Fotografia
Fotografia
Digital Drops Blog de Brinquedo

Canon CINE-SERVO 50–1000mm T5.0–8.9 – só para os Semi-Deuses

Por em 17 de outubro de 2014

Vamos terminar a semana com uma notícia bacana e que vai agradar plenamente a você que tem acesso ao caixa forte do Tio Patinhas. Todo mundo sabe que a área de vídeo está sendo muito importante para as empresas que trabalham com fotografia. Não se acha mais câmeras fotográficas que também não filmem e as que estão executando filmagens em full HD já são consideradas coisas do passado. O bom agora é filmar em 4k ou 6K. Pode parecer que não, mas essas câmeras podem mudar profundamente (e já estão mudando) o próprio mercado fotográfico (tema do próximo texto). Mas, voltando ao assunto deste post, gostaria de falar para todos que a Canon está lançando uma nova lente para suas filmadoras da linha C.

A Canon CINE-SERVO 50–1000mm T5.0–8.9 é um monstro que foi projetado principalmente para filmagens em resolução 4K. Porém, ela vai ser vendida tanto com o encaixe EF quanto o PL. Ou seja, qualquer um com uma câmera EOS da Canon e com muita grana sobrando vai poder desfrutar do brinquedinho. Ela está sendo considerada a lente com maior distância focal dentro das lentes projetadas para filmagem, o que não é pouca coisa, mas a lente já vem com uma lupa interna com o objetivo de multiplicar em 1,5x a distância focal. Ou seja, você pode trabalhar com a lente na posição 75-1500mm, o que não é pouca coisa.

A lente possui um diafragma com 11 lâminas e foi projetada para cobrir a área de um sensor Super 35mm. Ao lado existe uma unidade motorizada de de zoom que pode ser acoplada para facilitar o processo. Outra coisa bacana é a possibilidade de programar a velocidade de zoom e foco. Ideal para efeitos de aproximação ou desfoque da cena que está sendo filmada.

Agora vem a pancada. Toda essa potência, beleza e tecnologia estará disponível ao consumidor no primeiro trimestre de 2015 e  pode ser sua pela quantia singela de US$ 78.000,00. Isso mesmo, uma pechincha. Eu mesmo já mandei separar duas para mim.

canon_CINE-SERVO_50–1000mm

emÁudio Vídeo Fotografia Lentes

Retratos Miss Filipinas – ou até onde o retoque digital pode ir

Por em 14 de outubro de 2014

Você pode até pensar que esse é mais um texto criticando o uso indiscriminado de edição digital em fotografias, e está certo, mas vou apenas colocar os fatos e deixar que vocês decidam se tenho razão ou se estou viajando. Quem disser que a manipulação da imagem, principalmente em fotos de beleza, começou com o Photoshop (e programas similares) está redondamente enganado. Quando eu fotografava com filme isso já existia. Truques de maquiagem, luz e o famoso leve desfoque na foto para acobertar problemas e defeitos na pele da modelo. Se não fosse suficiente, o pessoal do laboratório tinha mais um gigantesco arsenal de ferramentas para trabalhar o filme fotográfico. Ou seja. nada de mais. Ingenuidade pensar que uma foto publicada em uma revista, ou até mesmo aquele book fotográfico feito no seu estúdio. vai ser entregue sem uma carga de retoque digital. Afinal, se a ferramenta existe para te ajudar então nada melhor do que aplicá-la.

