Mobile
Mobile
Digital Drops Blog de Brinquedo

Campus Party Recife: Ean Schuessler ensina como “hackear” a sua cidade

Por em 21 de julho de 2013

Ean Schuessler no palco da Campus Party Recife

Ean Schuessler, co-fundador da consultoria Brainfood, e um dos colaboradores mais antigos do Projeto Debian, subiu ao palco da Campus Party Recife para uma palestra não técnica sobre Civic Hacking, ou como “hackear” a sua cidade para aumentar a transparência do governo usando sites, aplicativos, redes sociais e ferramentas de software livre. A palestra foi bem interessante, com vários exemplos de hacks (incluindo alguns físicos) criados por pessoas ou organizações que estão interessados em mudar ou melhorar o governo.

No final, o palestrante deu algumas dicas para quem quiser se aventurar em fiscalizar ou até mesmo criar seu próprio aplicativo, mas antes de mais nada, ele recomendou cautela: “Vamos dizer que você quer mudar o governo da sua cidade ou estado. É importante lembrar que os governos são como máquinas grandes e poderosas, e como todos sabem, é perigoso usar uma máquina assim, se você não sabe o que está fazendo.” Ele lembra que os governos mantém a eletricidade funcionando, as águas limpas, as estradas funcionais, os trens funcionando e protegem a população de criminosos (ou pelo menos deveriam fazer todas estas coisas), então se você vai interferir com isto, tenha certeza do que está fazendo, pois pode tornar tudo ainda pior.

O caminho para Schuessler é aproveitar a grande quantidade de dados que os governos produzem, o problema é que pelo seu volume, estas informações são complicadas de entender. Citando a frase “Linus Torvalds, “given enough eyeballs, all bugs are obvious”, ou seja, com um número suficiente de pessoas fiscalizando estes dados, fica mais fácil perceber fraudes, escândalos de corrupção, manipulação de eleições, mas para isso é necessário ter acesso as informações e saber como analisá-las.
continue lendo

emDestaques Mobile Open-Source Software Software

Chrome para iOS ganha histórico de navegação sincronizado e modo de tela cheia no iPad

Por em 18 de julho de 2013
Histórico sincronizado exibe, no iOS, todos os sites acessados pelo usuário

Histórico sincronizado exibe, no iOS, todos os sites acessados pelo usuário

Para quem utiliza mais de um dispositivo para acessar a Internet, sincronia é algo fundamental. Afinal, não é nada cômodo acessar um site no desktop e ter que lembrar o endereço dele no celular ou tablet, só porque o navegador não sincroniza tais informações. Se, assim como eu, você utiliza o Chrome como navegador padrão em todos os seus dispositivos, tem ao menos um iTreco e ativou a sincronia de informações entre eles, tenho uma boa notícia para você.

continue lendo

emGoogle Software

WhatsApp para iPhone ganha backup de conversas via iCloud e fica gratuito por tempo limitado

Por em 17 de julho de 2013

whatsapp_iphone_backup_icloud

Um dos aplicativos de comunicação instantânea mais utilizados no mundo, o WhatsApp implementou novidades bem interessantes na sua versão para iPhone. Com o lançamento da versão 2.10.1 nesta terça-feira, os usuários do celular da Apple passarão a poder enviar múltiplas fotos ao mesmo tempo, uma vez que, até então, somente poderiam enviar uma de cada vez.

Além disso, a nova versão ganhou uma funcionalidade bem interessante que promete dar mais segurança aos usuários. A partir de agora, o aplicativo passará a fazer backups das conversas diretamente no iCloud, permitindo que, em caso de perda ou roubo, o usuário faça uma restauração diretamente da nuvem da Apple.

Contudo, o mais interessante da atualização de hoje é o fato de que o app, que custa singelos US$ 0,99; ficou gratuito por um tempo limitado. Quem ainda não comprou e baixar o aplicativo agora, gozará da gratuidade eterna (?!). Só que quem comer mosca e deixar para comprar depois, passará a ter que pagar uma espécia de “assinatura” anual no valor de US$ 0,99 para utilizar o serviço, conforme explicado pela própria empresa. Contudo, ainda não foi divulgado quando a cobrança será iniciada.

Então, não perca tempo, clique aqui e baixe o WhatsApp para iPhone agora mesmo! :)

Imagem: Engadget.

emApple e Mac Software

Android vs. iOS, qual sistema é mais seguro?

Por em 16 de julho de 2013
Android vs. iPhone

Crédito da imagem: reprodução.

