Games
Games
Digital Drops Blog de Brinquedo

Campeonato de Street Fighter em SP

Por em 31 de julho de 2009

Quem estiver em São Paulo nos dias 8, 15 e 22 de agosto poderá participar do 1º Campeonato Oficial de Street Fighter IV, título lançado hoje para o PC custando R$ 89,90 e que no Brasil é distribuído pela Synergex. O torneio está sendo organizado pela empresa em parceria com as Livrarias Saraiva e os embates virtuais ocorrerão em duas etapas que serão realizadas nas lojas Ibirapuera, Eldorado e Anália Franco.

As inscrições estão sendo feitas através do email eventos@livrariasaraiva.com.br e os vencedores levarão para casa pôster, cópias originais do jogo e um joystick arcade baseado no SFIV e fabricado pela Madcatz.

Acho essas iniciativas muito legais, pois além de divulgar os jogos de uma forma interessante, ainda propícia que os jogadores conheçam novas pessoas e claro, ainda serve para medir a qualidade do pessoal. Quem sabe o grande campeão não será um leitor do Meio Bit Games? Só tenho medo de pensar na surro que eu iria levar caso participasse de um campeonato como esses.

dori_sf4_03.07.09

[Via Press Release]

emComputadores Miscelâneas

Fiat Mio: o primeiro carro feito em Creative Commons

Por em 31 de julho de 2009

Depois de fechar o acordo com o Google Street View, fornecendo seus carros para captação de imagens nas ruas brasileiras, a Fiat parece estar determinada a manter sua imagem associada com a internet e o futuro.

Dessa vez, a montadora lança o Fiat Mio, um projeto colaborativo que colherá opiniões e idéias para criar um novo carro conceito, que será denominado Fiat Concept Car III (FCC III). Toda a interação com o usuário, bem como o envio das idéias, será feito através do site oficial do projeto: http://fiatmio.cc/. Segundo a própria montador, até mesmo a URL já deixa explícito do que se trata o projeto. Fiatmio.cc, de Creative Commons, de Carro Colaborativo, de Concept Car, de Carro do Consumidor.

Fiat FCC I Exposto no Salão do Automóvel

Um ponto interessante é que todo o conteúdo do site será livre. Eu disse TODO. O que significa que os concorrentes da montadora também terão acesso às informações geradas.

Se me falassem desse projeto na época em que trabalhei em uma montadora, eu não acreditaria. Funcionários de montadoras muitas vezes precisam assinar termos de confidencialidade, e possuem muitos setores que apenas pessoas autorizadas podem entrar, com projeto e imagens de novos modelos trancadas a sete chaves. Um simples vazamento de informação pode significar um prejuízo imenso.

Fiat FCC II Exposto no Salão do Automóvel

A partir do dia 03 de agosto o fiatmio.cc estará aberto para que os usuários possam enviar suas idéias, e você também pode acompanhar as novidades do projeto pelo twitter @fiatmio.

emArtigo Open-Source Web 2.0

Fotógrafo – Profissão regulamentada?

Por em 31 de julho de 2009

Uma reclamação que ouço há mais de 10 anos no mundo da fotografia é a falta de regulamentação da profissão. Isso é fomentado pela recente invasão do mercado por pessoas que entraram na profissão por causa das facilidades da fotografia digital. Alguns apenas compraram uma câmera básica e se lançaram a vender o seu produto sem nenhum estudo ou conhecimento dos diversos fatores que levam a uma boa fotografia. O problema não é a concorrência de pessoas que mal conseguem segurar a câmera, e sim o preço que esses indivíduos cobram pelos serviços. Como estão chegando agora, não sabem como é complicado manter o equipamento em dia, investimento em cursos, livros, acessórios e outros detalhes. Nunca tiveram um obturador quebrado ou um flash danificado. Não sabem que a manutenção custa caro e é preciso estar preparado. Mas, o efeito negativo da ninharia que eles cobram é que acaba afetando todo o mercado. Como explicar para o cliente que o seu preço é justo quando o rapaz ao lado cobra 70% a menos? Tudo bem que o resultado final entregue ao cliente é proporcional ao preço cobrado, mas poucos possuem o olhar necessário para reconhecer uma boa fotografia. Talvez porque não tenham um bom exemplo para poder comparar com o resultado apresentado. Um efeito do mundo dominado pelas TekPix da vida.

