Digital Drops Blog de Brinquedo

A equipe de um projeto de software

Por em 27 de fevereiro de 2009

No clássico livro de Frederick Brooks, The Mythical Man-Month, um dos capítulos fala sobre a montagem de uma equipe de desenvolvimento. Ele apelida isso de equipe cirúrgica, na qual traça um paralelo entre uma equipe médica e uma célula de desenvolvimento de software.

A equipe cirúrgica de Brooks

O projeto descrito no livro é enorme e exigia uma quantidade grande de pessoas para terminá-lo. Para evitar os problemas de comunicação, adotaram o princípio de uma equipe cirúrgica, na qual temos 2 cirurgiões e 1 anestesista, sendo apoiados por várias outras pessoas. Lembre-se que o cirurgião deve ter foco total no trabalho e problema diante de sí e não pode nem deve ser distraído com coisas como buscar soro aquecido ou procurar luvas esterelizadas. Essa analogia serve para projetos de software, o dividir para conquistar. Um projeto é dividido em vários outros menores, com seu prazo e escopo definidos.

Inspirado no livro, fiz o diagrama abaixo, baseado nas minhas próprias experiências e literatura corrente como o SWEBOK. Aproveitei para usar outra analogia também. Espero que gostem e entendam.

equipe_Software

Essencialmente, temos uma equipe de pelo menos 3 pessoas. Um analista/programador principal, que toma as decisões de arquitetura, tecnologia e projeta o software e um outro analista/programador de apoio. Um coordenador ou gerente de projetos é necessário para tomar conta de toda a burocracia que afeta o projeto diretamente, mas não faz parte da construção do mesmo.

O diagrama acima é apenas uma sugestão do que seria uma célula de desenvolvimento e cabe a você adaptar e decidir o que é melhor para o seu projeto. Preste atenção na quantidade de pessoas, pois aumenta a dificuldade de comunicação e difusão de conhecimento entre seus membros. Uma equipe de desenvolvimento deve ser coesa na forma de trabalhar e se expressar no código-fonte gerado.

Lembrete: de nada adianta criar regras e padrões se ninguém irá aderir a eles. Determine o que é mais confortável e que irá ser seguido, mesmo debaixo de pressão. Algum planejamento é essencial, por menor que seja.

Outros analistas/programadores podem fazer parte do projeto, mas devem seguir as normas, arquitetura e estilo definidos pela dupla principal. Se isso não for seguido, o que você terá no final é código-lixo, com estilos de programação diferentes e que apenas uma ou outra pessoa será capaz de efetuar manutenções, alterações e correções. Nem sempre o programador concorda com uma abordagem. Ele pode e deve sugerir mudanças, mas cabe ao líder pesar se essa melhoria vale a pena ser propagada para todo o restante do código. Boas idéias e soluções sempre surgirão durante um projeto, mas coesão é mais importante que inovação depois de 10 meses.

Mas… e se a empresa for muito pequena? Euquipe?

euquipe

A primeira coisa a se fazer, é planejar seu tempo. Considere tudo, até os minutinhos gastos em reunião, telefonemas com o cliente, etc. Precisou passar no banco, contabilize. Justifique seu tempo com ajuda a colegas e avise o seu gerente o tempo todo e liste o que foi feito com o seu tempo durante o dia ou semana. São os 15 minutos mais bem gastos do seu dia, nem que precise ficar depois do horário ou chegar uns minutos antes.

Um bom gerente irá criar um escudo contra as burocracias e atividades da empresa que atrapalham o trabalho de análise e programação. A melhor saída é usar um velho conhecido, o TimeBox.

Ele consiste em definir o que pode ser feito dentro de um prazo de 2 semanas. E o que estiver pronto em duas semanas é entregue. O prazo nunca muda e sim os requisitos. Se um requisito é grande demais para ser feito e entregue em duas semanas, o CLIENTE deve ser informado e a decisão é tomada de forma conjunta. Lembre-se também que o tempo gasto em planejamento deve ser contado e justificado. É muito comum o capataz gerente considerar o seguinte no cronograma, se houver um: 2 semanas = 10 dias = 8-10 horas/dia => 80-100 horas-homem de programação. É mais seguro considerar 5-6 horas por dia no começo e ajustar semanalmente.