miss_filipinas02

Porém, a minha grande crítica é quando ao exagero, ou simplesmente o retoque mal feito. Três fatos me fizeram repensar essa temática essa semana e postar o assunto nas redes sociais que participo. O primeiro foi uma cliente que tive no estúdio para um ensaio fotográfico de gestante. Ela já passou dos seus 40 anos de idade e claro que seu rosto apresenta as marcas dos anos. Além da edição tradicional que aplico ela exigiu que eu retirasse todas as rugas se seu rosto. Nesse momento me senti mais cirurgião plástico do que fotógrafo. Depois de editar as 40 fotos com tratamento pesado ela ainda não gostou, disse que eu poderia limpar mais a sua pele. A pessoa que eu via na imagem já não era mais a modelo que eu tinha em minha frente e qualquer um que visse as fotos teria o mesmo pensamento. As fotos estavam exageradamente editadas e ela ainda queria mais. Culpa de nossa cultura e mídia que pregam os corpos perfeitos inalcançáveis. O segundo fato foi um ensaio fotográfico postado ontem no site do Portal Photos. A fotógrafa Andréa Schaefer realizou uma sessão fotográfica com a modelo Fernanda Lacerda (a Mendigata do programa Pânico) para uma campanha de roupas de praia. Nada de anormal para esse tipo de campanha publicitária, mas a edição aplicada na pele da modelo transformou ela em uma boneca de silicone. Será que alguém acha isso realmente bonito? Ou somente nós que trabalhamos com fotografia percebemos o exagero? Esse é um ponto a se pensar. Como o leitor que não trabalha na área enxerga essas fotos.

miss_filipinas01

Por fim, a última pancada veio de um post do blog Petapixel onde um leitor chamou a atenção para uma série de retratos que foi publicano na página do Yahoo das Filipinas e mostra os retratos oficiais das candidatas ao concurso Miss Mundo Filipinas. Segundo o artigo, todas as fotos foram feitas pelo renomado fotógrafo Pancho Escaler no mês de setembro. Porém, ninguém citou a pessoa que fez as edições das fotos, mostrando que o bom gosto para esse tipo de coisa está realmente morrendo. O Petapixel ainda colocou que, possivelmente, isso pode ser um traço da cultura local, onde a pela branca (pálida) é bem apreciada nas mulheres, mas o que podemos dizer quando um efeito é tão aplicado que até o nariz desaparece? Pelos próprios comentários encontrados na página do Yahoo percebemos que pouquíssima gente gostou do resultado.

emÁudio Vídeo Fotografia Manipulação digital

Perfeitamente Normal – Fotografia autoral com sensibilidade

Por em 10 de outubro de 2014

perfeitamente_normal_01

Olha o tipo de notícia que tenho prazer em colocar aqui. O André Fachetti, leitor do MeioBit e que já contribuiu com um pequeno texto sobre a polêmica do sensor sujo da Nikon D600, tem uma carreira fotográfica em fotografia publicitária e se dedica (de maneira competente) na fotografia autoral. Aliás, é possível comprar essas imagens autorais no site do fotógrafo. Porém, o que motiva esse texto é um projeto muito bacana que está sendo desenvolvido por ele e que foi lançado neste mês. O Projeto Perfeitamente Normal tem por objetivo acompanhar pacientes que lutam contra o câncer e ser uma forma de vencer preconceitos e também de ajudar na auto estima destas pessoas. Segundo o release oficial de lançamento do projeto: ” Perfeitamente Normal – O Projeto, é o início do trabalho fotográfico autoral com pacientes em tratamento de câncer, num confronto com estigmas, medos e preconceitos, numa lição a partir da superação, do debate e da aproximação. A pura realidade humana. Perfeitamente normal.”

continue lendo

emÁudio Vídeo Fotografia Destaque Explicando a Foto

Conheça a Revista Macrofotografia

Por em 3 de outubro de 2014

Eu já falei muito de fotografia de natureza aqui no blog. Eu mesmo já ministrei alguns cursos tendo como objetivo a obervação do natural mesmo no espaço urbano, mas sou apenas um grande apreciador deste tipo de fotografia. Conheço poucas pessoas que realmente ganham a vida fotografando a natureza, pois é algo muito específico. A maioria dos fotógrafos são entusiastas que fazem isso por paixão ao tema, ou seja, o verdadeiro fotógrafo Amador. Talvez esse seja o motivo de tantas fotos espetaculares de natureza que encontramos no flickr e em outros serviços de compartilhamento de fotos pela internet. Mas, mesmo não sendo uma atividade profissional, estudar e se especializar no tema é uma constante para o fotógrafo.

