Digital Drops Blog de Brinquedo

Descubra o aniversário de seu Mac

Por em 12 de agosto de 2010

A maioria das pessoas, salvo amnésia alcoólica lembra quando comprou seus gadgets, mas poucas sabem quando eles foram fabricados. No caso dos PCs “montados”, como um mané do call centre da IBM chamou meu velho 386, alguns séculos atrás, não dá para saber, a não ser que você mesmo monte.

Já no caso dos computadores de linha, depende do fabricante. A Apple é uma que deixa essa informação bem explícita, no serial das máquinas. E nem é preciso montar um Colossus pra decodificar esse enigma, basta seguir o seguinte passo-a-passo:

1 – Em seu Mac vá no menu da Maçã, selecione “about this Mac”, “More Info”. Na janela que se abrirá, você verá uma série de informações. Entre elas: “Serial Number (system):”. Copie o valor.

Agora há duas possibilidades: Você pode baixar o programinha Coconut Identity Card, Meros 73,4KB que consultará os universitários e retornará quando e onde seu Mac foi feito:

agradecimentos ao pequeno Ping pelo serviço bem-feito

Se você quiser gastar mais banda, pode acessar o site Apple Serial Number Info, A quantidade de informação disponibilizada é muito maior, há até o valor médio de mercado do modelo. continue lendo

emApple e Mac Dicas Meio Bit

Haja Luz! 2.0

Por em 12 de agosto de 2010

“Suspeito que o Universo não seja apenas mais estranho do que imaginamos, mas mais estranho do que conseguimos imaginar”

J.B.S. Haldane

Embora Einstein tenha demonstrado que matéria e energia são intercambiáveis, sempre foi muito mais simples para nós tratar os dois como entidades separadas. Intuitivamente até aceitamos a transformação matéria->energia das bombas nucleares (embora ela aconteça o tempo todo em qualquer material radioativo).

Detector BaBar do SLAC

Já o oposto é filosoficamente mais sutil. Tendo sido sugerido pela primeira vez em 1934 pelos físicos Gregory Breit e John A. Wheeler, a idéia foi mais detalhada por Julian S. Schwinger nos anos 50. O conceito era que a colisão de  fótons de altíssima energia poderia gerar pares de partículas/antipartículas.

Só nos anos 90 a tecnologia experimental atingiu os níveis energéticos necessários. A experiência foi feita no venerável Stanford Linear Accelerator Center, na Califórnia, em cujo auditório costumava se reunir um tal de Homebrew Computer Club, onde foi apresentado um certo computador com nome de fruta.

continue lendo

emCiência Meio Bit

Apple Atualiza o iOS 4 para 4.0.2 e mais 378 MB de pura perfeição

Por em 12 de agosto de 2010

378MB da mais pura perfeição. igual a do mês passado.

Semana passada surgiu uma prova de conceito de uma feature não autorizada (bug é coisa de Windows) no iOS 4, afetando iPhone e iPod touch. Em teoria um hacker maligno do mal poderia utilizar um arquivo PDF para executar código arbitrário e pwnar totalmente a máquina das pobres e inocentes vítimas.

Isso, claro, em teoria, mas como prevenir é melhor que remediar, a Apple lançou uma atualização extraordinária (ok, todas são) de seu sistema operacional. Não que tenham considerado isso um incômodo, afinal o tal bug é base da técnica mais popular de jailbreaking. Corrigindo o bug melhorando mais ainda o sistema, a Apple se livra de dois problemas de uma vez só.

Como a correção envolve uma falha de segurança legítima, alardeada por toda a mídia especializada, a Apple se desvia à la Neo da crítica de que está fechando o jailbreak.

Só não contem para ninguém que os aparelhos que fizeram jailbreak não estão vulneráveis ao bug.

emApple e Mac Meio Bit Mobile Software

Chuva de Meteoros Perseidas, hoje e amanhã

Por em 11 de agosto de 2010

Todo ano a Terra cruza a órbita do cometa Swift-Tuttle, que como todo cometa é extremamente porco, enchendo o espaço de detritos. Isso significa que interceptamos toneladas de material, que atraído pela gravidade terrestre (ou apenas estando no meio do caminho) adentram a atmosfera, transformando-se de meteoróides em meteoros e, caindo no solo, tornando-se meteoritos.

