Digital Drops Blog de Brinquedo

Banco de Dados do Grindr é hackeado e divulgado na Internet

Por em 1 de abril de 2012

 

1º de Abril

Se você estava em Nárnia e usa o Grindr, agora não está mais. Um grupo hacker conseguiu acesso ao banco de dados de todos os usuários do Grindr, contendo e-mail e telefone, além de todas as informações do perfil que vemos quando entramos no aplicativo e divulgou na Internet. Foram divulgados mais de 3,5 milhões de dados pessoais dos usuários cadastrados e literalmente assumiu muita gente.

E pior, com o recurso de geolocalização, eles também descobriram o último local que a pessoa usou o Grindr. Muita gente acessa de casa, ou seja, seu endereço em toda a web (como eu sou assumido, nem me preocupa haha). Como a segurança da Apple é, digamos, bem melhor do que a do aplicativo, nenhum cartão de crédito ou algo assim foi exposto, já que a compra e assinatura do Grindr Xtra, a versão paga do Grindr é feita diretamente pela Apple.

A empresa admitiu o erro e em comunicado para Imprensa escreveu:

Lamentamos muito o ocorrido e estamos trabalhando, junto com os nossos advogados e com a polícia para identificar a origem deste ataque.

Lembramos que nenhuma informação de cobrança, usada tanto no Grindr Xtra como no Grindr foi divulgada e está em segurança.

Atualmente somos mais de 3,5 milhões de usuários em todo o mundo e pedimos sinceras desculpas para todos os nossos usuários.

Para quem não conhece o Grindr, é uma rede social voltada para o público gay/bi, e eu até fiz um post sobre ele aqui no Meio Bit. Nenhum grupo assumiu o ataque ao aplicativo, ainda. E se você não era assumido, bem, fizeram esse trabalho pra você! :) O F. (retirado por pressões públicas e DMs ameaçadoras) agora pode se assumir. Abraços. E bem-vindo ao dia primeiro de abril.

emInternet Meio Bit