Games
Games
Digital Drops Blog de Brinquedo

CG – James Bond 007: Blood Stone

Por em 31 de outubro de 2010

Na próxima terça-feira chega as lojas o James Bond 007: Blood Stone, título desenvolvido pela Bizarre Creations, mais conhecida pela série Project Gotham Racing e que mesmo não acreditando que roubará o título de melhor jogos do agente a serviço da Rainha pertencente ao GoldenEye: 007, tem mostrado nos trailers que deverá ser bastante divertido, como pode ser visto nos dois vídeo após o break.

Neste novo game o personagem dublado pelo ator Daniel Craig junta-se a socialite Nicole Hunter, interpretada pela bela cantora Joss Stone na busca por um cientista que é dado como morto. Logo eles descobrem uma imensa conspiração internacional que inclui uma arma bioquímica do Reino Unido que cai na mão dos bandidos e para resolver o problema terão que percorrer diversas localidades, como Bangcoc, Mônaco, Istambul, Atenas e a Sibéria. O roteiro inédito ficou a cargo de Bruce Feirstein, um dos responsáveis pelas histórias dos filmes O Amanhã Nunca Morre, O Mundo Não É o Bastante e GoldenEye, o que deverá garantir um bom enredo.

Blood Stone receberá versões para o Playstation 3, Xbox 360 e Nintendo DS e um detalhe curioso é que o remake do GoldenEye: 007 para Wii e DS será lançado no mesmo dia.

continue lendo

emGame da Semana Microsoft Nintendo Sony Vídeos

Edição especial do Killzone 3 impresiona

Por em 30 de outubro de 2010

O Killzone 2 é um bom jogo? Sem dúvidas, mas sua falta de inovação fez com que eu atravessasse toda a campanha principal sem muita animação, com exceção de uma ou outra parte e talvez por isso eu não esteja muito ansioso pelo lançamento do KZ3. Mesmo assim, como não desejar ter a edição especial do game que foi confirmada pela Sony?

Intitulada Helghast Edition, ela trará uma miniatura de um soldado inimigo com 6.5” e uma réplica de um capacete que trará no seu interior o jogo, um livro com artes conceituais e um cartão que dará direito ao download de um tema dinâmico para o Playstation, a trilha sonora, um pacote com dois mapas multiplayer do Killzone 2, o dobro de experiência ganha durante as primeiras 24 horas, assim como acesso a todas a armas e habilidades durante o mesmo período.

A versão normal do Killzone 3 será vendido por US$ 59,99 e como você já deve estar imaginando, a outra não custará pouco. Para ter direito a tudo isso, será preciso gastar US$ 129,99 e é claro que por aqui a brincadeira não deverá sair por menos de R$ 400.

dori_kill_29.10.10

[via Playstation Blog]

emSony

Perfect Presets para Lightroom 3

Por em 30 de outubro de 2010

A onOne Software é uma empresa já conhecida dos fotógrafos da era digital. Já falamos aqui no Meio Bit de alguns produtos da empresa e já dei destaque sobre a linha de produtos gratuitos que eles sempre colocam no mercado. O principal foco desses produtos são presets para Photoshop e para Lightroom. Para quem nunca ouviu falar do termo, presets são edições automáticas que você pode instalar tanto no Photoshop (também chamados de actions) quanto no Lightroom. Alguns aplicam um efeito simples, outros são mais elaborados. Nada que você não consiga construir sozinho com um pouco de estudo e paciência, mas que ficam fáceis de serem aplicados apenas com um comando.

A construção e escolha dos presets que estão disponíveis nesse pacote (chamado pela empresa de Perfect Presets vol 1-3) são de Mike Wong, que garante que eles foram desenvolvidos para o seu próprio uso e que muitos fotógrafos começaram a pedir essas ferramentas para ele. É um total de 192 presets divididos em três volumes. Dei uma olhada em todos eles e alguns são bem interessantes. Outros aplicam correções tão sutis que precisa de muita atenção para ver uma mudança na foto. O pacote completo tem apenas 1,8 MB de tamanho e pode ser baixado gratuitamente da página a onOne Software.

Ao entrar na página, um pequeno cadastro é requerido para fazer o download (se prepare para receber propagandas). O arquivo baixado na máquina é executado com dois cliques. Tudo é instalado automaticamente (mais simples do que ficar copiando os presets para a pasta do Lightroom). Após o processo, os comandos vão estar disponíveis no menu Predefinições (a esquerda) no modo de Revelação. Vejam abaixo alguns efeitos possíveis.

23102010-_MG_9017 23102010-_MG_9017-2 23102010-_MG_9017-3

23102010-_MG_9017-4 23102010-_MG_9017-5 23102010-_MG_9017-6

emManipulação digital

Promoção Netgear WNR1000

Por em 30 de outubro de 2010

Eu não devia, mas vou contar: nós temos uma agente infiltrada na Netgear. A menina é uma graça, inteligente e tem um dom de família: tocar viola. Esporadicamente, ela nos fornece um mimo para sortear entre os leitores e, desta vez, é um roteador Wireless WNR1000-N150.

Como é comum em equipamentos da marca, o design é um dos pontos altos: parecido com o WRG614, mas em tons mais escuros,  o roteador ficou com um jeitão “mais modernoso”. Na traseira, são 4 portas Ethernet 10/100, uma porta WAN (não tem modem integrado), o botão liga/desliga e a entrada de alimentação. Na frente, os leds indicadores comuns.

wnr1000

Na lateral ficam outros dois botões: uma para se desligar apenas o rádio Wi-Fi e outro para se ativar o recurso “Push’n’connect”.

O CD de instalação é simples e tem o conhecido “wizard” para a configuração inicial. Mesmo as nossas piores salsas conseguem terminar o processo e acessar o Meio Bit.

