Fotografia
Fotografia
Digital Drops Blog de Brinquedo

Satechi BT Smart Trigger – para quem tem uma Canon

Por em 28 de fevereiro de 2013

Você já pensou em comprar um controle remoto para sua Canon, mas ficou desconfiado das versões xing-ling ou com pavor do preço das versões oficiais? Então não tenha mais medo, pois a Satechi lançou o BT Smart Trigger para quem quer disparar sua câmera Canon à longa distância. Ou seja, nunca mais você vai deixar de aparecer na foto junto com a galera. O acessório pode parecer bobo, mas aqui é o mesmo caso do tripé. Você pode ficar mais de 01 ano sem usar, mas quando precisa faz uma falta danada.

satechi_smart, trigger

O acessório tem uma concepção muito simples. Uma base receptora de sinal Bluetooth é colocada na sapata de flash externo de sua câmera e um cabo é ligado na entrada de controle remoto do aparelho. Depois você pode comandar o disparo de sua câmera através de uma App disponível para iOS. Por enquanto a App é compatível com o iPhone e o iPad, mas uma versão para Android vai ser lançada ainda em março de 2013. A empresa garante que o aparelho pode ser acionado de uma distância de até 15 metros e que a bateria interna tem durabilidade de até 10 anos (eita).

É possível comandar a câmera em três modos diferentes. O Modo Regular proporciona um disparo único. É só tocar no botão da App no telefone e a câmera vai disparar uma única foto. O Modo de Disparo Manual permite que se regule o equipamento para longas exposições o que pode render ótimas imagens noturnas. E o Modo Time Lapse que pode ser utilizado para programar uma série de disparos intercalados durante um determinado período de tempo. Essa última funcionalidade é realmente interessante.

O Satechi BT Smart Trigger já se encontra a venda e pode ser encontrado no mercado americano pela quantia de US$ 44,99. Vejam abaixo o vídeo de demonstração.

emAcessórios

Alemão que nunca viu Papa-Léguas criando traje voador

Por em 28 de fevereiro de 2013

wile_e_coyote

“what could possibly go wrong?”

Uma das mais veneráveis tradições da pesquisa aeronáutica são os inventores que cansaram de esperar inovações e com a cara e a coragem (e pouco mais além disso) criam suas maravilhosas máquinas voadoras, que raramente voam.

No caso de Fritz Unger, há até uma remota possibilidade de dar certo. Ele e seus amigos estão projetando uma asa-foguete controlada por movimentação do corpo do piloto, incluindo uma idéia brilhante baseada nas bombas voadoras V2: As botas anti-fogo do piloto irão interferir no fluxo de ar das turbinas, alterando a direção da asa. Esss alemães são ótimos em suas soluções, pena que nem sempre implementam direito. (too soon?)

continue lendo

emHardware

Confirmado: Dennis Tito quer mandar humanos até Marte em 2018

Por em 28 de fevereiro de 2013

missionmars

O ricaço Dennis Tito, primeiro Turista Espacial anunciou oficialmente seus planos, tornando a exploração espacial tão audaciosa quanto no tempo dos grandes navegadores. Não os portugueses com suas caravelas high-tech, mas os vikings, que teriam chegado ao continente norte-americano, ou os romanos, que reza a lenda chegaram ao Brasil.

A idéia, exposta em detalhes no Inspiration Mars, é genial e elegante em sua simplicidade. Usando tecnologia existente e matemática (estudem, crianças) lançarão uma nave em uma órbita de trajetória livre, sem propulsão. Dado o alinhamento planetário no momento do lançamento, as peças se encaixarão igual abertura de Game of Thrones e a nave se encontrará com Marte após alguns meses.

Passando 160 km de altitude, ganhará empuxo gravitacional e em uma manobra de estilingue, tão descrita por Arthur Clarke e realizada pela Voyager, será colocada em trajetória de retorno. Os astronautas gastarão 510 dias  em troca serão os primeiros humanos a observar a olho nu detalhes na superfície de outro mundo.

continue lendo

emCiência

Funções sociais do PS4 seriam pedido da Ubisoft

Por em 28 de fevereiro de 2013

dori_ps4_27.02.13

Durante o anúncio do PlayStation 4 ficou evidente que um dos focos da Sony é fazer com que o console se torne o mais social possível, incentivando fortemente a interação entre os usuários e de acordo com Yves Guillemot, CEO da Ubisoft, a sua empresa pode ser considerada uma das responsáveis por essa estratégia.

