Ciência
Ciência
Digital Drops Blog de Brinquedo

Conheça o Lopes (Lower-extremity Powered ExoSkeleton)

Por em 28 de fevereiro de 2011

Pesquisadoras do laboratório de engenharia biomecânica da universidade Holandesa de Twente finalizaram a parte mais importante do projeto que promete ser uma revolução na medicina de reabilitação, o Lopes (Lower-extremity Powered ExoSkeleton). Trata-se de um exo-esqueleto robotizado capaz de fazer com que vítimas de derrames e outros traumas possam recuperar a habilidade de caminhar re-ensinando-lhes o caminho das pedras.

Ao contrário de outros aparelhos similares, o Lopes é o único capaz de reproduzir três dimensões de movimento para quaisquer direções. Isso faz com que o sistema nervoso do paciente “relembre” mais facilmente quais grupos musculares são ativados para quando os passos fazem uma mudança súbita de direção, tornando o processo de recuperação ainda mais autônomo e intuitivo.

Os holandeses esperam que o Lopes substitua as máquinas atuais por volta de 2012 e o projeto é considerado tão promissor que já foi incluído em um outro projeto ainda maior para a União Européia, chamado MindWalker, um enorme projeto que testa algoritmos avançados de controle autônomo para serem usados em exo-esqueletos e robôs de recuperação física.

emCiência Meio Bit

Análise: Nine Hours, Nine Persons, Nine Doors (DS)

Por em 28 de fevereiro de 2011

O que você faria caso acordasse em um estranho lugar, junto à desconhecidos? E pior ainda, você descobre que está participando de um jogo onde sua vida está apostada. É essa a sensação que o game Nine Hours, Nine Persons, Nine Doors tenta passar para o jogador. Lançado para Nintendo DS em Novembro de 2010, o jogo mistura suspense e exploração de uma forma muito agradável.

No jogo, controlamos o personagem Jumpei. um jovem colegial que acorda em um estranho lugar. Após re-ganhar sua consciência, percebe que está em um quarto de navio. Ele nota também que está usando um estranho bracelete com um visor LCD, contendo apenas um número: 5. Esse mesmo número encontra-se na porta, que leva a saída do quarto.

Após escapar, Jumpin encontra outras 8 pessoas. Aparentemente, alguém que se auto-denomina “Zero” está por trás disso. Ele sequestrou essas 9 pessoas para participarem de um jogo chamado “Nonary Game”. O objetivo é simples: Os participantes possuem o prazo de 9 horas para encontrar a saída no navio, antes que o mesmo comece a afundar. Mas não é tão simples assim.

continue lendo

emAnálises Nintendo Portáteis

Mudanças no Google afetam 11,8% das pesquisas visando melhorar resultados

Por em 28 de fevereiro de 2011

Quem fizer uma pesquisa no Google, poderá se deparar com resultados diferentes dos encontrados em pesquisas idênticas até a semana passada. A Google, que sempre otimiza e modifica os algoritmos de pesquisa do seu buscador, fez recentemente uma grande atualização nessa área, afetando cerca de 11,8% dos termos pesquisados.

A justificativa para essa alteração de grandes proporções é barrar a subida vertiginosa e sem sobressaltos de sites com conteúdo de baixa qualidade, também conhecidos como “content farms”. Criados especificamente para figurarem no topo das pesquisas, na maioria das vezes esses domínios se utilizam de técnicas condenadas pela Google, englobadas pelo termo “SEO black hat”, e além de frustrarem os usuários, afetam a Google — afinal, essa vive da satisfação de quem utiliza seu buscador. Com a mudança, a Google quer privilegiar sites que publicam “pesquisas, relatórios detalhados, análises ponderadas e por aí vai”.

continue lendo

emGoogle Internet Meio Bit

Empresa chamada Xoom processa Motorola por uso não autorizado do nome

Por em 28 de fevereiro de 2011

xoom.comDepois do barulho provocado pelo anúncio do preço e do pequeno inconveniente com o Flash Player, mais uma pedra surge no caminho do Motorola Xoom. Agora o problema vai ser discutido judicialmente. Uma empresa chamada Xoom, dedicada a transferência de valores online, acusa a Motorola de fazer uso não autorizado de sua marca registrada.

