Digital Drops Blog de Brinquedo

Encontro de Blogueiros com a Microsoft: Resultados

Por em 30 de março de 2008 - 28 Comentários

Na sexta-feira rolou mais um Encontro Microsoft com Blogueiros, um evento informal que reúne gente de blogs e gente do Tio Bill para falar sobre tecnologia, mercado, fofocas e das dificuldades em contratar ninjas competentes hoje em dia.

Ficamos em uma sala para recepções, comendo brigadeiro, quindim e vendo a vista do 31o andar do WTC, esperando os outros blogueiros chegarem. O petit-comitê juntou gente de vários blogs, e os alarmes foram até desligados, pois não acusaram o notebook do Fugita, rodando Linux.

Fomos para a Sala MSN (sim, cada produto tem sua sala, passamos até pela Sala XML. Antiga Sala .INI e anteriormente Sala TXT. Lá conhecemos o Osvaldo Oliveira, Diretor de Serviços Online da Microsoft Brasil. Gente muito boa, junto comigo o único ali que viu a Internet nascer.

Vista da Microsoft. Haha entenderam?
"Vista" hahaha como eu sou engraçado.

Depois assistimos um vídeo do Chief Software Architect da empresa, Ray Ozzie, falamos sobre o binômio Software+Serviços e a tendência atual em hospedar aplicações na "nuvem". Há muita gente migrando para esse caminho, seja na plataforma Live, seja no Google. Por outro lado, muita gente se decepciona ao perceber que aplicações online não servem para alguns tipos de uso, como data mining, aplicações gráficas e planilhas de verdade.

De um lado tínhamos um xiita de aplicações online, defendendo o uso irrestrito de tudo "na nuvem", o Fugita. Do outro lado, um xiita que odeia rodar qualquer coisa online, preferindo sempre aplicações locais, eu.

Perguntei ao Osvaldo como a Microsoft pretende convencer o consumidor a migrar para as aplicações online. A resposta foi um safanão bem-dado.

"Não queremos convencer ninguém". A idéia é oferecer TODOS os serviços. Do alto do meu xiitismo fui forçado a concordar. Afinal, quem disse que a Microsoft precisa tomar uma posição nessa "briga"? Há problemas que precisam de soluções online, outros funcionam melhor com soluções locais. Eles estão oferecendo TODAS as soluções, indo desde os servidores físicos no cliente, até a total abstração, onde você contrata um serviço "email" e nem se preocupa onde, quando e como ele funciona.

Da esquerda para a direta, começando por trás:
Infoblog, MeioBit, Oito Passos, WNews, Techbits, Microsoft

Isso pode representar uma boa redução de custo, ainda mais para empresas médias que cresceram demais para usar emails gratuitos, mas que não querem investir em infra e pessoal para manter uma estrutura local.

Falamos bastante sobre a mudança de paradigma para um mercado baseado em publicidade. E o que posso dizer é que logo teremos uma excelente surpresa para quem tem blog e veicula anúncios, no Brasil. Falamos sobre o modelo patrocinado versus o modelo de licenças, no caso de softwares, e realmente há uma grande percepção de que com a migração para serviços online, o faturamento virá todo praticamente de publicidade. Exceto para empresas. Não dá para imaginar a Coca-Cola usando um serviço da Microsoft e da IBM sem um contrato de suporte, e é isso que uma licença de software paga.

No tour que fizemos conhecemos inclusive Michel Levy, Presidente da Microsoft Brasil, sujeito muito simpático, que pelo visto absorveu direitinho a cultura corporativa de Redmond, dada sua informalidade.

Antes de irmos para um Happy Hour, ainda deu tempo do Jonny Ken demonstrar sua frustração por não ter trazido um currículo. O ambiente, a postura feliz dos funcionários e a área de lazer, com refrigerantes grátis, poltronas confortáveis e um XBox 360 com telão LCD para os funcionários relaxarem o deixaram com vontade de trabalhar ali.

Lembrando que na última empresa que trabalhei os garrafões de água eram enchidos na torneira, através de um filtro de R$15 da Casa e Vídeo, devo dizer que entendi perfeitamente o Jonny.

O MeioBit agradece o convite e dá parabéns à Microsoft, por ser a empresa atualmente com mais abertura junto aos blogs. Que isso sirva de lição ao Mr Jobs, que nos trata como inimigos, chegando a processar blogueiros que ousam falar de seus produtos sem autorização.

emIndústria

Dois Gran Turismo 5

Por em 30 de março de 2008 - 5 Comentários

Acredito que você pode ter ficado confuso com o título do post. Explico: antes dos dois posts-comparação que postei recentemente, eu não dava muita bola para Gran Turismo 5, mesmo ter jogado muito os dois primeiros games para o Playstation. Como não tenho ainda o Playstation 3 (tentarei adquirir em junho/julho deste ano), dava mais bola a hypes como Metal Gear Solid 4 e Final Fantasy XIII porquê poderão ser games superiores, apesar de que eles não poderíam ser comparados, por terem estilos diferentes.