Queremos a parte social, queremos que todas as coisas que existem no PC sejam possíveis nos consoles. Queremos as capacidades móveis para partidas curtas e a possibilidade de jogar em qualquer lugar que estejamos,” declarou o executivo, que ao ser questionado sobre gráficos melhores, afirmou que eles são importantes e acrescentou:

“A outra parte que vem crescendo rapidamente é a social – todas as conexões – o fato de que você pode atualizar seu conteúdo rapidamente… tudo isso são coisas que queremos que eles tragam. Nós realmente pressionamos para que essas coisas fossem feitas, porque pensamos que será isso que tornará essa uma boa geração.

Guillemot explicou que é normal as fabricantes pedirem opiniões às desenvolvedoras, perguntando o que elas gostariam de ver um novo aparelho e embora uma decisão desse porte não seja tomada baseando-se apenas num pedido, a ideia parece ter agradado a Sony porque no fundo essa socialização poderá fazer com que os próprios jogadores façam propagandas dos jogos.

O engraçado é que já vi algumas pessoas reclamando da possibilidade de transmitir o que estivermos jogando e muitas outras que acham inútil publicarmos no Facebook as conquistas que obtivemos nos jogos, mas como nada disso é algo obrigatório ou que atrapalhe a diversão, acho que qualquer novidade é bem vinda e se hoje as redes sociais já fazem parte de nossas vidas, porque não permitir que os próximos consoles aproveitem melhor a principal caraterísticas desse serviços, que é aproximar as pessoas?

[via Polygon]

emSony

Imaging Resource – Câmeras do Ano

Por em 28 de fevereiro de 2013

E ainda tem site gringo elegendo as melhores câmeras do ano de 2012. Como eu acho isso tudo muito relativo, pois tem a ver com a opinião de cada editor, eu não dou muita importância para essas escolhas, embora acho válido analisarmos cada texto. O Imaging Resource é um dos sites mais conhecidos do público que gosta de estar informado sobre o que acontece no mundo da fotografia digital e acaba de colocar no ar a sua lista do que foi mais relevante na tecnologia fotográfica. Claro que senti um pouco de parcialidade nas escolhas, mas vamos ver a lista?

Câmera do Ano – Sony RX1 – muito bem, quem diria que algum dia a Sony conseguiria bater a galera mais tradicional da fotografia. Tudo bem, várias ótimas câmeras foram lançadas em 2012, mas tenho que concordar que a RX1 poderia ser eleita a melhor câmera do ano. Corpo compacto, sensor Full Frame, lente 35mm fixa com abertura de f/2,0 e uma ótima qualidade de imagem. Quando ela foi anunciada achei que seria algo arriscado, pois o preço estaria em um patamar quase proibitivo, mas parece que existem consumidores para todas as faixas de preço.

Câmera Compacta – Olympus OM-D E-M5 – essa poderia ser mais uma candidata a câmera mais bacana do ano. A Olympus, com sua grande tradição de inovação e qualidade tecnológica, finalmente colocou na praça uma câmera micro-quatro-terços com qualidade absurda e capacidade de brigar de igual para igual com qualquer reflex de entrada, e até algumas de categorias intermediárias. Sem falar que o design retrô é suficiente para cativar qualquer fotógrafo das antigas.

DSLR para Entusiastas – Canon EOS 5D Mark III – aqui é que a coisa começa a ficar nebulosa. Todo site importante até agora foi unanime em colocar a Nikon D800 como a câmera avançada mais importante de 2012 e, mesmo sendo um usuário de Canon, concordo com essa avaliação. A 5D Mark III é uma ótima câmera e ainda mantém sua liderança em qualidade de filmagem, mas no geral acho que a Nikon está alguns metros a frente.

Câmera Profissional do Ano – Canon EOS 1Dx – Aqui mais um ponto nebuloso, mas tudo bem, a 1Dx realmente é uma câmera com todas as qualidades possíveis e grande qualidade de imagem. Muito rápida e com velocidade de processamento elevado. Porém, muitos sites também escolheram a Nikon D4 como a melhor. Aqui fica a cargo da opinião de cada um.