Com o crescimento do Android mundo afora, em grande parte capitaneado pela Samsung, e a constante perda de terreno do iPhone, é cada vez mais comum ver tentativas de defesa do iOS, muitas delas enfatizando a vantagem de um sistema proprietário, que em tese seria mais seguro. Até o vice-presidente de marketing da Apple, Philip Schiller, demonstrou o quanto entende do assunto ao dar mostras de que o lançamento do Galaxy S4 preocupava mais do que gostariam – ou deveriam – demonstrar, ao advertir sobre as questões de segurança do Android no Twitter.

Uns afirmam que o iOS é mais seguro por ser totalmente controlado pela Apple, e que o Android seria mais vulnerável por ter o código-fonte aberto. Outros afirmam exatamente o contrário, que por ser esmiuçado mundo afora, o Android seria mais seguro.

continue lendo

emSoftware

Lendo com os ouvidos

Por em 12 de julho de 2013

O recurso síntese de voz (TTS ou Text-to-Speech) não chega a ser novo, mas é impressionante a quantidade de pessoas que ignora completamente a sua utilidade.  Este, que a primeira vista pode parecer só um recurso de acessibilidade para deficientes visuais, pode ser usado também por pessoas normais, pois nem sempre é possível ficar manuseando o computador ou o celular para ler os feeds ou e-books. As vozes e os sintetizadores de voz melhoraram muito nos últimos tempos e o som, que continua sim um pouco robótico, já não incomoda tanto pois a voz tenta simular a entonação da leitura de acordo com a pontuação, por exemplo aumentando ou diminuindo o pitch no começo e no final da sentença.

Eu o uso principalmente no celular para “ler” e-books enquanto faço outras atividades como caminhar, dirigir ou até mesmo preparar o almoço. E funciona. No último mês eu “li” os três volumes da série Millenium dessa forma. Humm, eu fico escrevendo ler entre parênteses, puro preconceito meu, o nível de retenção das informações é igual, senão maior que a leitura propriamente dita. Então, temos esse recurso lindo e maravilhoso, como vamos usá-lo a nosso favor e diminuir a pilha de livros virtuais a serem consumidos? Como sou usuário Android (mordam-se macfags), vou me basear nele, mas os recursos e provavelmente até os programas podem ser os mesmos para outras plataformas.

Tela de configuração do Android, do SVOX Classic e  do download do pacote de voz em português.

Tela de configuração do Android, do SVOX Classic e do download do pacote de voz em português.

continue lendo

emAnálise Google Software Tutorial

Vine finalmente será lançado para o Windows Phone

Por em 11 de julho de 2013

Twitter-Stock-14

O Vine é uma ferramenta que permite fazer vídeos de até 6 segundos, e que tem rendido algumas pérolas circulando pela Internet. Do criativo ao completo nonsense, que é bem mais engraçado.

A coisa começou no iOS, no começo de junho o app foi lançado para o Android e agora também está chegando oficialmente para o Windows Phone.

Sim, eu sei que os vídeos do Instagram meio que acabaram com o hype do Vine, mas é justamente isso que pode fazer dele algo popular entre os usuários do sistema móvel da Microsoft, uma vez que não existe um cliente oficial do Instagram para a plataforma.

Apenas por curiosidade, os que mais chegam perto disso são o Itsdagram e o Instagraph, mas use por sua conta e risco.

continue lendo

emGeral Meio Bit Microsoft Mobile Software

Histeria do Dia: NSA incluiu spyware no Android? Spoiler: Não.

Por em 11 de julho de 2013

obamadomalopspleonasmofoimal

Resumo da História, se a gente ganhasse grana da Apple para falar mal de Android: a NSA, Agência-Vilã da vez, exposta pelo nerd fofoqueiro Edward Snowden espiona as telecomunicações de milhões de pessoas nos EUA e no resto do mundo. Governo e empresas negam ter conhecimento mas teriam se deitado com a NSA, permitindo acesso a seus dados.

Agora é comprovado que o sistema operacional Android possui componentes escritos pela NSA. O Google teria aceitado as inclusões e todo celular novo rodaria programas misteriosos, talvez copiando seus dados, talvez compartilhando suas fotos, etc, etc, privacidade, etc, homens de preto, bla bla Android malvado, Apple boazinha não permite isso, etc.

(pausa de 5 min esperando o depósito do Tim Cook. OK, não entrou. Expliquemos então)

continue lendo

emOpen-Source Software