Mobile
Mobile
Digital Drops Blog de Brinquedo

Apps de terceiros com “insta” ou “gram” no nome estão proibidos, afirma Instagram

Por em 21 de agosto de 2013

Instagram

O que Tweetbot, Tweetcaster e Twitpic têm em comum? Exato, todos são serviços relacionados ao Twitter e que, por questões de marketing lógicas, utilizam parte do nome da rede social para atrair os usuários e se destacar entre uma penca de aplicativos. Obviamente, este tipo de comportamento não é restrito aos desenvolvedores que focaram no Twitter. Na verdade, é algo extremamente comum que vemos diariamente por aí.

No entanto, para a surpresa dos desenvolvedores, o Instagram começou e enviar mensagens aos desenvolvedores de aplicativos cujos nomes contam com “insta” ou “gram” pedindo, gentilmente, que os nomes sejam alterados para ontem (Corre! Corre!). Abaixo, a tradução (beeeem) livre da mensagem enviada pelo serviço ao desenvolvedor do Luxogram:
continue lendo

emComputação móvel Manipulação digital Software Web 2.0

Google Maps para iOS e Android agora com relatórios de trânsito em tempo real do Waze

Por em 20 de agosto de 2013

googlewazebuddies

A compra do Waze pelo Google deu seu primeiro fruto hoje, com uma ótima novidade, que vai ajudar os usuários a fugirem de problemas no trânsito. A primeira parceria dos times do Waze e do Google Maps são os relatórios de incidentes em tempo real no Google Maps do iOS e Android.

Quando os usuários do Waze relatarem os problemas como acidentes ou estradas interditadas para obras, eles irão aparecer no Google Maps, e vocë vai poder calcular o tempo para o destino baseado nestas informações. Essa ótima novidade vai funcionar no Brasil, e também na Argentina, Chile, Colômbia, Equador, Peru, México, Panamá, Suíça, Reino Unido, na Alemanha e nos Estados Unidos.

continue lendo

emDestaques Mobile Software Software

App “Rastreador de Namorado” foi bloqueado pelo Google. Agora, todo mundo pode pular a cerca!

Por em 19 de agosto de 2013

rastreador_namorado

O maior sucesso de todos os tempos da última semana, no que se refere a aplicativo para celular, foi, sem dúvida, o Rastreador de Namorado. O sujeito teve uma ideia brilhante: por que não dar, às almas gêmeas, aos casais de pombinhos completamente apaixonados, aos pares perfeitos, a chance de bisbilhotarem a vida de seus amados por temerem, seriamente, estarem recebendo um chapéu de touro de seus amores? Em um país em que se dá jeitinho para tudo, até mesmo para as puladas de cerca (quem nunc… oh wait!), o sucesso era garantido. Dezenas de milhares de usuários acessaram a lojinha de apps do Google para baixarem a solução para os seus medos em relação à infidelidade partidária do parceiro.

O funcionamento do aplicativo era simples. Você instalava no celular da pessoa amada sem que ela soubesse (afinal, se ela soubesse, ou não pularia a cerca, ou desinstalaria o app), inseria o seu próprio número de telefone e definia duas senhas: uma para localizar o celular e outra para ligações. Enviando um SMS com o código definido para saber a localização, o usuário receberia um outro SMS com um link para o local aproximado do usuário no Google Maps. Enviado o código para ligação, o aplicativo efetuaria uma ligação para o usuário para, ao atender, ouvir tudo o que se passa no recinto onde o traíra está. Se quisesse, ainda tinha uma caixinha para marcar e receber todos as mensagens de texto que o infiel receber (!?!?).
continue lendo

emGoogle Internet Software

Novo app do YouTube, lançado pela Microsoft, é bloqueado pelo Google

Por em 15 de agosto de 2013
App do YouTube para WP, desenvolvido pela Microsoft, não ficou dois dias no ar

App do YouTube para WP, desenvolvido pela Microsoft, não ficou dois dias no ar

Estava, há alguns minutos, pensando em como iniciar este texto, mas, como ainda não consegui parar de rir, vou começar assim mesmo.

Na última terça-feira, eu escrevi, aqui no Meio Bit, que a Microsoft havia relançado o app do YouTube desenvolvido por ela para a plataforma Windows Phone. No lançamento, a empresa afirmou ter trabalhado juntamente com o Google para que todas as diretrizes da gigante das buscas fossem atendidas e, assim, os usuários do WP finalmente pudessem desfrutar de um app “nativo” para ver os vídeos. Mas, aparentemente, a empresa não fez o dever de casa direitinho.

