Digital Drops Blog de Brinquedo

Colégio implementa “Um MacBook por aluno”

Por em 22 de junho de 2008 - 44 Comentários

Esse é o colégio dos sonhos de Steve Jobs. Todos os alunos usam MacBooks, há iMacs nas salas de aula, a rede usa Xserves e os alunos usam o iLife e o iWork para fazer a lição.

Papel e caneta não foram abandonados e estão sempre a disposição do professor que achar que estas são as ferramentas mais adequadas.

Não há nenhum bloqueio nas máquinas, mas os alunos são avisados de que serão punidos se não cumprirem as regras.

Para os alunos que não conheciam Macs, o colégio criou apostilas sobre o OS X, o iWork e o iLife, além de aulas de como cuidar dos MacBooks.

O mais surpreendentemente é que esse colégio é brasileiro – é o D’Incao Instituto de Ensino, que está localizado no município de Bauru.

[via MacMagazine]

emApple e Mac

Sansa Fuze no Brasil: mais caro que o iPod

Por em 22 de junho de 2008 - 9 Comentários

A Sandisk anunciou que trará o Sansa Fuze para o Brasil.

O Fuze é um concorrente "baratinho" do iPod nano – enquanto o nano de 8GB custa U$$199, o Fuze com a mesma capacidade custa U$$129. O Fuze de 4GB custa U$$99 e há uma versão de 2GB por U$$79.99, só 10 dólares a mais do que o iPod Shuffle com a mesma capacidade.

Claro que para isso o Fuze não tem a mesma qualidade do iPod nano. A carcaça dele é feita de plástico, a resolução da tela é bem menor e o suporte a vídeo não é muito bom. Mas pelo preço (lá fora), pode compensar.

Quando li que a Sandisk traria o Fuze para o Brasil, fiquei animado – afinal, se o iPod nano de 8GB custa aqui R$699, o Fuze deveria ficar em torno de R$450.

Mas a Sandisk só trará para o Brasil os modelos de 2 e 4GB. Os preços? R$599 e R$759, respectivamente

O Fuze de 2GB, que é um pouco mais caro que o iPod Shuffle lá fora, aqui chega mais caro que o iPod nano de 4GB, que custa R$549.

A Sandisk teria acertado na mosca se trouxesse o Fuze por preços menores que os do iPod, como acontece no exterior.  Um player de 8GB decente por R$450 seria imbatível, mesmo perdendo em vários pontos para o iPod.

E pensar que era a Sandisk que queria desbancar a Apple no Brasil, apelando para os preços baixos…

[via Info]

emFotografia

Se dependesse desta serra o Lula não se aposentava

Por em 22 de junho de 2008 - 79 Comentários

Embora haja gente que aplique o golpe de perder o dedo em um "acidente" para faturar uma aposentadoria, a maior parte dos acidentes de trabalho são legítimos. Uma simples distração e já era. São mãos, dedos e até outros apêndices mais importantes.

Essa serra da SawStop foi projetada especialmente para que gente distraída não perca o dedo, se aposente, fique sem ter o que fazer e comece a ter idéias estranhas como se candidatar à Presidência da República.

O funcionamento é bem interessante: Um DSP gera um campo elétrico na serra, e o monitora continuamente. Quando a serra entra em contato com algo que conduza eletricidade, como a pele humana, é gerada uma flutuação no campo. O DSP imediatamente aciona uma mola que libera um freio de Alumínio. A lâmina se crava no freio, pára imediatamente de girar, e com a inércia se retrái para dentro da base do equipamento.

 

 

 

 

O mais incrível, em relação ao equipamento é que vi críticas de gente reclamando que o mecanismo de freio só pode ser usado uma vez, ficando inutilizado. É uma mesquinharia sem-tamanho reclamar de algo assim. Um dedo vale muito mais do que um bloco de alumínio ou mesmo uma serra inteira, e se um produto de utilização única é motivo de crítica, vamos criticar também para-quedas e assentos ejetáveis.

emHardware

OI/TELEMAR praticando sequestro de DNS

Por em 21 de junho de 2008 - 72 Comentários

Incrível como mesmo as idéias bestas demoram a chegar aqui. Isso já foi notícia nos EUA ano passado, quando operadoras muito espertas, querendo "ajudar" seus clientes sequestravam as páginas cujo endereço estava errado e exibiam "páginas de auxílio".

Isso é o equivalente à idéia extremamente infeliz, também vinda de operadoras de telefonia, quando substituíram, ignorando TODOS os padrões internacionais os sinais de ocupado nas ligações por gravações dizendo "o número está ocupado, tente mais tarde". OK, só queria que o infeliz autor da idéia infeliz explicasse aos Fax-Modems dos computadores, terminais de atendimento, PDVs, aparelhos de hemodiálise, interócitos, etc, como entender o ocupado via voz. Diante desse "pequeno" problema, acabaram com a idéia infeliz.

