Digital Drops Blog de Brinquedo

YouTube XL

Por em 3 de junho de 2009

Já existe um razoável contingente de pessoas acessando Internet do conforto do sofá, seja via consoles, seja via Media Centres ligados na TV.

As interfaces comuns dos sites não funcionam muito bem nessas condições. É um problema análogo ao acesso mobile, temos espaço limitado e necessidade de elementos grandes, para compensar a dificuldade de leitura.

O YouTube, que não é bobo nem nada, percebeu esse nicho e lançou uma versão para usar do sofá:

As letras são grandes, a interface é bem menos cheia de frufrus do que a versão normal, mas os recursos básicos estão todos ali. Note que é uma interface basicamente de leitura.

Só não encontrei opção para utilizar o navegador em tela cheia, onde a interface seria melhor aproveitada ainda.  O YouTube XL pode ser acessado através da URL http://www.youtube.com/XL

Fonte: Lifehacker

emGoogle Internet

Celulares: O Risco do Voyeurismo

Por em 3 de junho de 2009

O mundo mobile é complicado. No Japão (pq, achou que seria na Dinamarca?) a polícia tem uma força-tarefa só para identificar e prender fotógrafos de calcinhas; em estações de metrô há cartazes alertando as japinhas para que fiquem de olho nos tarados.

O celular só piorou o voyeurismo natural do ser humano. Quem nunca tirou uma foto de alguma menina sem que ela percebesse? Um editor do MeioBit chegou a comprar uma câmera com superzoom só para isso, e funciona muito bem, obrigado.

Só que algumas vezes o sujeito não tem o que é preciso para se tornar um voyeur digital, e paga micos em escala mundial como o cidadão da imagem abaixo. Ele postou a foto dizendo "Vi a mulher da foto dormindo, resolvi tirar umas fotos".

Pena que o espertão subiu a foto sem perceber que aparecia no reflexo da janela…

Fonte: Sankaku Complex

emCelular Mundo Estranho

Nokia N97 – No Brasil no 2o Semestre

Por em 3 de junho de 2009

Tirando o NGage os Nokias sempre foram mais business do que entretenimento, mas pelo visto o N97 vai mudar isso. Vejam que coisa linda:

  • Lentes Carl Zeiss
  • 5 Megapixels
  • Filma 640×480 30fps
  • Tela de 3,5 polegadas, 640 x 360 16:9
  • Teclado Qwerty
  • 32GB de memória (CHUPA APPLE!)
  • Cartão microSD de até 16GB
  • Bluetooth 2.0 A2DP
  • Saída de TV PAL/NTSC
  • WIFI
  • GPS
  • WCDMA/EGSM
  • Saída de headphone padrão, 3,5mm
  • Dimensões: 117,2mm x 55,3mm x 15,9mm
  • Peso: 150g
  • Porta miniUSB

Isso tudo rodando o sistema operacional mobile que é o Caminho a Verdade a Luz e a Vida: SymbianOS S60 v5. AH, e eu falei que ele é TOUCHSCREEN?

É isso. Basta não instalar aquele cân-digo, arremedo de software que é a OVI Store, e o N97 se torna um dos melhores celulares do mundo, e eu quero.

emCelular Mobile

Xinglingbook Air

Por em 3 de junho de 2009

OK, o nome oficial do brinquedo é Tongfong S30A, o que não ajuda muito. Não há informações de preço ou disponibilidade, mas o resto das informações é bem completo.

Fruto de uma parceira entre a VIA e a TongFong, fabricante de notebooks OEM chinês, o aparelho vem com:

  • Tela de 13,3 polegadas
  • 2GB de RAM
  • Processador VIA Nano U2250 de 1.3GHz
  • Gravador de DVD
  • 1,4Kg
  • WIFI b/g
  • Leitor de cartões 4×1
  • Slot ExpressCard
  • HDMI
  • VGA
  • 2 USBs
  • Ethernet 10/100
  • Bateria de 6 células
  • Vídeo S3 Graphics Chrome 435 ULP

Aqui a característica que me chamou atenção: O DVD pode ser removido para no lugar instalar uma bateria extra.

O Xinglingbook Air é certificado para DirectX 10,1 e para  tocar vídeos HD,  com saída de áudio HD incluída. Isso tudo em 33mm de espessura. Virá com Vista ou Windows XP Home.

Será que vai adiante? Bem, o EeePC surgiu assim também, em uma especificação de referência solta na Internet. Se dermos sorte, esse bicho será comprado por várias marcas, e teremos um notebook de verdade com preços mais realistas do que os R$5 mil que querem em um Macbook Air no Brasil.