Mas, talvez isso tudo vá mudar. Esta em tramitação no congresso um Projeto de Lei 5187/09 do Deputado Severiano Alves (PDT-BA), que visa regulamentar a profissão de fotógrafo. Em tempos em que o Supremo Tribunal Federal decreta que para exercer a profissão de Jornalista não é preciso diploma, obrigar fotógrafos a ter um curso superior parece meio esquisito. Porém, é isso mesmo que o Projeto de Lei afirma. Segundo o projeto, poderá exercer a profissão de fotógrafo todo o indivíduo formado em instituição de nível superior em fotografia reconhecida no Brasil, ou formado no exterior, desde que o diploma seja revalidado aqui. Os profissionais que atuam no ramo até o dia da promulgação da lei poderão exigir o reconhecimento na profissão desde que estejam atuando nela há pelo menos dois anos consecutivos ou quatro anos intercalados. Aqueles que obtiverem o direito de serem fotógrafos profissionais poderão atuar nas seguintes áreas:

- a fotografia realizada por empresa especializada, inclusive em serviços externos;
- a fotografia produzida para ensino técnico e científico;
- a fotografia produzida para efeitos industriais, comerciais e de pesquisa;
- a fotografia produzida para publicidade, divulgação e informação ao público;
- a fotografia na medicina;
- o ensino da fotografia; e
- a fotografia em outros serviços correlatos.

Se você perguntar para mim hoje o que seria um fotógrafo profissional, eu diria que é o sujeito que consegue sobreviver do trabalho com sua câmera. Nada a ver com grandes equipamentos ou quantidade de cursos. Conheço fotógrafos que começaram na profissão há pouco tempo e possuem uma qualidade impressionante. Outros estão na labuta há mais de 30 anos e até hoje não aprenderam algumas coisas básicas. Então a regulamentação seria uma saída interessante para a profissão? Talvez sim, talvez não. Pelo lado positivo teríamos pessoas formadas dentro de um mesmo nível e que, teoricamente, forneceriam trabalhos dentro de um mesmo patamar de qualidade e preço. Por outro lado, estaríamos excluindo um grande número de pessoas que não terão acesso aos cursos superiores, mas possuem talento, olhar e sensibilidade para produzir uma fotografia de ótima qualidade. Mas, uma coisa é certeza. Regulamentar não é sinônimo de qualidade. O mau profissional existe em todas as profissões, até nas bem regulamentadas e protegidas. A meu ver, fotografia é um misto de técnica e arte. Talvez a solução não seja engessar isso dentro de um curso modular de quatro anos.

Como alguns colegas já citaram em listas, fóruns e no twitter, essa não é a primeira tentativa de regulamentação da profissão que passou pelo Congresso Nacional. As outras acabaram naufragando, até por conta de pressão de fotógrafos que se organizaram e foram contra a ação. Vamos acompanhar essa nova tentativa para ver se algo vai acontecer de diferente dessa vez.

emNotícias

AF-S Nikkor 70-200mm F/2.8G ED VR II

Por em 31 de julho de 2009

Se as pessoas assustam com os preços das câmeras reflex digitais, então não estão acostumadas ao ver os preços das lentes. Juntamente com as novas câmeras que foram anunciadas ontem, a Nikon está colocando a disposição do consumidor duas novas lentes que serão, com certeza, o sonho de muita gente. A mais bacana entre as lançadas é a AFS Nikkor 70-200mm F/2.8G ED VR II. A lente, que teve o corpo completamente redesenhado, chega para suprir os profissionais que necessitam de grande distância focal e manter ao mesmo tempo uma boa captação de luz. A lente possuí 7 elementos de cristal ED,  para minimizar a aberração cromática, e o estabilizador de imagem VR II, para evitar fotos tremidas. A lente é projetada para o sistema FX da Nikon e deve chegar ao mercado custando US$ 2399.95.

Já a AF-S DX 18-200mm VR II é voltada para o público amador que possuí uma das DSLR de entrada da empresa. A lente possuí motor de autofocus embutido em seu corpo, o que a torna compatível com as câmeras D40, D40x, D60, D5000 e D3000. A distância focal coberta pela lente é ótima para torná-la uma lente básica em sua câmera. Não existe uma mudança na construção ótica em relação a outras lentes DX, mas essa 18-200mm possuí um novo motor interno que torna o autofocus mais silencioso e não podemos esquecer a presença do estabilizador de imagem. O que espanta também é como essas lentes DX são compactas. Há pouco tempo atrás tive a oportunidade de fotografar com uma D40 equipada com a lente 55-200mm e fiquei impressionado com a leveza e dimensões compactas da lente. A AF-S DX 18-200mm VR II chega ao mercado custando US$ 849.95.

nikkor 70-200mm f2.8

 

Entenda a nomenclatura das lentes da Nikon.

AF-D – Lentes que transmitem dados de distância para o corpo da câmera que usa sistema de medição matrix 3D e para o sistema de medição 3D do flash;

DX – Lentes projetadas exclusivamente para a linha de Reflex digitais;

AF-I – Lentes com motor de autofocus integrado ao seu corpo;

AF-S – Sistema de autofocus silencioso;

F – Linha de encaixe da baioneta das câmeras Nikon. O mesmo tipo de encaixe em todas as versões das lentes garante uma enorme quantidade de lentes disponíveis para os usuários;

ED – Extra Low Dispersion Glass – Vidro de alta qualidade para diminuição da aberração cromática e aumento do contraste;

VR – Estabilizador de imagem;

Fonte: Dpreview

emLentes

Campanha seria mesmo sobre o filme Max Payne

Por em 31 de julho de 2009

E um dos maiores mistérios envolvendo uma franquia de videogame e blogs brasileiros parece ter chagado ao fim. Há pouco minutos recebi pelo correio uma cópia do filmes Max Payne. O DVD foi lançado no Brasil recentemente e ao que tudo indica, toda a campanha promocional foi feita para divulgar o início das vendas nas lojas de varejo.