Não é possível 9 mulheres gerar um bebê em 1 mês. (Frederick Brooks)

Fontes: Bicalho’s Memory About Fraked Up Projects
BROOKS, Frederick P., Jr. 1995. The Mythical Man-Month, Anniversary Edition. Reading, Mass.: Addison-Wesley.
(referência não está no formato ABNT)

emArtigo Destaque Software

Windows 7 em Setembro, com novos Games e Firefox Integrado?

Por em 27 de fevereiro de 2009

Mais e mais rumores, dessa vez com algum fundamento, surgem a cada semana sobre o cronograma de produção e lançamento do Windows 7.

Dessa vez, foi o presidente da Compal Electronics, numa conferência para investidores, sobre a possibilidade da empresa lançar o sistema operacional para fabricantes já para o Natal de 2009. A empresa fabrica computadores para a HP e Acer, entre outros.

Windows 7 Browsers-Goela-Abaixo Edition

Numa outra notícia, parece que os europeus vão mesmo obrigar a gigante de Redmond a incluir na instalação do Windows 7 vendido na Europa, browsers concorrentes. Aproveitando o embalo, até a Google diz que está difícil concorrer por causa do Internet Explorer.

As opiniões dos juízes e responsáveis pelo julgamento já mostram o que eles pensam e pelo tom das declarações, essa briga já está perdida para a Microsoft. É como lutar krav magá com cachorro empalhado. E para colocar a cereja no bolo, que tal 1.35 bilhões de dólares em multa, além do 1 bilhão inicial?

Minha opinião? Mozilla ruleZ, Chrome suckZ e o Opera… bem, é como a música, excelente, mas os apreciadores cabem numa kombi. O IE dá pro gasto e sinceramente espero que a versão 8 finalmente dê algum salto de qualidade, principalmente no quesito extensões. É mais fácil criar um add-in totalmente integrado para o Visual Studio do que uma extensão para o IE.

Agora, falando sério… acho que os outros browsers serão solenemente ignorados, porque para muita gente (vejo na família) o Internet Explorer É a Internet. E usuário comum é igual em qualquer lugar do mundo.

Windows 7 – Checkers, Spades e Backgammon estão de volta!

Engraçado como algumas pessoas pediram para voltar do Windows Vista ao Windows XP por um único motivo: checkers. Estou falando sério. A maior decepção foi não ter mais damas online. Quando fui procurar uma versão para o Vista, nada.

E o mais interessante foi encontrar fóruns, pedidos e petições online para que os jogos voltassem a ser distribuídos. A Microsoft precisa acertar com o Windows 7 de qualquer maneira, já que a pressão da concorrência (Apple) e dos reguladores (Europa) está fazendo o preço de suas ações cair.

Com o Windows 7 tendo bons reviews, performance superior, exigir menos hardware que o Vista e estar otimizado para escalar desde netbooks até desktops com oito núcleos, a cereja no bolo são os joguinhos que existiam no Windows XP voltarem totalmente refeitos, com inteligência artificial, podendo ser jogados online e offiline.

Eu diria que o Windows 7 poderia ser chamar ou Windows XP 2 ou Windows I’m-Sorry-For-Vista.

emSoftware

O jogo mais influente da história é…

Por em 26 de fevereiro de 2009

Fazer uma lista com os melhores jogos já criados é uma tarefa bastante ingrata. Considero impossível montar uma lista que agrade todo mundo e o Guinness resolveu listar esses jogos, levando-se em conta o seu impacto inicial e o legado que deixou para a indústria. Embora entre os indicados existam muitos ótimos jogos, tenho certeza que a maioria dos gamers irão ficar, digam,os, revoltados com as posições que eles ocupam.

