Games
Games
Digital Drops Blog de Brinquedo

Take-Two comemora sucesso de Borderlands 2 e XCOM: Enemy Unknown

Por em 1 de novembro de 2012

dori_xcom_31.11.12

A Take-Two Interactive divulgou um balanço do segundo trimestre do atual ano fiscal, encerrado em 30 de setembro e nele ficamos sabendo que o faturamento da companhia ficou na casa dos 273 milhões de dólares, valor alcançado em partes graças as boas vendas de jogos mais antigos, como o Grand Theft Auto IV e o Red Dead Redemption.

Porém, o que realmente chamou a atenção foi o desempenho do Borderlands 2. Segundo a editora, o FPS pode ser considerado um dos seus melhores lançamentos, com mais de cinco milhões de unidades já tendo sido vendidas e ostentando uma respeitável média 90 no Metacritic, além de ter recebido muitos elogios também dos jogadores.

Outro lançamento recente que também se saiu muito bem foi o XCOM: Enemy Unknown. Embora os números das vendas do jogo de estratégia não tenham sido divulgados, a Take-Two garante que ele foi um sucesso tanto comercial quanto de crítica, também alcançado uma média 90. Eu ainda mencionaria o detalhe de que ele será o responsável por introduzir muitos jogadores à franquia, o que provavelmente fará com que uma continuação seja ainda melhor recebida.

Realmente 2012 tem sido um ótimo ano para a Take-Two, que além dos títulos supracitados ainda colocou no mercado outros jogos bastante elogiados, como o Max Payne 3, Spec Ops: The Line, NBA 2K13 e The Darkness II. Por fim, não posso deixar de mencionar a informação de que a empresa mais do que dobrou as vendas digitais em relação no mesmo período do ano passado, mostrando como esse modelo de distribuição tem caído no gosto dos consumidores.

[via Press Release]

emIndústria

Próxima geração poderá diminuir custo de desenvolvimento dos jogos

Por em 1 de novembro de 2012

dori_gta_01.11.12

Pode ser que você nem lembre disso, mas antes da atual geração começar, os lançamentos para consoles eram vendidos por US$ 50. A explicação dada pelas desenvolvedoras para o aumento de US$ 10 estaria no custo de produção bastante elevado que os jogos exigiam e com os próximos videogames se aproximando, existe um certo temor de que novamente vejamos os games se tornarem mais caros, mas de acordo com Strauss Zelnick, presidente da Take-Two, não é isso o que deverá acontecer.

“Se acreditamos que será mais caro fazer jogos jogos para a próxima geração? A resposta é não. Não teremos um aumento de despesas operacionais com a próxima geração. Em muitos casos, acreditamos que poderá ser mais fácil criar títulos para os próximos consoles, dependendo da maneira como a tecnologia virá com eles.”

O comentário é interessante porque normalmente o início de um console é motivo para deixar muitos profissionais desesperados, reclamando da dificuldade em criar jogos para ele e como as fabricantes transformaram suas vidas num inferno, mas pelo jeito o poder de processamento dos futuros aparelhos compensará tudo isso.

Agora, se desenvolver para o Playstation 4 e Xbox 720 será tão fácil e “barato”, bem que eles poderiam nos fazer o favor de baixar um pouco o preço de um lançamento, não é mesmo? Mas será que sou o único a ter certeza de que isso não irá acontecer?

[via CVG]

emIndústria

Nikkor AF-S DX 18-300mm ED VR – Análise no Dpreview

Por em 1 de novembro de 2012

E o Dpreview, aquele site que todo editor de fotografia gostaria de trabalhar, teve acesso a nova Nikkor AF-S DX 18-300mm f/3,5-5,6 ED VR e já colocou no ar um review completo mostrando os pontos positivos e negativos da nova lente. Acho que todo mundo ficou animado com esse lançamento da Nikon, pois seria uma lente para ficar acoplada à câmera constantemente. Pessoas que se iniciam no mundo das câmeras reflex, principalmente se vindas do mundo das ultrazoons, sentem falta de lentes com mais poder de aproximação e ficam frustradas com a necessidade de ter uma lente para cada ocasião, principalmente por conta do alto preço do acessório. Nisso temos que dar um grande crédito para a Nikon, pois entendendo essa necessidade dos iniciantes colocou no mercado várias lentes voltadas para essa necessidade.

A Nikkor AF-S DX 18-300mm f/3,5-5,6 ED VR possuí 16,7x de zoom ótico e, levando em conta o fator de corte das câmeras DX, se comporta como uma 27-450mm. Deve ser suficiente para você poder fazer aquela foto bacana da natureza, da Lua ou da vizinha do prédio em frente, e ainda fotografar a festa de aniversário do seu filho. A lente é formada por 19 elementos (caraca) distribuídos em 14 grupos, sendo 3 de cristal ED e 3 asféricos. A lente também está equipada com sistema de estabilização de imagem com 4 pontos de compensação e a distância mínima de foco fica em 0,45m em toda o range focal. A lente pesa 830 gramas, mede 120mm e custa US$ 999,00. Ela foi planejada para ser utilizada nas câmeras com sensor cropado da empresa (DX), mas pode ser utilizada nas full frame com o DX crop mode.

