Games
Games
Digital Drops Blog de Brinquedo

Nasce a ‘2ª geração’ de GPUs DX11 da AMD: Radeon HD 6870 e 6850 são postas à prova

Por em 29 de outubro de 2010

Melhorar no que faz daria mais lucro que retalhar as costas dos concorrentes?

Bom, a nVidia já se declarou como uma empresa de software, foi suspeita de “incentivar financeiramente” desenvolvedores de software a utilizarem o PhysX e parece A-D-O-R-A-R uma ‘treta’ com a Intel.

Laguna_AMDRadeonGPU_26out2010

Enquanto isso, a ATi completava o processo de integração com a AMD e fazia a despedida da marca com “chave de ouro”, ao deixar disponível no varejo toda a sua primeira geração de GPUs DirectX 11 (Evergreen, a série Radeon HD 5000) em placas de vídeo de diversas faixas de preço e desempenho.

A série Radeon HD 5000 mostrou-se excelente do ponto de vista do custo benefício e, com isso, a ATi obteve, pela primeira vez em sua história, a liderança no mercado de processadores gráficos dedicados: no segundo trimestre de 2010, a divisão de processadores gráficos da AMD obteve 51,1 % do mercado, ante 48,8 % da nVidia e 0,1 % da Matrox.

Quando incluímos os processadores gráficos integrados (IGP, akavídeo onboard’) na conta, o mercado ficou distribuído assim: a Intel é líder com 54,3 % dos computadores vendidos e infestados pelas GMAs; a AMD logo atrás com 24,5 % do mercado e a nVidia com 19,8 %.

Óbvio que a nVidia não deixaria isso barato, afinal fez da ‘GeForce’ um reconhecido sinônimo de placa aceleradora 3D entre leigos: a empresa tratou de lançar a décima-primeira série de suas GPUs (GeForce GTX 400) o mais rápido que pôde. Resultado: os três primeiros processadores gráficos não obtiveram bom desempenho por watt. Para contornar o desastre em potencial, a empresa refez a estrutura dos Gráficos Fermi para obter melhores resultados no segmento mid-end.

E quem foi que disse que a AMD+ATi deixaria a pobre nVidia em paz?

continue lendo

emAnálise Artigo Computadores Hardware Indústria Meio Bit

Keiji Inafune não é mais funcionário da Capcom

Por em 29 de outubro de 2010

dori_kei_29.10.10

E uma notícia acaba de pegar de surpresa grande parte da indústria de games. Depois de Shinji Mikami anunciar que seu estúdio havia sido vendido para a Zenimax, Keiji Inafune, o criador do Mega Man e um dos nomes mais importantes da Capcom, anunciou que está saindo da empresa.

Alegando ter chegado ao ponto mais alto do desenvolvimento de software dentro da companhia e que seria muito bom para ele sentar-se e se tornar uma figura importante na indústria, mas que como um criador, isso seria sua morte, o game designer aproveitou ainda o seu blog para deixar claro os motivos que o fizeram pedir demissão.

Trabalhar como CEO requer que falemos sobre nossos sonhos e avaliemos nossos subordinados. Se você conseguir fazer essas duas coisas, qualquer um pode ser um CEO. Sempre pensei isso e continuo pensando. Contudo, eu não posso mais fazer essas duas coisas na Daletto. Perdi a autoridade para avaliar meus subordinados e a qualificação para falar sobre meus sonhos.”

Mesmo dizendo que ele é provavelmente a pessoa que mais ama a Capcom, Inafune mostrou estar bastante decepcionado com algumas coisas que vinham acontecendo, mesmo sem entrar em detalhes e afirmou que não existe chance dele voltar a trabalhar com a produtora, dizendo que a “Capcom precisa, daqui em diante, seguir sem o Inafune” e que ele “também não pode depender da Capcom.”

Na minha opinião essa é uma perda imensurável para a produtora e para Inafune, mesmo ele não tendo disso abertamente, me parece claro que ele cansou do trabalho burocrático e que gosta mesmo é de fazer jogos. Por isso eu acredito que ele em breve anunciará a criação de um novo estúdio e quer saber? Acho que para os jogadores será o melhor que pode acontecer.

