Digital Drops Blog de Brinquedo

P2P é pirataria mas tem um lado bonitinho também

Por em 2 de abril de 2008

Sejamos sinceros: emule, bit torrent, napster, todos esses serviços surgiram e são usados para troca de conteúdo ilegal. Para cada música legitimamente disponibilizada no bit torrent, temos mais de um milhão de cópias ilegais.

Mesmo assim culpar a TECNOLOGIA por seu mau uso é burrice. É o corno que acha a mulher com o melhor amigo no sofá, e vende o sofá. Claro, a indústria fonocinematográfica é essencialmente composta de cornos, pois eles ADORAM demonizar a tecnologia, desde o tempo em que foram até a Suprema Corte dos EUA contra os videocassetes, que iriam ACABAR com a televisão.

nem tudo que é pirata é feio…

Entretanto o Canadá não é tão corno assim, e aliás não têm o MENOR problema de se aliar com gente "questionável" para divulgar seu conteúdo. (questionável entre aspas por ser questionado pela RIAA, MPAA e outras organizações igualmente questionáveis).

Tanto que fizeram um acordo com o popular site de torrents MININOVA, para distribuir seu programa Canada’s Next Great Prime Minister, através de torrents disponibilizados no site. A série será disponibilizada um dia após ter ido ao ar pela TV, em formato 720×486 XViD, sem nenhum tipo de DRM.

Espero que o pessoal de South Park siga o mesmo caminho, e que no futuro, quando os programas forem todos monetizados via merchandising e outras técnicas mais eficientes do que simples inserção de comerciais, sites como o Mininova ganhem o dinheiro e a legitimidade que merecem.

Fonte: Mininova (mas só passei para ver se tinha alguma notícia, juro!)

emIndústria Internet

CTIA Wireless 2008: cybercafe nas alturas

Por em 2 de abril de 2008

Para quem gostou da idéia de navegar pela internet a vários metros de altura, aí vão alguns vídeos:

 

 

 

 

 

emInternet Miscelâneas

CTIA Wireless 2008: dia 01

Por em 2 de abril de 2008

Pois bem, pessoal. Primeiro de abril se foi… muitos trotes pela internet… mas o maior deles foi o Leo ter me passado a tarefa de contar a vocês como foi maravilhoso o dia dele lá em Vegas, cobrindo a CTIA Wireless 2008.

Repararam naquele guindaste? Daqui a pouco conto o que é.

 

 

 

 

Nokia N96: tela de 2,8”, 16GB de memória interna + MicroSD de 8GB, USB 2.0, WiFi, câmera de 5MPixels…

 

 

Esse é o N810, sobre o qual já comentamos antes. A Nokia quis mostrar que a plataforma era… bem… sem fios. Lembram do guindaste da primeira foto? Pois é… levou todo mundo lá pra cima e deixou que acessassem a rede.

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

Outras atrações da feira:

 

 

Palavras do Leo: "Aqui na CTIA pude ver ao vivo um protótipo do Android, o sistema operacional do Google, rodando. Havia 2 protótipos, um com mais cara de produto final, parecido com o formato de um Palm Treo, e um outro protótipo rodando uma versão mais recente do Android, porém em um formato maior. Isto estava disponível no estande da Texas Instruments, já que os protótipos rodam nos chipsets da empresa. O chipset usado é o OMAP 3.

Durante alguns minutos, pude usar um pouco os aparelhos, que tinham uma interface minimalista, com gráficos fluidos e com funcionalidade muito boa. Os comandos respondiam com rapidez. Carreguei o navegador, que funcionou sem problemas (em 3G).

Pelo que pude conversar com o pessoal da Texas Instruments, os aparelhos com Android devem chegar ao mercado no final de 2008."

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

A nova interface do Windows 6.1, chamada Zumobi:

 

 

 

 

 

 

Stand da Motorola. Sim, da Motorola!

 

 

Mais tarde colocaremos outras fotos, fiquem de olho.

emCelular Computação móvel Destaque Hardware Indústria

Everex Cloudbook Max

Por em 1 de abril de 2008

Vocês se lembram do Everex Cloudbook? Pois bem, depois de várias análises negativas feitas por blogs e empresas, citando principalmente a alta dissipação de calor, a Everex decidiu lançar uma nova versão do ultra-portátil, chamado agora de (esse pessoal de Marketing é mesmo criativo) Everex Cloudbook Max.

Com uma tela de 8,9´´ (1024×600), processador Via C7-M de 1,6GHz, 2GB de RAM DDR2 e HD de 80GB (rodando nos mesmos 4200 rpm do modelo anterior), a grande inovação é o acréscimo de um chip WiMAX, além dos já tradicionais Bluetooth e WiFi.

A duração (prometida) da bateria é de 4 horas e o aparelhinho, de menos de 1kg, tem 240mm x 175mm x 27mm.

Tomara que nosso (leiam bem, para não haver confusão) enviado especial à CTIA Wireless 2008 consiga colocar as mãos num desses.

