Mobile
Mobile
Digital Drops Blog de Brinquedo

Microsoft publica nova versão do seu polêmico app do YouTube para Windows Phone

Por em 13 de agosto de 2013

microsoft_app_youtube_wp

É bem provável que você, leitor, se recorde da pequena grande confusão que houve em maio, quando a Microsoft lançou um app do YouTube para Windows Phone que, dentre outras coisas, permitia que o usuário baixasse os vídeos e, a cereja do bolo, bloquear os anúncios exibidos pelo serviço de vídeos do Google. Se não se recorda, há um resumo dela aqui no Meio Bit escrito pelo Gogoni.

Para a alegria dos usuários do WP, nesta terça-feira, a Microsoft finalmente lançou uma nova versão do app do YouTube. De acordo com a empresa, a nova versão pretende fornecer uma boa experiência aos usuários e que contempla “as preocupações expressas pelo Google”, dentre elas, a adição de anúncios e a remoção da possibilidade de se realizar downloads dos vídeos. Além disso, a nova versão passa a permitir que os usuários façam upload de seus vídeos, tornando o app mais útil. No anúncio, a empresa agradece o apoio dado pelo Google “para garantir que os usuários do Windows Phone tenham uma experiência de qualidade no YouTube” e que Microsoft continua “ansiosa para dar prosseguimento à parceria”.

Para mim, a primeira coisa que fica muito clara é a vontade da Microsoft de levar, aos usuários da sua plataforma móvel, os benefícios de alguns dos serviços do Google (mesmo que enfiando os pés pelas mãos). A segunda e mais estranha é o pouco caso que o Google continua fazendo com os usuários do concorrente do robozinho verde. Diferentemente do que faz com a Apple, quando, muitas vezes, libera novidades aos usuários do iOS antes mesmo do Android, a gigante das buscas parece estar pouco se lixando com os usuários da Microsoft. Decisão, esta, lamentável.

Fonte: Engadget.

emCelular Computação móvel Internet Software

Falha crítica no Android deixa o sistema propenso a roubo… de Bitcoins

Por em 11 de agosto de 2013
Laguna_Bitcoins

♩♬ “Money, money, money, money, money… Money!” ♪♫ (Crédito da figura: The Verge)

Nenhum sistema é perfeito, nenhum sistema de segurança é perfeito. Quando há interesse para encontrar uma falha no sistema, ela será encontrada. Se quem a encontrou terá condições de conseguir usufruir dela, são outros quinhentos.

Alguns sistemas, como aqueles que gerenciam esquemas canalhas como TelexFREE e BBOM até mereceriam ter as falhas expostas, mas o Android, o único dos experimentos com Linux que parece ter dado certo entre o grande público, não merecia sofrer com mais esta vulnerabilidade gravíssima e que pode arrancar dinheiro dos usuários.
continue lendo

emGoogle Segurança Software

MixBit, um app para edição de vídeos criado pelos fundadores do YouTube

Por em 8 de agosto de 2013

mixbit

O MixBit é um aplicativo de edição de vídeos para iPhone que pode produzir vídeos de curta e média metragem, ou seja, de alguns segundos até pouco mais de uma hora. O detalhe interessante é que ele foi criado pela Avos, empresa de Chad Hurley e Steve Chen, mais conhecidos por terem fundado o YouTube em 2005.

O funcionamento do MixBit é o mais simples possível, você toca na tela para começar a gravar, e os vídeos são salvos em pequenos clipes de 16 segundos, com um máximo de 256 clipes por vídeo. A edição é feita arrastando e soltando os clipes, e o resultado final pode ser compartilhado com a sua rede social favorita.

Embaixo de cada vídeo você pode ver uma timeline com todos os clipes usados. O objetivo do MixBit não é concorrer com o Vine, Instagram ou mesmo com o YouTube, e sim criar algo novo, cuja palavra chave é colaboração, pois é possível criar um vídeo simplesmente remixando clipes de outros usuários. Ao contrário do YouTube, todos os vídeos do MixBit são originais. Curioso para saber como fica a questão do copyright dos vídeos? Pois bem, essa parte chata o pessoal do MixBit deixou para o YouTube.