Então comecei a ver as imagens-comparação e comecei a animar com os gráficos foto-realistas e as possibilidades que este game poderia ter. Acreditando que seria um game completo…

Semana passada fiquei sabendo de algo que não me passava pela mente por falta de conhecimento e por ter focado o meu tempo livre lendo notícias de outros games: serão dois Gran Turismo 5, um que foi lançado recentemente (o Prologue) e outro em 2009. Bom, não sei o que a Sony estava pensando em ter dois games com o mesmo título, sendo que um deles é praticamente um demo mais completo da versão final, já que já tinha um demo na PSN Network. Também nunca me perguntei o porquê do nome. Sim: podem me chamar de noob neste quesito!

Agora o que acho absurdo é ter de pagar 40 dólares (o preço de um lançamento para o Playstation 3) para um game que poderá ter um tempo de vida útil curto, mesmo tendo a possibilidade de partidas online, apenas 6 pistas e uma boa quantidade de carros. O pessoal mais hardcore vai acabar enjoando facilmente, mesmo se as pistas tiverem variações climáticas, rota inversa, pista espelhada, etc.

Cheguei a cogitar a compra deste game quando adquirisse o Playstation 3, mas desisti. Vou esperar a versão final para pensar se vale a pena o investimento, já que, se os impostos não abaixarem até o ano que vem, o preço será salgadíssimo (acima de 150 reais, no mínimo…) e pagar isso tudo por um meio-jogo agora não vai compensar.

Por fim, as apostas acabaram caindo no Racedriver Grid, que será lançado este ano e que pode ser um jogo bom. Desanimei um pouco com o game da Polyphony. Acreditava que seria um game completo, com um tempo de vida alto, com muitas coisas. Mas ver isso só ano que vem é dose.

[Via Audiogame e eNe3 1 e 2]

emSony

Alguém empresta um trocado pro Bill?

Por em 30 de março de 2008 - 25 Comentários

Eu não tenho a menor idéia de quanto foi o cachê, mas o melhor de tudo é que o "espírito" do comercial é falso, já que por tradição Coca-Colas e outros refrigerantes são grátis, na Microsoft.



emMiscelâneas

Mario – versão Megaman e Halo

Por em 30 de março de 2008 - 4 Comentários

Esse vídeo superou todos os outros que eu já vi onde tem o Mario como personagem (aquelas modificações de fãs): aqui ele vai colocar a roupa do Megaman e vai dar tiros de laser contra monstros-robôs e outros inimigos conhecidos:

Destaque para as cenas que ele encontra uns Covernant e ainda pega uma bazuca* (essa parte é hilaríssima!) para explodir alguns inimigos e blocos! Ele também coloca a armadura do Master Chief em alguns momentos!

*Não sei o nome da arma!

[Via GoNintendo]

emVídeos

CG: Final Fantasy VIII

Por em 30 de março de 2008 - Nenhum Comentário

O Rodrigo começou com a história, o Dori deu trela e eu também quero entrar nesse barco de fazer artigos com CG’s de jogos que marcaram minha vida. Um deles foi Final Fantasy VIII, na verdade o jogo não foi o "meu Final Fantasy preferido" mas me deixou literalmente atordoado com a qualidade das cenas em alta definição.

Uma cena engraçada aconteceu quando eu estava jogando (em algmas das vezes que eu terminei o jogo) nesta parte. Era o dia do encerramento das olimpíadas do ano 2000 e eu estava jogando quando meu tio chegou, pegou bem o finalzinho do vídeo e soltou: "olha já começaram os fogos da festa de encerramento?!" Houve um misto de espanto e muita risada entre mim e meus primos que estávamos jogando no quarto.

emVídeos

Arte de qualidade

Por em 30 de março de 2008 - 4 Comentários

O Destructoid (de novo eles!) indicou mais uma galeria espetacular hospedada no DeviantArt sobre videogames. Conhecido como chili, o salvadorenho possui um traço incrível e o mais impressionante é que o artista utiliza várias técnicas em suas criações.

Como uma imagem vale mais que mil palavras, vou deixar um exemplo aqui, o resto vocês conferem na galeria do autor. Esses desenhos são daqueles que dão vontade de imprimir e fazer um quadro.

doriprata_30.03.08

emCultura Gamer

Propagandas do Master System

Por em 29 de março de 2008 - 12 Comentários

Quantos de nós gamers dos anos 80 não tiveram ou não quiseram ter um Master System? O primeiro console caseiro da Sega fez bastante sucesso no Brasil e até hoje ronda a lembrança de muitos.

Para relembrar um pouco esta época, fique com algumas propagandas (clique para ampliar) divulgadas no país durante a vida útil do videogame e dois comerciais americanos.

PS.: É impossível algo ser mais desconfortável do que o controle do Master System =)

doriprata9_29.03.08
doriprata7_29.03.08
doriprata8_29.03.08

emCultura Gamer Museu Vídeos