Digital Drops Blog de Brinquedo

Office 2010 Beta liberado para download

Por em 19 de novembro de 2009

A Microsoft liberou de uma vez o download do beta do Office 2010 tanto para o Windows quanto para o Windows Mobile, além de betas do Visio 2010 e Project 2010. Segundo a documentação parece que o Outlook sofreu uma boa trabalhada, está se comportando bem com grande quantidade de mensagens, coisa que sempre foi seu calcanhar de aquiles.

De todas as features entretanto a mais impressionante, que vale a pena baixar, é o Powerpoint (sim, ele mesmo). Imagine o conceito: Você pode compartilhar online uma apresentação, sem enviar nada por email. Pode rodar seu PPT, apresentando-o ao vivo, via Internet, para N pessoas espalhadas pelo mundo. Isso significa APENAS que podemos colocar de vez o filtro KILL em nossos leitores de email, matando tudo que é .ppt e .pps.

Para o link de download, clique na figura abaixo.

Fonte: Download Squad

emSoftware

Pirate Bay morreu de vez e levou nossos routers junto

Por em 19 de novembro de 2009

O tracker bittorrent mais cara-de-pau do planeta já tentou uma vez o argumento de que não fazia nada além de servir como site de busca, que toda a pirataria era feita pelos usuários. Os juízes não engoliram, assim como ninguém engolia o aviso que vinha em programas piratas “use esta cópia apenas para avaliar, se gostar, compre”.


Como os novos donos não estão nem um pouco interessados em manter a estrutura antiga e tomar uma saraivada de processos, mas também querem aproveitar o hype em torno do Pirate Bay, acharam uma solução que teoricamente é bom para ambas as partes: Desativarão o tracker, manterão apenas a lista de torrents, e dependerão de DHT – distributed hash tables.

Essa tecnologia permite que os próprios pares na conexão P2P identifiquem e repassem novos membros do enxame. Em teoria é lindo; livrará o Pirate Bay de processos, tornará as conexões mais rápidas, trará de volta os unicórnios e imprimirá cupons para comprarmos Coca com casco de Pepsi.

Na prática não vai dar certo.

Convenhamos, a maioria dos roteadores/modems/aps domésticos é lixo. Com a banda assimétrica das conexões ADSL, ainda a maior fatia de banda larga nacional, criamos um gargalo. Um Dlink baunilha simplesmente não aguenta trabalhar com DHT em link maior que 2MBits. Você verá isto aqui direto:

Se abrir conexões demais, nem isso. O modem vai travar.

A saída será pesquisar com calma atrás das melhores configurações, dos limites que cada conjunto conexão/modem comporta, qual o impacto de performance em sua máquina. Sim, é trabalhoso, mas se você não fizer isso, as Gravadoras terão vencido.

Fonte: Ars Technica

emHardware Internet

Troll americano aprende sobre causa e efeito

Por em 19 de novembro de 2009

O Post-Dispatch, um jornal de St Louis, EUA, publicou um artigo despretensioso perguntando aos leitores qual foi a coisa mais maluca que já comeram. Isso estimulou participação, gente postando sobre comidas exóticas em lugares distantes, um bom papo.

Um babaca com QI a menos e cromossomas a mais resolveu estragar a brincadeira, e postou um comentário com uma única palavra, um termo grosseiro significando uma certa parte da anatomia feminina (isso mesmo, aquela mesma, onde tudo acontece e tudo se resolve).

O autor do artigo apagou o comentário. O babaca, claro, voltou e postou de novo.

Irritado o autor resolveu fuçar, viu que pelo IP o comentário estava vindo de uma… escola. Ele pegou o telefone, ligou pra lá e rapidinho identificaram o babaca. Era um funcionário. Encostado na parede, o babaca como todo bom fanfarrão, pediu pra sair, juntou a trouxa e foi atrás de outro emprego, porque ali ele já era.