Nesta quinta-feira, o Google bloqueou o acesso da Microsoft à API do YouTube, tornando o app… bem, um app morto. De acordo com o que o The Verge conseguiu apurar junto ao Google, “a Microsoft não fez as melhorias necessárias na navegação para permitir uma experiência completa do YouTube e, em vez disso, lançou novamente o aplicativo do YouTube que viola os nossos Termos de Serviço”. Ainda de acordo com o Google, a decisão da empresa foi tomada pois a empresa valoriza “a nossa ampla comunidade de desenvolvedores e, portanto, quer que todos adiram às mesmas diretrizes”. A Microsoft, por sua vez, se limitou a confirmar o bloqueio e diz que está trabalhando para resolvê-lo.

Por que o Google bloqueou a Microsoft, mas não bloqueou o Facebook quando fez aquela lambança no Google Play? Por que a Microsoft não consultou o Google antes de lançar o raio da nova versão? Independentemente das respostas, o que ninguém pode negar é que, como sempre, o prejudicado acaba sendo o usuário.

Atualização: o The Verge conseguiu mais informações sobre a confusão envolvendo as duas empresas. Segundo o site, uma das imposições do Google era para que a Microsoft fizesse todo o app do YouTube utilizando HTML5 para dar, ao usuário, a mesma experiência de uso que há nos apps oficiais para Android e iOS (que, vale ressaltar, não são feitos em HTML5), mas a empresa do tio Bill diz ser impossível na atual plataforma móvel da Microsoft.

Resumindo, o Google faz exigências que sabe que a Microsoft não pode cumprir, ao mesmo tempo em que não disponibiliza o seu próprio app para WP. Interessante ver o descaso que a gigante das buscas tem que os usuários da Microsoft, atitude muito diferente da que tem com os usuários da Apple.

emCelular Computação móvel Google Internet Meio Bit Microsoft Mobile Software

Google+ para Android ganha integração com o Drive, melhorias no compartilhamento de localização e outras novidades

Por em 14 de agosto de 2013

google_plus_android_update

O Google começou a liberar, nesta quarta-feira, uma atualização para o aplicativo do Google+ para Android que traz excelentes novidades, principalmente para os usuários que precisam administrar perfis e páginas ao mesmo tempo, além de melhorias no sistema de compartilhamento de localização e integração com o Google Drive.

continue lendo

emCelular Computação móvel Google Internet Software

Microsoft publica nova versão do seu polêmico app do YouTube para Windows Phone

Por em 13 de agosto de 2013

microsoft_app_youtube_wp

É bem provável que você, leitor, se recorde da pequena grande confusão que houve em maio, quando a Microsoft lançou um app do YouTube para Windows Phone que, dentre outras coisas, permitia que o usuário baixasse os vídeos e, a cereja do bolo, bloquear os anúncios exibidos pelo serviço de vídeos do Google. Se não se recorda, há um resumo dela aqui no Meio Bit escrito pelo Gogoni.

Para a alegria dos usuários do WP, nesta terça-feira, a Microsoft finalmente lançou uma nova versão do app do YouTube. De acordo com a empresa, a nova versão pretende fornecer uma boa experiência aos usuários e que contempla “as preocupações expressas pelo Google”, dentre elas, a adição de anúncios e a remoção da possibilidade de se realizar downloads dos vídeos. Além disso, a nova versão passa a permitir que os usuários façam upload de seus vídeos, tornando o app mais útil. No anúncio, a empresa agradece o apoio dado pelo Google “para garantir que os usuários do Windows Phone tenham uma experiência de qualidade no YouTube” e que Microsoft continua “ansiosa para dar prosseguimento à parceria”.

Para mim, a primeira coisa que fica muito clara é a vontade da Microsoft de levar, aos usuários da sua plataforma móvel, os benefícios de alguns dos serviços do Google (mesmo que enfiando os pés pelas mãos). A segunda e mais estranha é o pouco caso que o Google continua fazendo com os usuários do concorrente do robozinho verde. Diferentemente do que faz com a Apple, quando, muitas vezes, libera novidades aos usuários do iOS antes mesmo do Android, a gigante das buscas parece estar pouco se lixando com os usuários da Microsoft. Decisão, esta, lamentável.

Fonte: Engadget.

emCelular Computação móvel Internet Software

Falha crítica no Android deixa o sistema propenso a roubo… de Bitcoins

Por em 11 de agosto de 2013
Laguna_Bitcoins

♩♬ “Money, money, money, money, money… Money!” ♪♫ (Crédito da figura: The Verge)

Nenhum sistema é perfeito, nenhum sistema de segurança é perfeito. Quando há interesse para encontrar uma falha no sistema, ela será encontrada. Se quem a encontrou terá condições de conseguir usufruir dela, são outros quinhentos.

Alguns sistemas, como aqueles que gerenciam esquemas canalhas como TelexFREE e BBOM até mereceriam ter as falhas expostas, mas o Android, o único dos experimentos com Linux que parece ter dado certo entre o grande público, não merecia sofrer com mais esta vulnerabilidade gravíssima e que pode arrancar dinheiro dos usuários.
continue lendo

emGoogle Segurança Software