Digital Drops Blog de Brinquedo

Zune Pass e a reabilitação do DRM

Por em 20 de maio de 2008 - 14 Comentários

“Milhões de músicas pelo preço de um CD”

Com essa chamada a Microsoft está oferecendo o Zune Pass, o mais novo serviço do Zune Marketplace (O software do Zune, similar ao iTunes Store).
Com o Zune Pass a Microsoft trás de volta o famigerado DRM, mas agora numa aplicação mais de acordo com atual o mercado de música digital.
O Zune Pass oferece um serviço de assinatura mensal onde, pagando US$14,99 por mês (o preço médio de um CD de lançamento), você tem acesso à grande parte do catálogo de músicas do Zune Marketplace. A validade das músicas é equivalente à duração da sua assinatura. Ao fazer o login o assinante é verificado e, caso não tenha sua assinatura em dia, não conseguirá executar as faixas. Ao sincronizar o player, as músicas também ficam bloqueadas. Pagou de novo, tudo volta ao normal.
Não há limite de download e você pode utilizar até três computadores, mais três Zunes e não pode gravar as músicas em CD. Caso o assinante queira ter a musica sem DRM, é só comprar. Ah, só podem ser Zunes. iPods (assim como nenhum outro player) não entram na brincadeira…

Resolvendo bancar pra ver, assinei o serviço fazem 20 dias e achei-o bem satisfatório. A biblioteca é bem vasta. Pedi a alguns amigos me falarem de bandas que não ouço e achei a grande maioria disponível pelo Zune Pass, lançamentos como Madonna, Mariah Carey e Linkin Park tavam lá. Na minha preferencia, o catálogo de jazz e soul é quase todo aberto. Acho que 90% de tudo que procurei estava aberto ao Zune Pass.

O valor é muito justo. Atualmente o plano de quatro filmes na Net Flix sai por 25 dólares, o mesmo valor para dois games na GameFly. Se para alugar um filme por três dias na Itunes Store eu pago US$3,99, não achei caro para ter quantas musicas eu puder encher no meu PC e no meu Zune por apenas US$14,00/mês. E o melhor de tudo: é 100% legal!

Em sua segunda geração ainda, o Zune vem, aos poucos, ganhando sua personalidade própria, deixando de ser um “fake iPod” (sim, eu já ouvi isso de um colega.). E com o acordo recente com a NBC e com o Zune Pass a Microsoft vem tentando ganhar uma fatia maior no mercado onde a marca da frutinh.. digo, da maçã é lider.

Fonte: Zune.net

emFotografia

A Nokia deve estar feliz…

Por em 20 de maio de 2008 - 43 Comentários

Parece que a Anatel está promovendo uma cruzada contra o iPhone. Está apreendendo aparelhos em lojas e estudando um método para bloquear o iPhone nas operadoras, pois o iPhone não é homologado no Brasil.

Eu até entendo a apreensão nas lojas, visto que é ilegal vender qualquer celular que não tenha sido homologado pela Anatel.

Mas será que é justo bloquear o uso do aparelho no Brasil? 

Quem comprou o iPhone já sabe que ele não é vendido oficialmente no Brasil e já sofre com a falta de assistência técnica e com o perigo de ter o aparelho bloqueado a qualquer update de software. Eu acho que já é o suficiente.

A Anatel alega que é necessário que o aparelho seja homologado para que não prejudique outras pessoas que utilizam a rede celular. Só esqueceram que o iPhone foi homologado em diversos países e atende as especificações da rede GSM. Sem contar que a única diferença entre o iPhone irregular e o iPhone legalizado é o selo da Anatel…

E além de quem comprou o iPhone "ilegalmente", esse bloqueio também atingiria os turistas que visitassem o Brasil com iPhones comprados legalmente.

[via euPodo]

emCelular

Estatísticas das suas fotos e vídeos no Flickr

Por em 19 de maio de 2008 - 8 Comentários

Se você tem conta Pro no Flickr, sabia que pode habilitar estatísticas para suas fotos e vídeos?

Esta funcionalidade não é nova, foi lançada dia 13 de Dezembro de 2007, mas como além do anúncio oficial o Flickr não fez muito alarde sobre isso, muita gente ainda não sabe que tem este serviço à disposição (somente para contas Pro, ao menos até a data de publicação deste artigo).

Estatísticas são desabilitadas por padrão, o usuário tem que habilitá-las manualmente através do link http://www.flickr.com/photos/me/stats. Uma vez habilitadas, os dados não aparecem automaticamente. Eles pedem 24 horas para gerar e agregar as estatísticas iniciais, mas na prática não leva todo este tempo – varia de usuário para usuário, mas em alguns casos leva somente alguns mimnutos.

Na página de estatísticas o usuário encontra, entre outras informações como a data da última atualização, um gráfico como o da imagem abaixo com o total de visualizações diárias, seguido por uma tabela detalhando a contagem de visualizações por fotos individuais, galerias, álbuns e coleções:



Abaixo destes dados, segue uma tabela mostrando as fotos e vídeos mais visualizados “ontem” e “sempre”, detalhando inclusive quantos comentários cada um dos ítens recebeu e se algum usuário marcou a foto ou vídeo como favorito. Estas estatísticas são mostradas em mais detalhes clicando-se na foto em questão e no link “todas as fotos e vídeos” abaixo da tabela:

As tabelas seguintes mostram os “links de entrada” (“referrers”), divididos em visitas originadas a partir do próprio Flickr, de mecanismos de busca, outros sites e através de tráfego direto. Igualmente, clicando sobre cada um dos links você acessa estatísticas mais detalhadas para cada um deles:

Note que a contagem de acessos advindos de outros sites não contabiliza visualizações de fotos inseridas em outros sites. No entanto, a visão detalhada de cada referrer mostra a URL completa da página onde o link para a foto ou vídeo foi inserido.

