Fotografia
Fotografia
Digital Drops Blog de Brinquedo

Indústria prevê cartões de memória com taxa de 500MB/s

Por em 30 de novembro de 2010

Se você está ligado no mundo digital sabe que os cartões de memória passam por um momento de incrível evolução. Vídeos em alta definição e câmeras que conseguem fazer várias fotos por segundo em RAW exigem mídias de armazenamento mais rápidas e com maiores capacidades física. Prevendo que essas mídias não estão acompanhando o desenvolvimento atual dos hardwares, três indústrias de peso se juntaram para tentar mudar o padrão das coisas.

Sony, Nikon e Sandisk se uniram para construir um novo sistema de armazenamento mudando totalmente as configurações dos atuais cartões compact flash. As três fabricantes bateram na porta da CompactFlash Association ® (CFA), associação de padronização que dita as normas desse tipo de cartão, com a proposta de mudar a interface de transferência desses cartões para a PCI Express, em vez da atual interface PATA. Para se ter uma idéia dos efeitos dessa mudança, basta dizer que a velocidade de transferência de dados vai saltar para 500 MB por segundo, em vez dos atuais 167MB por segundo. E não é só isso. A capacidade de armazenamento pode ultrapassar os 2 TB de espaço físico.

Pode parecer um absurdo pensar em algo assim, mas o futuro já bateu em nossa porta. A maioria das câmeras fotográficas mais avançadas já está filmando em Full HD. Esses arquivos se mostram gigantescos e somente os melhores cartões de memória possuem a velocidade mínima para a gravação desses vídeos. Não sabemos ainda se o novo formato vai ser aprovado ou não e nem qual o tempo de desenvolvimento do projeto. Mas, já sabemos que somente as câmeras do futuro vão trabalhar com a nova tecnologia, sendo que as atuais câmeras vão continuar a ser compatíveis apenas com o padrão atual.

Será que estarei vivo até lá?

emNotícias

Produtora criará portal para indies

Por em 30 de novembro de 2010

dori_indi_30.11.10

Eu já critiquei os britânicos da Blitz Games aqui no MBG antes pela postura da produtora em relação ao comércio de jogos usados, mas agora eu preciso elogiá-los pela excelente iniciativa de lançar um portal dedicado aos jogos independentes, o IndieCity e a promessa, como pode ser visto no trecho abaixo e que foi retirado do blog oficial, é de que ele seja um ótimo ponto de encontro para os jogadores que apreciam os jogos criados por pequenas empresas e claro, para os profissionais que querem divulgar o seu trabalho.

Queremos reunir os desenvolvedores, os jogadores e a imprensa para fazer do IndieCity uma loja onde podemos encontrar, baixar, conversar sobre e comprar jogos que estão sendo feitos por essas pessoas tão talentosas. Queremos um site que explore o mundo variado do desenvolvimento indie e mostre esse incrivelmente inovador e criativo conteúdo, de uma maneira que seja fácil encontrá-lo.”

É muito bom ver que os jogos independentes estão ganhando força e todos os jogadores que estão cansados de ver sempre as mesmas ideias sendo reaproveitadas incessantemente também deveriam ficar felizes com essa iniciativa. Atualmente, boa parte das experimentações do mundos dos jogos eletrônicos tem sido feitas nesses títulos, muitas vezes criados por uma ou duas pessoas, já que nos indies o investimento é muito menor do que numa superprodução e esses game designers precisam criar algo novo para que consigam se destacar.

Que o IndieCity seja muito bem sucedido e que consiga melhorar o cenário atual para todos nós, criadores e jogadores.

[via Eurogamer]

emMiscelâneas

Help Portrait 2010 – a história continua

Por em 30 de novembro de 2010

Alguns de vocês devem se lembrar do Help Portrait que apareceu por aqui no ano passado. Idealizado pelo fotógrafo de celebridades Jeremy Cowart, o evento tem por objetivo juntar fotógrafos e usar a fotografia para levar um pouco de conforto e atenção para os necessitados e desamparados. E o movimento não quer o seu dinheiro. Quer apenas que você faça uma foto. Talvez não somente uma, mas quem sabe algumas. Organizados pelo mundo inteiro, grupos de fotógrafos vão sair com seus equipamentos, visitar as comunidades carentes e fazer retratos. Depois esses retratos serão presenteados aos fotografados.

Nessa hora um chato pode levantar a mão e dizer que isso é muito pouco e que somos apenas um grupo de alienados, mas esse é apenas um pequeno gesto, talvez uma maneira de chamar a atenção para esse grupo de pessoas. No fundo, um pouco de atenção e compreensão é muito mais do que a maioria da população tem a oferecer. O site do evento, que está muito mais bacana do que o anterior, explica bem o que você deve fazer. No próximo dia 04 de dezembro procure alguém que realmente precisa e faça uma foto. Essa foto não será vendida, não vai fazer parte do seu portfólio e você abre mão de seus direitos sobre ela. Essa pequena imagem é apenas a prova de que você se importa.

help portrait 2010

Em sua primeira edição, o evento conseguiu mobilizar algumas pessoas no Brasil. A idéia era nova e muitos não acreditavam em seu potencial, mas a coisa cresceu e um grupo forte está se organizando para trabalhar no próximo dia 04 de dezembro. Mas, se você gostou da idéia não precisa estar filiado a nenhum grupo. Apenas se organize, saia com um amigo ou procure alguém que você julgue se enquadrar dentro do projeto. É importante se cadastrar no site do evento apenas para termos um balanço de quantas pessoas estão participando no mundo todo.

