Ciência
Ciência
Digital Drops Blog de Brinquedo

Equipe de mergulhadores investiga destroços da Millenium Falcon

Por em 28 de junho de 2012

milleniumfalcon

A maior parte das descobertas científicas surgiu quando um pesquisador olhou algo que não deveria ter acontecido e pensou “interessante”. O problema é que 500 mil pessoas encherem o saco pedindo “dá uma olhada nisso” ele provavelmente vai mandar todo mundo catar coquinho e criará prevenção contra a coisa.

É o que acontece com qualquer tipo de Objeto Não-Identificado. Os Ufeiros com sua histeria conspiratória e incapacidade patológica de reconhecer Vênus, Júpiter e aviões em geral contaminaram de tal forma as pesquisas que nenhum cientista que se preze chega perto desse campo. E não, “ufeiro sério” é uma contradição em termos.

Por isso a dificuldade em achar informações sérias sobre esse caso suculento no Báltico pelo pessoal da Ocean Explorer. um grupo de caçadores de tesouros suecos. Acharam algo com 18 metros de comprimento, diferente de uma formação rochosa e com formato assustadoramente semelhante a um cargueiro coreliano YT-1300. O objeto chega a apresentar uma trilha de destroços, como seria de esperar em um pouso forçado.

continue lendo

emCiência

Google I/O

Por em 28 de junho de 2012

A guerra dos três grandes do mercado de tecnologia (Apple, Microsoft e Google) atual tem tomado cada vez mais vários fronts de batalha. Até certo tempo atrás, cada um tinha seu próprio nicho de especialização e eram bem distintos entre si. Google firme no domínio da web, Microsoft com o pé cravado no Windows e tudo que gira à sua volta e a Apple… bem, Apple faz o que bem entender. Ela pode.

continue lendo

emGoogle Mercado Software

Os Lumia serão jogados no lixo… Motivo? Windows Phone 8.

Por em 28 de junho de 2012
Laguna_LovesWP_26jun2012

O amor custa caro.

Quando a Nokia anunciou parceria com a Microsoft, para utilizar o Windows Phone como sistema operativo de seus smartphones, o tio Laguna percebeu que era o momento de ter o primeiro smartphone: minhas necessidades de telefonia até então eram supridas por dois celulares “burros” da Nokia, que, embora passem uma sensação de maior durabilidade (em especial, da bateria) ante os smartphones de uma maneira geral, tais aparelhos não possuem recursos como acesso à internê por 3G.

Se, por um lado, eu tinha a confiança no hardware da Nokia e era óbvio o meu desejo por um smartphone dela; por outro, uso o Windows nos meus computadores e assim eu percebia o software da Microsoft como algo minimamente familiar, cuja presteza no suporte eu pagaria para ter num futuro celular.

Laguna_NokiaC1Xpres_25jun2012

Celulares do tio Laguna

Desde aquele momento, o tio Laguna se sentia atraído pelos Lumia (antes mesmo de conhecer o nome) e tal namoro terminou quando a Nokia Brasil divulgou o preço do Lumia 800, meu principal objeto de desejo em smartphones até então.

Se era para pagar quase R$ 1.700,00 (mil e setecentos reais!) num celular que não tinha nem câmera frontal, era melhor eu ser conservador e pedir para alguém me trazer um iPhone 4S do exterior (sobrando-me cinqüentinha pro cinema). Foi o que eu fiz e agora vejo que não me arrependo!
continue lendo

emArtigo Computação móvel Meio Bit Mercado Microsoft Microsoft Mobile Opinião

EA diz que objetivo é tornar Origin melhor que o Steam

Por em 28 de junho de 2012

dori_ori_25.06.12

Pedir para alguém dar sua opinião sobre o Origin é quase a certeza de que ouvirá muitas críticas e reclamações, mas para David DeMartini, vice-presidente global de ecommerce do serviço de distribuição da EA, eles esperam que a loja virtual seja capaz de um dia bater o seu principal concorrente e líder mundial, o Steam.

Se o MySpace tivesse se mantido como a única resposta nas redes sociais e ninguém tivesse mudado para o Facebook, então todos nós estaríamos presos no MySpace nesse momento e não teríamos o fenômeno do Facebook… A única maneira de haver inovação é tendo outras pessoas tentando e fazendo versões melhores daquilo que alguém fez anteriormente e isso é o que estamos tentando fazer com o Origin.

Eu não esperava que seríamos capazes de bater o Steam nos primeiros 12 meses, mas estou bastante otimista de que nos diferenciaremos como serviço. Construímos a fundação e agora estamos começando a adicionar valor ao serviço.

DeMartini reforçou sua opinião ao citar os números conquistados pelo Origins nos últimos meses, como as mais de 12 milhões de pessoas que criaram contas por lá ou as vendas superiores a 150 milhões de dólares, algo que segundo ele, significa um aumento de 400% em relação ao ano anterior e os coloca numa situação bastante interessante.

