Digital Drops Blog de Brinquedo

Adobe declara ataque da Apple ao Flash um fracasso

Por em 10 de junho de 2010

A campanha Just the Facts: BadFlash da Apple tem levantado muitas vozes em concordância, mas não virou nem vai virar uma caça às bruxas. O Mercado está amadurecido o bastante para entender que diversidade é algo bom. O Flash tem seu uso, metade dos desenhos animados hoje em dia é feita nele, há sites magníficos que levariam 10x o tempo se produzidos em DHTML (que é igual a HTML5 – HYPE).

Só que o foco é o mercado mobile e embora a Adobe diga que tem o Flash Lite (que quase funciona) e que em breve lançará uma versão maravilhosa full do Flash 10.1 para celulares na prática não funciona assim. Conteúdo em Flash nos celulares roda mal, consome CPU a rodo, não usa aceleração por hardware para vídeos e é algo que se faz falta, nenhum dono de celular notou até agora. continue lendo

emApple e Mac Internet Meio Bit Software

O Melhor Unboxing do iPad EVAR!

Por em 10 de junho de 2010

Não vou negar que já fiz uns por aí, mas sendo sincero, unboxing é uma coisa meio sei lá, parece preguiça de fazer resenha misturada com vontade de provar que tem o produto. Não quer dizer que não vá fazer outros no futuro, só digo que não respeito o formato.

Até porque muita gente leva a sério demais, quando o Roniuj fez unboxing do iPad xinguê-linguê dele tinha gente indignada no chat por ele não conhecer todos os detalhes e minúcias do aparelho. Hello, vamos nos divertir?

Assim  para fugir dos unboxings pretensiosos E dos estragados por chatos, só ficando com os do japa abaixo. Não se preocupe se não entender nada. “ipódo” é iPad, o resto não importa.

E sim, o vídeo pode ser lido como uma crítica a “nossa, olha que cabo de força legal”, que é o que a maioria dos unboxings se resume.

No mínimo ele é muito mais divertido que o japonês do Shoptime!

Fonte: Japanator

emApple e Mac Meio Bit

Vazamento de Petróleo. Would you like to know more?

Por em 9 de junho de 2010

Na deliciosa distopia Starship Troopers a Humanidade está unida no pior pesadelo possível, uma sociedade autoritária, militarista, controladora e economicamente rica. As pessoas abriram mão de suas liberdades individuais em troca de um Estado-Babá que supre as necessidades básicas, incluindo informação. No filme os comerciais e noticiários, sempre mostrando apenas o ponto de vista do Governo eram acompanhados da mensagem “Would you like to know more?”. Na TV Interativa futurista seria possível clicar, selecionar e acompanhar mais detalhes sobre as mentiras apresentadas.

Como não é possível (ainda) algo desse nível na nossa sociedade (Coréia do Norte é outro papo) o máximo que pode-se fazer é comprar espaço.

Foi o que fez a British Petroleum. Depois da absurda série de atitudes incompetentes que rendeu o maior vazamento de petróleo da história do Golfo do México, a empresa vem tentando melhorar sua imagem, tanto que vai investir US$50 milhões. Como? Em limpeza e indenizações? Se comprometeram a isso, mas essa grana toda vai toda em propaganda e Relações Públicas.

Não estão errados, mesmo que comprem um pônei pra cada camarão morto no Golfo do México, investimento em propaganda é essencial, do contrário a imagem deles continuará no ralo. O que é complicado e controverso é que além de banners e espaços na mídia estão comprando palavras-chave no Google, Yahoo e outros serviços.

Qualquer busca no Google por “Oil Spill” retorna os resultados normais, após o link patrocinado em destaque.

Por um lado a empresa está investindo direitinho focando no público que busca mais informações sobre o assunto, por outro lado a venda de palavras-chave em anúncios contextuais de sites de busca é uma interferência direta na relação entre o consumidor e a informação legítima, indexada por mérito.