Agora, usuários do Velox quando digitam uma URL errada ao invés de um simples e honesto erro 404 recebem essa beleza aqui:

ScreenShot002

Aí os CHATOS vão dizer: "Deixa de ser reclamão, tem um opt-out embaixo, leia direito, seu idiota"

Primeiro, idiota é a mãe. Segundo, o Opt Out só serve para remover a tela idiota de propaganda da Oi/Telemar. Não remove o serviço. Feito o opt-out que não opt-outeia de nada, a tela de erro passa a ser:

ScreenShot007

 

Lindo, né?

O DNS da TELEMAR continua resolvendo TODOS os endereços, apontando pro seu site de jabá, não retorna mais erro de endereço desconhecido.

Isso, claro, vale para linhas de comando e tudo em seu computador que consulte um servidor de DNS para resolução de nomes. Inclusive, claro, o NSLOOKUP.

>NSLOOKUP

> set q=any
> euodeioosmarketeirosdatelemar.com.br
Servidor:  UnKnown
Address:  10.1.1.1

Nao e resposta de autorizacao:
euodeioosmarketeirosdatelemar.com.br    internet address = 209.86.66.88
euodeioosmarketeirosdatelemar.com.br    internet address = 209.86.66.89

Em resumo: TODO endereço que os usuários da antiga telerda incluirem em um programa, seja editor de blogs, leitor de email, etc, terá que ser conferido MANUALMENTE, pois se você digitar errado o programa não irá mais receber um erro Host Not Found e tratá-lo. Achará que algo está errado. Assim quando o Thunderbird disser que não consegue acessar o POP do Gmail, verifique se você não digitou gnail sem querer e está tentando abrir uma conexão de email na MARAVILHOSA telemar, celeiro de idéias geniais.

emInternet

E a dança das cadeiras continua

Por em 21 de junho de 2008 - 4 Comentários

Não é só o Yahoo que está perdendo executivos esta semana. Matt Cohler, um dos cinco primeiros funcionários do Facebook (está lá desde 2005) e hoje Vice-presidente de Gerenciamento de Produtos, vai deixar sua posição na rede social em breve para se tornar sócio geral na Benchmark Capital, empresa que investe em startups (em 1997, por exemplo, injetou US$ 6.7 milhões no eBay).

Com 31 anos, Matt Cohler será o mais novo entre os 8 sócios responsáveis pelos investimentos da empresa.

Depois de sua saída, ele permanece ainda como conselheiro do Facebook, auxiliando seu fundador Mark Zuckerberg, mas esporadicamente.

Para passar a gerenciar o crescimento do Facebook, foi contratada em março, com ajuda do próprio Matt Cohler, Sheryl Sandberg – executiva do Google – como COO (Chief Operating Officer).

O Facebook, hoje com centenas de funcionários, tem seu valor estimado em US$ 15 bilhões. Nada mal para uma startup que começou em 2005 com um grupo de amigos e cujo fundador tem hoje apenas 24 anos, não?

emIndústria Internet

O Campo de Distorção da Realidade em ação

Por em 20 de junho de 2008 - 41 Comentários

Pela primeira vez conseguimos capturar o famoso Campo de Distorção da Realidade de Steve Jobs, em pleno funcionamento. Normalmente não é possível documentar o campo, pois todos na proximidade são afetados por ele, mas desta vez nossos escutos de ceticismo estavam ao máximo. Acompanhem:

Neste artigo aqui o site Environmental Leader apresenta uma pesquisa com 3500 empresários que determinou quais marcas apresentam a maior percepção de "verdes", ecologicamente corretas, boazinhas, viva a natureza, Al Gore for President, bla bla bla.

Os resultados:

ScreenShot020

Não vou nem entrar no mérito do Greepeace ter feito campanha detonando a Apple dizendo que suas máquinas eram malignas, venenosas, etc. Vamos nos ater aos NÚMEROS, se é pedir demais.

A Apple está em primeiro lugar com… 21% de percepção verde. Em segundo temos… a HP com 21% e em terceiro a Microsoft com… 21%.

Estranho? Note o tamalho das barras. Agora compare os 15% do Google com os 19% da Dell e veja o tamanho da barra. Ah, a Nokia tem 15% mas também estã menor.

Não dá nem dizer que é um ataque isolado, uma resposta de um Appletard contra a Microsoft ou o Google. É generalizado. Cisco e Nec, com 7% e 6% respectivamente, apresentam barras idênticas. Já a barra da SAP, 3%, se dobrada de tamanho seria idêntica aos 8% da Sun.