Para começar, aquele que poderia ser apontado como “o mais importante”, ocupa a 17ª posição, estou falando do clássico Super Mario Bros. Saiba que outro ícone da indústria também não é o vencedor. Tetris ficou com o segundo lugar. A lista segue colocando Halo em 5º, Final Fantasy XII em 8º,  Street Fighter II em 9º, Super Metroid em 37º e o último lugar ficou com o Outrun 2 (!?!). Mas o grande vencedor, acreditem, foi o Super Mario Kart.

Pois é. Eu tenho certeza que se você procurar qualquer lista contendo os melhores jogos já criados, mais importantes ou seja lá qual for o critério usado, Super Mario Kart nunca será o primeiro. A menos que fossemos apontar o melhor jogo… de kart. Não que o jogo seja ruim (longe disso) ou não tenha sua importância para diversos outros jogos que vieram depois, mas faça-me o favor.

Eu não sou muito de reclamar de listas, mas nessa aqui os caras abusaram. Após o break você confere ela na integra.

dori_gui_26.02.09

1. Super Mario Kart
2. Tetris
3. Grand Theft Auto
4. Super Mario World
5. Zelda Ocarina of Time
6. Halo
7. Resident Evil IV
8. Final Fantasy XII
9. Street Fighter II
10. GoldenEye
11. Super Mario 64
12. Tomb Raider
13. Metal Gear Solid
14. Call of Duty 4
15. Sonic the Hedgehog 2
16. GTA San Andreas
17. Super Mario Bros
18. Zelda: A Link to the Past
19. Gran Turismo
20. Final Fantasy VII
21. Pro Evolution Soccer 4
22. The Orange Box
23. Lego Star Wars Complete Saga
24. Tekken 2
25. Wii Sports
26. Pokemon Red/Blue
27. Guitar Hero
28. Project Gotham Racing 4
29. Super Mario Galaxy
30. Resident Evil
31. Ico
32. Chrono Trigger
33. Gunstar Heroes
34. Soul Calibur
35. Advance Wars
36. Ridge Racer
37. Super Metroid
38. Castlevania: Symphony of the Night
39. GTA Vice City
40. BioShock
41. Star Wars: Knights of the Old Republic
42. The Legend of Zelda: Link’s Awakening
43. God of War
44. Sega Rally Championship
45. Starfox 64
46. Elder Scrolls IV: Oblivion
47. WarioWare Inc
48. Saturn Bomberman
49. Crash Bandicoot
50. Outrun 2

[via Kotaku]

emCultura Gamer Indústria

Remake de Silent Hill pode estar em produção

Por em 26 de fevereiro de 2009

Como dizem que onde há fumaça, há fogo, é bom os fãs da série Silent Hill começarem a se preparar para adentrar a névoa, ouvir rádios chiando e ver monstros bizarros vagando pelas ruas de uma das mais assustadora cidade do mundo dos games. Está correndo pela internet a história de que a Climax, empresa que criou o Silent Hill Origins, está desenvolvendo um jogo tanto para o Wii quanto para o PSP e a especulação é que o game se trata de um remake do primeiro jogo da série de terror da Konami.

Tanto a Climax quanto a Konami se negaram a dar declarações sobre o rumor, mas acho pouco provável alguém levantar uma história dessa sem simplesmente do nada, embora se acontecer, não será a primeira vez. Vale mencionar também que a Climax está desenvolvendo um jogo para Xbox 360 e PS3 e que esse ano a série completa 10 anos.

Eu não escondo de ninguém o quanto gosto da franquia e se a produção for negada, acho que seria muitíssimo interessante que a produtora japonesa pensasse seriamente em trazer o jogo de volta. Eu conheço várias pessoas que mesmo gostando muito dos outros jogos nunca jogaram o primeiro que saiu para o Playstation.

dori_sil_26.02.09

[via Videogaming 247]

emNintendo Portáteis Rumores Sony

Linux até 40% mais rápido trocando o compilador

Por em 26 de fevereiro de 2009

Durante a recente polêmica sobre performance do Firefox no Linux, comparado a versões de outros sistemas operacionais, o leitor Paulo Ricardo apontou, neste post do BR-Linux, uma declaração de Ted Mielczarek, desenvolvedor da Mozilla:

“Eu acho que a realidade que as pessoas têm que encarar é que o Visual C++ produz código muito melhor que o GCC. O Microsoft Visual C++ é melhor porque o compilador apenas emite uma linguagem intermediária, e o linker faz todo o trabalho”

Ted ousou mexer em um dos dogmas mais sagrados do Mundo Livre, a qualidade do Gnu Compiler Collection, conjunto de ferramentas que tem Richard Stallman em pessoa, como seu criador.