A reação de Kurt Greenbaum, o autor, está sendo criticada por alguns leitores do jornal, mas nós que cuidamos de vários sites, temos uma presença online profissional, só podemos aplaudir. A Internet passa a imagem de ser uma terra de ninguém, o que não é verdade. Leis de Causa e Efeito funcionam por aqui, você é SIM responsável pelo que escreve. Seja em um post, seja em um comentário.

Se o sujeito se acha no direito de ofender e estragar a brincadeira dos outros postando palavrões, que arque com as conseqüências disso.

Esse tipo de gente nada contribui, nada acrescenta. Só aparecem em artigos onde podem criticar, escolhem alvos “fáceis” e consomem tempo de leitores sérios, que, desavisados, tentam argumentar com eles, apenas para ouvir um “é, pode ser”.

Trolls nunca, nunca admitem um erro, vejam por exemplo esta LINDA resposta do Fabião a um ataque gratuito e covarde à figura de Paul Allen, o Nick Ellis da Microsoft. Viram um “tem razão, não pesquisei, estava errado”? É, nem eu.

Por isso no MeioBit instituímos o ZICA – Zero Idiot Comment Act. Seremos menos frouxos na moderação. Trolls não acrescentam, então serão extirpados sem dó. Quem quiser discordar com argumentos, é bem-vindo. Quem quiser xingar a Fabiane e pedir a cabeça dela apenas por não gostar de um artigo, vai rodar.

Com isso teremos menos, porém melhores leitores.

Fonte: Ars Technica

emInternet

Fim do Mundo confirmado para 2012 (ao menos para o Symbian)

Por em 19 de novembro de 2009

Symbian é vida, mas ter uma legião de fãs beirando o limite do excêntrico não é o suficiente. Sejamos realistas, o sistema operacional está muito defasado. Utilizar um equipamento touch como o N97 deixa isso mais evidente ainda. Não dá para fazer gambiarras em cima de gambiarras, e a Nokia sabe disso.

A relação de amor e ódio da empresa com o Symbian é antiga. Não sabem o que fazer com ele, pois mal ou bem é a base de seus smartphones, mas de que adianta uma base instalada enorme se o desenvolvimento de aplicativos é uma via crucis, o modelo de instalação é uma piada e o próprio sistema operacional tem cara de algo desenvolvido no final dos anos 80? (dica: foi.)

As notícias da morte do Symbian tem sido um tanto ao quanto exageradas, mas parece que dessa vez vai (pra vala). Ontem em Londres, durante o N900 meet-up, o grupo de marketing do N900 entregou o ouro: Até 2012 a série N, topo de linha da Nokia abandonará o Symbian em favor do Maemo.

Um dos motivos parece ser a popularidade do N900. Não é pra menos. Ele é simplesmente perfeito, vem com tudo, mais alguma coisa e um Luciana Vendramini Localizator. E Bluetooth. Tudo fica melhor com Bluetooth.

Desde o N800 o Maemo tem se mostrado uma excelente plataforma, a Nokia está mostrando pra “comunidade” (estou olhando pra você também, Google!) como se cria um smartphone Linux sem cara de “projeto de feira de ciências de escola”, que é a imagem que o Android passa. Ao contrário do efeito “meh” do G1 rodando Android, o N810 já mexia com a libido geek, era um brinquedo que a gente queria ter, mesmo sem nenhum motivo racional pra isso. 900, nem se fala.

Claro, a Nokia não vai abrir mão da base instalada, estão tentando criar um meio-termo, muito provavelmente as aplicações usando a estrutura OVI, no já tradicional esquema de aplicações web, Python, etc. Querem seduzir os desenvolvedores para essa linha, garantindo assim software para o Maemo E o Symbian.