Por conta desta necessidade de aperfeiçoamento, e do pouco investimento das editoras nacionais em material voltado para a fotografia de natureza, é que fico feliz com iniciativas como a Revista Macrofotografia. Esse é um tipo diferente de publicação voltada para os fotógrafos. Ela é encabeçada pelo Tacio Philip, um dos grandes especialistas em macrofotografia do Brasil. Ele mantém o site Macrofotografia e é autor do livo Macrofotografia e Close-up que foi lançado no Brasil pela Editora Photos. A revista tem uma proposta interessante. Ela se encontra na terceira edição  e você pode comprar a revista na versão impressa pelo site, ou simplesmente ler on-line, ou baixar a versão em PDF sem custos. Ou seja, uma iniciativa que visa a divulgação da informação e pede uma colaboração para aqueles que puderem. Sei que estou na contramão da história e da opinião de muitos dos leitores do MeioBit, mas eu ainda gosto de publicações em papel.

A revista é dividida em textos explicativos, um ensaio e fotos dos leitores. Gostaria apenas de destacar três textos que estão presentes na publicação. O primeiro é do próprio Tacio Philip e se chama “Nem toda imagem é fotografável”. Uma reflexão muito interessante sobre imagens que precisam de uma grande intervenção para serem feitas e a maior parte dos fotógrafos iniciantes acha que é possível fazer algo parecido com apenas um click. Bacana para mostrar que não precisa ficar frustrado, é necessário apenas conhecimento de como as coisas são. O segundo texto que quero destacar é do Sérgio Moscato que fala sobre “Compactas Adaptadas”, ou seja, a boa e velha gambiarra para poder fazer fotos macro com sua câmera digital compacta. Resultados impressionantes.  O terceiro texto também é do Tacio Philip e nos mostra a técnica do empilhamento de foco, para aumentar a profundidade de campo na macrofotografia. Para quem nunca viu o processo, parece coisa de ficção científica.

Gosta de natureza e macrofotografia? Então não perca tempo e confira essas publicações maravilhosas.

macrofotografia_revista

emÁudio Vídeo Fotografia Notícias

Danilo Siqueira vai estar no Estúdio Evolution

Por em 2 de outubro de 2014

Embora não tenha tido o prazer (ainda) de encontrar pessoalmente essa figura, Danilo Siqueira está em minha lista de contatos virtuais há muito tempo e até já comprei uma lente dele. Ao acompanhar seu trabalho durante os anos, notamos uma incrível evolução e uma sensibilidade para o retrato que não se encontra em qualquer pessoa. Aliás, é esse olhar privilegiado que o tem levado até os mais altos níveis da fotografia de casamento no Brasil. Se não acredita em mim é só dar uma olhadinha em seu site e comprovar o que estou falando. Danilo também participou da sessão Explicando a Foto aqui no MeioBit.

Aproveitando este bom momento do fotógrafo, a iPhoto Editora vai trazer uma palestra com Danilo Siqueira no Estúdio Evolution 2014 que acontece em novembro na cidade de São Paulo. Segundo o Press Release do evento, a paixão de Danilo Sigueira é fotografar gente, sejam famílias, casamentos ou crianças. Em sua palestra no Estúdio Evolution 2014, ele mostrará suas técnicas e dicas para fotografar famílias na casa do cliente ou em locações externas, no mais legítimo lifestyle.

O Estúdio Evolution vai acontecer entre os dias 03, 04 e 05 de novembro no Teatro das Artes no Shopping Eldorado na cidade de São Paulo. O esquema do evento é o já consagrado Congresso de Fotografia onde várias palestras acontecem unindo teoria e prática. Embora seja uma quantidade gigantesca de informação em apenas 3 dias, é possível mudar sua cabeça e entrar em novos rumos para sua fotografia profissional (afirmo isso com propriedade, pois já aconteceu comigo). Teremos vários temas para as palestras, lembrando que o foco principal do evento é  fotografia de estúdio. Passaremos pela parte de gerenciamento, marketing, book sensual, ensaio de animais, fotografia de produtos e muito mais.