Particularmente acho a meta praticamente impossível de ser alcançada, não por considerar o Steam imbatível, mas por achar que antes da Electronic Arts falar em conseguir o primeiro lugar, antes ela precisa disponibilizar um enorme número de jogos de outras empresas, algo que o Origin ainda está longe de conseguir. Além disso, superar a comunidade que se formou em torno do serviço da Valve será algo muito complicado, algo que a EA também tem um longo caminho a ser percorrido.

[via MCV]

emComputadores

Apenas 20% terminarão o novo Hitman

Por em 28 de junho de 2012

dori_hit_28.06.12

Ao falar um pouco sobre o Hitman: Absolution, o diretor Tore Blystad fez uma revelação um tanto preocupante em relação aos hábitos dos jogadores. Segundo ele, apenas uma pequena parte dos que encararem a nova aventura do Agente 47 chegarão ao seu final.

Somente 20% dos jogadores verão o último estágio do jogo. É horrível saber disso. Isso faz com que as pessoas que estão trabalhando nele fiquem muito tristes.

Estamos usando estudos métricos muito mais do que fizemos antes, pelo bem e pelo mal. O jogador comum provavelmente nem mesmo termina o jogo, o que é muito triste, ou eles o jogarão apenas uma vez, mas o game está sendo feito para que as pessoas queiram voltar a cada um dos estágios e obter todas as coisas que eles oferecem. Foi feito para durar, ao invés de ser uma experiência de uma única vez.

O pior de tudo isso é que não se trata de uma fenômeno de um jogo que pode ser bastante difícil, pois de acordo com segundo Blystad, a desistência no meio da jogatina pode ser vista em grande parte dos títulos, algo que ele acredita possa ser explicado pela falta de comprometimento das pessoas em terminar produtos que exigem várias horas de dedicação, o que faz com que elas se cansem.

E eu achando que não voltar a games que já terminamos era um problema muito grande.

[via Official Playstation Magazine]

emMiscelâneas

Nintendo promete Wii U com preço acessível

Por em 27 de junho de 2012

dori_wiiu_27.06.12

Um dos maiores mistérios em relação ao Wii U continua sendo o seu preço, algo que pode ter uma influência muito grande no desempenho comercial e para desespero dos fãs, a fabricante continua sem revelar um valor final. Porém, durante uma entrevista ao jornal japonês Yomiuri Shimbun, Satoru Iwata deixou claro que o videogame deverá ter um preço razoável.

Não cometeremos o mesmo erro que cometemos com o 3DS, que era considerado relativamente caro pelos consumidores.

Já Reggie Fils-Aime, responsável pela divisão norte-americana da companhia, afirmou que os jogadores serão “agradavelmente surpreendidos” pelo valor do Wii U e como a Nintendo acredita que o aparelho deva ser voltado para um mercado amplo, a ideia não é fazer como os competidores, que lançam consoles custando alto e vão reduzindo o preço aos poucos.

O que tem se falado por aí é que o novo videogame deverá custar US$ 350, com algumas pessoas apostando até em US$ 300, o que considero um pouco difícil de acontecer. Resta saber como a indústria se comportará, já que tanto a Sony quanto a Microsoft deverão reduzir o preço de seus consoles.

[via Eurogamer]

emNintendo

Empresa divulga ranking dos aeroportos mais conectados da América Latina

Por em 27 de junho de 2012

dori_aer_25.06.12

Você está voltando de viagem e ao parar em uma aeroporto para fazer uma conexão, descobre que terá que ficar ali por várias horas. A situação por si só já seria bastante estressante, mas piora consideravelmente ao constatar que terá de pagar uma pequena fortuna para utilizar a rede sem fio do lugar, algo que poderia ajudar a amenizar a espera.

Essa situação já foi vivenciada por muitos de nós e para tentar nos prevenir de surpresas desagradáveis e principalmente, colocar uma pressão nas administrações dos aeroportos, a agência Ressac publicou um estudo onde lista aqueles mais conectados da América Latina.

Para chegar ao resultado, além de terem analisado os aeroportos que oferecem conexão gratuita, levaram em consideração suas presenças em redes sociais como Facebook e Twitter, e deram pontos extras para os que se preocupam com a acessibilidade, oferecendo aplicativos para smartphones ou contando com sites que podem ser facilmente visualizados nos celulares.

No topo da lista ficou o Aeroporto Internacional de Ezeiza, na Argentina, cinco pontos a frente do Galeão (desculpe, não consigo me acostumar a chamá-lo de Tom Jobim), no Rio de Janeiro. O próximo brasileiro na lista aparece apenas na quinta posição, sendo o de Curitiba, mas somente um ponto atrás. A grande surpresa no entanto talvez seja Guarulhos, ostentando apenas o décimo lugar (seguido pelo aeroporto de Brasiília) e metades dos pontos do Rio.

Ou seja, por mais que o estudo mostre que os aeroportos estão buscando se modernizar, não deixa de ser triste vermos que em termos de acessibilidade/conectividade, uma nação que tanto cresce e que se orgulha de estar prestes a sediar uma Copa do Mundo e uma Olimpíadas, ainda vê grande parte das suas portas de entrada para o mundo ficarem atrás de países como a Costa Rica, Peru e Panamá.

[via The Next Web]

emPlaneta Sem Fio Wireless e Redes