Digital Drops Blog de Brinquedo

Impressões: Riya

Por em 30 de março de 2006

riya.gifUm produto que me chamou a atenção desde que foi anunciado foi o Riya. Trata-se de um site em que o usuário armazena e compartilha sua fotos. Nada de novo aí, mas a grande “sacada” do site é o reconhecimento de rostos nas fotos, bem como o futuro reconhecimento de lugares e texto nas fotos.

Há aproximadamente 1 semana o serviço foi aberto ao publico, ainda em fase beta. Resolvi testar o serviço, e me registrei no site. A primeira diferença é no método de se enviar as fotos ao site. Ao invés de um upload via web, é necessário que se instale um pequeno aplicativo que faz isto automaticamente. O motivo do aplicativo não é tanto o envio das fotos, mas sim o processamento das fotos e reconhecimento dos rostos na máquina do usuário.

Feita a instalação do aplicativo, comecei um longo processo de upload das fotos. Demorou uns 2 dias para mandar todas as minhas mais de 2000 fotos. Após isto, o sistema mostra que rostos ele reconheceu, e pede para o usuário nomear as pessoas. O sistema vai lentamente ganhando mais informações com o treinamento que o usuário vai entrando no sistema, e os rostos são mais bem reconhecidos. De qualquer maneira, o sistema ainda fez erros grosseiros de reconhecimento, e novamente pede o feedback do usuário para corrigí-los.

E…..é isso. Eu esperava mais do aplicativo, claro que ainda está em beta e espero que eles incluam mais funções. Pode-se buscar fotos por pessoas e pela data em que foi tirada (isto sai do próprio arquivo enviado, nos dados EXIF que as câmeras digitais colocam nos arquivos).

Para falar a verdade fiquei um pouco desapontado com o sistema, esperava mais mesmo, com buscas mais complexas, como por exemplo: “mostre as fotos em que estou eu e minha irmã no Natal de 2005″. Isto deve vir no futuro, afinal a base do sistema já está em funcionamento.

emInternet

Limite de volume no iPod

Por em 30 de março de 2006

surdo.jpgJá ouviu a última da Apple ? Não ? Ok, eu sei que esta foi fraca, mas a Apple liberou uma atualização para o iPod nano e iPods de 5a geração que permitem limitar o volume do áudio. Existe muita gente abusando do volume nos MP3 players, e espera-se que esta geração venha a ter problemas de audição. A Apple toma uma atitude pró-ativa (ou anti-processo) e tenta assim disponibilizar algo para evitar problemas. Para quem tiver um iPod mais antigo, Steve Jobs sente muito, mas você ficará surdo se não se atualizar.Quem quiser baixar a atualização está aqui.

emApple e Mac

Download de Séries Não é Crime!

Por em 30 de março de 2006

O site ohaYO!, especializado em anime, divulgou que dois executivos da Fox, Sony, AXN e outros canais declararam com todas as letras que download de episódios, para uso próprio, não é crime. Inclusive incentivaram a prática.

Segundo o site, em matéria sobre as séries 24 Horas e Lost, no jornal Agora São Paulo, os executivos fizeram as seguintes declarações:

Elie Wahaba (Gerente Sênior VP da América Latina e Caribe da Fox) disse, segundo o jornal, que não é crime baixar episódios disponíveis na internet desde que seja para uso próprio “As pessoas baixam porque querem assistir antes”, o problema para a Fox seria a comercialização destes episódios.

Stefania Granito (Gerente de Marketing dos canais da Sony como AXN e Animax): “Os fãs promovem grupos de discussão na Internet, e isso ajuda na divulgação da série. Nos sites, eles disponibilizam links para quem quer baixar os capítulos para ver ou rever. Não consideramos que isso seja pirataria porque eles não estão comercializando o programa”.

É muito difícil que não sejam desmentidos, mas mesmo assim, é um precedente e tanto.

emInternet

Blogs interessantes do dia

Por em 30 de março de 2006

Iniciando uma série de posts que pretendo repetir uma ou duas vezes por semana, este post visa mostrar ao leitor do Meio Bit blogs com excelente conteúdo. Hoje eu tenho 2 sites a apresentar:

{ versão txt } : blog do Fábio Seixas, em que ele comenta sobre negócios, marketing, internet, com muitas colocações interessantes.
Carreira Solo: blog dedicado aos que buscam ganhar a vida trabalhando por conta própria. Muitos textos bem elaborados sobre como ter sucesso neste estilo de trabalho.

