Games
Games
Digital Drops Blog de Brinquedo

GoW2 Multiplayer de graça neste fim-de-semana

Por em 2 de agosto de 2009

Pode ser um pouco tarde para alguns, mas é sempre bom avisar! Se vocês, assim como eu possuem Gears of War 2 e uma Conta Silver na Live, vocês podem aproveitar o multiplayer do ótimo jogo durante este fim-de-semana. Já ouvi falar muito bem do Multiplayer de GoW 2 e já estou pronto para experimentar! Mas antes estou deixando o aviso aqui.

[Via VG247]

emDicas Games Microsoft

CG: Dirge of Cerberus: FFVII

Por em 2 de agosto de 2009

Para encher um pouco mais os cofres da empresa de dinheiro e tentando ampliar o universo do jogo Final Fantasy VII, em 2006 a Square-Enix lançou Dirge of Cerberus. O game fugia completamente do padrão onde a empresa se especializou e deixou de ser um RPG para se transformar num jogo de ação protagonizado pelo misterioso Vicent Vega Valantine.

No geral, o game foi mal recebido tanto pela crítica quanto pelos jogadores, principalmente por causa da mecânica confusa e gráficos não tão bacanas. Mas se por um lado o jogo mereceu passar despercebido, suas CGs contam com o padrão Square-Enix de qualidade e no vídeo abaixo podemos ver o que a empresa é capaz de mostrar com gráficos feitos no computador.

emVídeos

Power GVT – 100MBits – Meninos, eu vi

Por em 1 de agosto de 2009

Na Quinta-Feira um grupo (qual coletivo de blogueiros mesmo?) de blogueiros foi convidado para uma apresentação em São Paulo, onde Rodrigo Andreola, Gerente de Tecnologia da GVT apresentou uma série de produtos. A proposta no convite era bem ousada: Colocar o Brasil de igual para igual ao resto do mundo em termos de banda larga, tanto em velocidade quanto preço. Descontadas aquelas aberrações orientais que vivem 150 anos no futuro e vendem link de 1GB a 45 Yens Reais, ou seja lá a moeda de 2159.


Promessa de operadora de telefonia, como todo mundo que conviveu com a Telerj e a Telefonica sabe, é igual promessa de namorado. Ele fala “só a cabecinha”, a menina deixa e quando vê ele montou todo o resto do quebra-cabeças do Pequeno Pônei que estavam fazendo juntos.

Pois bem: Rodrigo fez uma apresentação sobre o mercado atual de Internet Banda Larga no Brasil e no mundo, citando um monte de números interessantes, todos Twittados live ao vivo de corpo presente, e que se você segue o MeioBit no Twitter, deve ter visto. Ao final ele puxou da manga do projetor o produto: O Power GVT, Internet de Banda Larga MESMO. Vejam os preços/velocidades:

3 Megabits – R$49,90
10 Megabits – R$69,90
15 Megabits – R$99,90
35 Megabits – R$199,90
50 Megabits – R$299,90
100Megabits – R$499,90

Isso sem traffic shapping ou limite de downloads. Rodrigo explicou com todas as letras: Temos SIM em contrato limitações de download. Toda operadora tem. O objetivo é ter uma proteção quando aparece gente revendendo ilegalmente o serviço. Mesmo assim nunca exerceram a cláusula. Eles SABEM que essas bandas são compradas por heavy users e não faz sentido vender algo que SABEM que o sujeito vai usar, e punirem o cara por isso.

Acima de 3 Megabits o Modem -grátis- será fornecido por eles. É um Dlink top, com WIFI n, e um monte de recursos. Motivo? Qualidade do serviço. É comum o sujeito comprar um xing-ling qualquer, o modem não aguentar e o técnico da operadora tentar explicar sem sucesso que o equipamento não suporta velocidades mais altas.

A conexão de 100MBits será feita por fibra, o resto é por par trançado convencional.

Os valores acima não são promocionais, não é aquele esquema “primeiros 3 meses 10 reau, 4o mês traga KY”

Abrangência: O serviço será comercializado, a partir deste final de semana em:

Porto Alegre, Alvorada, Cachoeirinha, Campo Bom, Canoas, Esteio, Gravataí, Novo Hamburgo, Santa Maria, São Leopoldo, Sapiranga, Sapucaia do Sul, Viamão (RS), Curitiba, Maringá, Apucarana, Arapongas, Cambé, Campo Mourão, Cascavel, Cianorte, Springfield, Francisco Beltrão, Guarapava, Londrina, Marialva, Paiçandu, Paranavaí, Pato Branco, Pinhais, Quahog, Ponta Grossa, Rolândia (juro que estava nessa ordem), São José dos Pinhais, Sarandi, Toledo e Umuarama (PR), Florianópolis, Blumenau, Brusque, Criciúma, Balneário Camboriú, Icara, Itajaí, Jaraguá do Sul, Joinville, Unionville, São José, Tubarão (SC), Belo Horizonte, Contagem e Betim (MG), Distrito Federal, Aparecida de Goiânia e Goiânia, Vitória, Vila Velha e Salvador (ufa!)