[via GeekZone]

emComputação móvel Hardware

Adobe Tamarin: Flash Player 10 Engine será Open Source

Por em 1 de abril de 2008

Essa notícia não é nova, mas muita gente ainda não sabe. A próxima versão do núcleo do Flash Player, a máquina virtual responsável por compilar o código ECMAScript e deixá-lo pelo menos 10 vezes mais rápido é open source. E mais, a Mozilla Foundation irá integrá-lo ao SpiderMonkey. Isso significa que o futuro do JavaScript e aplicativos AJAX será a capacidade de executar até mesmo uma engine 3D básica, efeitos visuais com física e tudo mais que o atual Flash Player permite, mas direto do browser.

ECMAScript é o padrão. JavaScript é uma implementação do padrão no browser. ActionScript é a implementação dele no Flash player. E como rodam a mesma engine, a integração será total. O ECMAScript, hoje em dia, atingiu o seu limite no browser, da forma como é usado. É uma linguagem interpretada, difícil de encontrar erros, difícil de organizar o código e pouco performática se compararmos com o seu irmão em máquina virtual, o ActionScript. Isso será mudado com o Tamarin: o JavaScript está para se tornar para a web o que a Sun queria fazer com as infames applets Java, sem a necessidade de instalar um glutão de memória, já que estará integrado ao browser.

Funções multimídia, como som, vídeo, animações e aplicativos ricos ainda serão o escopo do Flash. Os games casuais nos PCs, por exemplo, voltarão com força total. Pense assim: hoje é possível jogar adventures e jogos de estratégia apenas com o browser, rodando um JavaScript interpretado. Imagine quando o mesmo estiver 10-12 vezes mais rápido.

E a Adobe está, aos poucos, abrindo o código de suas tecnologias, como o Flex, e segundo essa reportagem, eles não pretendem parar por aí. Parece que os planos de longo prazo, veremos o Flash como uma plataforma universal de interface e conteúdo, open source e rodando de telefones a computadores octocore. Será que a Microsoft consegue superar isso com o Silverlight e a .Net Framework? O tempo dirá.

Mais informações: Tamarin Project

emOpen-Source Software

Minha mãe e meus amigos não sabem o que eu faço

Por em 1 de abril de 2008

Trabalhar com tecnologia é viver em um mundo à parte. As nossas referências quase nunca são entendidas e dia desses descobri que nem a minha mãe não sabe o que eu faço: “O Ricardo mexe no computador”. 😐

Não adianta dizer para quem não é da área: “eu crio software” ou “trabalho com redes”. O primeiro, ninguém sabe o que é, o segundo, então, nem quem trabalha na área consegue definir as funções.

“Mas o que é software?”, “Programas de computador, tipo o Windows? Como você vai concorrer com o Bill Gates?”, “Aplicativo de internet seria o Internet Explorer?”, “Business Inteligence? What´s porra is that?.”

Semana passada descobri que a metade dos meus amigos e amigas que não trabalham na área não sabiam do que eu estava falando. Como cheguei à conclusão? Depois de uns 15 minutos explicando, uma amiga pergunta: “Só não entendi o que é TI, o que significa”.

Os setores de uma empresa são fáceis de ser compreendidos pela maioria dos mortais sem necessidade de explicação: Administrativo, Financeiro, Contabilidade, Tesouraria, Recursos Humanos (RH), Suporte, Infra, Engenharia. Agora mencione Tecnologia da Informação (TI) e garanto que a vasta maioria não vai saber direito o que esse povo faz. A única certeza é que é a área perfeita para achar “garotos de programa”: quem nunca ouviu essa piadinha, levante o mouse.

O jargão de tecnologia é uma sopa de letras interminável tão misterioso para o leigo quanto o jargão médico: “Fiz um flash no firmware da BIOS, mas resetou a CMOS e tive que refazer o setup.” Tem noção de como essa frase é assustadora? E se você disser que “Lembra da Voodoo com vários demos? Muito bom.” Essa última aconteceu de verdade, no metrô, com uma senhora dizendo para os dois rapazes que eles precisavam de Jesus no coração, antes de sair assustada do vagão.

Programadores são, talvez, os mais incompreendidos, já que eles não morrem, abendam. Não tem problemas de saúde, mas “exceptions” e já vi gente se referindo ao próprio sistema imunológico como o “catch com tratamento de exceção bem feito”. É como dizem, só existem 10 tipos de pessoa no mundo, as que entendem TI e as que não entendem.

emMiscelâneas

CTIA Wireless 2008: Nokia libera primeiro dispositivo com WiMax

Por em 1 de abril de 2008

N810WiMAX1_lowres

O Nokia N810 WiMax Edition é um tablet com conectividade WiMax. Solução para conectividade de última milha (que ainda está por ser definida tanto nos EUA quanto no Brasil), o padrão WiMax promete entregar de 2 a 4 Mbps por usuário, com taxa máxima de 10Mbps.

Vem com tela de 4,13” sensível ao toque, teclado QWERTY deslizante, GPS, memória de 1GB (expansível até 10GB através de cartão MicroSD). O sistema operacional foi atualizado (OS 2008), com melhorias no cliente de email, navegador, RSS e "atualização contínua" (uma forma transparente de atualização tanto do Sistema Operacional quanto dos programas que acompanham o dispositivo).

Aguardem para breve as fotos dessa belezinha nas minhas mãos!

emAnúncios Computação móvel Hardware Indústria