Games
Games
Digital Drops Blog de Brinquedo

Diablo II completa 10 anos

Por em 30 de junho de 2010

dori_dia_30.06.10

Uma das minhas maiores falhas como jogador é nunca ter jogado o Diablo II. Embora eu tivesse um razoável computador para jogos naquela época (o que diga-se de passagem me custou um Dreamcast), seu estilo hack and slash não me agradava e depois de ter jogado algumas horas do primeiro game da série no Playstation, o segundo acabou não me chamando a atenção. Vários anos depois eu comprei o jogo, mas até hoje nunca comecei a jogar.

Mesmo assim, sei da quantidade enorme de fãs que o jogo possui e por isso não posso deixar de comentar que ontem, dia 29 de junho, ele completou 10 anos e mais emblemático do que a data é o fato de que ainda hoje é possível encontrar pessoas que passam horas matando monstros em suas terras e de acordo com a Blizzard, vez ou outra o Diablo II aparece entre os 20 jogos mais vendidos para o PC. Além do mais, acho que ninguém ousaria dizer que sua jogabilidade foi superada e embora muitos clones tenham sido lançados, nenhum consguiu chegar perto do seu sucesso.

Sei que no momento a produtora está dedicada ao lançamento do StarCraft II e na produção do Diablo III, mas para comemorar o tão importante aniversário, bem que eles podiam ter lançado uma atualização que deixasse o jogo em alta ou pelo menos em melhor resolução, não acham? Dessa forma tenho certeza que faltariam lugares nos servidores da empresa para tanta gente.

emComputadores Museu

Siga a Leica no Twitter e ajude na pesquisa do câncer

Por em 29 de junho de 2010

leica

 

Hoje em dia, várias empresas tentam aumentar seu número de seguidores no Twitter através de promoções que distribuem algumas quinquilharias. Odeio mensagens do tipo “re-twitte isso e concorra a um sabão em pó”. Porém, quando juntamos esse tipo de promoção a uma causa nobre, então tenho que dar meu apoio. A Leica se comprometeu a doar €0.50 para cada novo seguidor em seu Twitter a partir de amanhã, dia 30 de junho, para a Association for International Cancer Research (AICR).

A iniciativa partiu do International Leica User Forum, uma organização particular de usuários da marca. Além de doações particulares dos membros do Fórum, através da união dos fotógrafos foi editado um livro com imagens feitas com câmeras Leica. O livro Leica User Forum Charity Book 2010 foi lançado pela editora Blurb e está disponível ao preço de € 95,00 onde € 6,00 são dedicados a AICR. Só com a venda do livro já foram levantados € 9.000,00.

Agora a Leica também entra na brincadeira doando essa pequena quantia por novo seguidor e garantindo um bônus de € 1.000,00 se alcançar a marca de 10.000 seguidores até o dia 9 de julho. Segundo Rudolf Spiller, executivo chefe da Leica no Reino Unido, "Estou muito contente que possamos contribuir para uma iniciativa que ilustra perfeitamente o espírito da comunidade de usuários Leica.  O projeto reúne responsabilidade social, excelência criativa e dedicação às câmeras e lentes Leica. Nossos clientes são os melhores! "

Não custa nada participar e ajudar a quem necessita. Mas, lembrem-se, os novos seguidores que valem dinheiro para a AICR vão ser contados a partir de amanhã, dia 30 de junho.

 

Fonte: Photography Blog.

emÁudio Vídeo Fotografia Notícias

FamilyShield: o “anti-sacanagem” da OpenDNS

Por em 29 de junho de 2010

The Internet is for p0rn, já dizia o velho meme. Cada vez mais cedo do que deveria, aquele pequeno menino ingênuo descobrirá o porquê dessa “máxima”. E agora, com o detalhe de tais sites terem um endereço mais objetivo, não vai ser lá muito difícil o acesso alheio. Para conter esse acesso não muito bem-vindo, vários programas de proteção familiar online foram criados.

O problema é que esses métodos de proteção são, na maioria dos casos, programas que precisam ser instalados e configurados, sempre adicionando esse ou aquele site “novo”. Pra maioria, já é suficiente para deixar de lado grande parte desses aplicativos, até porque eles precisam estar em todos os computadores onde o protegido tem acesso.

Pensando nisso, a OpenDNS, empresa já conhecida pelo seu serviço de DNS gratuito, criou o FamilyShield. Ao invés de instaladores, ou ainda configurações de segurança, o processo se resume a adicionar dois simples endereços num roteador e/ou computador: 208.67.222.123 e 208.67.220.123 (o site mostra como adicioná-los em vários tipos de roteadores e máquinas).

Não é preciso que o site fale inglês para que ele funcione, ele é aparentemente movido a outra coisa...

Tais endereços se comportam como os tradicionais da OpenDNS, “convertendo” o endereço normal em um IP. Mas quando se tenta acessar algum site não seguro para menores usando tal DNS, ele bloqueia a página e ainda explica o porquê dela ter sido bloqueada. Se a sacanagem incluir um IP direto ao site, ele bloqueia também. E, por segurança, ele bloqueia a maioria de serviços de proxy, para que todo o cerco ao acesso não vá por água abaixo.

Não é preciso criar uma conta nem nada especial para que o sistema funcione. Dessa forma, infelizmente, não há como fazer configurações pessoais no sistema. Porém o FamilyShield é bem consciente na seleção e até agora apresentou resultados sóbrios nos meros testes que este que lhes escreve fez, sem bloqueio desnecessário a sites que, por exemplo, mostram meras japonesas de biquíni segurando gadgets de última geração.