Por fim, a última tabela mostra como suas fotos estão divididas com base em níveis de privacidade, tags, georeferência, etc:

Além da página onde todas estas tabelas com dados agregados são mostradas, uma vez habilitadas as estatísticas você pode acessar os dados individuais de fotos e vídeos também a partir do menu de opções na página de cada um deles:

Se você achou interessante, habilite a opção de estatísticas na sua conta Pro.

emDicas

Microsoft e Yahoo! O namoro continua

Por em 19 de maio de 2008 - 29 Comentários

Depois de meses de suspense a Microsoft desistiu de comprar o Yahoo e todos achamos que esse era o fim da história. Todo bom roteirista sempre tem uma carta na manga, e nesse caso o enredo está levando nós espectadores a duas possíveis soluções, um proxy fight que terminaria com a substituição dos diretores do Yahoo ou um acordo amigavel entre as duas empresas. Vamos ver como cada um desses finais pode evoluir.


Proxy Fight: Carl Icahn, um mega-investidor, que até o dia 31 de março deste ano não possuia ações do Yahoo foi ao mercado e pretende comprar 5% do Yahoo, e com essas ações e apoio de outros acionistas trocar a diretoria do Yahoo o que facilitaria uma negociação com a Microsoft. Como todo bom enredo existem pontos ainda a serem explicados como por exemplo: Quais acionistas estão apoiando Icahn? Icahn está sendo apoiado pela Microsoft? Se for eleita uma nova diretoria e aceitassem uma proposta da Microsoft sem negociação eles poderiam ser processados por não defender os interesses dos acionistas do Yahoo?

Acordo Amigável: Microsoft e Yahoo declararam que retomaram negociações para a compra de parte do Yahoo ou parceria entre as duas empresas. Só isso sabemos. O que seria essa negociação? Compra do Panamá o novo sistema de buscas do Yahoo? Acordo para o Live Search usar anúncios do Yahoo, e por sua parte os anúncios Google seriam extirpados da pesquisas do Yahoo? E depois desse acordo será que não existiria a possibilidade da Microsoft comprar todo o Yahoo?

Para os dois possíveis enredos existe a possibilidade de um final surpeendente pensado pelo Fake Steve Jobs e alguns analistas de mercado. Ballmer fora da Microsoft! Só que esse final aconteceria no mínimo em um ano.

Fonte: Wall Street Journal

emIndústria

RC1 do Firefox 3 já disponível para download

Por em 18 de maio de 2008 - 73 Comentários

Quem quiser dar uma olhada na última encarnação do excelente navegador que Steve Jobs não quer que você use, é só baixar. São prometidas melhorias significativas de velocidade e segurança, downloads com gerenciador e reiniciáveis, zoom de página inteira, novo gerenciador de plugins, e para desespero dos freetards, mais integração com o Windows, Vista e Mac OS X.

A lista é bem extensa, para ver todas as novidades, consulte este link. Em um teste preliminar posso dizer que ele está muito rápido. Mas um aviso: Use a instalação personalizada, do contrãrio ele usará o diretório-padrão e irá provavelmente sobreescrever sua instalação antiga. E este é um release candidate, não uma versão final.

emInternet Open-Source Software

Pirate Bay, ameaçado, oferece pagar processo de Michael Jackson. Com garotinhos.

Por em 18 de maio de 2008 - 29 Comentários

O Pirate Bay é um tracker Bit Torrent com atitude, a melhor coisa que veio da Suécia desde as revistinhas educativas dos anos 80, e quase compensou na balança cármica a existência do Abba.

Baseados em uma legislação que protege seus cidadãos de interferências externas, o Pirate Bay mantém uma estrutura enorme, distribuindo links para torrents com conteúdo variado, mas em geral material que enfurece os estúdios e gravadoras.

Vivem recebendo emails e cartas com ameaças de processos, e a seção de respostas do site é por si só uma atração, pura comédia de qualidade. A iRacing mandou um email em PDF. Eles responderam com um email em BMP de 1MB.

As respostas são do nível "note que no momento não estou sem papel higiênico, não mande suas intimações ainda".

Várias das respostas foram para ameaças de John Giacobbi, mais conhecido como "Web Sheriff", um sujeito que resolveu ganhar dinheiro achacando sites de torrents e oferecendo seus serviços para celebridades burras, como Village People, UB40-, Prince e o espólio do Bob Marley. Eles são tão picaretas que oferecem entre seus serviços a remoção de imagens de celebridades nuas e fakes, da Internet. Tolinhos.

Agora querem entrar com uma ação pedindo US$100 milhões de indenização, em nome do pessoal listado no parágrafo anterior E no de Michael Jackson.

No blog do site, a pergunta inevitável:

Hey Michael, você quer que a gente pague em garotinhos, talvez?

altar-boys-1

Michael ainda não respondeu, mas provavelmente está avaliando a proposta.

 

Fonte: Torrent Freak

emInternet

Tópicos do fórum

Por em 18 de maio de 2008 - 2 Comentários

 

Olá pessoal, ai está mais um pouco do que rola no nosso fórum esta semana.

Comprei um MacBook, qual programas vocês recomendam? – sugestões de programas indispensáveis

Primeira SLR – dicas de câmeras SLR

temas de windows vista, OS X, estragam o pc? – boa justificativa para não usar esses badulaques

Jogos para Wii? – o que evitar e o ir atrás

Mac Tablet – mais rumores ou vem algo interessante em breve?

emAnúncios