A empresa tem sede em San Francisco, na Califórnia, e opera desde 2003, tendo registrado a marca apenas em 2004, conforme a ação apresentada ao tribunal. Segundo a companhia, a Motorola utilizou seu nome para “confundir e ludibriar” os consumidores, tendo em vista que o domínio Xoom.com funciona há vários anos e é conhecido em vários países.

continue lendo

emComputação móvel Indústria Meio Bit Mercado Mobile

Modern Warfare 3 não deverá ser revelado agora

Por em 28 de fevereiro de 2011

dori_mw_28.02.11

Na semana passada o mundo gamer ficou em polvorosa por causa do lançamento do site FindMakarov.com e que dava o seu contador que terminaria no dia 2 de março revelaria oficialmente a produção do CoD: Moden Warfare 3. Os indícios estavam por toda parte, desde o domínio citando a busca por um um dos vilões da trama, a data ser próxima do aniversário do anúncio do segundo jogo da franquia e até uma imagem que mostrava uma dogtag com o nome do Tenente General Shepherd. Tudo parecia se encaixar, mas o jornalista Geoff Keighley do canal Spike diz ter desvendado o mistério.

A Activision já havia dito que tudo não passava de um boato e que não tinha planos de revelar o jogo na data mencionada e alguns até desconfiaram que poderia ser alguma brincadeira da Electronic Arts, que deverá lançar uma demo do Battlefield 3 amanhã, um dia antes do suposto anúncio, mas segundo Keighley, o site não se trata de um viral para o jogo, nem de uma brincadeira de mau gosto e sim de um projeto inspirado no Call of Duty e que está sendo desenvolvido por um grupo de artistas situado em Toronto no Canadá chamado We Can Pretend. Por enquanto não se sabe ao certo sobre o que será, mas tudo indica que se trata de um curta-metragem.

Sem dúvida a notícia cai como um balde de água fria nas costas dos fãs e como a detentora dos direitos parece não ter envolvimento ou sequer saber que o provável filme está em desenvolvimento, vamos ver se ele terá qualidade ou mesmo se verá a luz do dia, já que as grandes companhias nestes casos adoram enviar aquelas cartas ameaçando um processo caso o projeto não seja encerrado.

[via GameSlice]

emCultura Gamer Miscelâneas

O novo iPhone… Bah, que saco!

Por em 27 de fevereiro de 2011

iphone59to5mac.jpg

Alguém viu alguma tramponetagem de um dos chineses invisíveis de sempre e… evidência.

Infelizmente, a imprensa de tecnologia fala bem pouco sobre tecnologia. Como se a mimicar a corrida insana pelo furo jornalístico dos anos 60 e 70 (e por lá eram furos mesmo), os blogs e periódicos eletrônicos acabaram virando uma vitrine por onde se exibem as meninas dos olhos para o masturgeek transgênico e seu smart-gadget online transplantado para alguma parte inútil do seu corpo: a iphophoca.

Okay… o tempo urge. As coisas acontecem rápido. Ontem Aracy de Almeida fumando orégano, hoje Carla Perez evangélica. Okay, okay, o segundo é um eon, entendemos. Mas a coisa de ponhettar ao invés de noticiar anda a escalar para níveis barbitúricos.

Iphone-5-mockup.jpg

Um fotógrafo chamado Piotrek – que por acaso tem um trabalhos bem interessantes… de fotografia – fez um mockup para dar um certo contorno visual ao rumor (acima). A bem da verdade, mai ni qui si mi nefrega se o iPhone vai ganhar meia unha de tela MESES antes disso acontecer de factum e às custas de mais um agente secreto da Senda dos Sino-Morfus-Invisibilis? (ou se preferir o acrônimo, os famigerados SESIMORINs).

continue lendo

emIndústria Meio Bit

CG – Rift

Por em 27 de fevereiro de 2011

É inevitável, basta um novo MMORPG surgir para ser taxado como apenas mais um que fracassará na tentativa de derrubar o World of Warcraft, mas se será apenas o tempo que fará com que o Rift fuja (ou não) desse estereótipo, ele ao menos conseguiu dar um bom primeiro passo agradando os jogadores, que já criaram mais de um milhão de contas, mesmo antes de seu lançamento e prometendo alguns conceitos interessantes.

Desenvolvido pela Trion Worlds, o jogo que começará oficialmente suas atividades nesta terça-feira utiliza a Unreal Engine 3 Gamebryo como motor, o que já serve como garantia de bons gráficos e uma das suas principais características será a constante mudança do mundo de Telara devido a abertura de fendas que trarão monstros de diversos elementos (água, fogo, ar, terra, vida e morte) que seguirão em direção a pontos importantes do mapa, alterando consideravelmente a forma como jogaremos.

Para quem tiver interessado, será preciso comprar o game e pagar uma mensalidade de US$ 15 para jogar e o trailer abaixo dá um boa ideia do empenho da produtora em entregar um produto de qualidade. É verdade que destacar-se neste gênero não é uma tarefa fácil para nenhum jogo e com o Rift não seria diferente, mas quem sabe eles não conseguem ter um pouco de sorte e ao menos consigam roubar alguns jogadores do WoW?

continue lendo

emComputadores Game da Semana MMO