Mobile
Mobile
Digital Drops Blog de Brinquedo

Boato infundado e idiota do dia: a Apple vai matar o conector de headphone

Por em 12 de junho de 2014

EU SEI.

Quando as primeiras empresas de iluminação começaram a vender lâmpadas cada uma tinha um bocal diferente. Isso de hoje em dia, com tudo intercambiável simplesmente não existia. Dispositivos elétricos como rádios vinham com baterias proprietárias, e até hoje fabricantes de impressoras fazem de tudo para prender o consumidor aos insumos da empresa.

Algumas vezes um formato é tão bem-sucedido que todo mundo acaba tendo que se render, vide os plugs RCA, ainda presentes em qualquer equipamento eletrônico de áudio e vídeo. Não é fácil se livrar de um legado desses.

Veja por exemplo a Placa-Mãe MAXIMUS VI EXTREME da Asus. É um avião, uma monstruosidade. Vem com painel externo de Overclock, SPDIF, HDMI, Display Port e uns botões que nem sei para quê servem.
continue lendo

emAcessórios Apple e Mac Áudio Vídeo Fotografia Opinião

Windows Phone 8.1 → agora com gerenciador de arquivos

Por em 5 de junho de 2014

xtreee

Quando o Windows começou a se estabelecer como interface gráfica muita gente continuou (e isso é válido até mais ou menos semana passada) com um ícone apontando para um programinha DOS nesse programa aí em cima.

O xTree, nas mãos de um usuário habilidoso, permitia que você gerenciasse arquivos com mais facilidade do que qualquer Explorer do Windows 3.0 ou Finder do OSX Yosemite ou anterior.

Com o tempo, claro, ele caiu em desuso. Nossa necessidade de gerenciar arquivos individualmente foi diminuindo, e nos smartphones praticamente nunca existiu. Mesmo assim uma minoria barulhenta EXIGE gerenciamento de arquivos no Windows Phone, no iOS e no Android. 
continue lendo

emCelular Microsoft Opinião Software

A razão que ainda me faz rejeitar o Surface

Por em 28 de maio de 2014
Laguna_Suface_Pro_1

Primeiro Surface Pro, com a finíssima Type Cover sem resposta tátil (Crédito: The Verge)

Quando o primeiro Surface Pro foi anunciado, o tio Laguna até então desejava um tablet ou outro PC tão pequeno quanto o Eee PC 701, netbook que ele tinha à época. Antes daquele momento, eu estava mais inclinado a comprar um iPad mini que no máximo era apenas boato lançado de facto pela Apple no final daquele ano. Mesmo suspeitando que seria bem caro, desejei bastante aquela máquina da Microsoft.

Pois bem, uns meses depois veio a pancada no bolso: a Microsoft anunciou em 899 dólares a versão do Surface Pro com SSD de 64 GB. E só vinha com a caneta, pois o teclado Type Cover (em duas versões de plástico, uma finíssima sem resposta tátil e outra mais normal) tinha que ser comprado à parte por até US$ 130. Desencanei.

Veja bem: eu precisava mais do Surface-notebook que do Surface-tablet. Nem reclamei pelos apenas 64 GB no SSD (ou os 4 GB de RAM), mas a Microsoft empurrar um teclado de plástico adicional por mais US$ 130, mais ou menos o preço que paguei no Eee PC 701, era algo um tanto surreal para mim. Quem a Microsoft pensa que é, a Apple?
continue lendo

emHardware Mercado Microsoft Opinião

Nexus 4 hands-off (ou a crônica de um smartphone levado ao limite)

Por em 24 de abril de 2014
2014-04-24 14.33.16

Você já viu dias melhores, não é Nexus 4?

O que sobra de um smartphone depois de ser usado e abusado durante um ano? Entre situações corriqueiras como quedas, arranhões e pancadas (e outras nem tanto: banho de cerveja e atropelamento) em que estado o Nexus 4 ficou depois de servir fielmente como o celular principal de um sujeito lambão, desastrado e sem um pingo de respeito pelo eletrônico mais querido por nove entre dez geeks?

Ano passado o  já tinha feito um hands-on deliciosamente detalhado sobre a experiência dele ao substituir o iPhone por um Nexus 4. Basicamente o uso diário deste smartphone é o que ele relatou por lá, mas algumas coisas mudaram na minha vítima no meu exemplar durante o percurso.
continue lendo

emArtigo Celular Hardware Opinião

Considerações sobre a selfie da Ellen, Samsung, iPhone, Oscar e o Twitter

Por em 3 de março de 2014

BhxWutnCEAAtEQ6_670

Existem algumas disputas no mundo atual que já duram alguns anos. Conflitos no Oriente Médio, Estados Unidos contra a Al Qaeda no Iraque, ataques religiosos na Nigéria, Russia e Ucrânia, Coreia do Norte contra a Coreia do Sul e fãs da Apple contra fãs de Android.

