Digital Drops Blog de Brinquedo

Streaming? MP3? No Japão quem reina ainda é o CD

Por em 23 de setembro de 2014

cds

Enquanto que na maioria do mundo, mesmo por aqui o consumo de música digital esmagou e vilipendiou o CD, ironicamente o contrário acontece no Japão: o país conhecido por viver 250 anos no futuro devido aos avanços que costumam vir de lá (junto com algumas bizarrices, é verdade) ainda é um ávido consumidor de mídias de música físicas, mas ao contrário do que possa parecer isso não ocorre porque os cidadãos locais não gostam do MP3 simplesmente.
continue lendo

emÁudio Vídeo Fotografia Comunicação Digital Entretenimento Internet Web 2.0

Microsoft facilita acesso gratuito do Office 365 para Estudantes

Por em 23 de setembro de 2014

office-365

A Microsoft está fazendo de tudo mesmo para garantir que seus produtos estejam presentes nos computadores e dispositivos do maior número de usuários possível: tanto que está facilitando a vida de alunos de escolas e universidades, desburocratizando o processo para se conseguir assinaturas gratuitas do Office 365.

continue lendo

emComputação móvel Comunicação Digital Internet Microsoft Planeta Sem Fio Web 2.0

Kickstarter não quer que projetos falhos sejam constantes

Por em 22 de setembro de 2014

20140922img_0175.jpg

Quando você financia um projeto do Kickstarter, há de se levar em conta o risco que o doador corre caso o criador da campanha não seja capaz de entregar o produto prometido, mesmo após a campanha atingir o resultado esperado. Como forma de evitar que seus usuários saiam lesados e afastar os espertinhos, o serviço de crowdfunding está clarificando e atualizando seus termos de serviço como forma de deixar todos cientes que não está fingindo que não vê o que ocorre.

continue lendo

emComunicação Digital Internet Miscelâneas Web 2.0

Passenger Shaming — outro dia outro uso passivo-agressivo das redes sociais

Por em 22 de setembro de 2014

safe_image

Um dos usos da internet é ventilar as pequenas (ou não tanto) frustrações do dia-a-dia. Claro, há sites questionáveis tipo o People of Walmart, que todo mundo vê, todo mundo acha graça mas é algo mal-intencionado, estamos rindo dos outros por pura maldade, por mais que gordos e Lycra insistam nessa união profana. Já outros casos a humilhação pública se torna mais “correta”. Um exemplo disso é Passenger Shaming, um perfil do Facebook e Instagram com a nobre missão de expor ao mundo a gente nojenta e abusada que divide aviões com passageiros mais civilizados.

Por incrível que pareça ônibus interestaduais costumam ter passageiros mais educados, pois como o avião é (teoricamente) caro o pessoal assume a postura “tô pagando, posso tudo”. Já vi gente insistindo em ir ao banheiro no meio da decolagem, gente caprichando na massagem não-solicitada com joelhos e o clássico, a criança chata que se pendura no banco olhando pra trás e passa a viagem toda te encarando.

Ah, sem esquecer da mãe com filho no colo que acha lindinho a peste das profundezas ficar esticando a mão pra tentar pegar seu iPad.
continue lendo

emÁudio Vídeo Fotografia Web 2.0

iCloud Drive já está disponível para Windows

Por em 22 de setembro de 2014

20140922img_0174.jpg

Que a Apple não é muito dada a privilegiar a plataforma Microsoft em qualquer aspecto, isso todo mundo sabe. Por trás do pano Cupertino sabe que não dá para ignorar Redmond por completo, visto o market share esmagador do Windows em desktops ou por outros motivos, como ficou claro com a inclusão do suporte ao Bing no IOS 8.

continue lendo

emApple e Mac Computação móvel Comunicação Digital Internet Microsoft Planeta Sem Fio Software Web 2.0

Hoax Apple da vez: carregue seu iPhone no microondas

Por em 22 de setembro de 2014

 

20140922img_0173.jpg

Eu sei que pode parecer redundante, mas seres humanos são altamente influenciáveis. O grande problema é que na área de tecnologia consumidores aficcionados em determinadas marcas possuem a tendência acreditar cegamente em qualquer afirmação ligada às mesmas.

continue lendo

emApple e Mac Computação móvel Comunicação Digital Hardware Internet Mundo Estranho Planeta Sem Fio Software Web 2.0

More dark than dark: o lado negro da internet fica ainda mais negro

Por em 22 de setembro de 2014
5031037_orig

Comércio de drogas com porcentagem sobre vendas, roubo de identidades, sequestros… não tá fácil pra ninguém.

No negócio digital de tráfico de drogas, assim como no mundo de tijolo e cimento (tá legal, entreguei a idade), derrubar um chefão cria um vácuo de poder apenas esperando para que outro figurão o preencha e continue a suprir a demanda que o mercado consumidor precisa. Quando o FBI desligou o Silk Road, uma loja para venda de artigos questionáveis para pessoas ainda mais questionáveis que funcionava na Deep Web, um novo player tomou seu lugar, com ainda mais poder de penetração que seu predecessor. E ainda menos princípios.

Desde seu lançamento no começo do ano, o bazar anônimo do mercado negro chamado Evolution cresceu drasticamente, praticamente triplicando a quantidade de transações em apenas cinco meses. Ele agora oferece mais de 15 mil produtos ilegais que vão desde armas, passando por maconha, cocaína e heroína. Esse número é centenas de vezes maior do que o Silk Road disponibilizava. O crescimento também foi alavancado não apenas pelo profissionalismo da operação clandestina, mas também por um método muito mais amoral do que o adotado pelos seus competidores no mercado negro. Por exemplo, cerca de 10% dos produtos anunciados no Evolution são números de cartões de crédito roubados e credenciais hackeadas para contas on-line.
continue lendo

emInternet Mundo Estranho Segurança Web 2.0