Conhece um site/blog interessante, com conteúdo de primeira ? Mande para nós que avaliaremos.

emInternet

Podcast Blogbits / Meio Bit #5

Por em 29 de março de 2006

Como a internet mudou seu modo de se relacionar? Como a internet mudou seu modo de resolver problemas? Ela te deu mais problemas? Como a internet mudou o seu comportamento diário?

A internet mudou o jeito das pessoas se relacionarem. Hoje podemos compartilhar não apenas nossos arquivos e informações mas principalmente nossas emoções e sentimentos. A internet é um meio de comunicação poderoso, onde pessoas criam vínculos como se estivessem lado a lado todos os dias.

No BlogBits Podcast #5, abordamos todos esses assuntos com a participação de Diego Eis, Danilo Medeiros, Thiago Rigonatti e Leo Faoro. Como a internet mudou as pessoas?

Duração: ~45m
Tamanho: ~7Mb
Formato: Mp3

Você pode baixar o arquivo diretamente. Mas te aconselhamos cadastrar nosso feed em seu agregador predileto, assim você recebe nossas novidades automaticamente.

emPodcast

Azul Systems anuncia processador com 48 núcleos

Por em 29 de março de 2006

Quando já achávamos 8 núcleos sinérgicos do Cell muita coisa, surge um processador chamado Vega 2, da Azul Systems, voltado para servidores, terá 48 núcleos de 64 bits cada, utilizando 812 milhões de transístores. Eles podem ainda ser combinados para ter no total 768 núcleos acessando 768 GB de memória.

Além disso, eles já vendem o Azul Compute Appliance, com 384 núcleos para acelerar aplicações Java. Os novos sistemas com o Vega 2 serão lançados em 2007.

Ah… imaginem um desktop usando só um “mísero” processador desses, funcionando como 6 processadores Cell em paralelo. Será que veremos isso já em 2010, mesmo que de outro fabricante?

Dica: Paulo Iap
Fonte: TgDaily

emHardware

Estratégia da Sony com o PlayStation 3

Por em 29 de março de 2006

A entrevista com o presidente da Sony Computer Entertainment’s Worldwide Studios, Phil Harrsison, na GDC esse ano mostra que o PS3 não está sendo colocado como “console de jogos”, mas centro de entretenimento e uma maneira de distribuir e difundir o Blu-Ray. Fica claro na entrevista que a intenção é colocar tudo dentro de um disco de alta capacidade e a partir daí, oferecer os produtos e conteúdo de entretenimento:.

Ele não revela detalhes, mas podemos especular. A estratégia da Sony pode ser algo assim: você compra um filme numa mídia Blu-Ray e ele possui um demo do jogo relacionado ao filme ou dois outros jogos do mesmo tipo. A trilha sonora completa em alta qualidade, com Surround 7.1 também está lá, mas apenas 2 faixas completas e 30 segundos do restante. Você pode entrar online, comprar uma licença e ele destrava um dos jogos. O seu progresso no demo não é afetado e você pode continuar. Para jogar o mesmo jogo em outro console, você precisa das suas credenciais e ele verifica se o serial está sendo usado por mais alguém, dentro das regras de fair use.

Essa será, talvez, a forma mais eficaz de combate a pirataria e ao mesmo tempo, deixa o usuário testar o jogo à vontade, dentro da sua estação de entretenimento. Isso pode também reduzir o preço dos jogos originais aqui no Brasil. A Sony poderia criar um Action Pack com 5 jogos. Isso é distribuido em revistas, e ele possui as versões completas, mas o preço combrado não é na loja e sim online. Você pode jogar o quanto quiser, até 20-25% do jogo. Se gostou, faz a compra online, o jogo é destravado para a sua credencial e você pode continuar jogando normalmente. Para essa forma de distribuição funcionar, seria obrigatório ter uma conexão com a Internet no momento de iniciar o jogo e depois, poderia se desconectar. O contrário pode ser verdadeiro também.

A tecnologia já existe, dê uma olhada em www.direct2drive.com. Eu tenho o ISO do jogo Civilization IV, mas ele só é habilitado depois de me conectar, autenticar e fazer um login. A Sony Online Entertainment, acredite, fará uso pesado dessa forma de distribuição de conteúdo. É só esperar para ver.

Fonte: GDC 2006 – Entrevista com Phil Harrison via GameSpot

emGames