Mobile
Mobile
Digital Drops Blog de Brinquedo

Malaysia Airlines, vôo MH-17 — Perguntas e Respostas

Por em 21 de julho de 2014
naonaoehjpg

Essa imagem obviamente de Lost está sendo repassada como a do MH-17 da Malaysia Airlines. Não conseguimos imaginar como alguém é tão canalha assim.

No dia 17 de julho uma agência de notícias russa noticiou a queda de um avião de passageiros na Ucrânia, próximo à fronteira com a Rússia. Minutos depois a queda foi confirmada por sites como o FlightRadar24, que acompanha em tempo real vôos no mundo todo, e o respeitado AVHerald, que informou mais detalhes, como as coordenadas onde o Boeing 777-200ER parou de enviar sinais de transponder.

A violência do acidente, sem contato, aviso ou pedido de socorro trouxeram à mente de todo mundo com mais de 30 anos casos como o 747 de Lockerbie. Aviões não explodem no ar, a não ser quando há explosivos envolvidos. 298 pessoas morreram e o mínimo que se espera é saber o motivo.
continue lendo

emDestaque Destaques Geologia Hardware Miscelâneas Mundo Estranho

Quer cremar seus entes queridos? Tem uma app pra isso

Por em 18 de julho de 2014

dark-souls-150

As formas com que os humanos dispõem dos restos mortais de seus mortos são quase infinitas. Mesmo desconsiderando os inúmeros rituais, os passos práticos variam imensamente de cultura para cultura. Na Índia o corpo pode ser jogado no Ganges (não clique) ou cremado em uma cerimônia onde às vezes até a viúva pira e se joga na estrutura homônima. Alguns lugares praticam embalsamamento, em outros casos o enterro não é algo permanente, os jazigos não são perpétuos e as famílias se reúnem para exumar o defunto e transferir os restos para um ossário. É algo cruel e surreal de se ver (de novo, não clique).

No Tibet existe algo chamado “enterro aéreo”, que não, não envolve catapultas, mas o desmembramento do corpo, com direito a fatiar os órgãos e esmagar os ossos com pedras, misturando com farinha e leite. Em uma variação o corpo é disposto inteiro, depois que as aves de rapina deixam só os ossos eles são processados e viram ração de aves menores (preciso avisar?). Há toda uma explicação espiritual, mas o enterro aéreo é realizado por pura necessidade. O Tibet quase não tem árvores, o que inviabiliza cremação ou resomação, e a maior parte do país é pedra e montanha, não dá pra desperdiçar terreno com cemitérios.
continue lendo

emDestaques Hardware Medicina Software

Facebook não gosta de Pirocas

Por em 17 de julho de 2014

Dooku-Obsession5

E não é uma implicância específica. Se for Piroca o Facebook passa o facão. Foi o que aconteceu com a família de Nilmar Piroca, que descobriu que sua conta havia sido apagada. A família Fuck também vive esse problema, chegando a trocar a grafia online para FUC. Imagino que os Boquettes tenham dificuldades iguais.

A maioria desses nomes são estrangeiros, e não tem significados pitorescos, vide o aprazível recanto panamenho chamado “Boquete”, mas quando temos que lidar com um monte de idiomas fica meio impossível escapar. Isso é um problema por exemplo para o cinema. George Lucas bem que tentou mas os tradutores brasileiros de Star Wars tiveram que cortar um dobrado para adaptar nomes como Conde Dooku, Capitão Panaka e Mestre Jedi Sayfo Dias.
continue lendo

emDestaques Internet Web 2.0

IBM e Apple anunciam parceria

Por em 17 de julho de 2014
steve-jobs-ibm-finger

Steve Jobs aponta para a IBM

Houve um tempo, eu aprendi nos livros, em que Apple e IBM não poderia ser mais diferentes. Havia perigo na esquina e esse perigo era o monstro, a IBM, que dominava de forma monopolista o mercado. O sinal estava fechado para os jovens, até que uma geração de piratas ficou encantada com uma nova invenção, o microcomputador, e sem-querer querendo mudaram o mundo.

Essa nova paixão que uniu Gates, Jobs, Woz, Kapor, Sinclair, Jay Miner e tantos outros gênios quase não nasceu. O IBM-PC era pouco mais que um brinquedo nas mentes caretas dos engravatados da IBM, que só aceitaram o projeto dos doidos do centro de pesquisas de Boca Raton como uma espécie de agrado, e afinal nem custaria muito. Melhor deixar Don Estridge e seus 11 engenheiros felizes, apesar de iludidos. Todo mundo sabe que computadores são máquinas imensas que ocupam salas inteiras.
continue lendo

emApple e Mac Destaques Indústria

Engenheiro da Boeing que nunca viajou de avião desenvolve novo bagageiro

Por em 16 de julho de 2014

boeing-space-bins

Que conste nos autos que eu adoro viajar de avião. Minha única irritação são os anormais que não conseguem achar o lugar e vagam a esmo dentro da aeronave, e os idiotas apressados que 10 min antes do pouso já estão fazendo fila em pé no corredor. Raramente enfrento problemas com bagagens, pois ou despacho ou levo apenas uma mochila que cabe em qualquer canto. Outros viajam levando até o fogão.

Em teoria você tem direito a uma bagagem de mão. Na prática o pessoal viaja com mochila, bolsa, um sobretudo enorme e mala de mão só no nome. Aí brigam tentando achar espaço pra guardar isso tudo no bagageiro, pois não podem desperdiçar 5 intermináveis minutos pegando a mala no carrossel.
continue lendo

emDestaques Hardware Mercado Produtividade

Russos apresentam WALL-E do Mal

Por em 15 de julho de 2014

RIAN_02419729_top

Embora o primeiro robô a rodar na superfície de outro mundo tenha sido russo, nossos amigos vermelhos não são conhecidos por sua alta tecnologia. Tradicionalmente são excelentes em soluções pé-de-boi como a Soyuz, e na dúvida eles colocam mais motores, mais hélices, mais foguetes. Nada demonstra mais o espírito russo do que a grosseria que tentaram na Segunda Guerra, ao instalar 88 submetralhadoras Thompson na barriga de um avião.
continue lendo

emDestaques Hardware Robótica

Da série: excelente idéia que nunca funcionaria aqui

Por em 15 de julho de 2014

10eizw3

Na maioria do mundo civilizado as pessoas andam de carro, mas em algumas cidades europeias avessas à tecnologia a bicicleta acaba sendo uma das únicas opções. Aí entram os programas de aluguel subsidiado, uma idéia que pegou no mundo inteiro, inclusive no Brasil. Agora a cidade a experimentar o projeto é Copenhague, com o adicional de colocarem até tablets nas bicicletas, disponíveis pelo equivalente a US$ 4,50 a hora.
continue lendo

emDestaques Hardware Produtividade