Câmera de bolso do ano – Sony RX100Sony?? Parece que sim, e não são poucas as qualidade do equipamento. Tamanho diminuto, lente clara, sensor gigante (cerca de 4x o tamanho do sensor normal de uma compacta) e vários recursos. Concordo que é um belo equipamento, mas ainda acho que teve coisa melhor desenvolvida nesse ano de 2012.

Reflex de Entrada do ano – Nikon D3200 – escolha óbvia, pois a D3200 realmente foi a câmera de entrada mais bacana lançada no ano de 2012. Embora tenha uma densidade de pixels um pouco alta para meu gosto, ela apresenta boa qualidade de imagem, gravação de vídeos em Full HD e um preço que não faz o consumidor chorar sangue.

Tecnologia do Ano – Sensor X-Trans Fujifilm – sim, pelo menos aqui alguma coisa para a Fuji. A nova tecnologia de sensores da empresa é matadora e fico muito surpreso de uma de suas câmeras não ter aparecido nessa lista.

Algumas escolhas obvias e outras estranhas, mas cada um tem direito a sua própria opinião.

sony_rx1

emNotícias

Produção do BioShock para o Vita esbarra na questão financeira

Por em 28 de fevereiro de 2013

dori_bios_27.02.13

Uma das maiores surpresas da apresentação da Sony durante a E3 de 2011 foi a revelação de que o PlayStation Vita receberia uma versão do BioShock. O anúncio foi feito pelo próprio criador do jogo, Ken Levine e na ocasião as pessoas ainda acreditavam que o portátil seria abastecido com uma grande quantidade de jogos respeitáveis. Mas se muitas informações sobre o FPS desde então, o que teria acontecido com ele?

Bom, de acordo com o game designer (que por sinal tem usado o Twitter para dar respostas muito engraçadas aos fãs), o motivo para mais nada sobre o game ter sido dito é a pura e simples falta de dinheiro.

Está fora do meu controle no momento, ele está nas mãos dos caras de negócios, que estão negociando um acordo e tentando fazer funcionar para ambas as partes. Estou com os dedos cruzados torcendo para acontecer porque é algo que eu quero fazer, mas até que alguém comece a assinar os cheques, não há nada que eu possa fazer…

Segundo Levine, o acordo deve ser fechado entre Sony, Take-Two e Irrational Games, dando a atender que a produção deste BioShock nem mesmo teve início e como ele afirmou que mesmo acreditando no potencial do jogo, para ele existir tudo depende do “alinhamento das estrelas”, acho que é melhor esquecermos que um dia o game foi mencionado.

[via Gamespot]

emPortáteis Sony

EA anuncia tecnologia que unificará logins entre plataformas

Por em 28 de fevereiro de 2013

Autolog

A Electronic Arts anunciou um sistema que irá unificar o login utilizados em seus jogos nas várias plataformas em que eles estão presentes. Desta forma, a partir do momento em que a tecnologia conhecida como Single Identity entrar em funcionamento, nós teremos acesso a uma única rede para os títulos lançados por eles, nos permitindo encontrar e conversar com amigos que estejam jogando no PC, Facebook, consoles, smatphones e tablets.

Além disso, a ideia é que novidade possibilite ainda duas funções que certamente são o sonho de muita gente, iniciar uma partida num aparelho e terminá-la em outro (desde que tenhamos o jogo em mais de uma delas, é claro) e a principal, jogar contra pessoas que estejam em outras plataformas. Tal conceito pode até parecer simples, mas a EA alega que nenhuma empresa fez isso anteriormente e que para chegar a versão final, foram necessários 18 meses de trabalho e mais de 1500 engenheiros.

Eu confesso que estou achando toda a proposta boa demais para ser verdade e só acreditarei que poderemos jogar com amigos que tenham o game para outro videogame quando o cross-platform realmente estiver funcionando, mas mesmo que a promessa não se torne realidade, acho que a simples possibilidade de compararmos nosso desempenho com o deles já será uma ótima adição.

Uma das minhas maiores frustrações quando comprei o Need for Speed: Hot Pursuit para PC foi descobrir que a maior parte dos meus amigos tinham adquirido o jogo para PS3 ou Xbox 360 e apesar de até aceitar que não poderia disputar corridas contra eles, nunca consegui entender porque o Autolog não funcionava registrando dados de todas as plataformas e ao que tudo indica, ao menos isso será resolvido.

[via The Verge]

emCelulares Computadores Indústria Microsoft Nintendo Sony