Mobile
Mobile
Digital Drops Blog de Brinquedo

Meu Ibira é um guia para aproveitar o máximo do Parque Ibirapuera

Por em 28 de abril de 2015

meu_ibira

O app Meu Ibira é um guia completo e interativo do Parque Ibirapuera, um dos maiores pontos turísticos e de lazer da cidade de São Paulo. O programa inclui um mapa, mas na verdade vai além disto, mostrando todas as atividades que estão acontecendo a cada momento, dividas em várias categorias como esporte, bem-estar, cultura, brincadeiras, natureza e gastronomia, entre outros.

Eduardo Brandini, gerente de comunicação da Globo para São Paulo, diz que o app é “um presente dos 50 anos da Globo para São Paulo, e um projeto para valorizar o Parque do Ibirapuera”, que completou 60 anos em 2014. O app foi criado em cima de uma pesquisa que mostrou tudo o que existe no parque, e inclui desde cursos de jardinagem e astrofísica até dezenas de exposições.

A mecânica permite que o usuário crie uma agenda de eventos, marcando o que já fez e o que ainda quer fazer, e o app monta uma timeline na qual você pode conferir as atividades dos seus amigos ou de todos os que estão usando o programa. Os usuários podem incentivar os outros a completarem as tarefas, e também podem adicionar novas atrações, destaques ou desafios. Também existe uma seção dedicada aos desafios que você pode realizar no parque, como encontrar pontos interessantes do parque, incluindo a lápide de um cachorro que foi enterrado antes mesmo do parque ser inaugurado, ou achar o banco do Central Park, um presente do prefeito de Nova York para o Ibirapuera.

A agenda será atualizada todas as semanas, incluindo destaques como o dia das mães em maio e as férias escolares em julho. Nas próximas versões, o app vai ganhar notificações para avisar os usuários sobre os eventos do seu interesse.

O app Meu Ibira foi lançado pela Globo SP no sábado passado, e já teve mais de 40 mil downloads, com divulgação no programa SP TV. O app está disponível para iOS ou para Android.

O autor viajou pra SP a convite da Rede Globo.

emAndroid e Linux Apple e Mac Software

Grooveshark pode morrer em US$ 736 milhões por violação de copyrights

Por em 28 de abril de 2015

grooveshark

O Grooveshark foi uma sensação quando foi lançado anos atrás. O serviço de streaming estava bem à frente de seus concorrentes, era gratuito (com uma modalidade paga não muito salgada) e permitia que os próprios usuários subissem seus MP3s para o site. Claro que isso não daria certo: ele foi processado por diversas gravadoras e devidamente chutado do iOS e Android, por infração de copyrights.

continue lendo

emÁudio Música Software

Seu Android pode estar acessando pr0n sem você saber

Por em 28 de abril de 2015

android-pr0n

Sempre desconfie daquilo que você instala em seu smartphone, ainda mais se ele for um Android. Não é tiração de sarro, é verdade: os critérios de avaliação do Google nunca foram tão bons, o que acaba por permitir uma enxurrada de apps maliciosos tomando a Play Store.

Só que uma coisa é torcer o nariz para apps que copiam aqueles não presente de forma oficial na loja do robozinho, e outra é cair na cilada de aplicativos clonados. E isso é mais comum do que pensamos.

continue lendo

emAndroid e Linux Internet Segurança Software

Zensors converte seu Android velho num monitor de ambientes

Por em 24 de abril de 2015

zensors

Que tal dar uma utilidade muito legal para aquele Android velho que está esquecido no fundo de sua gaveta? Um grupo de pesquisadores da Universidade Carnegie Mellon está desenvolvendo um app chamado Zensors que transforma seu smartphone encostado num aparelho pronto para mapear ambientes.

continue lendo

emAndroid e Linux Computação móvel Planeta Sem Fio Software

O Google Maps está virando parede de banheiro público?

Por em 24 de abril de 2015

android-apple

Que Apple e Google vivem trocando farpas não é novidade nenhuma. A rivalidade entre as empresas é até de certa forma incentivada por seus cabeças, vide o que Tim Cook pensa do Android. Só que uma coisa é cutucar o adversário criticando funcionalidades, questões de segurança e etc. e outra é bancar o aluno de quinta série, seja a empresa ou seus “fãs”.

continue lendo

emApple e Mac Destaques Google Internet Software Web 2.0

A outra Nokia estaria interessada em vender sua divisão HERE Maps para a Apple

Por em 22 de abril de 2015

Laguna_Apple_Nokia_HERE_Maps

Grandes aquisições exigem grandes sacrifícios. Embora a outra Nokia esteja bem saudável a ponto de poder comprar sua rival em infra de telecom e planejar para o final de 2016 um retorno aos smartphones (Android?), há um setor da empresa que não está nada bem financeiramente: a divisão de mapas.

Embora a finlandesa já desenvolvesse sua própria tecnologia de mapas desde 2001, em 2008 houve a aquisição da NAVTEQ e assim o estabelecimento do Ovi Maps. Foi um negócio de US$ 8,1 bilhões à época. Em 2011 a aquisição foi completada e o nome da divisão mudou para Nokia Maps. Logo depois, durante os negócios com a Microsoft, virou HERE Maps.

Problema: aqueles oito bilhões de dólares hoje representam ativos de apenas € 2 bilhões, segundo a própria Nokia Oyj. Se você gasta US$ 16,6 bilhões para comprar a Alcatel-Lucent, vender uma divisão deficitária para cobrir parte do investimento parece boa ideia.
continue lendo

emApple e Mac Destaques Software

Assim como o Orkut, Hangouts pode nadar e morrer na praia

Por em 22 de abril de 2015

hangouts_naufragando

Em um passado não muito distante, vimos o que acontece quando uma grande empresa domina uma determinada área sem ser importunada por concorrentes que, ao menos em um primeiro momento, demonstrem poder quebrar a sua hegemonia. Obviamente que estou falando do Orkut.

Mesmo vendo um de seus produtos mais populares (no Brasil) indo da glória ao fracasso, o Google parece não ter aprendido muito com a derrocada da rede social e continua ignorando concorrentes diretos de alguns de seus serviços, como, especificamente no caso deste texto, o Hangouts.

continue lendo

emDestaques Google Software VoIP Web 2.0