Mobile
Mobile
Digital Drops Blog de Brinquedo

LiveView, o companheiro de Androids da Sony Ericsson

Por em 29 de setembro de 2010

Lembra do iPod nano-watch? A Sony Ericsson também. É impossível não lembrar do “mashup” entre iPod nano e relógio de pulso feito por fãs ao ver o LiveView, anunciado há pouco pela empresa. Diferentemente do produto da Apple, que, aliás, nem tem vocação para ficar pendurado no pulso do usuário, o LiveView nasce com essa proposta.

LiveView: relógio para Android.

LiveView: relógio para Android.

continue lendo

emAcessórios Celular Computação móvel Meio Bit Mobile

HP dá tablet Android digrátis com impressora, mas CALMA!

Por em 29 de setembro de 2010

Todo mundo faz ofertas assim, a Apple dá iPod Touchs pra universitários que compram Macbooks (nos EUA. Sorry, Geisy). A novidade da HP é que o tablet de 7 polegadas (não é padrão falar assim, é que todo jornalista e blogueiro de tecnologia tem preguiça de converter) é o painel de controle da impressora multifuncional Photosmart eStation All-in-One.

O tablet será usado para controlar todas as funções da impressora de US$399,00, terá autonomia de 4 a 6 horas e, claro, WIFI. Virá com navegador web, mapas, receitas, previsão do tempo, leitores de ebook e aplicativos de impressão.

Agora a pegadinha: Como todo tablet Android, não é homologado pelo Google (mas você é Livre!) e não tem acesso ao Android Market. Suas Apps terão que ser baixadas pela Application Store que promete muitos aplicativos bons no futuro. Prometer é fácil, Obama prometeu acabar com o Don’t Ask Don’t Tell e até agora nada, nem piada com o Moardib podemos fazer.

A idéia de um tablet vindo no pacote na compra de uma multifuncional de menos de miureaul (lá) é tentadora, mas cai em dois problemas: Primeiro, tablet android é para quem tem tempo livre para hackear a máquina e macetear pra poder ter acesso ao Android Market. Segundo, quando você quiser imprimir alguma coisa e seu colega tiver levado a interface da impressora pro banheiro, pra ficar jogando Farmville.

Fonte: Gizmag

emHardware

Nintendo mostra mais sobre o 3DS

Por em 29 de setembro de 2010

dori_3ds_29.09.10 Nessa madrugada a Nintendo realizou uma conferência no Japão onde foram reveladas mais algumas informações sobre o seu futuro portátil, o 3DS e a mais importante é claro, fala sobre a data de lançamento. No arquipélago o aparelho chegará ao mercado no dia 26 de fevereiro custando 25.000 ienes, ou cerca de US$ 300 e virá com um cartão SD de 2GB, que deverá trazer em seu interior vários jogos de realidade aumentada. Também foi adicionado ao videogame um botão parecido com o Home do PS3, que ao ser acionado permitirá que o jogador navegue pela web, ligue ou desligue o Wi-Fi e mude outras configurações sem sair dos jogos. Sobre o lançamento americano e europeu, só foi dito que ele acontecerá em março.

Uma novidade que chamou a atenção de todos que estavam presentes foi o anúncio de que o 3DS terá um Virtual Console, ou seja, uma loja online onde poderemos comprar versões digitais de títulos antigos e nela estarão disponíveis jogos do Game Boy e do Game Boy Advance, uma ótima oportunidade para quem não pode jogar alguns dos clássicos desses sistema.

Como qualquer videogame portátil de respeito, o 3DS não servirá apenas para jogos e a Nintendo revelou que no Japão ele será capaz de exibir transmissões em 3-D estereoscópico da Fuji TV e não é de se duvidar que no ocidente, ao menos no primeiro mundo, as redes de televisão estejam de olho no brinquedinho, afinal seria muito bom poder levar seus programas a pessoas que estejam em qualquer lugar sem deixar de cobrar por isso, é óbvio.

Quanto aos jogos, um vídeo foi mostrado onde pôde-se ver trechos de diversos jogos, como a conversão praticamente idêntica do Super Street Fighter IV, o visualmente impecável Resident Evil: Revelations, o remake do Metal Gear Solid 3 e alguns jogos da própria Nintendo, como o Kid Icarus, Mario Kart, Star Fox, Pilotwings e The Legend of Zelda. A Capcom aproveitou também para confirmar que o portátil será a plataforma para qual será feito o Mega Man Legends 3 e o único detalhe revelado é que os fãs terão um papel fundamental no desenvolvimento do jogo, embora não tenha sido explicado como isso irá acontecer.

continue lendo

emNintendo Portáteis

EVF para DSLR – Porque o mundo agora é Full HD

Por em 28 de setembro de 2010

As filmagens com câmeras DSLR são uma realidade que chegou para ficar. Mesmo que a maioria dos fotógrafos não entenda muito bem como isso vai se aplicar em seu ofício. Fim de semana passado mesmo, durante um evento, um amigo contou para mim que ouviu um dos fotógrafos da velha guarda dizendo que tinha comprado uma Canon EOS 7D e que ela era “Full e HD” (sim, ele falou desse jeito mesmo). Ou seja, o futuro chegou e ele pode ser dark.

