes.De janeiro a abril deste ano, 4.373.651 novos assinantes aderiram à telefonia móvel, número 18,53% inferior aos 5.184.728 de adesões do mesmo quadrimestre do ano passado. Mesmo em queda, o resultado de abril manteve a tendência de crescimento da teledensidade do serviço móvel no País – o índice avançou de 48,14 em março para 48,72 em abril, contra 46,58 em dezembro de 2005.

O indicador (teledensidade), que é utilizado internacionalmente para mostrar o número de telefones em serviço para cada grupo de 100 habitantes, cresceu 4,59% este ano no Brasil e 26,22% em 12 meses. A mais elevada teledensidade no País é do Distrito Federal, com índice de 118,5 – ou 1,18 telefone celular para cada habitante. E, a menor, é a do Maranhão (índice de 19,48 – ou 0,19 telefone celular para cada habitante).

A consolidação dos números mensais da telefonia móvel celular e teledensidade pela Superintendência de Serviços Privados (SPV) está disponível no endereço eletrônico da Anatel na Internet, nos atalhos ”Comunicação Móvel/Móvel Pessoal/Dados do SMC-SMP” e arquivos (em verde, na área central da página).

Estados e regiões

O Rio Grande do Sul permanece com a segunda melhor teledensidade entre as unidades da federação (índice de 64,67), seguido do Rio de Janeiro (64,15) e Mato Grosso do Sul (63,76). Goiás, com densidade de 57,92, continua em acelerado ritmo de expansão no indicador e acaba de superar Santa Catarina (57,26), que está à frente do Mato Grosso (55,81), São Paulo (54,51), Paraná (52,01) e Minas Gerais (48,78).

O Piauí detém a dianteira entre as unidades da federação quando o assunto é crescimento da teledensidade. O Estado registra avanço de 9,67% este ano e 49,12% em 12 meses – apesar de permanecer com a segunda mais baixa densidade nacional (índice de 23,71). O segundo maior crescimento no indicador em 2006 é do Rio Grande do Norte – 9,11%, seguido da Paraíba, (8,9%), Bahia (8,62%), Pernambuco (7,99%), Alagoas (7,93%), Ceará (7,66%) e Tocantins (7,48%).

A manutenção do bom desempenho dos estados do Nordeste mantém a recuperação da densidade na Região, que era de 21,32 em 2004, chegou a 30,52 dezembro de 2005 e agora está 33,02, índice que é ainda o menor entre todas as regiões brasileiras. O crescimento da densidade no Nordeste em 12 meses foi, no entanto, de 41,72%, um recorde entre as cinco regiões.

O Norte detém a segunda menor densidade (índice de 36,1) regional. A Região Sudeste, a mais rica do País, mantém a terceira posição no indicador (índice de 54,58), enquanto a Região Sul tem a segunda melhor densidade (índice de 58,24), atrás apenas do Centro-Oeste, líder no indicador com índice de 69,35.

Operadoras e tecnologias

A prestadora Vivo permanece na liderança entre as prestadoras brasileiras de telefonia móvel, :-(((, com 33,35% do mercado – uma pequena redução em relação aos 33,71% de março. Em abril do ano passado, mês em que a Anatel passou a disponibilizar a participação das prestadoras no mercado, a Vivo detinha 38,82% do mercado.

A TIM mantém a segunda colocação do mercado, com 23,58% (23,53% em março), seguida da Claro, com 22,02% (21,75% em março). A Oi (Telemar) tem 12,65% (12,55% em março); a Telemig/Amazônia Celular, 5,09% (5,18% em março); a BrasilTelecom GSM tem 2,78% (2,75% em março). A CTBC Telecom Celular tem 0,44%, enquanto a Sercomtel Celular continua com 0,09% do mercado.

A tecnologia GSM permanece em expansão e na liderança do mercado, com 50.098.252 acessos (eram 46.009.905 em janeiro), ou 55,31% do total. A tecnologia CDMA tem 24.450.591 acessos (26,99%) e a TDMA, 15.916.485 (17,57%). A Tecnologia analógica AMPS possui apenas 118.859 acessos (0,13% do total).

emCelular

Lei deve ser adaptada à TV digital

Por em 18 de maio de 2006

A legislação brasileira de telecomunicações precisa ser aperfeiçoada para acompanhar os avanços da tecnologia.

Foi o destaque do seminário ”TV Digital: Futuro e Cidadania – obstáculos e desafios para uma nova comunicação”, promovido pela Comissão de Ciência e Tecnologia e de Comunicação e Informática, em parceria com o Conselho de Altos Estudos e Avaliação Tecnológica da Câmara dos Deputados.

A atual legislação falhou na definição de diretrizes e mecanismos para atender às demandas geradas pelas novas tecnologias. As condições de competição e de oportunidades para novos produtores independentes de TV e a obrigatoriedade de compartilhamento de infra-estrutura para a produção precisam ser previstos nas leis.

Novidade. :sAlém disso, a lei também deve garantir a compatibilidade entre os diferentes sistemas de TV, para que os benefícios da TV Digital não fiquem restritos a uma pequena parcela da população. Veremos….

A radiodifusão universal e aberta deve permanecer obrigatória para não permitir que novos serviços de radiodifusão sejam cobrados. O governo federal deveria, segundo Pinheiro, debater as possibilidades de ruptura da nova tecnologia com os oligopólios nas comunicações.

Novo marco

O superintendente de Serviços de Comunicação de Massa da Agência Nacional de Telecomunicações (Anatel), Ara Apkar Minassian, lembrou que, pelo fato de a legislação ter sido definida na década de 60, a implantação da TV Digital exige um novo marco legal para garantir os direitos dos consumidores.

