Mobile
Mobile
Digital Drops Blog de Brinquedo

Review: headset Bluetooth Jawbone Icon

Por em 17 de maio de 2010

O último modelo de headset Bluetooth da Aliph, o Jawbone Icon, foi lançado em janeiro de 2010.  A fabricante alega que o Icon é o seu menor handset (pesa somente 8.2g), além de ser o mais comfortável, e dispõe de 6 designs diferentes, desde os mais discretos aos mais extravagantes, com nomes variando entre “The Thinker” e “The Bombshell”. Eu escolhi o “The Hero”, um design totalmente preto.  A autonomia é de 4.5h de conversação ou 10 dias em stand-by. O Icon utiliza o Bluetooth 2.1 com suporte a EDR e suporta 2 conexões simultâneas. Eu acabei comprando este headset após uma decepção com um modelo da Logitech, que tinha problemas de bateria, além de ser ruim de parear.

A embalagem é bastante compacta e elegante. O Jawbone vem encaixado em um pedestal, envolto em plástico transparente, com os manuals, acessórios e carregador escondidos na parte inferior da caixa. Ele vem com vários adaptadores e o tradicional loop (discuto mais abaixo). O adaptador para corrente AC é bastante pequeno, e a ele conecta-se através de uma porta USB um cabo de uns 10 cm que é então conectado ao Jawbone através de um plug micro-USB. O cabo, sendo USB, pode ser usado sem o adaptador, já que pode ser usado em qualquer porta USB. continue lendo

emAcessórios Análise

Google com novo layout

Por em 5 de maio de 2010

A partir de hoje, os resultados da busca do Google estão com um layout novo. As novidades haviam sido testadas por algum tempo, e agora foram consolidadas neste novo visual.

À esquerda, uma barra exibe algumas ferramentas para achar melhor o que se procura. É possível filtrar por ali a origem dos resultados (notícias, blogs, imagens, etc). Além disto, as opções de busca também são exibidas ali, bem como algumas “sugestões” de termos similares, baseando-se na idéia do Google Squared.

Achei as mudanças agradáveis e úteis. Sempre evoluindo.

emGoogle Internet

Você sabe que tipo de monitor comprar ?

Por em 29 de abril de 2010

Há mais de 2 anos, quando eu comprei um iMac 20″, o primeiro da versão com acabamento em alumínio, tive uma decepção logo ao chegar em casa (e não, não foi devido àquele lixo que eles chamavam de mouse). A imagem do monitor era péssima. O ângulo de visão era ruim, as cores desbotavam e não teve jeito de ajustar. Quando resolvi procurar saber mais a respeito, acabei conhecendo várias tecnologias que fugiam do que o marketing passa para o consumidor. Para o consumidor comum, a propaganda foca quase sempre em contraste e tempo de resposta. O que eles deixam de mencionar é algo tão importante quanto: a tecnologia  usada no painel do monitor.

Existem essencialmente 4 tecnologias que são usadas com maior frequencia nos monitores atuais (TN, S-IPS, MVA e PVA), e de longe a mais comum é a TN (Twisted Nematic + Film). Estes monitores são os mais comuns pelos seguintes motivos:

  • custo: é sem duvida a tecnologia mais barata para se produzir
  • tempo de latência baixo, entre 2-5 ms: principalmente para gamers, esta característica é bastante atraente e um ponto forte de marketing

continue lendo

emHardware

Teclado Bluetooth + iPod Touch / iPhone = win

Por em 27 de abril de 2010

Uma das melhores notícias que vieram com o anúncio com o novo sistema para o iPhone (versão 4.0) é a capacidade de usar um teclado Bluetooth com o sistema. Com isto, eu posso ter uma minúscula estação de trabalho que serve muito bem para escrever textos, blogar e email, que é o que mais depende (para mim) de entrada de texto.

O que interessa agora é quanto vai custar um teclado Bluetooth, e quais são os mais compactos (ou dobráveis). Em uma pesquisa rápida, pude achar alguns candidatos:

  • Teclado Bluetooth da Apple: pequeno, mas obviamente não dobrável. US$69.
  • iGo Stowaway. Minúsculo e dobravel. Mas o preço de US$149 mata. (foto abaixo)
  • Freedom Pro. Pequeno e dobrável. O preço de US$84 pode ser até aceitavel, mas eu nunca ouvi falar sobre esta marca.

Não vou comprar nada no momento, até que a versão 4.0 saia e eu tenha certeza que o teclado funciona bem com o iPod. E eu tenho certeza que teremos mais teclados portáteis muito em breve.