É um dilema ético? É uma questão que deveria ser amplamente discutida, talvez até alvo de uma legislação? Sinceramente não sei, é mais um daqueles problemas que não existiam no passado mas agora apareceram para complicar nossa cabeça.

emInternet

A influência dos celulares na vida sexual das coelhinhas

Por em 9 de junho de 2010

Aaaaa rigor o efeito é nos coelhos machos, mas como em sua maioria as coelhinhas acabarão afetadas indiretamente, justifica a chamada.

O caso é que um estudo da Escola de Medicina de Tokushima, Japão assinado por N Salama, T Kishimoto, H-o Kanayama e S Kagawa detectou alarmantes efeitos na fertilidade e virilidade de coelhos expostos a emissões eletromagnéticas de celulares.

Publicado no International Journal of Impotence Research, o trabalho expôs coelhos a ondas de rádio na faixa de 800MHz, equivalentes a um celular em stand-by em contato próximo, por oito horas diárias durante doze semanas.

Ao final avaliaram comportamento bem como painel hormonal. Embora esse último não tenha sido afetado, os coelhos machos apresentaram um significativo aumento na duração e frequência da atividade sexual sem ejaculação.

Já a atividade sexual com ejaculação teve sua frequência bem diminuída.

Resumindo: Coelhos com celular no bolso transam mais e tem menos chances de produzir coelhinhos que cobrarão pensão alimentícia, dinheiro da terapia, chave do carro e telefone daquele piteuzinho de 19 anos da empresa quue você já está de olho.

Fonte: Cellular News

emCelular Ciência Meio Bit Mobile Mundo Estranho

China Kiba Tony Stark

Por em 9 de junho de 2010

Antes de mais nada, que fique claro que o primeiro, único e mais fantástico Iron Man chinês é este sujeito aqui (vá ver, eu espero, vale.) E a kibada não foi do mal, mas um trabalho digno de sites como o Makezine.

O cidadão sino-talentoso levou apenas duas semanas para construir uma réplica do Reator Arc de Tony Stark, e como é um estudante dificilmente teve uma verba imensa, mesmo assim o resultado ficou bem, bem legal, o tipo de coisa que dá vontade de fazer no tempo livre, se eu ainda tivesse esse conceito de tempo livre. continue lendo

emHardware Meio Bit

Carregador de Celular para Cantoras Ecléticas

Por em 9 de junho de 2010

OK, o dispositivo na verdade serve para qualquer grupo que não tenha problemas com calçados de porte avantajado, de forma alguma é restrito à MPB, e é essencialmente uma boa idéia, só não muito prática para a maioria das pessoas.

O conceito é simples: Uma série de termopares na bota coletam energia térmica dos pés do sujeito (ou sujeita, no caso) e a convertem em eletricidade, que é retificada, armazenada e utilizada para carregar um celular.

continue lendo

emCiência Hardware

Falha grave de segurança no Flash, Acrobat e Adobe Reader

Por em 8 de junho de 2010

A Adobe informa:

“Uma vulnerabilidade crítica existe no Adobe Flash Player 10.0.45.2 e anteriores para Windows, Macintosh, Linux e Solaris, e no componente authplay.dll que é distribuído com o Adobe Reader e Acrobat 9.x para Windows, Macintosh e UNIX. A vulnerabilidade pode causar um crash e potencialmente permitir a um invasor assumir controle do sistema afetado.

Há relatos de uso dessa vulnerabilidade em campo, tanto contra o Adobe Flash Player quanto contra o Adobe Reader e o Acrobat.

Estamos no processo de finalizar uma correção para o problema, esperamos prover  uma atualização para o Flash Player 10.x no Windows, Mac e Linux no dia 10 de Junho. O patch para o Flash player no Solaris ainda não tem data determinada. Esperamos prover um update para o Adobe Reader e Acrobat 9.3.2 para Windows, macintosh e UNIX no dia 29 de Junho”

Na foto acima Steve Jobs mostra em que altura mais ou menos deve estar o mar de eca nos escritórios da Adobe

Fonte: Crunchgear

emApple e Mac Segurança Software