O texto do Dpreview segue uma mesma metodologia e mostra para os leitores o design e operação da lente, com as medidas e peso, além de comparação de tamanho com outras lentes da mesma categoria. Em seguida começam os testes, onde são utilizadas metodologias matemáticas e a utilização da lente em situações reais do cotidiano. Depois de tudo analisado, são levantados os pontos positivos e negativos da lente. Os positivos são a grande distância focal, boa qualidade de imagem na faixa inicial da tele, autofocus rápido e preciso, boa qualidade da construção e uma capacidade decente de fazer fotos em close-up. Agora os negativos são um pouco complicados. Entre eles distorção extrema na maior parte do range da lente, o estabilizador de imagem não é tão eficaz quanto em outras lentes da mesma categoria, principalmente quando em 300mm, e alertam que ela é grande, pesada e cara se comparada com outras lentes superzoom, chegando em alguns mercados a custar o dobro da, por exemplo, da Tamron 18 – 270 milímetros F/3.5-6.3 Di II VC PZD.

Eu, particularmente, não esperava grande qualidade de imagem da lente, uma vez que todas que já tive com grande distância focal tinham esse problema. Não se trata de um defeito, e sim de uma limitação.

emLentes

Reconhecimento de voz no Google é quase Siri, mas em português ainda é Songa.

Por em 1 de novembro de 2012

Songa

O Google está aos poucos entendendo que quando fazemos uma busca não queremos uma lista de sites, mas uma resposta. Não me interessa se 500 sites publicaram tratados sobre o tema, se eu preciso descobrir rapidamente como remover mancha de muco vaginal de ornitorrincos em gravatas de seda, eu quero apenas a informação. No caso, esfregar um kiwi amassado, duas gotas de tabasco e cinco minutos no Sol, coberto por um pano roxo.

Siri trazia isso, a calculadora do Google trazia isso. Várias buscas já traziam resultados diretos, e agora o sistema de voz também trás. O comportamento é muito semelhante ao da Siri, mas isso é inevitável. Você faz uma pergunta, recebe uma resposta. Qual a qualidade? Excelente, é busca do Google.

continue lendo

emMeio Bit

Quando um desenvolvedor ajuda os que piratearam seu jogo

Por em 1 de novembro de 2012

dori_hot_31.11.12

Nós já vimos muitos desenvolvedores de games criticando a pirataria e vários outros dando de ombros para essa prática, mas o que Jonatan Söderström fez recentemente é algo no mínimo inusitado. Responsável pelo recém lançado Hotline Miami, não demorou para que o sueco descobrisse que sua criação estava sendo distribuída ilegalmente em sites de torrent e ao perceber que algumas pessoas estavam enfrentando problemas com essas cópias, ele prontamente deixou um comentário no The Pirate Bay se dispondo a ajudá-las.

Ou seja, mesmo com o seu jogo tendo conseguido a “façanha” de ser aceito por um serviço de respeito como o Steam, o game designer não viu o menor problema de trabalhar em um patch que seria disponibilizado gratuitamente para quem obteve o jogo sem pagar nada e como ele havia dito através do Twitter que não gostaria que as pessoas pirateassem seu título, porque as teria ajudado?

Porque eu trabalhei muito duro para fazer uma experiência interessante que as pessoas aproveitasse,” explicou Söderström. “Os bugs prejudicam a experiência e para mim isso é pior do que perder dinheiro. Eu não seria a pessoa que sou sem a pirataria. Através da pirataria descobri algumas coisas realmente obscura que me deram tanta inspiração e eu nunca teria a chance de experimentá-las se não fosse assim. Se os piratas apoiarem as coisas que gostam, a pirataria provavelmente deixa de ser um grande problema.

Para concluir a declaração um tanto polêmica, o game designer disse ainda que “se a pirataria significa mais pessoas podendo experimentar o jogo, então não quer dizer uma perda total” e embora ele deva ter ganhado muitos pontos com todas aqueles que baixaram o jogo ilegalmente, fico me perguntando se tal atitude não pode acabar incentivando outras pessoas a fazerem o mesmo ou até lhe fechar algumas portas em outras empresas que poderiam estar de olho em levar o game para suas plataformas, como é o caso da Sony.

[via Polygon]

emMiscelâneas

Playstation Vita, uma mulher e quatro seios

Por em 1 de novembro de 2012

O principal objetivo de uma propaganda é chamar a atenção das pessoas para o produto que ela está divulgando e será que existe uma maneira melhor de se fazer isso do que tentando criar alguma polêmica? Esta semana mesmo vimos a EA pedindo uma lei que aumentasse o limite de velocidade nos Estados Unidos e agora o Playstation Vita ganha um anúncio igualmente provocativo.

A peça em questão foi publicada em uma resvista francesa e trás a imagem de uma mulher com quatro seios, dois na frente e dois nas costas, e junto com a montagem temos o texto “Toque ambos os lados. O dobro de sensações”, uma clara referência às áreas sensíveis ao toque do portátil.

O histórico de anúncios polêmicos e/ou bizarros para os produtos da linha de games da Sony é antiga e na minha opinião a ideia é até um pouco pobre, mas no fim das contas consegue atingir seu objetivo, que é o de nos mostrar uma das funções do Vita.

A questão que fica é: Quanto tempo demorará até que algumas pessoas comecem a reclamar de que a proposta passa a noção de mulher objeto blá-blá-blá?

dori_psv_01.11.12

[via Eurogamer]

emPortáteis Sony