Games
Games
Digital Drops Blog de Brinquedo

Relembrando: Castlevania: Symphony of the Night

Por em 2 de novembro de 2009

Apontar um jogo como o melhor de toda uma franquia é algo difícil e até mesmo perigoso, principalmente quando se fala de um nome tão forte da indústria, contudo, em se tratando de Castlevania, acredito que poucos discordarão que o episódio Symphony of the Night está mesmo no topo da lista.

dori_cas_02.11.09

Fugindo completamente da tendência de jogos feitos em três dimensões que se instaurou no Playstation, em 1997 a Konami lançou aquele que viria a se tornar um dos ícones da plataforma.

Produzido e dirigido por Toru Hagihara, Castlevania: SotN embora não tenha sido o primeiro a fazer isso, conseguiu misturar brilhantemente a tradicional jogabilidade de plataforma 2D com elementos de RPG. Muito desse sucesso deve ser creditado ao diretor-assistente Koji Igarashi.

Guardadas as devidas proporções, o game lembrava muito outro clássico, o Super Metroid do Snes, onde o jogador deveria obter certos poderes para poder avançar no jogo e explorar todo o seu vasto mapa era uma tarefa difícil, mas extremamente satisfatória.

Ambientado em 1797, o game nos coloca no papel de Alucard, filho do temido Conde Drácula e seu objetivo será mais uma vez acabar com o vampirão, contando em certos momentos com a ajuda de uma moça chamada Maria.

Além de contar com um alto fator de replay, Castlevania: SotN possuía gráficos belíssimos, provavelmente até hoje um dos melhores em se tratando de duas dimensões, uma trilha sonoro espetacular composta por Michiru Yamane que mistura riffs de guitarra, música clássica e gótica e embala a jogatina. Sua parte sonora é tão fantástica que se retirarmos ele do jogo, ele certamente perderia metade de seu charme.

Posteriormente o game recebeu versões para o Sega Saturn (só no Japão), para o Xbox 360 através da Live e foi relançado para o PS3 através da PSN. Por último, uma conversão foi incluída como bônus no Castlevania: The Dracula X Chronicles para PSP.

emMuseu

Salsas e Caretas (XLVIII)

Por em 2 de novembro de 2009

Olá, pessoal! Depois de uma sumida grande (ops…), eis que abunda, mais uma vez, a coluna preferida de todos vocês!

Antes de mais nada, meus sinceros agradecimentos ao Rodrigo8. A partir de  hoje, “estaremos usando” a imagem enviada por ele na maior premiação do Meio Bit: o Troféu S&C. E, sem mais delongas…

 

MB Suporte 24h

Paulo: “Sou cliente da antiga Directnet e possuia o email ***@directnet.com.br  mas nao consigo mais acesso a ele, como posso conseguir esse acesso. Se possivel envie-me para o email  ******@gmail.com os meus dados para acesso.”

Aqui é assim, Sr. Paulo: não pagou, a gente cortamos mesmo.

 

Vai que é tua, Dori!

Joel: “Eu gostaria de me tornar jogador profissional. O que tenho que fazer? Atenciosamente, JOEL.

Se veste de galo e procura uma rinha.

 

MB Política

Monsueto: “Carta aos Senhores Prefeitos
Gostaria de entender qual a grande dificuldade ou os motivos do pouco interesse do Poder Público Municipal na identificação de algumas – às vezes muitas – ruas e logradouros públicos de muitos bairros da periferia das cidades brasileiras.
A falta de placas denominativas de muitas ruas de bairros, da periferia das cidades, gera vários tipos de prejuízos aos seus munícipes. Particularmente, nas situações de emergência, quando das chamadas de ambulância, polícia, Corpo de Bombeiros, táxi ou dificuldades para os carteiros, entregadores de encomendas de uma maneira geral e para visitantes da cidade.

Monsueto ***** -RG ******* -Empresário ramo do ensino.R. ************ ,*** – ********* – SP – CEP *****-420 – TEL: (xx11) ******** ************@uol.com.br
Divulgação da mensagem autorizada

“Empresário do ramo de ensino”. Para de reclamar, sujeito, o ensino no Brasil está falido… vai ser empresário do pré-sal… se precisar de ajuda para achar o site da Petrobras, manda um email para o Cardoso.

