Ciência
Ciência
Digital Drops Blog de Brinquedo

Tesla libera patentes para uso público. Bondade? Nah…

Por em 16 de junho de 2014

allYourBase

Semana passada Elon Musk surpreendeu meio-mundo, com uma atitude mais Bill Gates do que Tony Stark. Em um post no blog da Tesla comunicou que, seguindo o espírito do movimento Open Source, estavam comprometidos com o desenvolvimento de carros elétricos, e que isso ia além da empresa.

As patentes desenvolvidas pela Tesla poderiam ser vistas como impedimento, e para que isso não ocorresse, se comprometiam publicamente a não processar qualquer empresa que, em boa fé queira usar a tecnologia desenvolvida por eles.

Ou seja: se a MeioBit Motors resolver criar um carro elétrico, poderemos fuçar o portfólio de patentes da Tesla, copiar os recursos que acharmos interessantes e assim não começaremos do zero.

É lindo, hackers bateram palmas, Yay Open Source, mas… não é assim que a banda toca.
continue lendo

emDestaques Energia Hardware Open-Source

Alan Moore anuncia app open-source para quadrinhos

Por em 2 de junho de 2014

moore

Alan Moore é um gênio. De sua mente saíram obras-primas como Miracleman, Watchmen, A Piada Mortal, From Hell, V for Vendetta e Monstro do Pântano. Ele elevou as histórias em quadrinhos ao nível da poesia. Junto com Neil Gaiman foi fundamental para o reconhecimento de sua arte como uma forma válida de expressão, indo muito além de sujeitos com cueca por cima da calça se pegando na porrada.

Dito isso, Alan Moore é um ser esquisito. Se fosse vizinho dele eu nunca tomaria banho sem trancar a porta do banheiro. Moore é adorador do Deus-Cobra Glycon, e essa é a faceta menos esquisita de sua personalidade. Ele não diferencia mais imaginação e realidade, mas se esse é o preço para produzir com a qualidade que produz, é pequeno.
continue lendo

emDestaques Entretenimento Open-Source Software

TrueCrypt — crônica de uma morte não-anunciada

Por em 29 de maio de 2014

PutinSnowden

Nos tempos atuais quem tem preocupação em manter dados sigilosos armazenados e não confia em nuvens (não confie em nuvens) depende de ferramentas criptográficas, que felizmente são bem decentes, ao menos para o dia-a-dia, pois convenhamos não há nenhuma senha que um grupo de matemáticos da NSA ou um sujeito com um alicate não consigam descobrir.

Dessas ferramentas a mais popular é o TrueCrypt, do qual já falamos várias vezes aqui. Open Source, multiplataforma, fácil de usar e extremamente versátil, permite que você crie volumes criptografados, discos invisíveis que não aparecem até que sejam invocados, pendrives e outras formas convenientes de guardar aqueles vídeos e fotos da ex que o governo alemão quer que você apague
continue lendo

emInternet Open-Source Segurança

Construa seu celular com US$ 158, utilizando um Raspberry Pi

Por em 28 de abril de 2014

berryphone

A filosofia hacker de raiz diz que a principal justificativa para se realizar algo é descobrir se pode ou não ser feito, nada além disso. Claro, mais de uma vez as descobertas ao longo do caminho levam a produtos finais e soluções reais, mas muito do que impulsiona essa gente é simplesmente o prazer da descoberta, da tentativa e erro. É aí que mora toda a diversão.

O fotógrafo e hacker David Hunt é um desses. Ele já anda fuçando com o Raspberry Pi há um bom tempo, como quando ele acondicionou o PCzinho no grip de sua DSLR, conferindo à câmera diversas funções extras. Seu mais recente projeto envolvendo o mini computador é o PiPhone, um celular com tela touch completamente funcional, que ele montou por um custo total de US$ 158.

continue lendo

emComputação móvel Comunicação Digital Hardware Miscelâneas Open-Source Planeta Sem Fio Software

Microsoft, Google e Cia (não aquela) patrocinam projeto do OpenSSL

Por em 25 de abril de 2014

ines

Depois do vexame do Heartbleed a indústria percebeu algo que era óbvio MAS ninguém nunca deu bola: boa parte da internet está nas mãos a cargo de softwares Open Source, muito mais disseminados do que qualquer solução proprietária. Claro, o Windows tem domínio total do segmento de clientes, mas isso não afeta a infraestrutura.

Note, a questão não é ser Open Source ou Proprietário. O Apache é OS, o IIS é fechado, e as vulnerabilidades de ambos são contadas nos dedos da mão do Lula. Sem exagero, é nesse nível. Blindados. O problema é que o OpenSSL não é um projeto descolado. Não é algo que funcione pra impressionar meninas na LinuxCon. Não tem frontend, não tem tela bonitinha, é um componente, essencial mas um componente, como a glibc.
continue lendo

emIndústria Internet Open-Source Software Wireless e Redes

Entenda o que é esse tal de Heartbleed e saiba quais senhas você deve trocar

Por em 10 de abril de 2014

Heartbleed_N670

A essa altura do campeonato você já deve ter ouvido falar do bug chamado Heartbleed, certo? Ele é um bug de computador que, com ondas magnéticas, causa hemorragia em seres humanos. Mentira.

O negócio é muito sério e eu, como um dos autores mais sérios do Meio Bit, vou explicar aqui porque é que essa porcaria é de fato um dos piores pesadelos que a internet já passou — e está passando.

Long story short: o Heartbleed é como ficou conhecida uma vulnerabilidade do OpenSSL que atinge, portanto, milhares de servidores do mundo todo, inclusive de serviços que você usa todos os dias, como Facebook, Instagram, Pinterest, Tumblr e Google.
continue lendo

emComunicação Digital Destaques Dicas Internet Linux Open-Source Produtividade Segurança

Google estaria exigindo o logo do Android nos novos smartphones

Por em 30 de março de 2014
Laguna_Galaxy_S5_Android_Splashscreen

Galaxy S5 na MWC 2014 (Crédito: Android Central)

O que faz de um smartphone um Android? Bom, é óbvio que ele tem que usar no mínimo o AOSP, os drivers do hardware propriamente dito e os aplicativos compatíveis com o tal kernel.

Um smartphone Nexus, por exemplo, serve de vitrine para o GMS — Google Mobile Services — pacote de aplicativos e APIs do Google, sendo o Google Play Store o de maior destaque e interesse entre os desenvolvedores Android.

A maioria dos fabricantes de smartphones Android incluem modificações e aplicativos próprios, além de crapware software das operadoras de telefonia celular, mas não deixam de incluir o GMS por acordos com o Google. Amazon e Nokia, pelo contrário, preferem trocar os serviços Google por pacotes que incluam suas lojas e serviços exclusivos de seus aparelhos.

A mais recente novidade entre os dispositivos Android foi notada graças à splash screen de novos smartphones como Nexus 5, HTC One M8 e Galaxy S5. É o clássico logotipo “Powered by Android” lá do Nexus One, que agora é exigido das fabricantes de novos smartphones Android que queiram ter acesso a serviços Google como a lojinha de aplicativos.

Tal inclusão do logotipo tem seu próprio conjunto de diretrizes do Google e o “Powered by Android” deve estar presente na tela de boot para que os fabricantes tenham acesso ao Google Play Store em novos dispositivos.
continue lendo

emDestaques Google Linux Mercado Open-Source Software