Mobile
Mobile
Digital Drops Blog de Brinquedo

Cortana: o Google Now do Windows Phone, só que melhor!

Por em 2 de abril de 2014

cortana670

Hoje a Microsoft apresentou seu serviço de assistência pessoal da futura versão do Windows Phone. Trata-se de um software que reconhece comandos de voz e ajuda o usuário com diversos recursos personalizáveis.

Para delírio de muitos fãs de Halo, sim, o computador por trás desta inteligência artificial será a Cortana.

Para quem não está familiarizado com a moça, trata-se de um personagem fictício, presente nos jogos Halo: Combat Evolved e suas sequências Halo 2, Halo 3 e Halo 4.

Quem dá a voz à Cortana é a atriz Jen Taylor, que já participou também de Left 4 Dead e interpretou os diálogos da Princesa Peach, Toad e a Toadette em vários jogos do Mario, além de papéis de Puck, Lina, Windranger e Medusa em Dota 2.

continue lendo

emComputação móvel Destaques Google Microsoft Software

Atualização leva Viber Out ao Windows Phone 8

Por em 2 de abril de 2014

viber

Uma das reclamações mais corriqueiras que vejo partindo dos usuários de Windows Phone é a falta de aplicativos para o sistema. Quando há, em muitos casos, são versões capadas de recursos. Por curiosidade, quando o Viber anunciou as ligações gratuitas para qualquer telefone fixo do Brasil e, depois, ligações para qualquer telefone dos Estados Unidos, o número de usuários que perguntavam, no Twitter, quando seria possível realizar as chamadas utilizando o WP, era impressionante. Hoje, finalmente, eles receberam uma boa notícia.
continue lendo

emComunicação Digital Internet Software VoIP

Google estaria exigindo o logo do Android nos novos smartphones

Por em 30 de março de 2014
Laguna_Galaxy_S5_Android_Splashscreen

Galaxy S5 na MWC 2014 (Crédito: Android Central)

O que faz de um smartphone um Android? Bom, é óbvio que ele tem que usar no mínimo o AOSP, os drivers do hardware propriamente dito e os aplicativos compatíveis com o tal kernel.

Um smartphone Nexus, por exemplo, serve de vitrine para o GMS — Google Mobile Services — pacote de aplicativos e APIs do Google, sendo o Google Play Store o de maior destaque e interesse entre os desenvolvedores Android.

A maioria dos fabricantes de smartphones Android incluem modificações e aplicativos próprios, além de crapware software das operadoras de telefonia celular, mas não deixam de incluir o GMS por acordos com o Google. Amazon e Nokia, pelo contrário, preferem trocar os serviços Google por pacotes que incluam suas lojas e serviços exclusivos de seus aparelhos.

A mais recente novidade entre os dispositivos Android foi notada graças à splash screen de novos smartphones como Nexus 5, HTC One M8 e Galaxy S5. É o clássico logotipo “Powered by Android” lá do Nexus One, que agora é exigido das fabricantes de novos smartphones Android que queiram ter acesso a serviços Google como a lojinha de aplicativos.

Tal inclusão do logotipo tem seu próprio conjunto de diretrizes do Google e o “Powered by Android” deve estar presente na tela de boot para que os fabricantes tenham acesso ao Google Play Store em novos dispositivos.
continue lendo

emDestaques Google Linux Mercado Open-Source Software

Twitter adiciona marcação de pessoas e upload de 4 imagens por tweet

Por em 27 de março de 2014

Twitter

Na última terça, comentei, aqui no MeioBit, sobre as mudanças e rumores de mudanças que envolvem o Twitter na tentativa de manter a rede social em evidência e mais fácil de ser utilizada por novos usuários. Na hipótese hipotética de o serviço, de fato, mudar algumas das suas principais características, a sua essência se perderá.