A única dúvida é que, colado na caixa do filme veio um Post-it com os dizeres “Is this the end? Not Yet… 01.41:12”. Não consegui enxergar uma explicação para os números, já que nesse trecho do longa metragem não existe nenhuma informação relevante. Talvez algum leitor consiga perceber do que se trata.

Contudo, gostaria de aproveitar o espaço para fazer uma crítica, não à campanha, que particularmente julgo muito criativa e pertinente. O que quero deixar claro aqui é minha posição contra a Fox do Brasil, distribuidora do filme. Oras Dona Fox, se a campanha se tratava mesmo do lançamento do filme, embora a iniciativa seja muito bacana, porque não fazer isso quando a produção chegou as locadoras? Como um ex-proprietário, sinto muito ao ver que uma empresa distribui seus filmes para as locadoras cobrando cerca de R$ 100, raríssimas vezes investindo em divulgação uma divulgação, mas contrata uma competente empresa de marketing para fazer com que o consumidor comum tenha conhecimento do filme.

Espero sinceramente estar equivocado, que o viral não tenha terminado e que algo ainda maior seja revelado, neste caso peço sinceras desculpas a todos os envolvidos, mas a julgar pelos blogs de cinema que também receberam o material, desconfio que se trata mesmo de mais um caso de descaso com as videolocadoras. Algo me diz que os donos dessas lojas também se sentirão um pouco deixados de lado.

dori_max_31.07.09

emMiscelâneas

Sony e a queda nas vendas

Por em 31 de julho de 2009

Por essa nem o mais pessimista fã da Sony esperava, mas o primeiro quarto do ano não foi nada bom para a gigante japonesa se comparado ao mesmo período de 2008. A divisão  conhecida como Playstation e que conta também com os computadores da linha Vaio, teve uma diminuição de 37,4%, alcançado US$ 2.571 bilhões.

Falando sobre os videogames, o PS3 vendeu 1.1 milhões de unidades (contra 1.6 milhões do ano passado), o PSP teve 1.3 milhões de unidades vendidas (contra 3.7 milhões de 2008) e o Playstation 2 foi a única plataforma que teve um aumento nas vendas, 1.6 contra 1.51 do período passado. Quando passamos para a venda de jogos, a situação também não é das melhores. No PS3 a quantidade de games first-party diminuiu de 22.8 para 14.8 milhões de unidades vendidas, no PSP a redução foi de 11.8 para 8.3 milhões e o PS2 sofreu o maior baque, caindo de 19.3 para 8.5 milhões de jogos comercializados.

Acredito que a essa altura, os jogadores, os analistas de mercado e principalmente, os executivos da empresa, devam estar se perguntando quando essa nuvem negra deixará de pairar sobre a companhia. Quanto mais o tempo passa, mais a maldição do líder por três gerações seguidas recai sobre a Sony.

dori_son_30.07.09

[via GameIndustry]

emIndústria Sony

Para quem comprou o Toca 3 no GOG

Por em 31 de julho de 2009

Há alguns meses indiquei aqui a compra de alguns jogos de corrida que estavam em promoção lá no Good Old Games. No post dei ênfase para o jogo TOCA Race Driver 3 e como recebi um email bem chato ontem sobre ele, me sinto no dever de alertar aqueles que fizeram a compra deste jogo ou do Colin McRae Rally 2005 através desse site.

O problema é o seguinte, o pessoal do GOG mandou avisar que devido ao encerramento do contrato com a Codemaster e como a licença dos jogos também está expirando para a produtora, esta será obrigada a tirá-los de circulação, portanto, a partir dos dias 29 de agosto e 29 de outubro, o Toca 3 e o Colin McRae, respectivamente não estão mais disponíveis para download, mesmo para quem fizer a compra antecipadamente.

A equipe do site alega estar trabalhando em uma maneira de voltar a disponibilizá-los, já que a ideia do site ´pe permitir que o consumidor possa baixar os games sempre que necessário, mas por enquanto a recomendação é que o download seja fito até essa prazo final e os arquivos sejam gravados em DVDs ou pendrives.

Acho desnecessário dizer o quanto estou put indignado com a situação, mas como aparentemente não posso fazer muita coisa, acho interessante avisar os jogadores e fazer logo meu backup.

dori_gog_30.07.09

[via GOG]

emComputadores Museu