Games
Games
Digital Drops Blog de Brinquedo

Durango seria o codinome do próximo Xbox

Por em 29 de fevereiro de 2012

dori_dura_29.02.12

Há alguns dias o Kotaku publicou uma notícia afirmando ter ouvido de fontes envolvidas com o desenvolvimento do próximo Xbox, que o aparelho está sendo chamado internamente de Durango e ontem Sean Tracy, designer técnico sênior da Crytek tratou de colocar um pouco mais de lenha nessa fogueira.

Através do Twitter ele disse que estava curtindo um encontro em Londres para os desenvolvedores do Durango, onde muitas conversas interessantes estavam ocorrendo e logo depois a mensagem foi apagada, sugerindo que o rapaz levou uma bela bronca por falar mais do que deveria.

Como o último grande projeto de hardware da Microsoft, o Kinect, era conhecido pelo nome da cidade de Natal e o suposto codinome do sucessor do Xbox 360 é um estado mexicano, parece que a Microsoft passou a adotar o nome de lugares para chamar suas criações e que obviamente mudará para a versão final, algo bastante comum na indústria de games e cá entre nós, muito melhor chamar o console de Durango do que de Xbox 720. Acho até que vou tomar o rumor como verdadeiro e passarei a chamar o novo aparelho apenas dessa maneira.

[via Eurogamer]

emMicrosoft Rumores

Remake do Baldur’s Gate poderá ser anunciado em breve

Por em 29 de fevereiro de 2012

dori_bg_29.02.12

Na extensa lista de remakes que os jogadores sempre pedem, uma das séries que está nas primeiras posições é a Baldur’s Gate. Criada pela BioWare numa época em que alcançar uma resolução de 800×600 era privilégio de poucos, o jogo acabou não envelhecendo muito bem, apesar da sua excelente mecânica e bom enredo e por isso uma versão em alta definição é o sonho dos fãs.

A boa notícia é que a possibilidade do jogo aparecer repaginado ganhou força, já que o site do game foi atualizado e como recentemente começou a circular pela internet a informação de que o Baldur’s Gate II Complete Edition passaria a ser vendido através do Steam, a princípio muito imaginaram que a mudança na página estaria ligado a isso, mas então o site GameBanshee descobriu que Trent Oster, ex-funcionário da BioWare, fundador da Beamdog e detentor do domínio estava envolvido no projeto e deu a seguinte declaração:

Não temos relação com a edição completa do Steam, é o que posso te dizer. Isso a parte, esperamos anunciar algo em breve.

A possibilidade fica ainda mais forte ao lembrarmos que o estúdio de Oster lançou recentemente uma versão em alta definição do MDK2 e como bem observou o pessoal do Kotaku, o game designer publicou no seu Twitter uma mensagem falando sobre a chegada no escritório de um novo brinquedo e questionando o que eles poderiam estar desenvolvendo que precisasse de um iMac. Seria uma conversão do Baldur’s Gate para o iPad?

Tomara que o rumor se confirme e o que eu gostaria mesmo é de ver o game ressurgindo no PC, mas algo me diz que recriar o jogo assim seria trabalhoso e custoso demais.

[via GameBanshee]

emComputadores Museu Rumores

Virgin Galactic prepara VSS Enterprise para vôo de testes ainda em 2012

Por em 29 de fevereiro de 2012

vssenterprise

Em 2004 Mike Melvill, um sul-africano naturalizado americano de 64 anos ignorou solenemente James Tiberius Kirk, que dizia que “galopar pelo Cosmos é para os jovens”, e no controle da SpaceShip One, projetada por Burt Rutan tornou-se o primeiro civil a atingir o limiar do Espaço, 102 km acima da superfície terrestre.

O feito rendeu à Scalled Composities e Paul Allen, investidor do projeto o Prêmio X, de US$ 10 milhões. Todos ficaram muito felizes, o que do ponto de vista puramente econômico não faz sentido, pois gastaram US$ 25 milhões para ganhar dez.

continue lendo

emEspaço

Marinha mais próxima do sonho da Railgun própria

Por em 28 de fevereiro de 2012

vlcsnap-00003

Uma das coisas mais legais de Transformers fora a Megan Fox é que ao contrário da maioria dos filmes de Ficção Científica no filme de Michael Bay os alienígenas não são onipotentes e invulneráveis.

Uma boa dose de munição perfurante de blindagem estraga o dia deles. De resto os filmes são inverossímeis ao extremo, mas mesmo no meio do samba do crioulo doido que MB faz, às vezes o mais absurdo é absolutamente verdadeiro.

No ápice do segundo filme da trilogia o personagem de John Turturro manda que o Capitão do USS John Stennis e da força-tarefa inteira utilize um protótipo de uma arma, uma Railgun, contra o Decepticon Boludo que estava destruindo uma pirâmide, aproveitando que o Zahi Hawass estava de férias.

O Capitão protesta, diz que é informação secreta, bla bla. No final o Decepcticon vai pra vala com um único tiro.

A única coisa realmente FC na cena é o Decepticon. A Marinha dos EUA tem um projeto de railguns, desenvolvido junto com A BAE Systems, e por algum motivo adoram postar vídeos de seus progressos.

O conceito da Railgun é super-simples: Uma série de campos magnéticos acelera um projétil metálico a uma velocidade boçal. Dotado de Toneladas de energia cinética, o projétil segue uma trajetória baseada nas Leis físicas que já eram conhecidas de Leonardo DaVinci, e atinge o alvo com um poder de destruição imenso, dispensando a necessidade de qualquer tipo de carga explosiva.