No Brasil, existe algum modelo de teclado bluetooth que seja mais comum ?

emApple e Mac Periféricos

Reality Mining a caminho, via Google

Por em 23 de abril de 2010

Sai fora olho gordoEm um post no The Register, parece que o Google está expandindo seu Google Street View com mais do que imagens. Aparentemente estão coletando os nomes das redes wi-fi (associando-os à localização, claro) e ainda por cima endereços MAC dos dispositivos wi-fi. A distribuição de redes wi-fi pode ser usada, por exemplo, para auxiliar na localização de usuários, como feito com o iPhone, através da tecnologia SkyHook. Nada de errado até ai. continue lendo

emSegurança

O Caso iPhone 4 – Vale Tudo vs Ética

Por em 21 de abril de 2010

Muito tem sido escrito sobre o tal protótipo de iPhone que foi encontrado em um bar (ou talvez alguma teoria alternativa), mas o que mais me incomodou neste caso todo foi a maneira que levou à publicação dos posts.

Vários erros foram cometidos, tanto pelo rapaz que achou o iPhone e não somente não devolveu à Apple como tentou (e conseguiu) vendê-lo a um blog famoso. O tal blog famoso também cometeu erros. Apesar de (possivelmente) legal, o blog pagou pelo equipamento, e depois publicou o nome e fotos do rapaz que o perdeu. E é justamente esta útima parte que me deixou  chateado.

Eu próprio me senti como uma dona de casa que compra um tablóide qualquer para ler sobre a última “notícia” sobre a Paris Hilton. Trata-se de nada menos do que publicar buscando unica e exclusivamente pageviews (ou qual seja a métrica da moda), sem o mínimo respeito pela carreira do funcionário da Apple, cujo nome vai estar associado a isso por muito, muito tempo em qualquer busca online.

Perdem os leitores: apesar do “ganho” a curto prazo de conhecer os detalhes do tal iPhone, este episódio abre precedentes importantes. Vale tudo para conseguir a notícia exclusiva. No momento em que temos este tipo de conduta, o que podemos esperar para o futuro ? Paparazzi e detetives seguindo executivos e empregados-chave dia e noite ?

Perde a Apple também, direta e indiretamente. São possivelmente 2 meses de vendas do modelo atual do iPhone, já que agora todos sabem o que vem por aí. Indiretamente, todos os concorrentes tem 2 meses para desenvolverem seus próprios modelos com câmeras na frente e telas de altíssima resolução, entre outros detalhes que foram divulgados. Apesar de ser interessante conhecer o que vem por aí, este tipo de segredo industrial é uma arma importantíssima da Apple, que acaba trazendo mais inovações para a indústria, uma vez que a competição é mais acirrada.

Não estou iludido que o Meio Bit terá a capacidade de se envolver em um caso desta magnitude. Não há pretensão alguma de nos posicionar como concorrente direto de um blog destes, gerenciado por empresas bem capitalizadas com uma estrutura enorme. Também não nego que o conhecimento sobre o próximo iPhone seja uma notícia válida e importante (tanto que postamos a respeito). O John Gruber, que cobre Apple há muitos anos, é o blogueiro que traz as opiniões mais sensatas sobre o ocorrido. Um blog bem menos conhecido postou um texto ontem à noite que me fez pensar também. Um erro não justifica outro. O caso todo ocorreu somente com múltiplas pessoas tomando decisões questionáveis em sequência.

PS: Já notaram como todo blogueiro é advogado em um momento como este ?

emBlog Indústria

Mais monitores com adaptador USB-VGA

Por em 16 de abril de 2010

Eu trabalho há algum tempo com 2 monitores, e tenho percebido que havia necessidade de mais espaço no desktop. Entretanto, eu uso um Macbook Pro, que tem apenas uma saída para monitor externo, e portanto instalar uma outra placa de vídeo sería inviável.

Comecei então a pesquisar alternativas, e acabei encontrando a tecnologia DisplayLink, que permite que monitores DVI ou VGA sejam conectados via porta USB através de um pequeno adaptador. Eu já havia lido sobre estes adaptadores há 1-2 anos, porém eu sempre fui cético, principalmente por terem uma resolução limitada. Mas com uma nova safra de chipsets, agora chegam a 2048×1152 em 32 bits, o que atende (e supera) as minhas expectativas.

Acabei comprando o adaptador da Kensington por aprox US$70 (marca com a qual já tive ótimas experiências ), depois de verificar que eles tinham suporte para Mac OS 10.6, além de Windows (XP, Vista e 7). O adaptador é pequeno (7.5×5 cm) e só precisa de uma conexão mini-USB.

Estou usando este adaptador há mais de 3 meses e estou muito satisfeito. Meu uso é 100% programas de escritório, e o lag é negligível. Entrentanto, se você pretende usar para games ou vídeos, desaconselho, o lag pode ser significativo. Ele pode ser conectado e desconectado sem problemas com a máquina ligada, e é como se um monitor externo convencional fosse conectado à máquina. Além disso, o usuário pode usar ate 6 (!!) adaptadores por máquina (mas imagino que isso iria saturar a banda do USB)

emPeriféricos Produtividade