Digital Drops Blog de Brinquedo

Lara Croft por download

Por em 30 de maio de 2007

Se você é fã de Tomb Raider já pode fazer a compra do mais velho novo episódio da série via Steam, serviço de distribuição digital da Valve. Comprando via Steam você pagrá US$ 29,90, já poderá fazer o download dos arquivos do jogo e começar a jogar a partir de 5 de junho, caso esteja na América do Norte ou do Sul, para o resto do mundo o jogo será liberado dia 1º.

Tomb Raider Aniversary é uma homenagem ao primeiro game, lançado em 1996 e conta com uma versão melhorada da engine usada em Tomb Raider: Legend, jogo que trouxe Lara de volta às raizes. O primeiro game da heroína vendeu mais de 7 milhões de cópias e a série é uma das mais lucrativas da indústria, tendo vendido mais de 30 milhões de jogos.

emGames

Foleo: O computador portátil da Palm

Por em 30 de maio de 2007

A Palm revelou a sua pequena jóia tecnológica, o Foleo. Descrito como o melhor companheiro de um PocketPC ou Smartphone, ele é um computador ultra-compacto, para facilitar tarefas como navegar na internet, ler e-mails e editar ou ler documentos.

A idéia é suprir um produto para tarefas onde mesmo um notebook seja grande ou pesado demais. A tela possui 10 polegadas e um teclado completo. A bateria dura por volta de 5 horas para cada carga e ele pesa pouco menos de 1 quilo.

O preço de lançamento será de US$ 499,00, sendo o preço normal US$ 599,00. Tentei encontrar na página oficial as especificações técnicas, mas elas não parecem disponíveis.

Fonte: Palm

emComputação móvel

Apple lança iTunes Plus: música sem DRM

Por em 30 de maio de 2007

O Steve Jobs já havia dado a dica sobre a sua insatisfação com DRM e agora a Apple dá um passo concreto na direção certa: música sem DRM. E vai cobrar por isso.

O iTunes Plus irá cobrar US$ 1,29 por música e a mesma virá com maior qualidade e sem controle de direitos de cópia.

Finalmente! Vamos ver se a RIAA entende o recado e deixa o conteúdo fluir da forma como o consumidor quer. Processar pais de adolescentes e vovós foi uma das coisas mais estúpidas que fizeram. Em alguns anos, vamos nos perguntar: como esses caras tiveram a corajem de fazer isso? Sandice?

Fonte: Reuters

emApple e Mac

Quem disse que pinguim não voa?

Por em 30 de maio de 2007

A Singapura Airlines inaugurou um serviço pra lá de interessante; como as restrições ao uso de notebooks são cada vez maiores, muitos passageiros ficam sem poder trabalhar. Então criaram um diferencial para esse tipo de viajante:

Um servidor Linux instalado no avião pode ser acessado pelas telas instaladas nas poltronas. Esses terminais rodam uma versão do StarOffice, que por sua vez acessa arquivos através de uma porta USB instalada no braço da poltrona. Espete um pendrive, abra seu relatório e estude-o, ao invés de ficar vendo Harry Potter pela 5a vez.

O StarOffice é uma suíte MSOffice-compatível, que custa US$69,95. Uma versão trial com 90 dias de validade pode ser baixada daqui. O Boeing 777-300ER pode ser adquirido aqui mas não há versão trial.

Fonte: DesktopLinux

emLinux Open-Source

(não) faça um Raio da Morte com um velho microondas

Por em 30 de maio de 2007

Algumas idéias são idiotas porque não funcionam, outras são idiotas porque funcionam mas não deveriam ser tentadas, para princípio de conversa. O vídeo acima é o segundo caso.

Os desocupados desmontaram um forno de microondas, pegaram o Magnetron, montaram uma estrutura para focar a energia e conseguiram projetar um raio de microondas (na verdade criaram um MASER) capaz de esquentar o alvo a mais de 50 graus Celsius, em uma distância de uns 30 metros.

Microondas são radiação não-ionizante, você não vai pegar câncer por causa disso, mas acredite, seus globos oculares explodindo por causa do humor vítreo fervendo dentro deles é algo que vai acabar com seu dia. Então, não tente, ok?

Via Crunchgear

emHardware

O Brasil não é Japão, ainda mais em televisão de alta definição

Por em 30 de maio de 2007

Ficou ruim? Tudo bem, é meu primeiro haiku. Foi a forma que encontrei para descrever essa impressionante tecnologia criada pela NHK. Foi exibido recentemente para jornalistas um protótipo funcional da SHV, ou Super-High-Vision, uma tecnologia de transmissão de imagens com resolução de 7680 x 4320.

Só para dar uma idéia de quanto é isso, digamos que uma imagem de TV de alta definição, com 1920×1080 ocuparia 1/4 da tela, e sabe aquela tela de alta definição de cinemas com projeção digital? 4096×2180.

Isso não sai de graça, a banda teórica necessária para transmitir sinais para essa monstruosidade é de 24Gb/s, mas com compressão fica apenas em 128Mb/s. Definitivamente o Joost não vai adotar esse padrão tão cedo.

Fica a pergunta: Será que essa resolução toda é realmente necessária?

Fonte: Technabob

emÁudio Vídeo Fotografia

De onde veio o Microsoft Surface

Por em 30 de maio de 2007

A Internet costuma ter memória curta, ainda mais para demos de tecnologia que não envolvem o Steve Jobs pulando no palco. Mas nada que um pouco de pesquisa não resolva. Pesquisa aliás é a chave. Fuçando no site da Microsoft Research, achei o paper original que descreve o protótipo da tecnologia Play Anywhere, a base do Microsoft Surface.

No vídeo abaixo, um demo de 2005, ano da criação do protótipo.

 

Aqui uma demonstração, na TechFest 2007, do quanto já avançaram. Agora trabalham nos eixos X,Y e Z, inferindo posição tridimensional. Na segunda parte do demo um carrinho é projetado na superfície, sendo que o computador calcula em tempo real a geometria dos objetos da mesa, fazendo com que o carrinho se comporte de acordo.

Definitivamente deve ser divertido fazer esse tipo de pesquisa.

emIndústria