Railguns são excelentes para navios pois demandam espaço e muita, muita eletricidade. Duas coisas que navios costumam ter de sobra.

O protótipo da Marinha ainda está na fase de testar o canhão em si, não o projétil, por isso ele parece mais uma biela do que qualquer outra coisa, mas no vídeo abaixo, recém-divulgado dá para ver a velocidade e a energia do bicho.

Lembre-se, ele não tem NENHUM explosivo, o canhão é elétrico. A explosão que você vê é apenas o ar entrando em combustão por causa da velocidade da bala, digo, biela.

Faz jus ao lema do projeto, Velocitas Erradico – Velocidade Destrói.

Fonte: GL

emHardware

Sony TX300 – baixo rendimento do sensor

Por em 28 de fevereiro de 2012

Bem, eu não quero dizer “eu avisei”, mas é interessante comentar essa notícia. Em janeiro a Sony deixou todo mundo perplexo ao anunciar  a primeira câmera compacta com sensor CMOS retroiluminado com 18 megapixels de resolução máxima. Tudo bem que um dia chegaríamos a esse patamar, mas acho que foi muito cedo. A tecnologia ainda não está preparada para isso. Muitos podem dizer que o sensor CMOS retroiluminado possui um ótimo rendimento, mas mesmo ele no tamanho minúsculo que encontramos em câmeras compactas não vai fazer nenhum milagre. E outra pergunta que não quer calar: por que um usuário doméstico iria querer uma foto em 18 megapixels? A maior parte do público leigo utiliza a câmera para fotos nas redes sociais e nem se preocupa muito em guardar suas imagens.

Hoje foram publicadas imagens feitas com uma versão final da Cybershot TX 300 e já atualizada com o último firmware disponibilizado pela Sony. Infelizmente, as notícias não são muito boas. Vejam abaixo o rendimento do sensor com imagens feitas em grande angular (26mm) e ISO 100.

 

Podemos ver que existe algum problema por aqui. A questão central é como a Sony pode lançar um produto com características tão negativas. Se o ISO 100 é assim, então podemos esperar algo de arrepiar com ISO 400 ou 800. Muitos estão apostando que a empresa vai dar um jeitinho de melhorar o processamento interno das imagens através de futuras atualizações, mas fica aqui um pequeno receio. Hoje foram anunciados oficialmente várias câmeras compactas da empresa e a maioria está equipada com esse novo sensor de 18 megapixels. Será que todas vão ter esse nível de qualidade?

emÁudio Vídeo Fotografia Equipamentos

Ecopalhaçada do dia: Carro movido a ar comprimido

Por em 28 de fevereiro de 2012

thermosimpsonsj

A Tata Motors é uma espécie de Kia no mau sentido, made in Índia, com tudo que isso implica.

Os carros são feios, inseguros, mal-acabados e por isso mesmo incrivelmente baratos. Há Tatas por US$8 mil. São perfeitos para o mercado indiano e fazem um sucesso imenso. Só que eles querem mais, e agora resolveram faturar em cima de algumas vantagens legais:

As Leis de incentivo fiscal para veículos não poluentes e o desconhecimento geral das Leis da Física.

continue lendo

emHardware

Como calibrar o botão Home do iPhone 4 e 4S

Por em 28 de fevereiro de 2012

Antes de iniciar o texto, queria dizer que é um enorme prazer iniciar minha contribuição para o Meio Bit. Me esforçarei ao máximo para trazer muitas novidades, sempre com o foco no mundo Mobile.

Para dar início aos trabalhos, resolvi escrever sobre uma dica que pode ser muito útil para a maioria dos usuários do iPhone 4 e do iPhone 4S. Já recebi inúmeras reclamações de usuários do celular mais desejado do mercado sobre o botão Home (imagem abaixo), aquele botãozinho do meio, que a Apple mesmo já chamou de o único botão do iPhone, embora ele ainda tenha os botões de volume, vibrar e Liga/Desliga.

iPhone Home Button
O grande problema do botão Home é que ele simplesmente, do nada, para de funcionar. Em muitos casos é um problema intermitente, o que muitas vezes dificulta o usuário ao chegar em uma assistência técnica, pois Murphy é nosso amigo e nada nos faltará. Assim, na hora de mostrar o problema, o botão insiste em funcionar.

O fato é que embora muitos pensem que o problema está no Hardware, no botão mesmo, e que assim o mesmo deve ser trocado ou o aparelho substituído por um novo, na esmagadora maioria das vezes o problema é de calibragem.

Para poupar o tempo dos usuários, que provavelmente enfrentariam filas e horas de espera, resolvi mostrar como calibrar o botão Home do iPhone é muito simples. Para calibrar agora mesmo, é só seguir os 3 passos abaixo:

  1. Abra o aplicativo de Previsão do tempo do seu iPhone Ícone do app de Previsão do tempo do iPhone
  2. Pressione o botão Liga/Desliga do seu iPhone até a tela escurecer e aparecer na parte superior o botão vermelho de desligar.

  3. Pressione e segure o botão Home até que a tela volte ao normal e a barra de desligar o iPhone desapareça.
  4. PRONTO! O botão Home já está calibrado.
Aguarde alguns dias e verifique se seu botão Home voltou a funcionar. Caso isto não resolva o seu problema, meu conselho é procurar a loja ou operadora na qual você adquiriu seu iPhone.
emCelular Mobile Tutorial