Quem quiser um test drive, ou como eu apenas ver a velocidade para depois chorar ao voltar pra conexão-lesma da telerj em casa, há pontos de experimentação em Curitiba, Vila Velha e Porto Alegre.

Velocidade Na Prática
Fizemos alguns testes. É preciso estar ciente que não dá para fazer mágica. Um servidor parrudo tem uma conexão no datacenter de Gigabit Ethernet. Assumindo que você tenha um link de 100Mbits e está ligado FISICAMENTE na rede do servidor, ele só poderia atender 10 clientes simultâneos provendo a mesma velocidade. Portanto não adianta tentar acessar um servidor na Mongólia Setentrional, rodando no Casio Datalink de um monge, usando TCP/IP via pombos-correio e querer que venha tudo a 100Mbits.

Em nossos testes baixamos arquivos da Microsoft a 9 MegaBYTES por segundo, algumas vezes a oito, e em um momento a 6,69MB/s, como a foto abaixo:

Lembrando que é muito improvável que só haja a gente baixando algo da Microsoft, e que esses arquivos não estão no andar de baixo, a velocidade de 8 MegaBYTES por segundo de download é bastante impressionante.

Claro, nem um link de 100MBits da GVT faz milagres:

Acompanhe no vídeo 3 testes:



emComunicação Digital Indústria Internet Wireless e Redes

Como fracassar miseravelmente com Open Source no Mac

Por em 1 de agosto de 2009

Estou editando um vídeo. Precisei de um bloco de áudio. Fiquei com preguiça de abrir o GarageBand só pra isso. Pensei: Vamos ver o Audacity, afinal ele é um editor decente, multiplataforma, leve, ideal para cortar um pedaço de um MP3, apenas o que eu queria.

Fui no site oficial, baixei a versão correta, 10MB, um tamanho bem razoável. Instalei (se é que arrastar para a pasta Applications é instalar) e rodei.

Vamos dar o desconto de que não é feito por profissionais, a funcionalidade é o foco, detalhes como usabilidade ficam em segundo plano. Tudo bem. Dados esses descontos, o Audacity no Mac fica mais feio que cliente de prostituição infantil que paga com cheque sem fundo.

Ao menos funciona, né? Funciona. Abri meu MP3, selecionei o trecho, fiz copy/new/paste. Vamos salvar o arquivo. Passo o primeiro diálogo mais horroroso do que os das novelas de mutantes da Record, escolho nome, clico em salvar. PAM!

O troço é vendido como a última bolacha do pacote que as andorinhas (européias) que vivem na barba do Stallman roubaram semana passada, e para salvar uma porquera de um MP3 tenho que caçar manualmente bibliotecas, instalar na marra, ficar lendo páginas de HOW-TOs?

Eu poderia estar roubando, eu poderia estar matando, mas meus amigos, eu só quero salvar um arquivo em formato MP3. Não quero saber de mimimi licença mimimi a RIAA, mimimi o Bill Gates mimimi o Sarney. Pense como usuário. Eu tenho um problema. Quero que o programa resolve o problema. Se o Audacity não funciona sem baixar uma biblioteca externa, ELE tem um problema, e aí, meu caro, ema ema ema.

Veredicto: O Audacity não está pronto para o desktop, ao menos o do Mac. Deveria aprender com o Firefox que não usa o fato de ser OpenSource como desculpa para ser porco, feio e pela metade.

emOpen-Source Software

A animação dos esquecidos

Por em 1 de agosto de 2009

Antigamente os jogos possuíam uma característica ou que não é mais implementada ou eu não tenho percebido. Quase todas as produções mostravam alguma animação para o protagonista quando não mexíamos no controle por alguns segundos e um usuário do Youtube fez uma compilação com esses trechos.

No vídeo abaixo você pode ver pouco mais de cinco minutos com esses inusitados movimentos e para muito servirá como um passeio pela história dos videogames. Eu fiquei feliz por relembrar um clássico, o ótimo Discworld.

Quem nunca deixou, por exemplo, o Sonic parado só para ver sua cara de bravo enquanto batia o pé no chão em forma de protesto pela falta de velocidade? O porco-espinho não aparece no vídeo, mas após o break você confere a lista completa dos jogos apresentados.

- Alladin
- Jazz Jackrabbit
- Day of the Tentacle
- Commander Keen 6
- Krusty’s fun house
- Day of the Tentacle
- Full Throttle
- Commander Keen 6 (Moon Pyramide)
- Jazz Jackrabbit 2
- Discworld
- Halloween Harry
- Battery Check (dutch)
- Day of the Tentacle
- Roger Rabbit 2
- Jazz Jackrabbit 2
- Lion King
- Simon the Sorcerer 2
- Boppin
- Blues Brothers 2
- Pushover
- Blackhawk
- Supaplex
- Worms
- Cool Spot
- Earthworm Jim

emMuseu Vídeos