Mas, voltando ao motivo desse texto, fico feliz em ver uma quantidade enorme de acessórios sendo desenvolvidos para tornar a vida do fotógrafo/cinegrafista mais confortável. Uma quantidade gigantesca desses acessórios pode ser vista no DVD Como gravar filmes com a Canon EOS 5D Mark II da iPhoto Editora. Agora, a Redrock Micro, fabricante de acessórios para gravação de vídeo, está colocando no mercado um brinquedinho muito bacana. Trata-se de um View Finder eletrônico para câmeras DSLR.

O equipamento, juntamente com outros acessórios que visam tornar o ato de filmar com uma DSLR mais confortável, reproduz o view finder de uma câmera de vídeo de médio a grande porte. O equipamento é fixado na sapata hot shoe da câmera e é compatível com qualquer câmera DSLR que possua saída HDMI que fique ativa durante a filmagem. O EVF é equipado com um pequeno visor LCD com 1,2 megapixels de resolução que é retroiluminado com um LED de baixo consumo de energia. O fabricante garante que ele pode ser usado para filmar durante todo o dia com a carga de sua bateria interna.

A Redrock Micro promete várias possibilidades de configuração que serão, segundo o press release oficial, anunciadas perto do lançamento oficial do equipamento. Porém, esse é o problema. Não existe ainda uma data de lançamento, mas o mais importante (pelo menos para alguns) já sabemos. O preço do brinquedo deve ficar em torno de US$ 595,00. Se pensarmos bem, o acessório vai custar o equivalente a uma DSLR de entrada (em média) e vai brigar com outros equipamentos que fazem quase a mesma coisa pela metade do preço. Se vai vingar ninguém sabe, mas temos que admitir que é uma idéia interessante.

Redrock Micro EVF

Fonte: Dpreview

emAcessórios

Notícia sem nome. Azar mesmo…

Por em 28 de setembro de 2010

segway-heselden.png

Como você definiria a palavra: Azar?

Dizem que no mundo dos grandes negócios ela simplesmente não existe e que as coisas são: ou preto-no-branco, ou morro abaixo…

O mundo ainda espera que os brinquedos bacaníssimos da Segway saiam da mão da grã-finada e caiam no mainstream. O dono da Segway dizia que esse era o seu sonho. Então o mais inesperado dos inesperados aconteceu. continue lendo

emMeio Bit Miscelâneas

ONU define Astrofísica responsável por Primeiro Contato com alienígenas

Por em 28 de setembro de 2010

A ficção nos dá a idéia de que todo contato envolvendo humanos e alienígenas envolverá pilotos bêbados, garotinhos ciclistas de subúrbio, cidades do interior dos EUA onde o xerife NUNCA acreditará no garoto que viu o disco voador ou um moleque quase-nerd que é mais fácil de nos convencer de que seu carro é um robô-guerreiro do espaço do que sua namorada é a Megan Fox.

A ONU entretanto não liga para ficção, exceto na hora de acharem que são relevantes, por isso estão levando a sério a possibilidade de estabelecermos contato com entidades inteligentes alienígenas, mesmo que via rádio.

Em um congresso indicaram inclusive a Doutora Mazlan Othman, chefe do Escritório para Assuntos de Espaço Profundo da ONU, Unoosa. Ela será em teoria responsável por toda a comunicação caso sejamos contactados.

Eu sei, na prática, como Arthur Clarke previu, todos os governos e entidades do planeta vão agir por conta própria, será no mínimo divertido, pois graças a Einstein estamos a uma distância segura e no máximo poderão nos xingar muito no Twitter Galáctico.

Pode parecer besteira dedicar tempo e dinheiro a esse tipo de projeto, é algo questionável mesmo sem usarmos aquela ridícula muleta “com tanta gente passando fome”, mas a Humanidade não avança com quem olha pra baixo, avança com quem olha pra cima.

Pensar em possibilidades como um contato extraterrestre, por mais ínfima que sejam, é algo inspirador, é algo que muda nossa perspectiva do Universo e faz com que nos vejamos como planeta, não como um saco de nações constantemente se matando.

Fonte: news.com.au

emMiscelâneas

O X desliga os aparelhos em 10 de Janeiro.

Por em 28 de setembro de 2010

xmarks-san.jpg

Aqui jaz o antigo X da questão?

Fiquei pensando, com profundo pesar, o que escrever na lápide de um serviço tão útil, tão bacana, que se não fossem safos o bastante para saberem que corriam risco de vida desde o primeiro suspiro de vida, os chamaríamos até de ingênuos, inocentes… mas não são.

Estou falando do precioso e moribundo anunciado Xmarks, o integrador de cross-bookmarking e toda a sua vida navegantista que sempre andou com a letra escarlate estamapada nas costas. Quem ouve isso por aí acha que eram poucos os seus adeptos – ledo engano. continue lendo

emInternet Meio Bit