 

MB Vagas

Sidneia: “POR FAVOR!GOSTARIA DE SABER QUAL É O SITE DA SELEÇÃO PESSOAL(RH)PARA QUE
EU POSSA ESTAR LHES ENVIANDO UM CURRICULUM?POR FAVOR,ME AJUDEM SIM,OBRIGADA.

www.contraditorium.com

 

MB Telecom

Luiz: “Fiz o plano tim + 25 usei os 25 de creditos e recebi uma msg que fenho que usar + 10 de creditos p/ entrar os bonus isso significa que vou gastar 35 e quem garante que os bonus vão entrar, sendo assim não vou arriscar, pesso por gentileza repor os meus creditos ou vou procurar o procon,sinto que isso pode ser uma fraude. cel. 061 ********  Luiz

Pessa com carinho que entra…

 

MB Leilões

Claudio: “oLÁ, TENHO UM COMPUTADOR “TK200 E GRAVADOR MSX GRADIENTE 1986″ PARA COLECIONADORES, VOCES PODERIAM ME INDICAR QUEM GOSTARIA DE COMPRAR? AGUARDO, CLAUDIO

ebay.

 

MB Helpdesk

Francisco: “MEU COMPUTADOR FOI FORMATADO RECENTEMENTE. PERDI ENTRE OUTROS O LOGIN E SENHA DO BRTURBO. NOVAMENTE INSTALEI O MODEM, MAS NÃO CONSIGO ACESSAR O NAVEGADOR JUSTAMENTE PORQUE NÃO TENHO ( NÃO LEMBRO) LOGIN E SENHA. PRECISO URGENTEMENTE RESOLVER  O PROBLEMA.ESTOU PERDENDO TRABALHOS DA FACULDADE. MILHA LINHA TELEFÔNICA É A SEGUINTE 69 ****-****

Sem o número do cartão de crédito, nada podemos fazer…

 

FAMA!

Romano: “Queiram colocar meu blog no Radar: twitter.com/PauloRomano. Colocar o link
simplesmente como “Paulo Romano”.

Pedindo com educação, tudo se consegue.

 

UniMB

Rodrigo: “Bom vamos la estou para ingressar na area de TI e pensando em quando acabar fazer pos graduacao na area de redes ou alguma certificao so que nao gosto muito de programacao voces por acaso me pode dar uma dica ein alguma area seja de TI ou Redes que nao tenha tanta programacao ?

Você pode ser “Operador de Backup”…

 

Mas hein?!

Eder: “preciso do telefone do seu pai,…e o Sandro da Pick-up Center…. tenho q fazer uns brindes…

Isso é algum tipo de código?

 

Troféu S&Ctrofeusc

Para fechar com chave de ouro, vejam essa mensagem privada que chegou para o nosso querido Dr. Leo Faoro, já há algum tempo:

 

Olá, Leo.
O Direct2Drive está com uma promoção muito interessante: alguns jogos estão custando 5 dólares. Mas alguns possuem restrição quanto a localidade. Já tentei várias formas de burlar isso e comprar sem precisar de ajuda externa, mas a verificação é pesada, checando até o endereço do cartão de crédito.
Queria saber se é possível você comprar esses dois jogos para mim e
enviá-los via gift:
http://www.direct2drive.com/3994/product/Buy-Tom-Clancy’s-Ghost-Recon:-Advanced-Warfighter-2-Download
http://www.direct2drive.com/1321/product/Buy-Sid-Meier’s-Railroads!-Download
Caso positivo, antes da compra, mande para mim o seu e-mail cadastrado no Paypal para que eu possa depositar o valor dos 2 jogos para você + as taxas do Paypal.
Obrigado pela atenção e desculpe o incômodo.

 

Detalhe: nosso querido doutor não conhece o indivíduo! Pela cara-de-pau, esse é o vencedor desta edição do Troféu S&C! Até a próxima, pessoal!

emMiscelâneas

Google Chrome: Livrando-me do bloatware* Firefox

Por em 1 de novembro de 2009

Alguém tinha que dizer, então, que seja: Firefox virou bloatware. A cada nova versão, eu vejo meu browser favorito ficar mais e mais guloso e a prova definitiva veio quando usei o netbook da HP com o Windows 7.