Eu entendo quando as empresas fazem pesquisas tendenciosas: "Se não pudesse comprar um Apple qual seria sua segunda opção em notebooks?" mas duvidar da VISÃO dos leitores? Poxa, se o valor numérico de duas entradas é idêntico, a lógica diz que ambas as barras também o devem ser.

Esse tipo de coisa não pode ser feito por amadores. Somente Steve Jobs, no palco consegue se safar com um gráfico desses.

emApple e Mac

TabletPC: você ainda vai ter um

Por em 20 de junho de 2008 - 24 Comentários

Com os preços de portáteis despencando, muita gente já pensa em comprar seu primeiro laptop, se libertando de vez da estação de trabalho. Bons tempos que a gente colocava o HotBit debaixo do braço e ia ensinar computação para a vizinha…

Discutindo com um amigo, surgiu a idéia de pesquisar TabletPCs: aqueles laptops com tela sensível ao toque, que aceitam que se escreva na tela e vêm com uma “canetinha” plástica. A vantagem sobre os notebooks, obviamente, está na capacidade de reconhecimento de escrita e, ainda assim, terem um teclado para os momentos de digitação crítica.

Encontrei três modelos bem interessantes e, claro, procurei as melhores relações custo/benefício.

O primeiro deles é o Toshiba Portege M700-S7008X. Na configuração padrão, ele pesa 2 quilos e tem 30,5×24,0x3,94cm. Com uma tela de 12,1”(1280×800), vem com um Intel Core2 Duo T8100 (2,1GHz), Windows XP Tablet Edition 2005, 1GB de RAM DDR2, Intel GMA X3100, 80GB de HD SATA (5400 rpm), DVD+-RW, WiFi (802.11a/g/n), Ethernet, saídas para fone de ouvido e microfone (além de um embutido), webcam, três portas USB, uma FireWire, modem, um slot PCCard, bateria de 6 células e 4700mAh, além de um leitor de impressões digitais e saída VGA. O preço da belezinha: US$ 1499,00, lá. Por mais US$ 25,00, você ainda leva o Bluetooth 2.0+EDR.

prod_portM700_300-10

Não se engane com a imagem: a tela é móvel e, por baixo, está um teclado com 85 teclas. O modelo S7008 (sem o “X”) tem as mesmas especificações, o mesmo preço, mas vem com o Vista Business 32bits. Particularmente, ficaria com o primeiro, aquele que vem com o XP.

 

Outro modelo interessante é o HP Pavilion tx2000z. Pesando 1,9kg e com 30,6×22,3×3,9cm ele tem tela de 12,1” (1280×800), um AMD Turion 64 x2 TL-60 (2GHz), Windows Vista Home Premium 32bits, 1GB RAM DDR2, NVIDIA GeForce Go 6150, WiFi (802.11b/g), HD SATA 160GB 5400rpm, DVD+-RW, Ethernet, conector ExpressCard, três portas USB, controle remoto, saída de vídeo S-Video, leitor de cartões SD, teclado com 105 teclas, microfone embutido, bateria de 6 células. Essa configuração sai por US$ 900,00. O Bluetooth sai por mais US$ 25,00. Se quiser uma webcam, ela está disponível no pacote que inclui o leitor de digitais, por mais US$ 25,00.

tx2000zseries_300

Infelizmente, a HP não vende o tx2000z com o Windows XP e ter apenas 1GB de RAM para o Vista me deixa preocupado. A seu favor, conta o excelente acabamento externo, típico dos notebooks da marca, além do controle remoto e da saída S-Video, o que o tornam ideal para um “Home Media Center” semi-improvisado.

 

Por último, uma novidade sendo vendida na Europa e que, particularmente, não conhecia: o Ahtec Tiny TN120 Duo. O nome é pomposo para a maquininha de 30,6×22,4×3,75cm e 2,1kg. Vem com tela de 12,1” (1280×800), Intel Celeron M 550 2GHz, 1GB RAM DDR2, HD 120GB SATA 5400rpm, controladora gráfica Intel X3100, DVD+-RW, WiFi, Webcam (1,3MP), Bluetooth, leitor de digitais, IrDA, 3 portas USB, Modem, Ethernet, FireWire, ExpressCard, leitor de cartões SD, saída VGA, sem sistema operacional. €739, com impostos. Por mais €20,00, você troca o processador por um Intel Dual Core T2370 (1,7GHz). Observe, não é um Core2 Duo.

Esta parece uma daquelas marcas “genéricas”, que compram o produto pronto de um fornecedor OEM da China. O design não é maravilhoso e ainda há a falta do sistema operacional para se preocupar.

ahtec

Bem, entre estas opções deve sair meu próximo micro (se a Apple não lançar um iTablet, claro). Se algum leitor tiver outra sugestão, por favor, escreva nos comentários.

emComputação móvel Hardware