[via Andriasang]

emIndústria

Shinji Mikami agora é da Zenimax

Por em 29 de outubro de 2010

dori_tang_28.10

Aos poucos a Zenimax está se transformando em um enorme monstro (no bom sentido). Além de ser dona da Bethesda, estúdio que possui um belo portfólio, a companhia adquiriu recentemente a id Software, que dispensa apresentações e a Arkane Studios, que entre outros produziu o Dark Messiah of Might and Magic e o Bioshock, mas a compra de produtoras não parece estar perto de cessar. Hoje eles fecharam uma nova aquisição, a Tango Gameworks.

Então você deve estar pensando, “ah, nunca ouvi falar, deve ser só mais uma dessas empresinhas fundo de quintal!” Mas e se eu lhe disser que esse estúdio foi fundado por Shinji Mikami, o mesmo sujeito que criou algumas marcas importantíssimas, como Residente Evil, Dino Crysis, Devil May Cry e Viewtiful Joe? Isso mesmo, a partir de hoje, o lendário game designer passa a desenvolver games que serão publicados sob a marca da Zenimax e sem dúvida estará muito menos preocupado em conseguir investimento para trabalhar em suas criações.

Shinji Mikami ganhou uma reputação estelar como um dos melhores desenvolvedores da indústria. Ele repetidamente criou títulos de sucesso que ganhou eleogios dos fãs e da crítica em todo o mundo. Nós compartilhamos sua visão pelos jogos inovadores que definem gêneros e esperamos trabalhar com Shinji e sua equipe na Tango,” disse Robert Altman, CEO da Zenimax Media.

O estúdio será uma divisão da Zenimax Asia e nada foi dito sobre qual será o primeiro jogo desenvolvido sob a parceria. Na minha opinião, ambos saem ganhando nessa negociação e considero muito bom ver as empresas ocidentais investindo em profissionais do oriente. Penso que essa mistura de filosofias podem dar frutos muito legais.

[via press release]

emIndústria

Iluminação em Estúdio de Christopher Grey

Por em 29 de outubro de 2010

Nem só de grandes palestras e workshops será formado o Estúdio Brasil 2010. A Editora Photos também planejou o lançamento de três novas obras durante o evento. E são três títulos muito bacanas para quem tem a fotografia profissional como principal foco. O press release da empresa dá um pouco mais de destaque ao livro Iluminação em Estúdio: Técnicas e Truques para Fotógrafos Digitais, escrito pelo fotógrafo Christopher Grey. Aqui temos o velho estilo manual, onde o fotógrafo ensina sobre os principais equipamentos utilizados em estúdio, como controlar as diversas características da luz (cor, contraste, direção) e como utilizar o fotômetro para obter os resultados planejados.

Digo para vocês, trabalhar em estúdio não é tão fácil como alguns podem pensar. Tudo bem que estamos em um ambiente controlado e podemos trabalhar a luz como quisermos (o que não acontece ao ar livre), mas até você aprender a como domar a luz muitas fotos serão perdidas e muitas impressões jogadas fora. Estou aprendendo isso da maneira mais complicada. Christopher Grey é um dos grandes fotógrafos do momento. Além do trabalho no seu estúdio, ele viaja o mundo ministrando workshops sobre a questão da luz em estúdio. Geralmente fico com o pé atrás com livros escritos por fotógrafos estrangeiros. Não é por conta de algum pré-conceito, mas às vezes eles tratam de realidades muito diferentes da que vivemos em nosso país (como livros de fotografia de casamento). Mas, essa publicação trata de um assunto universal. Em breve teremos uma resenha aqui no blog.

Os outros dois lançamentos a serem efetuados durante o evento são DVDs com vídeo aulas apresentadas por dois destacados profissionais brasileiros. O primeiro é o DVD A Arte de Fotografar Crianças de Fernanda Sá. A fotógrafa é uma especialista nesse assunto e vai ser uma das palestrantes do Estúdio Brasil. Esse é um mercado em grande expansão e não deve ser ignorado pelo fotógrafo profissional. Outro que vai estar como palestrante no evento e também está lançando um DVD é o José Roberto Comodo. O tema aqui é direito de imagem e o contrato do fotógrafo profissional. Aqui vamos saber, perante a lei de Direitos Autorais quais são nossos direitos e obrigações. Pode parecer um assunto meio fora de foco, mas isso se torna muito importante em um mundo interligado pelas redes sociais e de informação onde uma foto pode cruzar o mundo minutos depois de ter sido postada.