Como Viúva do Symbian fico triste com esse fim, mas já era hora de puxar a tomada. Em tempos de iTunes App Store, é inconcebível passar por 7 ou 8 prompts assustadores para instalar um programa.

fonte: The Really Mobile Project

emCelular Mercado

Paul Allen diagnosticado com Linfoma

Por em 17 de novembro de 2009

Paul Allen, um dos fundadores da Microsoft e amigo de infância de Bill Gates foi diagnosticado com Linfoma Não-Hodgkin, nome dado a um conjunto de mais de 20 tipos de câncer que atingem o sistema linfático. (fonte: INCA)

As taxas de sobrevivência no primeiro ano são de 70%, caindo para 51% aos 5 anos. Ter alguns bilhões de dólares no banco costuma influenciar positivamente esses números.

Aguardemos mais informações, e um artigo detalhado do Leo Faoro, que dada sua expertise é o autor indicado para cuidar da cobertura do caso.

Fonte: Wall Street Journal, via Twitter

emIndústria

Denúncia: A Garota Firefox é FAKE!

Por em 15 de novembro de 2009

O excelente e-farsas divulgou em seu Twitter e confesso, foi chocante. Uma das imagens mais estimulantes do Open Source, a Garota Firefox, que tem rodado a Internet desde 2006 e é edificante o suficiente para fazer usuário de Mac mudar de lado (largar o Safari, pensou que fosse o quê?) é… FALSA.

Vejam a imagem de que estou falando:

Legal, não? Agora veja a imagem de Francesca Lee, modelo genérica de nus e segundo minha pesquisa atriz de filmes educativos.

Isso é uma coisa muito feia, só demonstra que o Firefox não conseguiu nenhuma usuária com nível de modelo para “vestir a camisa”. Nada contra Photoshop onde ele tem que ser usado, como capa da Nova, mas no caso acima só posso chamar de trapaça.

Depois dessa só dá pra dizer: CHUPA Firefox, vou ficar com as diabinhas do BSD, que são de verdade.

Para o link do site com o resto das fotos acima e a história completa, visite o e-farsas.

emInternet Software

28 mil ingleses ainda possuem TVs P&B

Por em 15 de novembro de 2009

Sim, em plena era da TV Digital, HDTV, Internet, etc, ainda existe gente com TVs monocromáticas.

Explicando: Muito tempo atrás, em um passado distante existia algo chamado… TELEVISÃO. A geração atual pode achar difícil de acreditar, mas não assistíamos nossas séries e programas na hora que desejávamos, éramos presos ao que as emissoras chamavam de… GRADE.

Emissoras eram entidades físicas que detinham um espaço de espectro e transmitiam programas. É, você não assistia CSI ou Big Bang Theory, você assistia um CANAL que passava aquele programa.

Os antigos monitores de vídeo, com receptores integrados de sinais de rádio eram chamados… televisores. Inicialmente nem coloridos eram, a imagem vinha apenas em tons de cinza, como na tela dos celulares de nossos avós. Qual um Modo XP do Windows 7, a televisão colorida precisou manter a compatibilidade com esse sinal, o que explica muito da patética qualidade das transmissões coloridas, seja em NTSC (Never The Same Color) ou mesmo o europeu SECAM (Something Essentially Contrary to AMerica).

Na Inglaterra, país conservador por natureza, a transição para o digital ainda levará tempo, o que significa que os 28000 aparelhos P&B existentes ainda serão bem usados. O que impressiona é que eles ainda funcionem, em nosso tempo de eletrônicos descartáveis, aparelhos com mais de 30 anos ainda inteiros são um feito.

Ah sim, a pesquisa não foi feita por amostragem, são dados precisos. Na Inglaterra existe uma taxa anual de uso de TV. Isso mesmo, cada aparelho é taxado em £139.50, ou R$400,00. E fiscalizam, rodam com vans pelas cidades detectando aparelhos ligados, se uma residência tem mais aparelhos do que declara, é multada.

Bem, pelo menos financia a BBC, se fosse aqui iria pro Datena…

Fonte: The Telegraph

Nota: Fuçando meu armário descobri que EU também tenho uma TV P&B, é uma daquelas miniatura, alimentada por pilhas, faz parte do kit de emergência que Sarah Connor ensinou que devemos sempre manter preparado.

emMiscelâneas