O app está disponível para iOS, e uma versão para Android deve ser lançada em breve.

Fonte: CNet

emMobile Software Software

Apple rejeita app que Google Play e Darwin aprovaram

Por em 8 de agosto de 2013

Charles-Darwin-1880-631

O nome do app é Send Me To Heaven, e não é, ao menos intencionalmente, uma aplicação facilitadora de suicídio, embora isso não esteja descartado durante sua utilização. É, na verdade, uma app que promove o Applecídio.

Se a idéia era criar um esporte pra retardados, o NASCAR chegou antes. Se o público-alvo é mais genérico, gente idiota com mais dinheiro do que bom-senso, acertaram em cheio. A coisa toda se resume a botar mais fé na Evolução do que na Gravidade, sendo que a segunda tem uma dianteira de uns 12 bilhões de anos.

Qual a lógica do jogo?

continue lendo

emApple e Mac Celular Google Mundo Estranho Software

Google anuncia Find My iPhone, só que pra Android

Por em 5 de agosto de 2013

bladerunner

Quando a Apple copiou descaradamente o sistema de notificações do Android um monte de gente reclamou. Usuários de Android indignados com a kibada, e macfags revoltados por serem obrigados a reconhecer que algo no Android presta.

Os usuários racionais adoraram, pois era uma solução elegante e que melhorou muito o iOS.

É o caso do Find My iPhone, serviço da Apple que permite que você acesse remotamente seu celular, envie mensagens, identifique no mapa onde ele está e, em último caso, apague completamente o bicho, evitando que estranhos tenham acesso a seus dados.

O Android não tinha nada parecido, mas agora isso vai mudar. Foi revelado no blog oficial que até o final do mês usuários de Android do 2.2 em diante terão acesso a uma ferramenta com as mesmas características do serviço da Apple.

Não é nada original? Tenho certeza de que o sujeito que teve o Android roubado cheio de fotos da namorada pelada está muito preocupado, e nem vai apagar remotamente a memória do bicho, em respeito à Apple…

emCelular Destaques Google Software

Instagram começa a banir posts feitos por apps genéricas do Windows Phone

Por em 30 de julho de 2013

O Instagram começa a partir de hoje a banir fotos tiradas por apps não-oficiais que existem no Windows Phone. Fiz alguns testes com o popular app Instance e comprovei que a imagem não aparece na versão web depois do upload, e também não é publicada ou no Twitter ou no Facebook.

WP_20130730_017

Com a sua incapacidade de trazer apps populares em outras plataformas, o Windows Phone acabou gerando um curioso nicho de aplicativos não-oficiais dos mais diversos. Existem centenas de clientes “genéricos” do Youtube, Vine, Google Maps, e muitos outros, pois esta lista vai longe. continue lendo

emMeio Bit Microsoft Mobile Software Software

iOS 7 beta 4 já está disponível, para alegria de desenvolvedores e destemidos

Por em 29 de julho de 2013

Já se encontra disponível a nova atualização (4) da versão beta do iOS 7, tanto para iPads quanto para iPhones, via download OTA. Logo de cara dá pra ver que agora há uma seta indicando a direção para destravar a tela inicial, ou seja, metade das reclamações mundiais sobre o iOS 7 já foram solucionadas!

Agora, vai!

Agora, vai!

Na descrição geral da Apple, é citada apenas a correção de vários bugs, mas dá pra ver que existem diversas novidades visuais, como no Safari, novos filtros na câmera, a transição das janelas da central de notificações arrastando para os lados e muitas outras coisas. E não foi desta vez que vimos mudanças nos ícones multicoloridos, concebidos pela sua santidade Jon Ive.

continue lendo

emApple e Mac Meio Bit Mobile Software