Digital Drops Blog de Brinquedo

O lançamento da Microsoft vem à tona

Por em 30 de maio de 2007

Quando a Xerox lançou, em 1981, sua workstation “Star“, só havia uma coisa na mente ( brilhante, diga-se de passagem ) do pessoal de lá: revolucionar a forma como as pessoas usavam computadores. De caixas cinzas com telas verdes, cópias avançadas de máquinas de escrever elétricas, eles se transformaram numa metáfora de algo do dia-a-dia: a mesa de trabalho. O computador passou a ter uma tela gráfica, com pastas, ícones e uma lixeira ( tudo bem, a lixeira não deveria estar sobre a mesa… ). E nós usamos aquela revolução até hoje, agradecidos.

A Microsoft lançou, às 0:01h, algo que pretende revolucionar, novamente, a forma como lidamos com os computadores. Nada de “mouses” ou teclados… apenas o toque!

surface1.jpg

Apelidado de “Surface”, é uma impressionante tela de 30” montada sobre um computador cujas características não foram completamente reveladas ( Windows Vista, Bluetooth, Ethernet e WiFi são ítens de série ). A tela “reage” a objetos comuns, como blocos de acrílico, pincéis, telefones celulares e, claro, dedos. Aliás, a parte mais interessante é, justamente, usar os dedos. Mais de um. A tela reconhece cada um deles e não “trava” o cursor. Ah… não há cursor. A comparação com “Minority Report” é quase imediata, mas ainda não existe silício estampado sob o vidro: há uma caixa preta debaixo da tela, lembrem-se.

Os vídeos mostram aplicações interessantes, mas que só arranham as possibilidades. Há outro aqui.

Toda a empolgação do pessoal de Redmond parece ser justificada. Desde 2003 o projeto está em gestação e o fruto promete. No entanto, com o preço estimado em US$ 10.000,00 ( lá ) para o Natal deste ano, vai demorar um pouco até termos isso na sala de estar. Se bem que, com a rede Sheraton como parceira, o principal alvo do marketing deve ser mesmo hotéis, restaurantes e afins.

O protótipo original, de onde as linhas principais foram herdadas:

surface2.jpg

emAnúncios Hardware Indústria

Lançamentos ultra-secretos amanhã

Por em 29 de maio de 2007

Pelo visto amanhã (30 de Maio de 2007) vai ser O Dia. O Gizmodo está com duas
grandes notícias. Rumores indicam que a
Microsoft
fará um lançamento nos primeiros minutos do próximo dia
– confirmado com
nosso contato na Microsoft Brasil – de algo surpreendente, nas palavras deles.
Nenhum detalhe adicional foi passado pois o assunto é secreto e só será
revelado no lançamento oficial. Será o Zune Phone? Pouco provável, terá que
ser algo que realmente surpreenda.

Amanhã também a
Palm
deve lançar seu dispositivo ultra-secreto
que estão desenvolvendo há anos.
Na verdade ninguém sabe o que é mas deve ter a ver com mobilidade e computação
pessoal. Há alguns anos a Palm diz estar desenvolvendo um dispositivo
revolucionário. Talvez tenha inteligência artificial pois a Palm investe na
Numenta, startup que busca a inteligência artificial.

Com dois lançamentos deste calibre no mesmo dia mais a aparição conjunta do
Bill Gates e Steve Jobs no mesmo palco, amanhã tem tudo pra ser O Dia! Só
espero que todo esse hype seja justificado e que realmente os produtos
ultra-secretos a serem lançados valham a pena. O Meio Bit estará de olho!

[via Gizmodo
1
e
2]

emIndústria

Wi-Fi “grátis”: ilegal e imoral

Por em 29 de maio de 2007

Todos nós que usamos conexões de rede sem fio (Wi-Fi) já nós deparamos com pontos de acesso desprotegidos. Alguns de nós usam estas conexões desprotegidas para navegar gratuitamente. Uns poucos, entretanto, vão mais além e desenham um dispositivo que acha até 6 conexões desprotegidas e combina a banda em uma conexão única, com potencialmente muita velocidade – e grátis.

Além de ser ilegal em várias jurisdições, isto é roubo de banda. Com a popularização de pontos wireless, não são todos que sabem configurar o routeador para proteger os canais. Estimular algo assim é, a meu ver, duplamente ilegal. Ao invés disto, poderiam ter ajudado a melhorar a funcionalidade dos pontos de acesso para configura-los de maneira mais segura. Ou poderiam tambem contribuir para o projeto FON.

emSegurança Wireless e Redes

Google Maps agora com vista da rua. Microsoft responde.

Por em 29 de maio de 2007

O pessoal de Mountain View não para de melhorar o já fantástico Google Maps. Agora em algumas cidades americanas é possível ter uma visão da rua da localidade desejada. Testei com o mapa de Nova Iorque, e pareceu bastante interessante a opção.

Enquanto isto, a Microsoft também implementa mais uma opção em seu sistema de mapas, com mapas em 3-D para algumas cidades. Infelizmente, apesar do site ter detectado que eu estava usando Firefox, ao tentar instalar o plugin do Earth 3D deu problema e não consegui testar o novo serviço.

É evidente a competição por este segmento de mercado. Há muitas possibilidades de tornar buscas em mapas um negócio rentável, como por exemplo para buscas de serviços locais (restaurantes, hotéis, etc). Quem ganha somos nós. [via]

emInternet

Rabiscos na tela

Por em 29 de maio de 2007

Há algum tempo tento escrever algo sobre este jogo mas é difícil achar palavras para descrevê-lo. Em game, game, game and again game o designer Jason Nelson nos apresenta um jogo simples mas com uma direção artística no mínimo diferente. O game foi feito em flash e combina rabiscos, sons, textos e videos que acabam causando sentimentos diferentes em cada jogador.

Muitos vão dizer que o sujeito é maluco e o jogo saiu da mente de um serial killer, outros vão acabar achando a proposta interessante e acho que a idéia do autor foi exatamente essa, causar polêmica. De qualquer modo, propostas como a de Jason Nelson sempre me trazem à mente a idéia de que jogos podem sim ser considerados forma de arte.

emGames

Sensacionais anúncios do Playstation2

Por em 29 de maio de 2007

Por um momento a campanha me lembrou Toy Story, mas ao contrário do Buzz Lightyear os brinquedos estão sendo trocados pelo console da Sony. Os anúncios devem ter ofendido muita gente, o que os tornam ainda mais deliciosos.

(clique para ampliar)

Fonte: ETTF.net

emGames

The Sims vai virar filme

Por em 29 de maio de 2007

A EA Games acertou a sorte grande com a série The Sims, que em sete anos vendeu 85 milhões de cópias. Uns dizem que é jogo de menina, outros concordam. Alguns falam que é um RPG sem monstros, missões e violência, para pessoas mais sensíveis. Mesmo assim são 85 milhões de fãs, o que vale alguma coisa. Ao menos para a 20th Century Fox, que adquiriu os direitos para o cinema.

Como seria o roteiro de um filme baseado em um jogo onde pessoas normais fazem coisas normais? Não tenho idéia, mas que vai ser um belo hype para os fãs, com certeza. Não que eu vá ver, mas espero que seja melhor do que Doom. Aquela bomba só valeu pelas sequências em primeira pessoa.

Fonte: News.com

emGames