Fotografia
Fotografia
Digital Drops Blog de Brinquedo

Olympus EP2 – Black Edition

Por em 31 de agosto de 2010

A ordem na indústria fotográfica é vender. Se você não tem nada novo para mostrar, nada melhor do que pegar um equipamento já consolidado e montar kits especiais ou edições limitadas para aquecer novamente as vendas e ter o seu espaço na mídia especializada. É isso que a Olympus está fazendo com a EP2, batizada também de Pen Digital. Agora ela está disponível em dois kits diferentes chamados de Black Edition. Em um dos Kits você tem acesso a câmera, a lente M.Zuiko 17mm 1:2.8 pancake (também na cor preta) e ao flash externo FL-14. No outro kit, o flash é substituído pelo visor eletrônico VF-2.

A câmera, para quem não conhece, é a versão compacta da Olympus para o sistema Micro-quatro-terços. Ela possui um design vintage e faz alusão a antiga série de câmeras PEN fabricadas pela Olympus há mais de 50 anos. A câmera, que foi um sucesso de vendas, têm vários pequenos problemas, como o autofocus lento e a inexistência de uma luz auxiliar de autofocus e de um flash incorporado. Porém, o design matador e a portabilidade da câmera fizeram o seu sucesso.

As duas versões estarão disponíveis em outubro de 2010 e o kit com o visor eletrônico VF-2 será comercializada por €1,079 enquanto a versão com o flash externo FL-14 será comercializada por €1,049.

 

olympus EP2 black edition

Novas lentes

No dia de hoje, a Olympus também liberou informações sobre duas novas lentes que estão chegando ao mercado. A primeira delas é a M.ZUIKO DIGITAL ED 75-300mm que vem para sanar a falta de uma lente de grande distância focal no sistema micro-quatro-terços. Lembramos que a distância focal nesse sistema sofre um fator de corte de 2x. Nesse caso, estamos falando de uma lente com distância focal equivalente a uma 150-600mm (no sistema 35mm). A lente é construída com 18 elementos em 13 grupos, sendo que dois elementos são de cristal ED e 3 lentes HR. A abertura máxima do diafragma fica em f/4,8 (75mm) e f/6.7 (300mm). Estará disponível nas cores preta e prata em dezembro de 2010 e deve custar €899.

A outra lente disponível nesse pacote é a M.Zuiko Digital ED 40-150mm. Levando em conta o fator de corte, estamos falando de uma lente 80-300mm (equivalente no sistema 35mm) e com abertura máxima de diafragma de f/4.0-5.6. A lente é construída com 13 elementos em 10 grupos, sendo um elemento de cristal ED. A lente possui uma distância mínima de foco de 90 cm e estará disponível nas cores preta e prata. Vai estar nas lojas em outubro e deve custar €329.

ZUIKO DIGITAL ED 75-300mm

emLentes

[App do Dia] Stellarium

Por em 31 de agosto de 2010

Todas as vezes que se começa um discurso repleto de FUDs anti-Open Source, é sempre recomendado duas precauções: ter uma cópia do GIMP rodando para compará-la ao Photoshop, e rezar para que ninguém conheça ou cite o Stellarium, sob risco de toda sua argumentação terrorista ir por terra.

É um dos programas mais bem cuidados e agnósticos do mercado, rodando nas principais plataformas desktop e no Linux, atende perfeitamente o dia-a-dia de astrônomos amadores e observadores ocasionais. Fora um ou outro bug eventual, substitui muito bem opções mais caras, como o Distant Suns.

Agora seu maior defeito foi corrigido: o Stellarium foi lançado para o iPhone. E “digrátis”.

continue lendo

emCelular Ciência Meio Bit Mobile Resenha Software

Saiba como consertar seus videogames

Por em 31 de agosto de 2010

dori_ifi_31.08.10-2

O site iFixit ficou conhecido por reunir tutoriais que podem ser úteis na hora de consertar algum parelho eletrônico e recentemente eles lançaram uma seção dedicada aos videogames. Repleto de dicas de como limpar, abrir e trocar determinadas partes dos consoles, o serviço é uma verdadeira mão na roda para quem possui um pouco de conhecimento na área e precisa de alguma ajuda para realizar a tarefa.

O banco de dados ainda precisa melhorar em alguns aspectos e por enquanto não temos tutoriais de aparelhos populares como o Super Nintendo e o Mega Drive, mas já podemos encontrar passo-a-passos bastante detalhados de como trocar a tela de um PSP ou de um Game Gear, como instalar a placa mãe de um Playstation 3 ou como deixar a entrada de cartuchos do Nintendo 64 limpinha. Eles também aproveitaram a oportunidade para lançar uma loja online (com envio para o Brasil e frete honesto) dedicada à venda de peças de reposição e ferramentas.

Confesso nunca ter levado muito jeito com essas coisas, mas foi graças a tutoriais como esses que conseguia manter meu PS2 longe da poeira e que pude restaurar satisfatoriamente um surrado Dreamcast que comprei pela internet certa vez. Para os jogadores que gostam de fuçar em seus videogames, essa pode ser um dica valiosíssima, mas lembre-se que se eles ainda estiverem na garantia, é mais negócio levá-los à assistência técnica e que ter as ferramentas adequadas é metade do caminho para um bom serviço (e consecutivamente, menos dor de cabeça).

[via Kotaku]

emMiscelâneas

Câmera DSLR em miniatura

Por em 31 de agosto de 2010

Pausa para uma coisa boba. Adoro brinquedos e miniaturas, ainda mais quando são voltados para a fotografia. Pouco é produzido nessa área. Talvez os fabricantes de brinquedos não encarem os fotógrafos como um público nerd, mas posso afirmar que existem vários nerds fotografando.