Tanto o DVD A Arte de Fotografar Crianças quanto o Imagem: Garanta o seu Direito estão a venda por R$ 69,00 no site da Editora Photos. Já o livro Iluminação em Estúdio se encontra em pré-venda pelo preço de R$ 89,00.

capa

emNotícias

A promoção de Halloween do Steam

Por em 28 de outubro de 2010

dori_hall_28.10.10

Prontos para torrar mais algumas dezenas de dólares em jogos que você provavelmente não irá jogar tão cedo? Então aproveite pois até o dia primeiro de novembro diversos títulos estarão em promoção no Steam, onde mais? No geral os jogos que ganharam desconto são de terror ou tem algo a ver com fantasmas, zumbis e monstros, mas você também poderá adquirir jogos como o Team Fortress 2 ou o Worms Reloaded por preços bem convidativos.

O que achei mais legal da promoção é que os games listados estão com no mínimo 50% de desconto, possibilitando a compra de um Bioshock por US$ 4,99, um Devil May Cry 4 por  US$ 9,99, o recente Aliens vs. Predator por US$ 9,99 ou ambos os Left 4 Dead por apenas US$ 14,99.

Para ver a lista completa, basta clicar aqui e dessa vez acho que vou pegar leve e aproveitar dois jogos mais baratinhos e que há muito tempo estava de olho, o Plants vs. Zombies e o Zombie Driver, cada um por US$ 4,99.

emComputadores

Bactéria KPC – Sintomas, prevenção e tratamento

Por em 28 de outubro de 2010

Deu no noticiário sobre a bactéria KPC, resistente a antibióticos, está em surto pelo país e pode levar à morte. O que a televisão não informou (direito) foram os seguintes pontos: como ocorre a transmissão, qual o tratamento e quais os sintomas. Inclusive, existem casos da bactéria desde 2008, mas só agora o número aumentou a ponto de chamar a atenção da mídia.

Na verdade, Klebsiella pneuomonaie carbapenemase não é uma bactéria e sim uma enzima produzida por bactérias Gram-negativas (enterobactérias). Os casos envolvendo essas bactérias ocorrem, de modo significativo, desde 2003. Teve seu início em um hospital de Nova Iorque e os casos começaram a espalhar desde então. Ou seja, esse “surto” da doença não ocorre apenas no Brasil.

Óun bactéria bunitinha!A maioria dos casos reportados de contaminação são de pessoas que freqüentam ou estiveram recentemente em hospitais. Inclusive, essa é a preocupação da Fabiola Nunes, Secretária de Saúde do Distrito Federal. Em entrevista realizada pela Agência Brasília, ela afirmou que está empenhada na tentativa de descobrir uma “cura” para a bactéria. Mas, se isso não for possível, tentará evitar ao máximo a quantidade de contaminações da doença e encontrar formas de tratar os doentes. A própria entrevista cita que a forma de transmissão é basicamente por contato com secreção ou excreção de pacientes infectados ou colonizados. Fora de locais hospitalares, a bactéria não representa perigo. Apesar disso, discordo que a bactéria esteja sob controle (como é citado no título do artigo da notícia). Resumindo tudo isso:

continue lendo

emCiência Meio Bit

[Rumor] Nexus Two em novembro

Por em 28 de outubro de 2010

Samsung Nexus Two?8 de novembro será uma data especial porque é meu aniversário, rá!. Já é sabido que nesse dia a Microsoft lançará os primeiros modelos do Windows Phone 7 em solo americano, o mercado de telefonia móvel mais forte do mundo. Dada a boa recepção que o novo sistema operacional da gigante de Redmond teve na Europa, é natural que os concorrentes tentem melar a festa.

O blog Android and Me diz ter recebido de uma fonte não identificada a informação de que a Google tentará desviar a atenção dos WP7 no próximo dia 8. Como? Apresentando o Nexus Two, segunda versão do seu smartphone da casa. continue lendo

emCelular Google Meio Bit Mercado Mobile