Fonte: Slashgear

emHardware

Samsung anuncia celular com câmera de 12 Megapixels

Por em 3 de junho de 2009

É o Samsung Pixon 12, ou M8910 e é lindo. Deve chegar no mercado europeu agora em Junho, e em outros países começando em Agosto. Não é um smartphone, não é essa a idéia. É um telefone normal, com grandes recursos de imagem.

Agora, a dúvida. O quanto será que um sensor de 12MP adianta, quando não há zoom óptico, o obturador é pequeno e toda a engenharia foi sacrificada para encaixar uma câmera no espaço de um celular E ainda por cima enfiar um celular no pacote.

Dados:

  • Dimensões: 107,9mm x 54,6mm x 13,8mm
  • Memória interna: 150MB
  • Cartão microSD de até 16GB
  • Tela: 3,1 polegadas
  • Resolução 240×400 – 256K cores AMOLED com contraste 10.000:1
  • Touchscreen
  • Quadriband
  • 3G HSDPA até 7,2Mbps
  • Câmera de 12 Megapixels
  • Flash de verdade
  • WIFI
  • Rádio FM
  • Filma em 720×480 30fps

Fonte: Celluar News

emCelular Mobile

EXTRA! PAYPAL NO BRASIL!

Por em 31 de maio de 2009

O Judão dá o furo e gosta, mas dessa vez se superou. Acaba soltar no Twitter a seguinte mensagem:

INFORMAÇÃO EM PRIMEIRA MÃO: PayPal está vindo oficialmente pro Brasil. Aguardem novas informações!


Isso pode significar uma reviravolta para o mercado online brasileiro. O UOL, com seu PagSeguro não deve ter gostado nada da notícia.

emInternet

Windows 7 Starter Edition – Favela Edition no more

Por em 29 de maio de 2009

Ignorando a existência do Linux, a Microsoft achou que era necessário criar uma versão barata, limitada e frustrante da experiência de uso do Windows, por isso se saiu com a Starter Edition.

Até então uma versão multo mal-vista, cheia de limitações artificiais e talvez a maior responsável pela migração de computadores populares para versões piratas do Windows XP, a Starter Edition já foi chamada até de Favela Edition, sem que ninguém aparecesse para defendê-la.

A Starter Edition tinha talvez como a maior limitação artificial o limite de 3 aplicações simultâneas. Na realidade é uma limitação mais psicológica. ofensiva para nós, geeks, já o usuário normal desses PCs do Milhão no máximo abrem a "Internet" pra entrar no Orkut, se o limite fosse uma aplicação não perceberiam.

A experiência pelo visto deu certo, e agora a Starter Edition será mundial, não mais ficará restrita a países emergentes e fins de mundo mercadológicos como o Brasil.

Qual o motivo? Simples: netbooks. A Microsoft não quer ficar vendendo XP o resto da vida, e o custo de uma licença Windows 7 tornaria proibitivo a venda de netbooks Windows. A solução? Oferecer uma versão limitada (mas não muito) para evitar que os fabricantes migrem para sistemas alternativos como o Moblin, que está tão bonito que nem parece Linux.

A versão Starter Edition do Windows 7 terá as seguintes características:

  • Cai a limitação de 3 aplicativos simultâneos
  • Sem Aero ou efeitos chiques 3D na interface. Caem previews na Taskbar e o AeroPeek
  • Sem recursos de personalização. Não dá para mudar o desktop, cor das janelas ou sons de sistema
  • Não dá para mudar de usuário sem logoff
  • Sem suporte a múltiplos monitores
  • Sem suporte a DVD
  • Sem Windows Media Center para assistir TV
  • Sem streaming remoto de mídia de sua coleção em outro computador
  • Sem suporte a Domain Controller em redes.
  • Sem suporte ao ModoXP para rodar aplicações antigas

Aqui temos duas leituras:

1 – Netbooks são computadores simples e objetivos, usados principalmente na rua; não nos beneficiamos de recursos de fofoletização. Queremos abrir os programas básicos, trabalhar e pronto. Um Windows mais limitado em termos de interface na verdade será um sistema mais ágil.

2 – Netbooks são computadores menores e mais baratos, mas nem por isso queremos abrir mão da experiência do desktop e de notebooks mais caros.  Aceito o netbook como algo menor, nunca inferior. Quero o maior número possível de recursos e performance.

A primeira leitura é o conceito original de netbook, e pelo visto o que a Microsoft está acreditando. Infelizmente o Mercado falou mais alto, e os netbooks hoje são pelo menos tão poderosos quanto os notebooks entry-level mais baratinhos. 

O Windows 7 Starter, por mais que seja racionalmente adequado a netbooks, não agradará aos usuários. Foi o que aconteceu com Brendon LeBlanc, autor do post original sobre o sistema, que após testar removeu o Starter Edition e está feliz com o Windows 7 Home Premium rodando em seu Dell Mini.

Fonte: Windows Steam Blog

emSoftware