O fenômeno celestial é chamado de Meteoros Perseidas, por parecerem concentrados na região da constelação de Perseus. Estima-se que pra este ano a média de meteoros/hora chegue a 100, o que é um número expressivo e um lindo espetáculo. continue lendo

emCiência

Apple adquire patente de LiquidMetal. Melhor ficar longe de iPhones roubados

Por em 11 de agosto de 2010

Meu nome é Moshe. Vim pegar nosso protótipo de volta

A Liquid Metal é uma startup especializada em novos materiais. Criaram uma série de ligas metálicas revolucionárias, com características únicas. Ao contrário das ligas tradicionais, que assumem uma estrutura molecular cristalina e ordenada, as ligas deles são amorfas, tecnicamente assim como vidro são líquidas.

Com isso conseguem propriedades diferentes dos metais normais. A estrutura não-cristalina torna o material mais maleável, a elasticidade de uma liga da Liquid Metal é quatro vezes maior que a do Titânio e pelo menos duas vezes a do Cobre. A resistência é duas vezes a do Aço Inoxidável e da Liga de Titânio.

continue lendo

emApple e Mac Indústria Meio Bit

Dica MacGyver: consertando conector RJ45 com lingueta quebrada

Por em 11 de agosto de 2010

Crimpar cabos é um saco. Se conector BNC já chateava, os RJ45 são infernais, pois em teoria há um padrão mas na prática já vi dezenas de variações na posição dos terminais, cada TÉNICO tem seu modelo perfeito e em geral você acaba tendo que andar até o outro lado do prédio pra conferir a ordem que o carcamano usou. Aí você volta e descobre que seu cunhado, aquele parasita pegou sem avisar seu alicate de crimpar e não devolveu.

Que tal evitar crimpar cabos? Um dos maiores problemas que levam a troca de conectores é a quebra da estrutura mais frágil conhecida pela Humanidade, o EMO da tecnologia, a lingueta do conector de rede. Essa desgraça ADORA quebrar, a gente acha que “tá tudo bem”, mas pela Crueldade Natural do Universo lenta e inexoravelmente o conector vai se afastando, dentro do soquete até atingir a distância de meio Neutrinho anoréxico, suficiente para as flutuações quânticas gerarem o estado chamado “funciona quando quer”. Essa condição subatômica emite grande quantidade de Bósons de Higgins, afetando o cérebro dos técnicos próximos. Ficam condicionados a colocar “conector com mau-contato” no final da lista de causas prováveis do problema.

Seus problemas acabaram! O excelente site Instructables se saiu com uma gambiarra Macgyveriana NÍVEL 10 para resolver o problema  de conector frouxo (não falei que eram emos?) sem cortar e trocar por um novo o (o que seria uma boa solução pra emos, diga-se de passagem). A idéia é genialmente simples: Usam um organizador de cabos, tamanho pequeno. Aqui neste link você tem a sequência completa, mas qualquer profissional de IT (Internet Things, segundo a Jen)  inteligente vai ter um momento Eureka só de olhar pra foto:

GE-NE-AU!

emWireless e Redes

[App do Dia] Logitech Touch Mouse

Por em 10 de agosto de 2010

Nem só de aplicações de flatulência vive o iPhone. Nesta série irei divulgar Apps curiosas, úteis e digrátis, de preferência funcionando também no iPod touch. Portanto, sem mais delongas, inaugurando com o…

Logitech Touch Mouse

O princípio é muito simples: transformar seu iPhone em um… trackpad sem-fio, com direito a teclado. Ao contrário daquelas aplicações que usam a câmera para simular um mouse, ele usa a própria tela sensível do iPhone, o que garante precisão e suavidade.

continue lendo

emApple e Mac Meio Bit Mobile Resenha Software