Usei o equipamento por quase uma semana e ele se comportou muito bem, sem travamentos com protocolos P2P (como Skype ou Bittorrent), nem reinicializações inesperadas. A área de cobertura do sinal é muito boa, cobrindo todo o apartamento (e o prédio é antigo, tem paredes grossas).

Pelo nome, já dá para imaginar que este é um equipamento 802.11n, certo? Errado… ele é um 802.11b/g, com “algumas características n”. Traduzindo: marketing. O manual diz que a velocidade máxima chega a 150Mb/s (aqui, não passou de 500kB/s). Nem pense em compartilhar arquivos grandes entre vários micros da sua rede doméstica, porque o desempenho será muito baixo. Ele não foi feito para isso.

Dois grandes destaques que a Netgear faz questão de mencionar sempre são o “Push’n’connect” e o “Parental Control”. O primeiro permite adicionar dispositivos à rede Wi-Fi com muita facilidade. Já o segundo é realmente muito útil para quem filhos pequenos (ou nem tão pequenos assim): usando um  programa de configuração baixado separadamente (e uma conta no OpenDNS), é possível criar vários perfis de acesso à Internet, com limite de horários e restrição de sites. Recurso bem bacana.

A página de configuração do WNR1000 é simples, mas completa o suficiente para uma rede doméstica. Nada muito além do comum, mas há um “medidor de tráfego” bem interessante, onde se pode marcar o limite máximo de dados trafegados mensalmente, diariamente ou a cada conexão.

Um ótimo equipamento para o que se propõe: acesso caseiro à Internet.

Agora, a parte boa da história: o sorteio!

continue lendo

emDestaque Meio Bit Miscelâneas Wireless e Redes

Sequência de Demon’s Souls pode acontecer… Um dia

Por em 29 de outubro de 2010

dori_demo_29.10.10

Talvez a From Software tenha conseguido com o Demon’s Souls algo até mais importante do que trazer uma boa jogabilidade e funcionalidades multiplayer online inovadores, trazer aos jogadores um nível de dificuldade parecido com o que víamos na geração dos 8-bits. Como muitos de nós reclamavam de que ultimamente os jogos estavam muito fáceis, foi bom ver um título que nos desafiava e ainda melhor, sem ser apelativo.

Mesmo com algumas falhas importantes, como um enredo simples e gráficos longe dos melhores dessa geração, há uma grande expectativa por uma sequência e embora o diretor Hidetaka Miyazaki tenha afirmado que não existe planos isso por enquanto, ele e Takeshi Kajii, da SCE Japan Studio disseram o seguinte ao ser questionados se haverá uma continuação para o nosso sofrimento virtual.

No momento, minha resposta é ‘sem sequência!’ Contudo, nós nos sentimos encorajados por todos os jogadores e o título foi tão bem suportado e além disso, gostamos tanto do título… Bom, este é um sentimento próprio, mas penso que um dia traremos outro Demon’s Souls…

É, o jeito será mesmo nos contentarmos com o Project Dark, game que está sendo produzido pela From e que será lançado para o Playstation 3 e para o Xbox 360 e torcer para que ele siga o mesmo estilo e consiga eliminar suas falhas.

[via VG247]

emSony

Tethering entre a sua câmera e o iPad

Por em 29 de outubro de 2010

Alguns lançamentos atraem toda um horda de haters e não consigo pensar em um dos mais recentes que não seja o iPad.

Mas como dizia minha avó, inteligência e curiosidade geram conhecimento — e conhecimento nunca será o bastante. Para quem é afim de explorar novas maneiras de usar as mesmas coisas, o pessoal do FStoppers.com publicou um material bastante interessante envolvendo a sua câmera e o iPad.

Posso dizer sem susto que o FStoppers é um site que sigo praticamente todo dia. Trata-se de um grupo liderado por Lee Morris que reúne publicações autorais sobre o back-stage do mundo mais profissional de fotografia. Então, fica aqui a dica para um cliquezinho por lá se o assunto tiver algum apelo para você.

O tema: transmitir informações da sua câmera direto para o seu iPad, sem fio, na hora. Como? continue lendo

emApple e Mac Dicas Fotografia Meio Bit Tutoriais

5th Cell revela seu jogo para a XBLA

Por em 29 de outubro de 2010

Mesmo reconhecendo que o jogo possui algumas falhas e que sua jogabilidade deveria receber alguns retoques, depois de jogar alguns minutos do Scribblenauts para o Nintendo DS eu me tornei fã da sua criadora, a 5TH Cell, principalmente por ter conseguido finalizar um conceito tão legal onde temos que escrever o nome de um objeto e para ele aparecer na tela. Por isso aguardava com grande ansiedade o anúncio de seu próximo jogo e agora já sabemos que ele se chamará Hybrid e pelo jeito eles não tem medo mesmo de tentar coisas novas.

Para começar, o game será o primeira da empresa para um console será lançado apenas digitalmente através da Xbox Live. Foi revelado ainda que o Hynrid será um jogo de tiro em terceira pessoa, o que para mim se trata de uma enorme surpresa dada a mudança de estilos. Nele veremos um mundo pós-apocalíptico onde duas facções estão em guerra, os Paladin e os Variant.

Com lançamento previsto para 2011, o anúncio no site da empresa diz que “experimentaremos uma jogabilidade completamente nova, nunca vista antes no gênero,” insistindo que o jogo “oferecerá um evolução aos jogos de ação em terceira pessoa e que a 5TH Cell está empolgada em trazer ideias inovadoras de jogabilidade a uma nova plataforma e a novos jogadores.” Levando em consideração o único jogos dele que joguei, eu não ousaria discordar.

continue lendo

emMicrosoft