Pois bem; o pessoal do projeto LinuxDNA resolveu ir contra o dogma; experimentaram compilar o kernel do Linux com o ICC – Intel C Compiler.

Resultado?

Performance de até 40% a mais em algumas áreas do kernel, e média entre 8 e 9% de ganho de performance no desempenho geral.

Números esses conseguidos com a versão 8 do ICC. Hoje ele já está na 11.

Fonte: Linux Journal – dica do Pedro Vanzella

emAndroid e Linux

Sony lança GPS ideal para Geotagging

Por em 26 de fevereiro de 2009

Geotagging é um conceito excelente: Associar coordenadas geográficas a uma foto. Isso permite que você tenha acesso a visualização de mapas de suas viagens, ou mesmo que um amigo saiba exatamente uma imagem foi tirada.

Infelizmente câmeras fotográficas com GPS ainda são raras, e há outro problema: O consumo de bateria é elevado. Deixar o GPS ligado o tempo todo é inviável, e o tempo até a localização inicial das coordenadas inviabiliza fotos mais dinâmicas.

A solução apresentada pela Sony no GPS-CS3K é excelente: O dispositivo é um GPS, com uma boa bateria, que guarda continuamente informações de posição e tempo. Assim ele sabe exatamente onde estava em qualquer momento do tempo/espaço.

Dentro ele tem um slot para cartões SD ou Memory Stick. Coloque um cartão ali. O software irá varrer as imagens e editar as informações EXIF de cada uma, associando à data/hora que a imagem foi tirada a localização geográfica do GPS naquele momento.

Vejam no vídeo abaixo o funcionamento do GPS:

Uma idéia simples mas genial.

Fonte: Akihabara News

emAcessórios Fotografia

Jobo Giga Vu Sonic (PMA-2009)

Por em 26 de fevereiro de 2009

É a velha história: você sai para fazer fotos naquele passeio ao parque, caminhada, viagem de turismo, ou qualquer outra atividade que envolva um dia inteiro. No meio do dia o cartão de memória da câmera fica cheio e você não levou o notebook porque era pesado e seria desconfortável durante o passeio. A opção seria ter outro cartão de memória (que a maioria dos fotógrafos amadores simplesmente não tem) ou ter em seu bolso o novo Jobo Giga Vu Sonic. A Jobo, empresa que se especializou em visualização de imagens digitais como, por exemplo, porta retratos digitais, está colocando no mercado dois novos dispositivos para armazenamento de imagens. Eles são o Jobo Giga Vu Sonic (um pouco mais robusto e caro) e o Jobo Giga One Sonic (um pouquinho mais barato).

Os aparelhos são, basicamente, um HD externo com tela de LCD e várias funcionalidades. O Giga Vu Sonic apresenta velocidade de Download de até 1GB em 30 segundos, monitor LCD de 3,2 polegadas,  capacidade de ler arquivos RAW e quatro capacidades de armazenamento em disco (80, 120, 160 e 250 GB). O Giga One Sonic já é um pouco menor.  Possuí velocidade de download de 1GB em um minuto, monitor LCD de 1,8 polegada e quatro capacidades de armazenamento em disco (80, 120, 160 e 200GB). Ambos possuem bateria recarregável, conexão USB com o computador, entrada para diversos cartões de memória e bolsas protetoras para o transporte.

O equipamento vai estar disponível no mês de março para todo o mundo e vai ser apresentado pela primeira vez na PMA2009. O preço vai variar entre € 329,00 e € 449,00 para o Jobo Giga Vu Sonic e € 189,00 e € 329,00 para o Jobo Giga One Sonic.

jobo_giga_vu_sonic jobo_giga_one_sonic

Fonte: Photography Blog.

emAcessórios