Pela Lei Geral de Telecomunicações (5070/66), cabe à Anatel cuidar dos planos básicos de TV e rádio e levar em conta os aspectos tecnológicos e as inovações do setor. O superintendente informou que a Anatel já regulamentou as faixas que serão usadas pela TV Digital. No primeiro momento, ao lado de cada canal analógico haverá um Digital, mas a agência ainda estuda as possíveis interferências que os canais podem causar entre si.

O consultor nas áreas de telecomunicação e radiodifusão Renato Guerreiro também afirmou que a legislação de radiodifusão no Brasil está ultrapassada: ”A lei precisa ser reformulada para incluir as transformações tecnológicas que já ocorreram nas quatro últimas décadas”. Segundo Guerreiro, é fundamental que haja uma regulamentação para o País suportar a transição para a TV Digital antes de haver uma lei geral que trate da convergência tecnológica.

Padrão brasileiro

Diferentes visões sobre o padrão de TV Digital a ser adotado no Brasil – o japonês, o europeu ou o norte-americano – marcaram os debates desta terça-feira durante o seminário.

O coordenador do Laboratório TeleMídia da Pontifícia Universidade Católica do Rio de Janeiro (PUC-RJ), Luiz Fernando Gomes Soares, foi aplaudido ao afirmar que ”a melhor solução para o Brasil é o padrão brasileiro”. ”O sistema brasileiro não vai reinventar a roda, mas vai aproveitar o que já existe nos outros padrões para codificação de áudio e de vídeo”, completou.

Ele observou que o padrão brasileiro ”leva em conta os outros modelos, sem negligenciar as condições topográficas e sociais ”. E citou algumas aplicações criadas pelos consórcios de pesquisadores brasileiros como inovações para qualquer um dos padrões já existentes.

Além disso, o professor afirmou que uma série de inovações tecnológicas dentro do terminal de acesso foram realizadas levando em conta as peculiaridades políticas e sociais do País.

Menor risco

O diretor de TV Digital do Centro de Pesquisa e Desenvolvimento em Telecomunicações (CPqD) e representante do projeto Sistema Brasileiro de Televisão Digital (SBTVD), Ricardo Benetton, enfatizou que o CPqD ”não defende nenhum sistema”. De acordo com a análise realizada pela entidade, acrescentou, ”a alternativa de menor risco na implementação da TV Digital no Brasil é a incorporação das soluções encontradas pelos consórcios a algum dos padrões já existentes”.

O CPqD recomendou ao governo que o SBTVD priorize a flexibilidade na negociação para permitir a transferência de tecnologia, a existência de mais de um fornecedor e a universalidade do padrão, para tornar compatíveis os produtos exportados.

Fonte:
[Agencia Câmara]

emÁudio Vídeo Fotografia

Wishlistr: sistema de wishlist muito bacana

Por em 18 de maio de 2006

O Wishlistr é o sistema de lista de desejos mais bacana que já vi, com uma implementação magnífica de AJAX & afins. Tem até uma bookmarklet para você adicionar um produto diretamente à sua Wishlist, mas como ela não captura o título do página, só o link, eu dei uma modificada, então em vez de usar a deles use a minha (já mandei para o dono do site):

Adicionar a Wishlist (é só arrastar esse link para sua barra do navegador ou adicionar nos favoritos, que nem o link de adicionar uma página ao delicious).

E você escolhe temas, títulos, aí dá para unificar se você tem wishlists em várias lojas.

Gostei muito da página, para ver a minha é só clicar nesse botão:

My wishlist

emInternet

Skype 2.5 beta (2.5.0.82)

Por em 18 de maio de 2006

Mais uma atualização do Skype 2.5. Corrigiram vários bugs, e agora há um botão para enviar SMS diretamente para o usuário que tiver seu celular especificado. Com certeza será mais uma grande fonte de renda para o Skype.

sms-skype.png

Baixe o Skype 2.5 beta. Changelog. [via]

emVoIP

Microsoft libera correção para alto consumo da bateria em notebooks com Windows XP

Por em 18 de maio de 2006

Alguns dispositivos conectados em portas USB 2.0 estavam causando um consumo excessivo de energia, fazendo com que a carga das baterias de notebooks caísse consideralmente.

Em resumo, poderiam ocorrer 3 problemas:
- O sistema não ativava o modo Advanced Configuration and Power Interface (ACPI), que permitia o processador consumir menos energia, entrando em sleep;
- A controladora da USB não era capaz de se desligar;
- A controladora de USB usa o scheduler para dispositivos USB.

O patch aplica-se ao Windows XP Home e Professional. O problema é explicado em detalhes no KB918005, entitulado Battery power may drain more quickly than you expect on a Windows XP SP2-based portable computer.

Pode-se fazer o download da correção, de 570KB. É necessário verificar se o seu Windows é genuíno.

Dica: Paulo Iap
Fonte: Channel 9

emComputação móvel

Humor: Jackie Chan luta no estilo Street Fighter

Por em 17 de maio de 2006

Essa é uma sátira feita com o antigo jogo para arcade e também do SNES Street Fighter no filme City Hunter (1993), baseado da série de animé e mangá de mesmo nome.

Nele, Jackie Chan luta como vários personagens de Street Fighter, num besteirol histórico, de efeitos toscos, mas qualquer um que tenha jogado um pouco, vai rir com certeza. Repare na música e efeitos sonoros de cada personagem. Muito bom. :-)

emMiscelâneas