Mobile
Mobile
Digital Drops Blog de Brinquedo

Facebook apagando perfis de índios por causa de “nomes inventados”

Por em 18 de outubro de 2014

Screenshot - 17_10_2014 , 18_10_59

Há consenso entre historiadores: sempre que uma cultura tecnologicamente mais avançada faz contato com uma que esteja mais atrasada, ela tende a tomar no roscofe. Foi assim com os incas, astecas e os espanhóis, com nossos índios e portugueses, com os povos nativos norte-americanos e os ingleses, e com Brasil × Alemanha em 08/7/2014.

No caso dos índios americanos por mais malvados que fossem (dica: não, não eram) hoje basicamente todo mundo que não é um racista total reconhece que foram tungados. O Governo dos EUA repetidas vezes ignorou tratados de paz quando descobriam ouro em terras indígenas, e era comum e oficial oferecer recompensa por escalpos. Nesse tempo todo a única vingança dos índios tem sido mandar fuzileiros pras áreas com mais soldados japoneses, tirar dinheiro de brancos idiotas nos cassinos e não avisar aos compradores do terreno que ali havia um cemitério indígena.
continue lendo

emDestaques Internet Mundo Estranho Web 2.0

CAVEAT EMPTOR: tablets Windows por US$ 65,00

Por em 15 de outubro de 2014

0

Na vida como no futebol quem não faz, leva. Reza a lenda que o Surface Mini foi cancelado momentos antes do evento de lançamento do Surface 3. Aparentemente nosso indiano preferido decidiu não diversificar em formatos. Pois bem, os chineses discordaram e estão lançando todo tipo de tablet Windows.

Mais ainda: Batendo mais pregos na tampa do caixão do Windows RT, os tablets rodam Windows 8.1 full, completo, total.
continue lendo

emHardware Microsoft Mundo Estranho Planeta Sem Fio

Comissários querem que passageiros parem de usar gadgets durante pousos e decolagens

Por em 14 de outubro de 2014

jetblue-first-wifi

Como comprovado por extensivas pesquisas da FAA e milhões de horas de vôo de celulares e iPads que a gente esquece de desligar já comprovaram, celular não derruba avião. Eu sei, há empresas que chilicam até com Kindles, já me mandaram desligar um como se eu estivesse com aquela maleta do Airplane 2. O problema é que as mesmas empresas que tratam seu celular como se fosse um artefato nuclear querem ele ligado e gastando seu dinheiro, se o avião estiver equipado com serviço de telefonia.

Nos EUA a FAA já relaxou as restrições a ponto de liberar o uso de gadgets mesmo durante pousos e decolagens. Quem não gostou foram os comissários e comissárias de bordo, por motivos que chegam a dar até peninha.
continue lendo

emDestaques Miscelâneas Mundo Estranho

Multitasking é anti-produtivo? Só se você for velho

Por em 13 de outubro de 2014
asm-v1-03

Dr. Octopus já fazia multitasking 51 anos atrás, antes de ser mainstream

Fato: o mundo está ficando cada vez menor e a informação viaja cada vez mais rápido. O tempo, esse nosso velho inimigo é implacável e não são raras as vezes em que somos pegos tendo que fazer várias funções e tarefas ao mesmo tempo, seja para otimização do parco tempo que temos ou porque o trabalho assim exige.

Nós que viemos de um mundo analógico ainda não nos acostumamos ao multitasking, mas uma recente pesquisa aponta que não só os jovens que usam vários devices ao mesmo tempo conseguem dar conta disso, como fazê-los focar em apenas uma tarefa por vez acaba por reduzir a produtividade, e não o contrário como geralmente ocorre com a maioria.

continue lendo

emMedicina Mundo Estranho Produtividade Telecom

No futuro, poderemos ter biobaterias movidas a suor

Por em 1 de outubro de 2014

Tatuagem com biossensor para conversão de suor em energia.

Basta colar uma pequena tatuagem temporária em seu braço e ela funcionará como uma biobateria transformando uma substância do seu suor em eletricidade. Durante a atividade física intensa, o corpo ativa um processo chamado glicólise para quebrar a glucose do sangue e produzir mais energia, gerando lactato no sangue e suor, ao mesmo tempo.

No ano passado, pesquisadores da Universidade da Califórnia em San Diego (UCSD) divulgaram um sensor impresso em uma tatuagem temporária que, quando aplicado sobre a pele, é capaz de monitorar continuamente os níveis de lactato, uma substância resultante do suor. Esse estudo foi realizado para melhorar a forma como os médicos verificavam os níveis de lactato dos atletas profissionais, pois até agora monitorar a substância é um procedimento invasivo e trabalhoso que envolve a coleta de sangue para análise em momentos diferentes durante o exercício.

Agora, de acordo com o artigo na Angewandte Chemie, a equipe de pesquisa desenvolveu uma tecnologia para criar uma biobateria que é alimentada pela transpiração e pode levar a eletricidade gerada a pequenos dispositivos eletrônicos. Nesse adesivo sobre a pele, há um sensor flexível contendo uma enzima que retira elétrons do lactato, atuando como ânodo, e os leva para o cátodo, que contém uma molécula que recebe esses elétrons, gerando energia elétrica.
continue lendo

emEnergia Hardware Mundo Estranho Novos Materiais

O pesquisador da Sony que quer tornar Neuromancer real

Por em 29 de setembro de 2014

neuromancer

Imagine um mundo em que você pode ver, ouvir e até sentir as mesmas experiências de outra pessoa, diretamente. Como se você estivesse lá tocando, interagindo. Dentro da mente de outra pessoa, como um mero espectador mas experimentando as mesmas sensações. Se soa Neuromancer demais para você, saiba que Jun Rekimoto pensa da mesma forma. Tanto que o pesquisador da Sony está trabalhando para tornar o mundo das obras de William Gibson real.

continue lendo

emÁudio Vídeo Fotografia Computação móvel Destaques Hardware Internet Mundo Estranho Planeta Sem Fio Software Telecom Web 2.0

Facepalm do Ano: teentardados dobrando iPhones em lojas da Apple

Por em 29 de setembro de 2014

fullretard

Na falta de grandes causas os jovens de hoje se revoltam com bobagens como sistemas operacionais e modelos de videogames. Chega a ser divertido acompanhar a fúria e indignação quando a Microsoft ou a Sony ou a Nintendo anunciam um novo console. Mesmo com o ridículo discurso político pseudoanarquista do Software Livre tendo saído de moda (alguém descobriu que a Red Hat vale mais de 3 bilhões de dólares) o fanboyismo não morreu.

Com a Microsoft longe de liderar o mercado de telefonia móvel, odiá-la não tem graça, então o alvo é a Apple. Fanboys de Android (principalmente) vociferam como se as pessoas fossem obrigadas a comprar iPhones. Como bons políticos brasileiros passam mais tempo falando mal do adversário do que mostrando o que têm de bom.
continue lendo

emApple e Mac Destaques Hardware Mundo Estranho