Se interessou pelo evento? Então corre para se inscrever. Você tem que acessar osite oficial do Estudio Evolution 2014 e aproveitar o valor de R$ 649,00 até o dia 05 de outubro. Depois desta data existem reajustes no preço. O MeioBit Fotografia vai estar lá fazendo a cobertura completa do evento e em breve vamos sortear um passaporte para os três dias de eventos para um de nossos seguidores do Twitter.

danilo-siqueira-estudio-evolution

emÁudio Vídeo Fotografia Notícias

F/Stop vs T/Stop — veja a diferença

Por em 30 de setembro de 2014

lente_luz

O vídeo foi publicado ano passado, mas parece que a galera veio descobrir essa pequena vídeo aula apenas agora. Embora a informação não seja essencial para sua fotografia, saber como isso funciona pode dar um indicativo sobre qual lente você vai comprar. A coisa funciona assim. Cada lente possui a sua abertura máxima de diafragma que é representado por um f seguido de um número. Essa representação nos chamamos de f/stop. O que entorta um pouco a cabeça de alguns iniciantes é que o f/stop possui uma relação inversa. Quanto maior o número menor a quantidade de luz que entra pela lente. Nesse caso, a lente com f/2,8 deixa passar mais luz do que quando o diafragma está em f/5,6 (não vamos falar nesse texto sobre Ponto de Luz para não enrolar a cabeça das pessoas mais ainda, mas fica para um futuro próximo).

De modo geral, o tal do f/stop é um número conseguido pela divisão da distância focal da lente pelo diâmetro do diafragma. Desse modo temos a circunferência do diafragma que vai deixar entrar mais luz (mais aberto) e menos luz (mais fechado) Pensando nesta lógica, toda lente com diafragma f/2,8 deixaria passar a mesma quantidade de luz, não é verdade? Bem, isso não acontece.
continue lendo

emÁudio Vídeo Fotografia Destaque Destaques Lentes

Photoshop chega ao Google Chrome OS

Por em 30 de setembro de 2014

Acho que todo ser vivo já ouviu falar do Photoshop. Aliás, o programa virou sinônimo de alteração digital em imagens, independente do software que foi utilizado para fazer a edição. O povo já tasca a frase: “Esta foto está photoshopada”. Mesmo sendo identificado como um software para fotografia, o programa é uma poderosa ferramenta de design digital, e não apenas para edição de fotos, e mesmo tendo uma legião de softwares concorrentes, o mesmo ainda é soberano na preferência dos consumidores. Por isso que muitos reclamam do programa não estar disponível para sistemas operacionais fora do domínio da Microsoft e Apple. Mas, parece que isso está mudando (mesmo que seja de leve).

No dia de hoje foi anunciado que uma versão beta do Photoshop CC está chegando para os Chromebooks lançados pelo Google. Embora seja uma versão beta, e somente o Photoshop está disponível, já é um grande passo. E a Adobe promete que outros produtos da Creative Cloud estarão disponível em breve para o sistema operacional. Por enquanto, quem tem acesso a esta nova versão são os clientes do setor educacional da Adobe norte americana que possuam uma conta ativa do Creative Cloud. Assim como tudo no Chrome OS, o Photoshop vai funcionar inteiramente a partir da nuvem e vai ser  integrado com o Google Drive.

Interessante, ainda mais que as assinaturas do Photoshop CC vem caindo de valor consideravelmente, mostrando que não existe mais desculpa para utilizar uma versão pirata. Assim como de costume, a Adobe está pedindo que os usuários desta nova versão beta reportem os erros que encontrarem na execução do software. Em breve devemos ter a versão final do programa para o Chrome OS.

photoshop_para_chrome_OS

Leia também, em mais detalhes:

emManipulação digital