Em mais um passo no sentido de ficar mais parecido com outros serviços, o Twitter anunciou, nesta quarta-feira, que os usuários passarão a poder marcar até dez amigos nas fotos enviadas ao serviço. O processo é similar ao do Instagram, sendo necessário apenas que o usuário selecione o amigo na foto, localize a arroba desejada e finalize.
continue lendo

emComunicação Digital Destaques Internet Software Web 2.0

Instagram chega a 200 milhões de usuários e tenta se desligar do Foursquare

Por em 26 de março de 2014

Instagram

Há alguns serviços que têm um cunho social, mas que eu reluto em considerar uma “rede social” propriamente dita. Dois exemplos que uso com frequência é o YouTube e o Instagram. O primeiro, claro, uso há muitos anos, mas raramente deixo comentários ou dou um joinha. Já o Instagram, comecei a utilizar mesmo no começo desse ano (apesar de já ter um perfil há algum tempo) e gostei muito do serviço. É um tal de curtir foto daqui e deixar comentário dali que me viciaram (ainda no bom sentido). E, aparentemente, dezenas de milhões de outros usuários estão em uma situação parecida com a minha.

Ontem, em seu blog, o pessoal do Instagram resolveu compartilhar alguns números sobre o serviço social. De acordo com os números, atualmente, nada menos que 200 milhões de pessoas compartilham fotos e vídeos “a cada mês”, apesar de eu desconfiar que tal número não seja relativo aos usuários ativos, mas, sim, ao total. Nos últimos meses, houve um crescimento de 1/3 no número de usuários, que somavam apenas 150 milhões. Já em número de publicações, bem, esse é bem grandioso. Desde a criação do serviço, em 2010, 20 bilhões de imagens já foram compartilhadas.

Diferente do que tem ocorrido com o Facebook, que perdeu o fôlego e tem crescido bem menos do que antes, o crescimento contínuo do Instagram (comprado por Markinho em 2012) está fazendo com que o Facebook repense algumas estratégias. Depois de comprar o WhatsApp para colocar, sob as suas asas, os usuários que estavam migrando da rede social para o IM, a empresa está de olho nos usuários que utilizam a opção de localização embutida no Instagram, que é fornecida pelo Foursquare.
continue lendo

emComputação móvel Comunicação Digital Internet Software Web 2.0

Google Now finalmente chega ao Chrome, mas só no Windows e OS X

Por em 25 de março de 2014

google-now

O que seria, dessa indústria vital chamada Internet, se não fosse pelos rumores. Alguns se tornam realidade. Outros… bem, deixa para lá. Há quase um ano, no finalzinho de abril, o Gogoni escreveu, aqui no MB, sobre a possibilidade de o Google Now chegar ao desktop e aos dispositivos com iOS. Praticamente uma utopia, mas, em ambos os casos, os rumores se tornaram realidade.

Pouco dias depois de o Ronaldo ter dado (ui!) a notícia sobre o rumor, o app do Now apareceu na App Store. Já no começo desse ano (antes do Carnaval, acredite!), a Siri do Google começou a aparecer nas versões Dev do Chrome com quase um ano de atraso. Desde então, muitas melhorias foram feitas na nova opção até que, nesta segunda-feira, o Google anunciou oficialmente que o assistente virtual começaria a ser disponibilizado a todos os usuários ao longo das próximas semanas (Google sendo Google). Em uma postagem no Google+ (ninguém usa aquilo, só a empresa, alguns funcionários e eu), a empresa anunciou a novidade:
continue lendo

emApple e Mac Computação móvel Comunicação Digital Google Internet Microsoft Software Web 2.0

Google lança app Photowall para Chromecast

Por em 25 de março de 2014

photowall_ios

Como parte do Chrome Experiment, o Google anunciou, nesta segunda, o lançamento do aplicativo Photowall para o Chromecast. Com vesões disponíveis para Android e iOS, além de uma extensão para o navegador Chrome, o novo app permite que todas as pessoas que estejam em um mesmo ambiente compartilhem, através do Chromecast, fotografias tiradas no local.

O funcionamento é simples. As pessoas instalam o app, localizam o Chromecast na rede e, em seguida, começam e enviar as imagens para lá. O tio do pavê poderá, por exemplo, fazer desenhos nas imagens ou escrever “e as namoradas?” na foto do sobrinho para, em seguida, fazê-lo passar vergonha diante de toda a família ou amigos.

No final da festa, depois que todos já enviarem dezenas ou centenas de imagens, o aplicativo ainda faz o favor de gerar um belo de um vídeo e, sozinho, enviar para a conta do usuário via YouTube. Depois, bastará compartilhar o link com todos os presentes para que todos possam ter uma bela lembrança do evento. Dá uma olhada no vídeo abaixo:
continue lendo

emApple e Mac Google Internet Software Web 2.0