Vejam abaixo o novo vídeo promocional da campanha. Eu vou participar. Quem mais se habilita?

emÁudio Vídeo Fotografia Notícias

Primeiro Halo pode estar sendo refeito

Por em 30 de novembro de 2010

dori_halo_30.11.10

Embora eu reconheça a importância do Halo: Combat Evolved para a indústria, sendo ele um dos principais pilares da marca Xbox, mas quando tive oportunidade de jogá-lo eu sinceramente não consegui achar graça nele. É verdade que isso só aconteceu muito depois de seu lançamento, quando vários outros jogos de tiro em primeira pessoa já o tinham superado, mas achei tudo muito tedioso e os gráficos feios, porém, talvez eu tenha uma nova chance de apreciar o game.

Com a Bungie fora do desenvolvimento da série, está se espalhando um rumor que diz que a 343 Industries estaria trabalhando em um remake do primeiro Halo. A ideia do estúdio serie lançar o jogo antes de a verdadeira continuação do Halo 3 chegar as lojas, o que está previsto para 2012 e como a Microsoft já mostrou interesse em disponibilizar um capítulo da franquia a cada ano, tudo leva a crer que esse remake, que seria feito em cima da engine do Reach, apareceria em novembro do ano que vem, justamente quando o Combat Evolved completará uma década de vida.

Considero a ideia muito boa, principalemnte por eles estarem supostamente adaptando o título para uma nova engine e não apenas maquiando as texturas, mas acho que só valerá a compra caso o jogo não seja vendido pelo preço de um lançamento. O ideal seria se eles refizessem o primeiro e o segundo jogo e os colocassem no pacote, mas aí acho que já é pedir demais.

[via VG247]

emMicrosoft Museu Rumores

Flock surta diante do RockMelt. Menos pessoal, menos…

Por em 30 de novembro de 2010
Screenshot_ 3.jpg

Quando o Flock havia abandonado o motor Gecko (mesmo do Firefox) em troca do projeto de open source Chromium, a primeira intenção era apenas reinventar-se. O Flock estava indo para um caminho onde não passaria de um navegador com uma premissa bastante bacana, mas que já virava um mastodonte em arquitetura, velocidade e pegada.

Seus engenheiros sempre acharam que o Flock estava em uma atmosfera única, com público pequeno porém cativo e que tinham o trunfo de ser o único disso, o único daquilo (…) quase tudo sempre relacionado ao carro chefe da marca: o browser social.

continue lendo

emAnálise Internet Meio Bit Open-Source Web 2.0

Perch: CMS peso-pena para sites simples

Por em 30 de novembro de 2010

Um CMS agiliza a vida de qualquer um que se dispõe a produzir um site de conteúdo ou mesmo um estático, mas muitas vezes os principais nomes do mercado oferecem muito mais do que é necessário. Instalar o Joomla para mostrar seu portifólio, dependendo do caso, é o mesmo que usar uma bazuca para matar uma mosca.

Para essas situações, o Perch, que descobri só ontem graças a um post do GigaOM, cai muito bem. Criado para consumir poucos recursos, ser fácil de gerenciar e permitir a conversão de sites estáticos de forma fácil e rápida, ao que parece ele cumpre bem esses objetivos.

Perch

Para entender seu funcionamento, todo baseado na criação de tags dinâmicas de conteúdo que se transformam em blocos na interface do usuário, recomendo assistir ao vídeo introdutório no site oficial. Simples, não?

Na última atualização (1.6), o Perch recebeu suporte a salvamento de rascunhos, “desfazer” ilimitado e suporte à inclusão de mapas do Google Maps nativamente.

O Perch pede PHP e MySQL para rodar e é altamente personalizável. Como nem tudo são flores, o sistema é pago, custa £ 35 por site, mas antes de comprar você pode testá-lo.

emInternet Meio Bit

Kinect, Move e… 3DS?

Por em 30 de novembro de 2010

dori_3ds_30.11.10Enquanto Microsoft e Sony tentam convencer seus consumidores de que os sensores de movimentos ainda é algo divertido, a Nintendo está um passo a frente com o seu novo portátil e a capacidade de gerar imagens em 3-D estereoscópico, pelo menos é no que acredita Jeremiah Slaczka, co-fundador da 5TH Cell, que no momento trabalha no jogo Hybrid para o Xbox 360.

Quando estávamos trabalhando no Hybrid, tivemos que decidir se queríamos fazer um jogo para o Kinect ou algo mais profundo. A Microsoft disse ‘Vocês podem fazer para o Kinect!’ Nós verificamos e decidimos que preferíamos ele. O Move é legal, é um Wii Plus, bom para o que se propõem. Ultimamente é tudo sobre o sistema. Se a ideia faz sentido, podemos fazê-la e a faremos, mas tudo depende da ideia.

O 3DS é mais legal na minha opinião. A câmera 3D é provavelmente a coisa mais interessante que menos tem sido comentada.

Acredito que a opinião de Slaczka esteja sendo influenciada pelo fator novidade que o 3DS traz consigo, já que a forma os sensores de movimentos já estão disponíveis desde o começo dessa geração e será interessante ver até quando o Move e o Kinect conseguirão manter o forte volume de vendas atual, já o sucessor do DS, bom, tenho quase certeza que venderá continuará sendo um dos hardwares mais vendidos por muitos anos.

[via Eurogamer]

emMicrosoft Nintendo Portáteis Sony