Depois de duas semanas de testes, removi, infelizmente, o Firefox da máquina já que com exceção do Echofon e do Scribefire, não preciso de nenhuma outra extensão em um netbook. É uma pena, porque uso a raposa em todas as outras máquinas, inclusive no MacBook.

Eu não parei de usar Firefox! Ainda dependo dele profissionalmente, porque não existe nada remotamente semelhante em qualidade ao Firebug e ao Web Developer Toolbar, entre outras extensões O problema é que o Firefox, como browser básico, já não serve mais porque está consumindo uma quantidade de recursos como memória e processamento além do razoável quando navegação simples e rápida é necessária.

Sim, o Firefox é bloatware para Netbooks e o melhor browser é o Google Chrome. Desculpe se estou enfiando uma adaga no seu coração de raposa, mas é bom encarar os fatos: está na hora de uma versão “Lite”, “Netbook”. Melhorias estão sendo feitas e uma nova interface deve chegar em breve, mas até lá, fico com o melhor browser baseado no webkit para Windows mesmo. Safari no Mac, claro.

4003Fonte: BetaNews 

Mas o IE é mais bloatware que o [meu querido browser]

O Internet Explorer é razoável, consome menos recursos e é mais rápido que a versão anterior. A boa integração com o Windows faz dele a opção arroz com feijão. Ainda é o meu browser padrão por questão de compatibilidade máxima com websites e alguns plug-ins e aplicativos online que não funcionam no Firefox ou no Chrome.

A Microsoft está enfiada até o pescoço com o Internet Explorer como browser corporativo. Não espero da empresa nenhuma mudança radical ou inovação nessa área porque se ainda existem empresas usando Windows 2000 com Internet Explorer 5 em plena New York, imagine no restante do mundo. Eles só vão se mover mesmo quando os clientes corporativos migrarem em massa para o Office Online e a performance de JavaScript sofrível do IE for percebida no bolso.

A imagem acima mostra bem como Redmond perdeu o bonde da performance e virou o fusca dos browsers.

Conclusão

Vocês sabem que software ineficiente consome mais energia porque precisa de mais ciclos de CPU. A relação direta para usuários de netbook ou que precisam de grande mobilidade é a duração da bateria. Se um browser consome mais memória e CPU, ele drena mais do que o seu concorrente. Mesmo que isso signifique 10 minutos de diferença depois de 10 recargas, foram 100 minutos.

No Twitter um leitor indicou um post com dicas de como melhorar a performance do Firefox. Já usei no desktop e no notebook principal.

* Bloatware: Vem do termo bloat, que significa inchado, volumoso, cheio como um balão. É usado como sinônimo de ineficiência.

emComputação móvel Internet Open-Source Software

Abaixo o desperdício

Por em 1 de novembro de 2009


Existem dois termos importantes para quem busca soluções de armazenamento de dados:thin e full provisioning.  A diferença entre eles é fundamental para que o investimento em equipamentos tenha o melhor retorno de investimento.

O Full Provisioning significa que o espaço, mesmo que os dados não sejam de fato gravados, será reservado. Ou seja, se o sistema manipula 50 GB de dados para depois gravar 10 GB. O problema é que durante todo o tempo, os discos estavam com 50 GB a menos de informação. O problema é claro: normalmente é preciso muito mais memória do que o realmente necessário e o investimento em discos sempre será várias vezes maior do que o usado.

O Thin Provisioning, usado no HP Lefthand, é um conceito simples mas altamente eficiente: apenas o que realmente precisa ser gravado ou persistido de fato é colocado no disco. Ou seja, nada de alocar informação de forma desnecessária.

A imagem acima explica o conceito entre as duas abordagens. Enquanto no primeiro caso, dezenas de gigabytes foram desperdiçados, o segundo, usado na solução HP, preserva e prolonga o uso dos discos sem necessidade de upgrades antes do tempo certo. Economia de escala, um gigabyte de cada vez.

emHardware

2o DrupalCamp Brasil em Campinas

Por em 1 de novembro de 2009

Neste final de semana está acontecendo a segunda versão do DrupalCamp Brasil , organizado pelo pessoal do Chuva Inc na UNICAMP, novamente. Trata-se de um evento que reune interessados no CMS Drupal, usado pelo Meio Bit e mantido através de uma parceria com o Chuva Inc.

