Games
Games
Digital Drops Blog de Brinquedo

Quer jogar Bloodborne? Compre um PS4

Por em 25 de março de 2015

bloodborne

Esta semana chegou ao PlayStation 4 o tão aguardado Bloodborne, título da From Software que serve como um sucessor espiritual da série Souls e que já vem sendo apontado por alguns não como o melhor jogo do console até aqui, mas de toda a geração, opinião que ganha força com as notas que ele tem recebido.

Bastaram as análises começarem a ser publicadas para muita gente ter certeza de que queria jogar a nova máquina de tortura do estúdio japonês e quando a Amazon francesa listou o game para PC, parecia que a exclusividade poderia ser temporária. Porém, ao ser questionado sobre esta possibilidade, Yasuhiro Kitao tratou de ser curto e grosso:

continue lendo

emComputadores Sony

Star Citizen e a espaçonave de US$ 275

Por em 24 de março de 2015

star-citizen

Se voltarmos uns 15 anos no tempo, veremos que a principal maneira das desenvolvedoras lucrarem com os jogos após eles terem chegado ao mercado era lançando expansões, que normalmente adicionavam bastante conteúdo aos games. Depois vieram os DLCs, que no fundo funcionam como as expansões — em maior ou menor escala — e hoje a estratégia preferida das empresas são as microtransações.

Tal prática se tornou tão comum que este modelo de negócios está presente mesmo em títulos lançado com “preços cheios” e não é raro vermos as desenvolvedoras vendendo até pacotes que nos dão acesso mais rápido a todas as armas ou veículos, ou mesmo itens que podem custar verdadeiras fortunas, como por exemplo a nave Aegis Retaliator.

continue lendo

emComputadores Indústria

Versão digital do Xenoblade Chronicles 3D exigirá cartão de 8 GB

Por em 24 de março de 2015

Xenoblade-Chronicles-3D

Devido ao altíssimo valor do dólar, do pente fino que a Receita Federal tem passado e da maneira como as lojas brasileiras se aproveitam das muitas dificuldades que enfrentamos para importar jogos, adquiri-los digitalmente se tornou uma das melhores opções, mas se você planeja comprar o Xenoblade Chronicles 3D desta maneira, é bom se preparar, pois existe uma boa chance de que o título saia mais caro do que o esperado.

Previsto para chegar ao portátil da Nintendo no dia 2 de abril, o primeiro problema é que o RPG só funcionará no New 3DS ou no New 3DS XL, o que evidentemente limita bastante a quantidade de pessoas que terão acesso a ele, mas mesmo que você já possua o novo videogame, talvez tenha que gastar mais um pouquinho com a aquisição de um cartão micro-SD.

continue lendo

emPortáteis

Nintendo joga dúvida sobre série Zelda produzida pelo Netflix

Por em 24 de março de 2015

zelda

No início de fevereiro o Wall Street Journal publicou um artigo que deixou muitos fãs do The Legend of Zelda empolgados. Nele o autor afirmava que o Netflix estaria em estágio inicial de produção de uma série baseada na tão adorada franquia, mas talvez tudo não passe da mais pura especulação.

Quem jogou uma enorme sombra de dúvidas sobre o suporto projeto foi Satoru Iwata, presidente da Nintendo que durante uma entrevista à revista Time deu a seguinte enigmática declaração:

continue lendo

emCultura Gamer Nintendo Rumores

5 bons jogos baseados em filmes

Por em 23 de março de 2015

goldeneye-007

No último final de semana terminei o GoldenEye 007: Reloaded e embora o jogo não seja tão bom quanto o título que o inspirou, gostei do trabalho feito pelo pessoal da Eurocom. Mesmo não sendo um grande conhecedor do título laçado para o Nintendo 64, fiquei pensando no quão inovador foi o FPS da Rare e em determinado momento me dei conta do quão injustiçados são alguns jogos baseados em filmes.

É verdade que no geral essas adaptações são realmente belas porcarias, jogos criados apenas com o intuito de ajudar a promover os longa-metragem e que não contam com bons tempos de desenvolvimento, mas no meio dessas produções irrelevantes existem algumas pérolas que merecem ser jogadas e que mostram que a falácia “não existem jogos bons baseados em filmes” deveria ser abolida.

Para lembrar alguns desses bons jogos, resolvi fazer uma pequena lista apontando alguns deles, apenas títulos que joguei e que na minha opinião não envergonham as obras que serviram como inspiração para eles. Vamos aos escolhidos:

continue lendo

emCinema Cultura Gamer Destaque Destaque Games Museu

14 meses após ser lançado, MLB 14 já perderá seu modo online

Por em 23 de março de 2015

mlb

Ao longo dos anos eu tenho comentado por aqui sobre a morte das porções online de alguns jogos. Títulos que muitas vezes forma laçados há bastante tempo e que não tinham mais quase ninguém os aproveitando, ou aqueles como o Final Fantasy XI, que não oferecem uma modo single-player e que por isso irão morrer pra valer. Porém, existem alguns casos que são tão absurdos que me fazem até questionar o que me faz continuar dando dinheiro para essa indústria.

A vítima da vez foi revelada pela Sony, que através do seu site informou que no próximo dia 18 de junho serão desligados os servidores do MLB 14: The Show, jogo lançado em abril do ano passado e que portanto só abrigará partidas online durante 14 meses, uma total falta de respeito com os consumidores e que fica ainda pior ao sabermos que todas as plataformas serão atingidas, PlayStation 4, PlayStation 3 e PS Vita.

continue lendo

emIndústria Sony

Conker enfim ganhará novo jogo (ou quase isso)

Por em 23 de março de 2015

Conkers-Big-Reunion

Durante muitos anos vimos uma legião de fãs clamarem por uma continuação para o Conker’s Bad Fur Day e tal interesse é plenamente compreensível. Um dos jogos mais ousados já feitos, com uma ótima jogabilidade e com uma enxurrada de boas piadas, o título para Nintendo 64 era de fato muito bom e embora o primeiro Xbox tenha recebido uma versão do jogo, os jogadores queriam mais e a Microsoft resolveu enfim atendê-los. Quer dizer, mais ou menos.

Com o nome de Conker’s Big Reunion, o game será uma aventura lançada por episódios, o que já ficou provado que não é algo ruim, mas o que deverá colocar uma pulga atrás da orelha dos mais conservadores é a plataforma escolhida para fazer a distribuição do game, o Project Spark.

continue lendo

emComputadores Microsoft