Olha só como é possível fazer uma pessoa como eu feliz com pouca coisa. Vários amigos me mandaram o link do lançamento da menor câmera DSLR do mundo. Infelizmente (ou felizmente) não é uma câmera real, mas uma réplica em miniatura de uma DSLR. Embora seja pequena, a câmera tem um nível de detalhamento muito grande. O mais bacana é que ela vem com três lentes (cada uma com suas tampas e capas) e elas encaixam perfeitamente no corpo da câmera.

Não existe um modelo escrito no equipamento, mas notadamente ela foi inspirada em uma câmera da Canon (pelo formato e a cor da lente tele objetiva). O kit está sendo vendido por apenas US$ 28,00.

dslr miniatura

dslr miniatura2

emNotícias

Eu não quero saber a sua localização…

Por em 31 de agosto de 2010

Parte da indústria é movida por criar necessidades que, antes dos inventos que as soluciona, não existiam. Esse mantra é conhecido de todos, e vira e mexe uma novidade mostra que, apesar de tentarmos nos blindar contra esses impulsos, nem sempre esse escudo funciona a contento. Quem queria um tablet antes do iPad? Então.

Na Internet, acontece a mesma coisa. Ninguém sentia falta do orkut ou do Facebook antes dos mesmos terem sido criados, da mesma forma que, antes do foursquare explodir, ninguém sentia falta de informar a uma galera todo bendito lugar que ele frequenta. Mas… hey, temos uma falha aqui. Ainda hoje, após várias startups investirem pesado nisso, até o Facebook entrar na onda com o Places e o foursquare ter sido avaliado em US$ 115 milhões, as redes sociais baseadas em localização ainda não se popularizaram.

Um estudo da Forrester Research mostra que o público adepto desses serviços é formato por homens jovens da cidade bastante interessados em tecnologia — ou, para definir numa palavra meio controversa, geeks. Nos Estados Unidos, berço da maioria das “fads” que varrem a Internet, apenas 4% da população já experimentou serviços do tipo. Pior: apenas 1% os usa regularmente, no mínimo uma vez por semana.

continue lendo

emInternet Meio Bit Web 2.0

Controle do Xbox 360 ganhará novo direcional

Por em 31 de agosto de 2010

Desde a primeira vez que joguei no XBox 360 achei o seu joystick fantástico. Além de ter um formato espetacularmente confortável, os gatilhos traseiros são ótimos para jogos de corrida e FPSs e as alavancas analógicas possuem muito mais precisão que as do controle do Playstation 3, por exemplo. Mesmo assim, ele possui um defeito grotesco, seu direcional. A grande novidade é que esse problema deverá ser corrigido em breve.

Depois de muitos anos de reclamações por parte da maioria dos jogadores, a Microsoft anunciou que no dia 9 de novembro o console ganhará um novo controle, que além de ter as cores dos botões A,B,X,Y mudadas para cinza, assim como os gatilhos, sofreu uma repaginada no direcional e que promete agradar a quem um dia tenha tentado jogar um game de luta no Xbox 360. Nesta nova versão poderemos mudar a altura do d-pad, transformando-o de uma cruz para um círculo apenas ao gira-lo em 90 graus. Embora o preço possa não parecer muito convidativo, US$ 64,99, é importante dizer que ele virá com o kit Play & Charge, que dispensa o uso de pilhas recarregáveis e que nos Estados Unidos custa isoladamente 20 dólares.

Mesmo não tendo gostado da eliminação das cores nos botões e preferindo a carcaça branca do antigo, acho que a simples (e tardia) melhora no direcional já vale a aquisição e passo a acreditar que agora o controle do Xbox 360 tem tudo para se tornar o melhor de todos os tempos.

continue lendo

emMicrosoft

Filme do Half Life só se for feito pela Valve

Por em 31 de agosto de 2010

Os fãs da série Half Life ganharam um grande motivo para dormirem tranquilos sobre a possibilidade dele ir para nos cinemas (pelo menos até que a Valve mude de ideia). Ao comentar sobre o assunto em uma entrevista, Gabe Newell afirmou que se por um acaso um dia a história de Gordon Freeman for transformada em um filme, isso terá que acontecer pelas mãos da própria produtora, o que teoricamente garantia uma produção muito melhor do que acostumamos ver por aí.

Como um jogador de World of Warcraft, eu gostaria que os desenvolvedores do jogo fizessem o filme, certo? E não qualquer outra pessoa. Gosto do Sam Raimi, sou fã dele desde que o Evil Dead foi lançado, mas preferia que a Blizzard fizesse o filme…

Quando começamos a ir nessa direção foi logo após o lançamento do Half Life 1. Aconteceram vários encontros com pessoas de Hollywood. Diretores vieram aqui querendo fazer um filme sobre o Half Life, então eles trouxeram roteiristas ou algumas agências de talentos trouxeram escritores e mostraram suas histórias e elas eram tão ruins. Quero dizer, butalmente as piores. Não entendem o que faz de um jogo um bom jogo ou o que faz dele algo interessante a ponto de fazer as pessoas se tornarem fãs.

Foi quando começamos a dizer ‘Uau, a melhor coisa que podemos fazer é não transformá-lo em um filme ou fazermos nós mesmo.’ E eu disse, ‘Fazer nós mesmos? Bem, isso seria impossível.’ Mas o Team Fortress 2, os curtas Meet the Team, somos nós explorando isso.”

continue lendo

emCultura Gamer