O pessoal esta twittando ao vivo usando a hash #dcbr. Por exemplo, o Lourenzo palestrou sobre 2 temas importantes para desenvolvedores, “Drush” e “Simpletest, Coder e Devel”, e postou as apresentações no blog pessoal dele. O pessoal do Drupal-br está transmitindo online o evento também.

Desde semana passada estamos usando a versão 6.x do Drupal no Meio Bit, o que nos possibilita agora focar nos próximos projetos para o site.

emIndústria

O que a internet teria a comemorar daqui a 40 anos?

Por em 1 de novembro de 2009

Há quinze anos atrás, tive o meu primeiro contato com a internê: o PC pioneiro em casa era um 486 e o fax/modem dele rastejava a 2.400 bits por segundo (ou ~0,3 KiB/s). Uma velocidade até respeitável, considerando que, àquela época, a interface gráfica do BBS era puro texto.

Sinceramente, eu não sabia o que havia de tão especial naquele texto todo subindo no Windows 3.1 ou nos barulhos esquisitos de telefone vindos daquele PC, até porque eu não sabia distingüir aquele bocado de texto, do BBS, dos trabalhos de meu pai em programação (Cobol e Fortran). Pareciam a mesmíssima coisa, até eu ser apresentado a um shareware do Wolfenstein 3D.

Laguna_WolfensteinA_31out2009

Para mim, um moleque fascinado com o Atari e o Master System (Super Nintendo e Mega Drive só na locadora), aquilo era coisa de outro mundo, afinal o PC apenas se resumia à Paciência e Campo Minado, dois joguinhos que nunca me interessaram e pouco se distingüiam do que eu era acostumado a jogar até então.

Àquela época eu nunca havia visto um jogo tridimensional e, ainda por cima, “transportado” por outro meio diferente que não fossem os inúmeros disquetes emprestados.

Depois do Wolf3D, vieram outros sharewares, não só de jogos, mas de outros programas, sempre com a mesma expectativa: tinhamos que esperar mais de uma hora para que um arquivo com 1,39 MiB (geralmente comprimido em ARJ) chegasse ao destino, um HD com “fartos” 220 MB, e funcionasse, claro.

Laguna_Livermore_Model_A_03

Quantas vezes o download não chegava a falhar lá pelos 99%? E em quantas o modem simplesmente “caía”, o telefone tocava e o que atendíamos era um chiado horrível? Foram tantas as emoções, bixo…

Hoje, os downloads não são tão emocionantes, principalmente para quem tem uma boa conexão de acesso à internê: você simplesmente procura o conteúdo que quer no Google (ou outra ferramenta de busca), encontra os arquivos desejados numa bonita página de downloads, ora num servidor próprio, ora num Rapidshare da vida, e, dependendo do tamanho do arquivo, não dá tempo nem de tomar um banho venezuelaño, pois o arquivo solicitado já está em seu HD, pronto para o uso, seja ele qual for.

E tudo isso começou em 29 de outubro de 1969, com o estabelecimento dos dois primeiros nós do que hoje conhecemos como a internê, essa enorme teia, essa enorme rede global de computadores interconectados:

continue lendo

emArtigo Google Internet Telecom Web 2.0 Wireless e Redes

CG: Dragon Age: Origins

Por em 1 de novembro de 2009

E está chegando o dia! Na próxima terça-feira acontece o lançamento do aguardado (ao menos por mim) RPG Dragon Age: Origins.

Para colocar mais um pouquinho de expectativa na cabeça do jogador, a Bioware lançou um vídeo contando um pouco do enredo do jogo e acredito que o objetivo deles tenha sido alcançado e além do mais meu amigo, o game está repleto de dragões, quer motivo melhor que esse para se comprar um jogo?

Após assistir essa fantástica animação, é fácil sentir uma incontrolável vontade de conhecer a Circle Tower, andar pelas ruas da capital Denerim ou subir a Frostback Mountains para visitar a vila Haven, não acha?

E aproveite pois a promoção onde daremos uma cópia da edição de colecionador do Dragon Age ainda está valendo.

emVídeos