[via LifeHacker]

emInternet Meio Bit Segurança

Retina Display: e não é que era verdade?

Por em 29 de junho de 2010

Antes de se candidatar ao comentário mais lorpa do dia ao ver esta imagem, leia aqui.

A essa altura todos já devem ter ouvido falar: “Retina Display”. Se sim, então provavelmente ouviram falar mais ainda das críticas questionando a declaração da Apple a respeito do novo display que integra o iPhone 4G. No meio de tanta cascata e os mais absurdos ‘opinionistas’ sobre isso ou aquilo, uma voz bota um fim técnico com a peleja.

“Quando Steve Jobs invocou o termo pela primeira vez na WWDC, minhas sobrancelhas se levantaram. Sendo um cientista da retina eu próprio, fui imediatamente cético para aquilo que ele se referia como ‘retina display’.”

continue lendo

emApple e Mac Artigo Celular Meio Bit Mobile

Que tal escanear um livro de 200 páginas em 1 minuto?

Por em 29 de junho de 2010

Para digitalizar o conteúdo do Google Books são utilizados serviços de scan farms na Índia, onde centenas de pessoas escaneiam manualmente cópias físicas de livros. Não é um trabalho rápido nem barato, como todo mundo que teve a brilhante idéia de digitalizar a própria biblioteca e ter tudo em formato digital descobri quando tentei.

Alterar esse quadro sem criar equipamentos custando milhões de dólares não é fácil, mas ninguém melhor para manipular centenas de páginas em alta velocidade do que um povo afeito a tentáculos como os japoneses. Daí a invenção de Takashi Nakashima e Yoshihiro Watanabe, da Universidade de Tóquio, que deve ter despertado atenção do Google, se eles lerem o Neatorama.

continue lendo

emHardware Meio Bit

PS3, o updated 3.40 e a Playstation Plus

Por em 29 de junho de 2010

dori_plu_29.06.10

A Sony liberou hoje o update 3.40 para o Playstation 3 e além de adicionar algumas funcionalidades interessantes, como a possibilidade de compartilhar fotos presentes na galeria, melhor integração com o Facebook e um editor de vídeos, que inclusive podem ser enviados para o Youtube ou o próprio Facebook, a mais aguardada novidade era a possibilidade de passarmos a usar a versão pega da PSN, mas você sabe quais vantagens terá ao assinar a Playstation Plus?

Primeiro é importante dizer que os valores são de US$ 17,99 para três meses ou US$ 49,99 por um ano, mas se optar por esta segunda opção, ainda ganhará mais três meses. Isso posto, vamos aos “brindes” ofertados.

Para começar, a Sony passou a vender a versão digital do inFamous e o jogo está saindo por US$ 29,99. Quem assinar a Playstation Plus terá direito a jogar uma hora do jogo gratuitamente e o problema disso é que você terá que fazer o download de todo o jogo (6.88 GB), mas se optar por comprá-lo, pelo menos os troféus adquiridos durante o trial serão mantidos.

Felizmente outros jogos estarão disponíveis gratuitamente, como é o caso do Wipeout HD (que custa normalmente US$ 19,99), do Rally Cross (jogo de PS1) e do Age of Zombies (jogo do PSP mini. Além disso, também poderão ser baixados sem custo algum uma expansão para o Warhawk, um tema premium e um conjunto de avatares do Fat Princess. Esse jogo também conta com uma expansão, mas essa com desconto de US$ 4,99 por US$ 3,99. Outros que recebem descontos são os jogos da Midway e da Tik Games-Creat Studios.

É importante dizer que essa lista de jogos será mudada todo mês e as versões gratuitas só poderão ser aproveitadas enquanto você estiver fazendo parte do serviço e que os assinantes terão os upgrades de seus jogos feitos automaticamente e poderão baixar de graça as edições do Qore, espécie de revista interativa do PS3. Confesso não sabe se todas as funcionalidades estão disponíveis para os brasileiros já que não fiz a assinatura, mas se alguém puder tirar essa dúvida.

emSony

Apple lança novo iMovie para iOS 4

Por em 29 de junho de 2010

001849-mzl.oxvqhbma.320x480-75.jpg

Se você já colocou as mão em um iPhone 4 e curte editar uns vídeos em HD em dispositivos móveis, saiba que a Apple já lançou o iMovie na App Store. O novo app já está disponível por $ 4,99 lulas americanas (em homenagem a alguns leitores :D).

É possível criar video-postcards, editando-os direto do aparelho e depois publicando tudo na Web. Na parte de edição em especial, é possível iniciar vários projetos de filmes e terminá-los apenas depois, quando quiser. Graças ao valioso recurso da multitarefa, é possível também pesquisar diferentes áreas do iPhone em busca de mídias e imagens que você queira por acaso incluir em seu projetinho de vídeo.

Mas não adianta estar rodando iOS 4 em qualquer outro da série. Apenas o iPhone 4 dá suporte ao iMovie. Não pude encontrar nenhum hack, sequer alguma dicussão a respeito. Obviamente, é muito cedo para isso.

Acredito eu que devido a um processador mais rápido e mais capacidade de memória presentes no novo iPhone sejam os principais responsáveis por tornar aquele seu iPhone 3GS novinho em algo a caminho da obso(no)lência.

emApple e Mac Meio Bit Mobile Software