Assim como muitas destas investidas citadas acima, a guerra entre a maçã e o robô já dura alguns anos. Eu venho escrevendo sobre isso há pelo menos meia década.

Ontem aconteceu o Oscar e, como o Laguna já disse aqui, a Ellen DeGeneres levou o prêmio de melhor selfie e ainda bateu o recorde de bilheteria no Twitter.

Isso porque a apresentadora aprontou várias confusões na cerimônia, tirando uma selfie individual, inicialmente, mas depois juntando esse povo todo da foto acima para uma foto coletiva, feita com um Galaxy Note 3 e um logo gigante da Samsung explodindo na tela de milhares (1 bilhão?) de expectadores.

continue lendo

emDestaques Entretenimento Opinião Planeta Sem Fio Web 2.0

Sobre o fim do GdH: que Deus guie bem teu caminho, Morimoto-sensei!

Por em 2 de março de 2014
Laguna_Equipe2005_ForumPCs

Equipe do FórumPCs em 2005 (Crédito: Flávio Xandó)

Há um ano e três meses, morria o FórumPCs: ele foi o primeiro sítio eletrônico focado em tecnologia que o tio Laguna acompanhou, foi lá que conheci o Digital Drops e, por causa deste, o MeioBit. Foi no FórumPCs que conheci os textos de muita gente interessante como o meu conterrâneo Luis Sucupira, o mestre Benito Piropo, o Alexandre Ziebert, a Elis Monteiro, o Flávio Xandó, o Julio Preuss, entre outras pessoas que escreviam (enormes!) textos excelentes sobre hardware de computadores e outros assuntos relacionados que interessavam muito a nós, uma espécie em extinção: o micreiro.

Dez ou mais anos atrás, nós entusiastas de hardware fazíamos questão de montar nossos próprios computadores pessoais desktop e, para isso, era mais interessante que necessário termos noções de eletrônica embora a tecnologia já fosse integrada o bastante para que, em qualquer problema que surgisse, fosse considerada apenas a troca da peça defeituosa, como uma placa-mãe, por exemplo. Portais como o FórumPCs nos mantinham a par do que havia de mais moderno nesse nicho. Um nicho que contava com boa concorrência. Um desses concorrentes teve anteontem o mesmo fim do FórumPCs. Estou a falar do Guia do Hardware, fundado pelo Carlos Eduardo Morimoto.

Houve uma época em que o tio Laguna era bastante curioso sobre o mundo GNU/Linux, uma época em que eu admirava aqueles que eram capazes de “compilarem seus próprios sistemas do zero”. Morimoto-sensei era um desses desbravadores. Com a ajuda de colaboradores bem competentes, Morimoto desenvolveu a mais famosa e, talvez, a melhor distribuição Linux brasileira, o Kurumin. Numa época em que eu tinha BASTANTE tempo livre, investi meu tempo e paciência para tentar me livrar das “garras mercenárias da Microsoft” e o Kurumin foi minha porta de entrada para aquele mundo livre e cheio de unicórnios do Debian, onde eu pagaria um preço justo pelo software. Se fosse de graça, melhor ainda, mas paguei pelos CDs do Kurumin à época.
continue lendo

emArtigo Blog Destaques Hardware Linux Mercado Open-Source Opinião Web 2.0

Segundo Tim Cook, a venda da Motorola foi uma atitude sensata do Google: “os tablets eram ruins mesmo”

Por em 9 de fevereiro de 2014

Laguna_TimCook_WWDC13

O mês de janeiro terminou com uma bela bomba: o Google vendeu boa parte da Motorola para a Lenovo. O gigante das buscas ficou com as patentes e as equipes mais suculentas, deixando a parte de hardware para a chinesa.

No quarto programa Sala da Justiça, a maior parte da equipe MeioBit concordou com tal movimento do Google pois beneficia tanto os parceiros Android (Samsung, LG, Sony, HTC, entre outros…) quanto a própria Lenovo, que automagicamente ganha espaço no mercado ocidental de smartphones com uma marca forte.

E não estamos sós: o todo poderoso CEO da Apple, Tim Cook, disse em entrevista que o Google também não estava lá muito comprometido com a Motorola Mobility, basicamente um relacionamento aberto ou uma amizade colorida que só dura enquanto se procura a parceria ideal. Nas palavras dele:
continue lendo

emApple e Mac Destaque Google Indústria Opinião